Rua Paissandu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Início da R. Paissandu. Foto tirada da Praia do Flamengo.

A rua Paissandu[nota 1] é um logradouro dos bairros Flamengo e Laranjeiras, na cidade do Rio de Janeiro.

Foi aberta por volta de 1864 e ligava a residência da princesa Isabel, no Palácio Guanabara (bairro Laranjeiras) à praia do Flamengo.[1] A rua é ladeada por palmeiras imperiais, plantadas em 1865 a pedido do imperador Pedro II, a fim de criar uma entrada monumental para o palácio que havia presenteado à filha recém-casada.[2]

Foi endereço nobre da cidade, com muitos casarões de luxo que, em sua grande maioria, já não existem mais.

As palmeiras podem ser vistas em imagens aéreas do bairro.

Observações[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Paiçandu. Prescreve-se o uso da letra "ç" para palavras de origem indígena. Ao longo dos anos, a grafia oficial foi alterada para pay'sandu, paysandu, payssandu, paissandu, paissandú, paissandu, paiçandu. Porém, o uso consagrado da forma com duas letras "s" presente em mapas, documentos oficiais, estudos científicos e leis, além do próprio uso pela população geral, torna correta a forma "Rua Paissandu" por sua tradição histórica secular, de acordo com a norma ortográfica vigente em sua Base XI.

Referências

  1. O Rio através do olhar poético do italiano Facchinetti Revista Museu. Página visitada em 03/10/2009.
  2. Com o brilho dos bons tempos Defender - Defesa Civil do Patrimônio Histórico. Página visitada em 03/10/2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.