Rod Steiger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rod Steiger
Rod Steiger na estreia do filme F.I.S.T., 1978.
Nome completo Rodney Stephen Steiger
Nascimento 14 de abril de 1925
Westhampton, Nova York, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Morte 9 de julho de 2002 (77 anos)
Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Ocupação Ator
Cônjuge Sally Gracie (1952-1958)
Claire Bloom (1959-1969)
Sherry Nelson (1973-1979)
Paula Ellis (1986-1997)
Joan Bento (2000-2002)
Atividade 1950 - 2002
Oscares da Academia
Oscar de melhor ator
1968 - No Calor da Noite
Prêmios Globo de Ouro
Melhor Ator Dramático
1967 - No Calor da Noite
BAFTA
Melhor Ator Estrangeiro
1966 - The Pawnbroker
Melhor Ator Estrangeiro
1967 - No Calor da Noite
Outros prêmios
Urso de Prata de Melhor Ator
1964 - The Pawnbroker
IMDb: (inglês)


Rod Steiger (Rodney Stephen Steiger, 14 de abril de 1925, Westhampton, Nova Iorque9 de julho de 2002, Los Angeles), foi um ator estado-unidense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rod Steiger se mudou com sua mãe para Newark, Nova Jersey depois que ela se divorciou. Saiu da Westside High School, aos 16 anos e ingressou na Marinha; com isso viu a ação no Pacífico a bordo de um destroyer. Retornou a Nova Jersey depois da guerra e trabalhou para o VA, em seguida se junta a um grupo de teatro amador e após isso usando de recursos como participante da guerra entra para o famoso Actors Studio.

Steiger recebeu seu primeiro papel em filmes no começo dos anos 50. Seu primeiro grande papel foi em "Teresa" de 1951, mas seu primeiro papel principal foi na versão para a TV "The Philco Television Playhouse: Marty em 1953. No entanto, a versão para o cinema do filme Marty, acabou premiando o ator Ernest Borgnine com o Oscar neste ano.

Sua carreira adquire impulso no ano seguinte, como sua participação no filme Sindicato de Ladrões, de Elia Kazan.

Em 1964 ele recebe sua segunda indicação ao Oscar por seu papel no filme "O Homem do Prego".

Em 1967, ele conseguiu o que muitos consideram seu maior papel: o xerife Bill Gillespie em "No Calor da Noite", confrontando Sidney Poitier. Steiger merecidamente levou para casa o Oscar de Melhor Ator por seu trabalho nesse filme.

Lhe foi oferecido o papel-título de Patton - Rebelde ou Herói? (1970), mas recusou-o, dizendo: "Eu não vou glorificar a guerra". O papel foi então dado a George C. Scott, que ganhou o Oscar por isso. Steiger chamou sua recusa de seu "ato mais idiota da carreira".

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Rod Steiger