Sheikh Hasina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sheikh Hasina.jpg

Sheikh Hasina (Tungipara, 28 de setembro de 1947) é uma política de Bangladesh, sendo a atual primeira-ministra de seu país, no cargo desde 2009. Seu grupo político obteve uma maioria de mais de dois terços no novo Parlamento do país.

Hasina é filha do fundador do país, Sheikh Mujibur Rahman, líder da Liga Awami e foi primeira-ministra também entre 1996 e 2001. Liderou uma aliança de centro-esquerda nas eleições de 29 de dezembro de 2008 que obteve 262 cadeiras das 300 em jogo e venceu sem dificuldades, sua principal rival, a também ex-primeira ministra Khaleda Zia, cuja coalizão conseguiu apenas 32 deputados.

A posse de Hasina encerra os cerca de dois anos de governo provisório de Bangladesh. O presidente decidiu declarar o estado de exceção em janeiro de 2007 após a onda de violência entre os partidários das duas rivais políticas. O regime interino, tutelado pelo Exército, iniciou uma campanha "anticorrupção" que atingiu tanto Hasina como Zía.

As duas permaneceram quase um ano em prisão acusadas de corrupção, embora tenham saído em liberdade com múltiplas acusações pendentes para poderem concorrer às eleições.


Precedido por
Habibur Rahman
Primeiro-ministro do Bangladesh
1996 - 2001
Sucedido por
Latifur Rahman
Precedido por
Fakhruddin Ahmed
Primeiro-ministro do Bangladesh
2009 — presente
Sucedido por
-
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.