Relações entre Brasil e Chile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Relações entre Brasil e Chile
Bandeira do Brasil   Bandeira do Chile
Mapa indicando localização do Brasil e do Chile.
  Brasil
  Chile


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente do Chile, Michelle Bachelet, durante cerimônia de assinatura de atos, no Palácio do Planalto.

As relações entre Brasil e Chile referem-se às relações bilaterais entre a República Federativa do Brasil e a República do Chile, estabelecidas em 1836. Ambos têm agido inúmeras vezes como mediadores em conflitos internacionais, como no impasse diplomático entre os Estados Unidos e o México em 1914, evitando um possível estado de guerra entre os dois países. Mais recentemente, desde o golpe de estado e rebelião no Haiti em 2004, o Brasil e o Chile têm participado ativamente da MINUSTAH, que é liderada pelo Exército Brasileiro.

Terremoto no Chile em 2010[editar | editar código-fonte]

Conseqüências do tsunami e terremoto de 2010 no Chile.

Em uma visita ao Chile após o terremoto que atingiu o país em 27 de fevereiro de 2010, o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, prestou solidariedade ao povo chileno e, junto à presidente Michelle Bachelet, anunciou o envio de ajuda humanitária, que incluiu um hospital de campanha da Marinha do Brasil e equipes de busca e salvamento.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre relações exteriores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.