Alberto Borgerth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Alberto Borgerth (3 de dezembro de 1892Rio de Janeiro, 25 de novembro de 1958) foi um futebolista brasileiro. Também foi presidente do Flamengo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascimento e morte[editar | editar código-fonte]

Filho do Dr. José de Siqueira Alvares Borgerth (advogado, chefe de segurança de D. Pedro II no segundo reinado e Procurador-geral dos Feitos da Fazenda) e de dona Fánni Maria Borgerth.

Faleceu em 25 de novembro de 1958 no Rio de Janeiro em sua residência, à Rua Alexandre Ferreira, bairro do Jardim Botânico. Seu corpo foi velado no Flamengo, salão nobre da sede situada no Morro da Viúva. O féretro seguiu para o cemitério São João Batista, onde foi sepultado no túmulo de sua família. Durante o cortejo, o caixão foi coberto com a bandeira do Flamengo. Jogou 45 jogos e converteu 21 gols pelo clube.

Carreira esportiva[editar | editar código-fonte]

Em 1906, remou pelo Flamengo e jogou futebol no Rio Futebol Clube, espécie de juvenil do Fluminense. Foi campeão de futebol pelo Rio Futebol Clube. Em 1911, começou a jogar no primeiro time do Fluminense. No final deste ano, por causa de um desentendimento interno no clube, passou para o Flamengo, que não tinha Seção terrestre e fundou o Departamento de futebol.

Foi bicampeão carioca de futebol pelo Flamengo em 1914 e 1915, sendo o primeiro artilheiro do Flamengo e, em 1915, foi vice-campeão de remo também pelo Flamengo. Era atleta oficial do remo e do futebol do clube, mas, em 1915, abandonou a vida esportiva para se formar em medicina.

Presidência do Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em 1927, o Flamengo vivia um momento político muito difícil, com a punição de ficar afastado dos campos por um ano, acabou renunciando. Em seu mandato, o Flamengo ganhou nove títulos em vários esportes diferentes, incluindo, futebol, basquetebol, polo aquático, tênis e atletismo.

Coração Fla-Flu[editar | editar código-fonte]

Em entrevista ao jornal LANCE!-RJ em 14 de setembro de 2014, seu neto, Luiz Brandão, declarou que certa vez o avô lhe confessara que "seu coração era Fla-Flu".[1]

Outras atividades esportivas[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Flamengo
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. [Entrevista de Luiz Brandão, neto de Alberto Borgerth ao jornal LANCE!-RJ de 14 de setembro de 2014, página 14]