Saltar para o conteúdo

Temporada do Clube de Regatas do Flamengo de 2024

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Clube de Regatas do Flamengo
Temporada 2024
Temporada do Clube de Regatas do Flamengo de 2024
Treinador Tite
Presidente Rodolfo Landim
Federação FERJ
Confederação CBF
Patrocínio
Material Adidas
Posição final
Jogos 33 (22 vitórias, 8 empates, 3 derrotas)
Saldo de gols 47 (60 gols marcados e 13 gols sofridos)
Artilheiro Pedro (23 gols)
Cartões 58 Penalizado com cartão amarelo (1,8 por partida) • 2 Expulso (0,1 por partida)
◄◄ Rio de Janeiro 2023 Futebol 2025 Rio de Janeiro ►►
editar

O Clube de Regatas do Flamengo, em 2024 está disputando a Copa Libertadores da América, a partir da fase de grupos, em função de ter sido o 4.º colocado Campeonato Brasileiro de 2023, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Disputou o Campeonato Carioca e a Taça Guanabara — que como nas últimas edições, foi o turno único do Carioca — conquistando ambos de forma invicta, a FC Series e uma partida amistosa.

A estreia na temporada foi na partida válida pela Taça Guanabara — fase classificatória do Campeonato Carioca — em 17 de janeiro, na Arena das Dunas, em Natal, contra o Audax Rio e vitória por 4–0. Após 11 rodadas, conquistou o título invicto da Taça Guanabara com 27 pontos em oito vitórias, três empates e nenhuma derrota, marcado 23 gols e sofrendo apenas um. As semifinais do Campeonato aconteceram em 9 e 17 de março, no Maracanã, contra o Fluminense, vitória por 2–0 e empate em 0–0. Nas finais do Campeonato, contra o Nova Iguaçu, duas vitórias por 3–0 e 1–0. Assim, conquistou ambas de forma invicta.

Ainda durante o Campeonato Carioca, viajou para os Estados Unidos, onde disputou uma partida amistosa contra o Philadelphia Union, no Al Lang Stadium, em São Petersburgo, em 21 de janeiro, no confronto intitulado "To Inspire Future Generations" — vitória por 2–0 — e a FC Series contra o Orlando City, em 27 de janeiro, no Exploria Stadium, em Orlando — empate em 1–1.[1][2][3]

A estreia na Copa Libertadores aconteceu, em 2 de abril, contra o Millonarios, da Colômbia, no estádio El Campín, em Bogotá, pelo grupo E da fase de grupos, com empate em 1–1. Ao final das seis rodadas: 10 pontos em três vitórias, um empate, duas derrotas com 11 gols marcados, quatro gols sofridos, saldo de sete gols e segunda colocação no grupo, liderado pelo Bolívar com 13 pontos e classificação para as oitavas de final. Após o sorteio para as fases finais, enfrentará novamente o Bolívar, nas oitavas de final. A primeira partida no Maracanã e a segunda, em La Paz, na Bolívia.

No Campeonato Brasileiro a estreia foi contra o Atlético Goianiense, fora de casa e vitória por 2–1. Após seis rodadas: três vitórias, dois empates, uma derrota, sete gols marcados, cinco gols sofridos, saldo de dois gols e terceiro lugar na competição. As duas rodadas seguintes foram suspensas, em função das enchentes no Rio Grande do Sul. Após o retorno do Campeonato, em partida contra o Vasco da Gama, goleada por 6–1 e a liderança na competição.

A estreia na Copa do Brasil aconteceu no feriado de 1 de maio, contra o Amazonas, no Maracanã, vitória de 1–0 com gol de Pedro. A partida de volta, em 22 de maio, aconteceu na Arena da Amazônia, em Manaus e nova vitória por 1–0, classificando o clube para as oitavas de final da competição.

Durante a temporada, disputou 33 partidas, sendo 22 vitórias, oito empates e três derrotas, com desempenho de 74,7 por cento. Marcou 60 gols e sofreu 13, ficando com saldo de 47 gols.

O artilheiro da temporada é o atacante Pedro com 23 gols. Seguido por Everton com seis gols e Bruno Henrique, De Arrascaeta e Luiz Araújo com quatro gols cada. Gabi e Leo Pereira com três gols cada. Ayrton Lucas e De la Cruz tem dois gols cada. Sete futebolistas marcaram um gol cada. Também ocorreram dois gols contra a favor do clube.

Na parte disciplinar, são 60 cartões, sendo dois vermelhos — Bruno Henrique e Thiaguinho — e 58 amarelos: Erick com sete cartões, Allan com seis cartões, um jogador com cinco cartões, dois jogadores com quatro cartões cada, dois jogadores com três cartões cada, seis jogadores com dois cartões cada e nove jogadores com um cartão cada. Na comissão técnica, o treinador Tite tem quatro cartões amarelos e o preparador de goleiros Matheus Rizzi Bachi tem um cartão amarelo.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Última atualização: 18 de maio de 2024.

Elenco atual do Clube de Regatas do Flamengo[4][5][6]
N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome
1 G Argentina Rossi 11 A Brasil Everton 25 G Brasil Matheus Cunha
2 LD Uruguai Varela 14 M Uruguai De Arrascaeta 27 A Brasil Bruno Henrique
3 Z Brasil Léo Ortiz 15 Z Brasil Fabrício Bruno 29 M Brasil Victor Hugo
4 Z Brasil Leo Pereira 17 LE Uruguai Matías Viña 33 Z Brasil Cleiton
5 V Chile Erick 18 M Uruguai De la Cruz 43 LD Brasil Wesley
6 LE Brasil Ayrton Lucas 20 M Brasil Matheus Gonçalves 48 V Brasil Igor Jesus
7 A Brasil Luiz Araújo 21 V Brasil Allan 99 A Brasil Gabi
8 V Brasil Gerson 22 A Brasil Carlinhos
9 A Brasil Pedro 23 Z Brasil David Luiz

Técnico: Brasil Tite

Entradas[editar | editar código-fonte]

Jogador Pos. Clube anterior Ref.
Uruguai De la Cruz M Argentina River Plate [7][8][9]
Brasil Matheus Gonçalves Vindo de Empréstimo A Brasil Bragantino [10]
Brasil Thiaguinho Vindo de Empréstimo A Brasil Sampaio Corrêa [11]
Uruguai Matías Viña LE Itália Roma [12][13]
Brasil Léo Ortiz Z Brasil Bragantino [14][15]
Brasil Carlinhos A Brasil Nova Iguaçu [16][17][18]

Saídas[editar | editar código-fonte]

Jogador Pos. Clube de destino Ref.
Brasil Éverton Ribeiro M Brasil Bahia [19]
Brasil Santos G Brasil Fortaleza [20][21]
Brasil Matheuzinho LD Brasil Corinthians [22][23]

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Jogador Pos. Clube de origem Período Ref.
Brasil Thiaguinho A Brasil Treze 30/05/2024 [24]
Brasil Thiago Maia V Brasil Internacional 31/12/2024 [25][26]

Emprestados[editar | editar código-fonte]

Jogador Pos. Clube de destino Período Ref.
Brasil Werton A Portugal Santa Clara 30/06/2025 [27]
Brasil Petterson A Brasil Athletico Paranaense 31/12/2024 [28][29]
Brasil Gabriel Noga Z Portugal Leixões 31/07/2024 [30]
Brasil Pablo Z Brasil Botafogo 31/12/2024 [31][32][33]
Legenda

Fatos marcantes[editar | editar código-fonte]

Transferências[editar | editar código-fonte]

Entradas[editar | editar código-fonte]

De la Cruz[editar | editar código-fonte]
De la Cruz com a camisa da Seleção Uruguaia, em 2017.
Anúncio

Em 24 de dezembro de 2023, o Flamengo finalmente anunciou a contratação do meia uruguaio De la Cruz. O contrato assinado é válido até o final da temporada de 2028. O anúncio foi feito em conjunto com uma campanha de marketing pelo Mercado Livre — um dos patrocinadores do clube. Em três vídeos publicado pelo perfil oficial do Rubro-Negro, no Twitter, o atleta recebeu uma caixa com a camisa do clube e fez, ele próprio, o anúncio da contratação.[8][9]

O atleta custou 16 milhões de dólares — cerca de 77,7 milhões de reais. A multa rescisória foi pela pelo Rubro-Negro em transferência direta ao meia, que se encarregou de quitar os valores junto ao River Plate.[8]

Anúncio pelo River Plate

Poucos minutos antes da campanha do Flamengo para anunciar De la Cruz, seu antigo clube — o River Plate — fez o anúncio oficial da saída do atleta, nas redes oficiais do clube.[8]

Primeiras perguntas

De la Cruz concedeu sua primeira entrevista, através da FlaTV, após o anúncio oficial da sua contratação.[34]

Chegada ao Rio de Janeiro

O futebolista chegou ao Rio de Janeiro, em 9 de janeiro, no aeroporto do Galeão para se apresentar ao Flamengo. Ele foi recebido pelo vice-presidente de futebol, Marcos Braz, pelo diretor executivo, Bruno Spindel, e seu empresário. Ainda do aeroporto, deu sua primeira entrevista no Brasil, à FlaTV.[35]

Recepção de Zico no CT

Em 10 de janeiro, De la Cruz foi conhecer o CT do Flamengo e foi recepcionado por Zico.[36]

Camisa 18

Em 11 de janeiro, o Flamengo anunciou que o meia De la Cruz jogará com a camisa 18, mesmo número da sua estreia como futebolista profissional, em 13 de setembro de 2015, aos 18 anos.[37]

Regularização no BID

O Boletim Informativo Diário (BID) da CBF de 16 de janeiro, traz o nome de De La Cruz e, portanto, regulariza a participação do uruguaio nas partidas do clube. Entretanto, como ainda não está inscrito no Campeonato Carioca — as inscrições para a competição se encerraram em 10 de janeiro, mas o atleta só chegou ao clube no dia 11 — não fará sua estreia agora. A inscrição no BID permite que o meia esteja disponível para as partidas que o time disputará nos Estados Unidos. A estreia no Carioca só deverá acontecer em 31 de janeiro, em Belém, pela quinta rodada do Campeonato Carioca, na partida contra o Sampaio Corrêa-RJ.[38]

Matías Viña[editar | editar código-fonte]
Matías Viña com a camisa do Nacional, em 2019.
Anúncio

Em 25 de janeiro, o Flamengo anunciou oficialmente a contratação do lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña. O contrato é válido até o final da temporada de 2028 e custou oito milhões de euros, com bônus para a conquista do Campeonato Brasileiro ou da Copa Libertadores de 500 mil euros por cada competição.[12][13]

Chegada aos Estados Unidos

Matías Viña foi diretamente para Orlando, nos Estados Unidos, para a reta final da pré-temporada, mas ainda está em recuperação da lesão no joelho direito.[39]

Treino no Ninho do Urubu

O lateral chegou no Rio de Janeiro dos Estados Unidos antes da delegação e fez o seu primeiro treino no Ninho do Urubu, em 29 de janeiro. O atleta antecipou seu retorno, por conta da mudança para a cidade. O jogador uruguaio ainda está na fase de transição para o campo, em função da recuperação da lesão no joelho direito. O prazo de recuperação era de dois meses, iniciado em dezembro de 2023, portanto deverá estar disponível nos próximos dias de fevereiro.[40]

Regularização no BID

Em 5 de fevereiro, o nome do lateral foi publicado no BID da CBF e, portanto, regularizado oficialmente. Mesmo assim, o atleta não deve participar do clássico contra o Botafogo, já que ainda está na fase final da transição após a recuperação da lesão no joelho. A expectativa é que Viña atue na partida adiada contra o Volta Redonda, pela terceira rodada da Taça Guanabara, em 10 de fevereiro.[41]

Apresentação

O atleta foi apresentado em 19 de fevereiro, quase um mês após a contratação. O lateral já estava regularizado deste o início do mês, mas se recuperava de uma lesão no joelho e também foi liberado pelo Rubro-Negro para acompanhar o nascimento da filha Faustina, na Itália. Questões burocráticas também retiram o uruguaio da partida contra o Volta Redonda, mesmo estando inicialmente relacionado.[42]

Léo Ortiz[editar | editar código-fonte]
Léo Ortiz com a camisa do RB Bragantino, em 2022.
Anúncio

Em 6 de março, o clube anunciou finalmente — foi a negociação mais longa da janela atual — a contratação do zagueiro Léo Ortiz, do Bragantino. O contrato com o clube será até o final da temporada de 2028. O valor da compra foi de sete milhões de euros — cerca de 37,6 milhões de reais pela cotação atual — e já é a terceira mais cara da história do clube para um zagueiro. Se o atleta conquistar títulos pelo clube, o Bragantino receberá mais um milhão de euros (cerce de 5,3 milhões de reais) de bônus e superaria Leo Pereira e Gamarra, os dois primeiros do ranking.[14][15][43]

Regularização no BID

No próprio dia do anúncio, 6 de março, o nome de Léo Ortiz já foi publicado no BID da CBF e no BIRA da FERJ e, portanto, já está regularizado para atuação no Campeonato Carioca. O atleta também já fez o primeiro treino no Ninho do Urubu.[44]

Carlinhos[editar | editar código-fonte]
Negociações

Em 29 de março, antes da partida entre o Flamengo e Nova Iguaçu, válida pela final do Campeonato Carioca, a negociação entre os clubes surgiu como concretizada. O contrato ainda não está assinado — em função da disputa entre os clubes — mas as minutas já foram trocadas entre os clubes, sendo Marcos Braz o representante do Rubro-Negro e Jânio Moraes, presidente do Nova Iguaçu, representante do clube da Baixada Fluminense.[45]

Entrevista

Após a partida, em 30 de março, o atacante Carlinhos falou sobre o acerto com o Flamengo. O placar da partida foi 3–0 para o Flamengo.[46]

Anúncio

Em 8 de abril, o Flamengo anunciou oficialmente a contratação do atacante do Nova Iguaçu Carlinhos por cerca de 3,2 milhões de reais. O contrato será por três anos, até o final da temporada de 2026.[16]

Saídas[editar | editar código-fonte]

Éverton Ribeiro[editar | editar código-fonte]
Éverton Ribeiro com a camisa do Flamengo, em 2018.
Despedida no Ninho do Urubu

Em 6 de janeiro, após diversas notícias sobre a não renovação de contrato, o meia Éverton Ribeiro se despediu no Ninho do Urubu, foi homenageado pelo Flamengo com uma placa de agradecimento entregue pela diretoria e tirou fotos com os 11 troféus conquistados durante o período no clube, onde também foi o capitão em todas as conquistas, com 394 partidas disputadas e 46 gols marcados.[19]

Apresentação no Bahia

Em 7 de janeiro, Éverton Ribeiro foi apresentado no Bahia, seu novo clube. Entretanto, um fato inusitado aconteceu. Os filhos do meia — "Totói" e "Guto" — acabaram cantando o hino do Flamengo, o que gerou gargalhadas dos presentes na coletiva de imprensa e apresentação.[47]

Despedida dos ex-colegas

Em 8 de janeiro, o futebolista voltou ao Ninho do Urubu, com autorização do Bahia, para se despedir dos ex-companheiros e funcionários do Flamengo.[48]

Despedida da torcida no Maracanã

Na rescisão de contrato do atleta, ficou acertado que haveria uma despedida do jogador da torcida do Flamengo, no Maracanã. Porém, para esta homenagem, considerou-se apenas o calendário do Campeonato Baiano e a despedida aconteceria no clássico contra o Vasco, em 2 de fevereiro. Entretanto, o Bahia — novo clube de meia — disputaria uma partida válida Copa do Nordeste, gerando uma incompatibilidade de agendas. O Rubro-Negro e o Fortaleza irão buscar uma nova data, mas na impossibilidade de isto acontecer, a homenagem ficará para a partida entre os dois clubes, no Maracanã, válida pelo Campeonato Brasileiro.[49]

Santos[editar | editar código-fonte]
Acerto com o Fortaleza

Em 9 de janeiro, o Fortaleza assinou contrato com o goleiro Santos por três temporadas. O atleta havia perdido a titularidade com o treinador Jorge Sampaoli e sua última partida pelo Rubro-Negro tinha sido no Campeonato Brasileiro, em 21 de maio, contra o Corinthians.[20]

Permanência em janeiro

Mesmo com a operação de venda já concretizada, o Flamengo negociou a permanência do atleta até o final de janeiro de 2024, para que ele possa ser o titular do time "alternativo" que disputará o Campeonato Carioca — atuará contra o Nova Iguaçu, em João Pessoa e contra a Portuguesa-RJ, em Natal, em 21 e 27 de janeiro, respectivamente — enquanto a equipe principal disputará amistosos nos Estados Unidos.[50]

Em 11 de janeiro, o clube anunciou o acerto com o Fortaleza para que o goleiro Santos seja o goleiro titular durante as partidas contra o Nova Iguaçu, em João Pessoa — capital do estado onde nasceu — e contra a Portuguesa, em Natal. Somente após as duas partidas, o contrato entre o atleta e o clube será encerrado. O Rubro-Negro pagará o salário do jogador em janeiro. Assim, o contrato do atleta com o Fortaleza começará em fevereiro e será válido até o final da temporada de 2026.[51]

Rescisão de contrato

Na tarde de 12 de janeiro, o goleiro assinou o destrato com o Flamengo e, desde então, não é mais jogador do clube. O atleta também recolheu os seus pertences e se despediu dos demais jogadores. O Flamengo queria contar com Santos durante duas partidas do Campeonato Carioca, mas o futebolista optou por encerrar o vínculo e já se preparar no novo clube.[21][52]

Pablo[editar | editar código-fonte]
Pablo com a camisa do Bordeaux, em 2018.

Em 2 de fevereiro, o Botafogo anunciou a contratação do zagueiro Pablo, por empréstimo, até o final desta temporada, mas sem opção de compra. O Alvinegro será responsável por 74 por cento dos salários do atleta e a multa, para que o jogador enfrente o Rubro-Negro, será de dois milhões de reais. Caso o futebolista seja vendido durante o empréstimo, o Botafogo receberá uma pequena taxa de vitrine.[33]

Matheuzinho[editar | editar código-fonte]
Anúncio

Em 16 de fevereiro, o Corinthians anunciou a contratação do lateral-direito Matheuzinho. O clube paulista comprou 60 por cento dos direitos econômicos do atleta por quatro milhões de euros — equivalente, pela cotação atual, de cerca de 21,3 milhões de reais. O contrato entre o novo clube e o atleta é válido até o final da temporada de 2028 e a multa rescisória será de 300 milhões de reais para clubes nacionais e de 100 milhões de euros para clubes estrangeiros. O lateral — agora chamado de Matheus França — já está regularizado a CBF e também foi inscrito no Campeonato Paulista.[22]

A ideia inicial do clube era a contratação por empréstimo. Após um acordo verbal, o futebolista se apresentou ao Timão e chegou a participar de um treino aberto, mas houve uma divergência de cláusulas contratuais e o lateral teve que retornar para o Rio de Janeiro.[22]

Apresentação

No dia seguinte ao anúncio — 17 de fevereiro — o Corinthians apresentou Matheus França, ex-Matheuzinho, em uma coletiva de imprensa.[23]

Direitos e valores

Mesmo com a transferência de Matheuzinho para o Corinthians, o Flamengo manteve 30 por cento dos direitos econômicos do lateral-direito — os outros 10 por cento se mantiveram com o Londrina. Flamengo e Londrina fizeram uma composição para de valores para que o Rubro-Negro ficasse com uma fatia maior dos valores — o Londrina ficou com sete milhões e o Rubro-Negro com 14 milhões de reais. O pagamento feito pelo Timão, pelo futebolista, será em quatro parcelas: três milhões de euros, em 2024; 500 mil euros, em 2025; e 500 mil euros, em 2026. Já o repasse das comissões do Flamengo para o Londrina será feito ainda em 2024: quatro milhões de reais logo após a transferência e os outros três milhões, em outubro de 2024. O lucro com a venda do atleta foi de quase mil por cento — especificamente 966 por cento — já que o valor pago pelo Flamengo, na compra, foi de 1,2 milhão de reais e a venda da sua parte foi de 14 milhões de reais, ou seja, lucro de 12,8 milhões reais.[53]

Thiago Maia[editar | editar código-fonte]
Thiago Maia com a camisa do Lille, da França, em 2018.
Conclusão da negociação

Em 7 de março — último dia da janela de transferências — terminou a longa negociação pelo volante Thiago Maia entre o Flamengo e o Lille, da França, que detinha metade dos direitos econômicos do futebolista, concluindo a transferência do atleta para o Internacional e o contrato com o clube gaúcho já foi assinado.[25]

Em função do curto período para a conclusão da negociação, Thiago Maia segue por empréstimo, mas o Colorado será uma obrigação de compra para ser exercida ao final do empréstimo, que será até o final desta temporada. O Flamengo receberá 2,85 milhões de euros — cerca de 15,4 milhões de reais, pela cotação atual — e manterá 25 por cento dos direitos econômicos do jogador. O Lille terá o mesmo percentual, mas receberá 1,15 milhão de euros, ou 6,2 milhões de reais.[25]

O próprio atleta anunciou a conclusão da negociação em suas redes sociais, ao publicar uma foto do título da Copa Libertadores de 2022 com a frase "Quem viu, viu."[25]

Renovação de contratos[editar | editar código-fonte]

Bruno Henrique[editar | editar código-fonte]
Bruno Henrique, em 2022.
Anúncio

Em 6 de janeiro, o Flamengo anunciou a renovação do contrato do atacante Bruno Henrique até o final da temporada de 2026. Foram longas rodadas de negociações e o desejo do atleta de renovação por três temporadas acabou prevalecendo.[54]

Publicação no BID

Em 10 de janeiro, tanto o Boletim Informativo Diário (BID) da CBF quanto o Boletim Informativo de Registro de Atletas (BIRA) da FERJ trouxeram a publicação da renovação do contrato do atleta com o Flamengo.[55][56]

David Luiz[editar | editar código-fonte]
David Luiz com a camisa do Chelsea, em 2019.

Em 10 de janeiro, o BID da CBF e o BIRA da FERJ trouxeram a publicação da renovação do contrato de zagueiro David Luiz. O atleta ativou a cláusula de renovação automática por mais uma temporada prevista no contrato. A meta já tinha sido atingida em maio de 2023. As parte poderiam optar por não renovar, mas nenhuma das duas fez a opção, sendo oficializada a renovação.[55][56]

Victor Hugo[editar | editar código-fonte]

Em 16 de janeiro, o Flamengo anunciou a renovação do contrato do meia Victor Hugo. O atleta, de 19 anos, terá contrato com o Rubro-Negro até o final da temporada de 2028, ou seja, por mais cinco temporadas. A última renovação aconteceu em 2022, também por cinco temporadas. Com esse vínculo maior, o clube se protege no mercado. Em 2023, o clube recusou uma proposta do Wolverhampton, da Inglaterra, de 20 milhões de euros — cerca de 107 milhões de reais, à época.[57]

Fabrício Bruno[editar | editar código-fonte]
Anúncio

Em 28 de janeiro, o Rubro-Negro anunciou a renovação do contrato do zagueiro Fabrício Bruno até o final da temporada de 2028, substituindo o anterior que iria até dezembro de 2025. O atleta — que tinha um dos menores salários entre os atletas oriundos de outros clubes — foi muito bem valorizado nesta renovação, com um aumento substancia de salário.[58][59]

Entrevista coletiva

Em 19 de fevereiro, quase 20 dias após o anúncio da renovação de contrato, o atleta falou com a imprensa sobre a extensão do vínculo com o Flamengo, já que o contrato anterior seria até 2025 e, o novo, até 2028. Marcos Braz, vice-presidente de futebol, e Bruno Spindel, diretor executivo de futebol, falaram antes da entrevista com o zagueiro.[60]

Igor Jesus[editar | editar código-fonte]

Em 21 de maio, o Flamengo anunciou — após uma longa negociação iniciada no começo do ano — a renovação do vínculo com o volante Igor Jesus até o final da temporada de 2027. Houve uma valorização salaria, mas não divulgada.[61]

Fim de contratos[editar | editar código-fonte]

Competições[editar | editar código-fonte]

Copa Libertadores[editar | editar código-fonte]

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]
Jogos na altitude

Após o sorteio da fase de grupos da Copa Libertadores incluir Bolívar, da Bolívia, e Millonarios, da Colômbia, na chave do Rubro-Negro, o clube já fez os preparativos para a disputa das partidas na altitude: La Paz está a 3 640 metros do nível do mar e Bogotá, 2 640 metros.[62]

Para a partida contra o Millonarios, em 2 de abril, a delegação viajará no domingo, 31 de março, à tarde direto para Bogotá. O clube fará um treinamento no antigo centro de treinamento da Seleção Colombiana. A preocupação da comissão técnica é adaptar os jogadores com a maior velocidade da bola, já que altitude não será um grande problema, em teoria.[62]

Para o jogo em 24 de abril, contra o Bolívar, a delegação rubro-negra viajará para Santa Cruz de la Sierra — 400 metros acima do nível do mar — na véspera e, somente no dia da partida, para La Paz, repetindo a estratégia feita em 2019. A ideia é ter uma ambulância permanentemente, desde a saída do aeroporto de La Paz e alugar cilindros de oxigênio para eventuais casos de emergência. O retorno para o Rio de Janeiro será logo depois da partida, permanecendo poucas horas na cidade e minimizando os efeitos da altitude.[62]

Jogadores inscritos

Em 27 de março, o clube anunciou a lista dos 50 jogadores inscritos para a fase de grupos da competição:[63][64]

  • 1 – Rossi
  • 2 – G. Varela
  • 3 – L. Ortiz
  • 4 – Léo Pereira
  • 5 – Erick
  • 6 – Ayrton Lucas
  • 7 – L. Araújo
  • 8 – Gerson
  • 9 – Pedro
  • 10 – Gabi
  • 11 – E. Cebolinha
  • 14 – De Arrascaeta
  • 15 – Fabrício B.
  • 17 – Viña
  • 18 – De la Cruz
  • 19 – Lorran
  • 20 – Matheus G.
  • 21 – Allan
  • 23 – David Luiz
  • 24 – Lucas Furtado
  • 25 – Matheus Cunha
  • 26 – Werton
  • 27 – Bruno Henrique
  • 28 – Daniel Cabral
  • 29 – Victor Hugo
  • 33 – Cleiton
  • 35 – Rayan Lucas
  • 39 – Zé Wellinton
  • 40 – Felipe Teresa
  • 41 – Da Mata
  • 42 – Santiago
  • 43 – Wesley
  • 44 – Carbone
  • 46 – Germano
  • 47 – Pedro Estevam
  • 48 – Igor Jesus
  • 49 – Dyogo Alves
  • 50 – Diegão
  • 51 – Daniel Sales
  • 52 – Evertton Araujo
  • 53 – Lucyan
  • 54 – Shola
  • 55 – Caio Garcia
  • 57 – Iago
  • 60 – Luis Aucélio
  • 61 – João Victor
  • 62 – Daniel Rogerio
  • 64 – Wallace Yan
  • 65 – Weliton
  • 66 – Caio Barone

Em itálico, os atletas do Sub-20 do clube.

Gabigol com a camisa 99

A CONMEBOL autorizou o Flamengo a alterar a camisa do atacante Gabi de 10 para a 99, após a punição do atleta feita pela diretoria do clube pelo uso da camisa do Corinthians em fotografia compartilhada em redes sociais. Inicialmente, apenas na competição, o futebolista manteria a camisa 10, conforme anunciado pelo próprio comunicado do clube sobre a punição.[65]

Multa por estouro de 34 bombas

Em 4 de junho, a CONMEBOL anunciou que multou o Flamengo por infrações de sua torcida na partida contra o Bolívar, em 20 de maio. A multa é de 10 mil dólares (cerca de 52 mil reais) pela torcida ter estourado 34 bombas no setor Norte do estádio e baseada no artigo 12.2 C do Código Disciplinar da entidade: "acender sinalizadores, fogos de artifício ou qualquer outro tipo de objeto pirotécnico". A CONMEBOL também advertiu o clube com base no artigo 27, que trata da reincidência de infrações. O Rubro-Negro também foi denunciado por novas infrações da torcida na partida contra o Millonarios, em 28 de maio. Essa nova infração ainda será julgada pela entidade máxima do futebol sul-americano.[66]

Fases finais[editar | editar código-fonte]
Sorteio

Em 3 de junho, a CONMEBOL realizou o sorteio do chaveamento das oitavas de final até a final, dos classificados na fase de grupos. O Flamengo — por ter ficado em segundo lugar do grupo E — ficou no "Pote 2". Pelo sorteio, o seu adversário será o Bolívar, exatamente o primeiro colocado do grupo E. Assim, os dois clubes se enfrentarão novamente, sendo a primeira partida no Rio de Janeiro e a segunda, na Bolívia e serão disputadas nas semanas de 14 e 21 de agosto.[67]

Data e horários

Em 12 de junho, a CONMEBOL divulgou as datas e horários das oitavas de final. As partidas entre Flamengo e Bolívar acontecem em 15 de agosto e 22 de agosto, ambas às 21 horas e 30 minutos, no Maracanã e no Hernando Siles, respectivamente.[68]

Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Número de estrangeiros e grama sintética

Em 5 de março, os 20 clubes participantes do Conselho Técnico da CBF, aprovaram, por unanimidade, o aumento do limite de estrangeiros que podem ser escalados em cada partida. Com a decisão, nove atletas podem ser relacionados. Na temporada passada, este número já havia subido de cinco para sete e, agora, um novo aumento para nove. A Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) se manifestou contra a decisão, pois já são 140 atletas estrangeiros atuando nas séries A e B do Campeonato Brasileiro.[69]

Outra decisão aprovada foi a liberação de acesso um dia antes da partida para o adversário realizar um treinamento, caso o mando de campo seja em grama sintética. Esta decisão só valerá para o Brasileirão e não para todas as competições da CBF.[69]

Paralização

Em 15 de maio, o CBF anunciou a paralisação da Série A do Campeonato Brasileiro, em função da tragédia das enchentes no Rio Grande do Sul, atendendo ao pedido de 15 dos 20 clubes participantes — Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Red Bull Bragantino e São Paulo não defenderam a paralização. Serão duas semanas de interrupção, postergando a 7.ª e 8.ª rodadas, que aconteceriam entre 18 e 26 de maio. A reunião extraordinária do Conselho Técnico da Série A — entre os clubes participantes e as 10 federações que tem representantes – ficou mantida para 27 de maio.[70]

Retorno

Em 21 de maio, a CBF anunciou o retorno da Série A do Campeonato Brasileiro para 1 de junho com o retorno das partidas na ordem da interrupção do campeonato, ou seja, a próxima rodada será a sétima. A decisão independe do que for decidido entre os clubes, na reunião de 27 de maio, do Conselho Técnico.[71]

Reunião do Conselho Técnico

Em 27 de maio, o Conselho Técnico da Série A do Campeonato Brasileiro e a CBF se reuniram na sede da entidade para definir como o Campeonato se comportará após a paralisação em função da tragédia das chuvas do Rio Grande do Sul. A decisões tomadas:[72][73]

  • data de término do Campeonato será mantida: 8 de dezembro
  • possibilidade de inversão de mando de campo das equipes gaúchas — Grêmio, Internacional e Juventude — foi flexibilizada, já que o Regulamento Específico do Campeonato Brasileiro proibia a inversão
  • utilização das datas-FIFA — 3 a 11 de junho, 2 a 10 de setembro, 7 a 15 de outubro e 11 a 19 de novembro — para disputa de partidas, pois havia previsão de parada do Campeonato nestas datas para evitar que os clubes com atletas convocados para as seleções atuassem desfalcados
  • o intervalo das partidas será de, no mínimo, 66 horas

Copa do Brasil[editar | editar código-fonte]

Terceira fase[editar | editar código-fonte]
Sorteio

O sorteio dos confrontos e mandos de campos da terceira fase da competição foi realizado na sede da CBF, em 17 de abril de 2024. As partidas de ida e volta serão disputadas nas semanas de 1 e 22 de maio. O Flamengo enfrentará o Amazonas — em sua estreia na competição nacional, depois de ter sido o campeão do Estadual de 2023 — primeiro no Rio de Janeiro e, depois, em Manaus. As datas, horários e locais das partidas ainda serão divulgados pela CBF.[74][75]

Campeonato Carioca[editar | editar código-fonte]

Arbitragem do clássico com o Vasco

Em 2 de fevereiro, em decisão inédita, a FERJ solicitou ao Flamengo e Vasco da Gama que decidissem, em acordo, o árbitro do clássico entre as duas equipes. A partida seria válida pela sexta rodada da Taça Guanabara, em 4 de fevereiro, às 19 horas (horário de Brasília). Dos quatro nomes apresentados pela Federação, o árbitro escolhido pelos clubes foi Wagner do Nascimento Magalhães, o VAR será Rodrigo Nunes de Sá, e seu auxiliar, Bruno Arleu de Araújo.[76]

Arbitragem do clássico com o Botafogo

Seguindo o mesmo caminho do clássico contra o Vasco, Flamengo e Botafogo estiveram na sede da FERJ para decidir, em acordo, o árbitro do clássico entre as equipe, válida pela sétima rodada da Taça Guanabara. Entre as quatro opções apresentadas pela Federação — como também aconteceu no clássico entre Flamengo e Vasco — Yuri Elino Ferreira da Cruz foi escolhido pelos clubes e Rodrigo Nunes, o responsável pelo VAR.[77]

Arbitragem do clássico com o Fluminense

Assim como os demais clássicos, Flamengo e Fluminense se reuniram na sede da FERJ para discussão sobre a arbitragem do clássico entre os dois clubes, em 25 de fevereiro. O nome do árbitro Yuri Elino Ferreira da Cruz foi apresentado pela Federação e aceito pelas duas diretorias dos clubes. Rodrigo Nunes de Sá ficará a cargo do VAR.[78]

Denúncia por cantos homofóbicos

Em 20 de março, o Flamengo foi denunciado pela Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD/RJ). O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães relatou, na súmula do Fla-Flu de 17 de março, cantos homofóbicos da torcida rubro-negra. A partida aconteceu no Maracanã e terminou empatada em 0–0.[79]

Segundo a denúncia, o artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) — praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência — foi desrespeitado pela torcida do Flamengo. A pena prevista no CBJD, em caso de condenação, é "suspensão pelo prazo de 120 a 360 dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código, além de multa, de R$ 100 a R$ 100 mil".[79]

Seleção do Campeonato

Em 8 de abril — um dia após a final vencida pelo Flamengo — a FERJ divulgou a seleção dos melhores do Campeonato durante a festa de encerramento da competição. A festa foi realizada em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. A seleção contou com oito atletas do Rubro-Negro: Rossi, Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira, Pulgar, De la Cruz, De Arrascaeta e Pedro. Carlinhos, do Nova Iguaçu — que foi oficialmente anunciado como reforço do clube — Lucas Piton (Vasco da Gama) e Bill (Nova Iguaçu) também fizeram parte dos melhores do Campeonato. De Arrascaeta foi escolhido como craque do Campeonato, Yago Ferreira (Nova Iguaçu emprestado pelo Fluminense) foi a revelação e Carlos Vitor (Nova Iguaçu) foi o melhor treinador da competição — a medalha foi entregue pelo treinador do Flamengo, Tite.[80]

O melhor árbitro foi Yuri Elino Ferreira da Cruz. Rodrigo Corrêa Figueiredo e Luiz Claudio Regazone os melhores bandeirinhas.[80]

Amistosos nos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Participação na FC Series

Ainda no final de 2023, o clube anunciou a participação na FC Series (antiga Florida Cup), em partida contra o Orlando City. A ideia inicial do clube era fazer uma pré-temporada nos Estados Unidos. Originalmente marcada para o Camping World Stadium, foi alterada para o Exploria Stadium, mas mantendo a data do evento em 27 de janeiro.[1][2]

Segundo amistoso

Em 9 de janeiro, o clube anunciou a participação em uma partida amistosa contra o Philadelphia Union, no Al Lang Stadium, em 21 de janeiro. O confronto foi chamado "To Inspire Future Generations" e terá duas mil crianças e adolescentes praticantes de futebol com ingressos gratuitos distribuídos pela organização.[3]

Estreia do 3.º uniforme

O clube anunciou, em 16 de janeiro, a estreia do seu terceiro uniforme, na partida contra o Philadelphia Union, em 21 de janeiro. O atual terceiro uniforme ainda não fez a sua estreia, mesmo tendo sido lançado em setembro de 2023. O uniforme também trará uma outra novidade: um patch entre o símbolo da fornecedora de material esportivo e o escudo do Flamengo, com a mensagem "two nations, one passion" ("Duas nações, uma paixão") e as bandeiras dos Estados Unidos e do Flamengo. O patch também será usado na partida contra o Orlando City, em 27 de janeiro, mas no uniforme principal.[81]

Transmissão do SporTV

O SporTV — canal de TV por assinatura do grupo Globo — acertou a transmissão das duas partidas do clube, nos Estados Unidos. A equipe para a transmissão da primeira partida — contra o Philadelphia Union, em 21 de janeiro, a partir das 16 horas (horário de Brasília) — será composta pelo narrador Gustavo Villani e os comentaristas Paulo Nunes e Paulo César Vasconcellos. A segunda partida terá transmissão, em TV aberta, pela Band.[82]

Mortes[editar | editar código-fonte]

  • 1 de janeiro – Adenir Silva, o Deni. Massagista do clube desde 26 de outubro de 1981, lutava contra câncer no cérebro. Havia se afastado de suas funções no Rubro-Negro em setembro de 2022, recebendo todo o apoio do clube.[83][84]
  • 5 de janeiro – Zagallo. Como ponta-esquerda iniciou a carreira profissional de futebolista no Rubro-Negro, onde permaneceu entre 1951 e 1958, disputando 205 jogos, marcando 29 gols e conquistando um tricampeonato Carioca: 1953, 1954 e 1955, entre outros títulos. Como treinador foram cinco períodos no comando da equipe (1972; 1972–1973; 1973; 1984–1985 e 2000–2001), 284 partidas e os títulos do Carioca de 1972, 1973 e 2001 e a Copa dos Campeões de 2001, entre outros.[85][86]
  • 6 de abril – Ziraldo. Cartunista entre diversas outras atividades, era torcedor do clube e integrou diversas ações relativas ao Rubro-Negro, como o livro "O Mais Querido em quadrinhos", a logo da camisa "Eu amo o Fla" — de 2004 para arrecadar fundos para a construção de dois dos campos do Ninho do Urubu — e a marca dos 100 anos do futebol do clube, de 2012. Era fanático por futebol. Em 1987, foi contratado pelo Clube dos 13 para desenhar os mascotes dos 16 clubes da Copa União — oportunidade que permitiu que redesenhasse o urubu do seu amigo Henfil criado, em 1967, no Jornal dos Sports.[87]
  • 12 de abril – Célio Cotecchia. Médico do Flamengo durante 22 anos e, depois, sócio benemérito do clube. Começou a trabalhar no clube em 1963, ainda estudante de medicina, e permaneceu até 1985, atuando, inclusive, durante a época considerada "época de ouro dos anos 1980" — geração multicampeã que tinha a liderança de Zico.[88]
  • 15 de maio – Washington Rodrigues, o "Apolinho". Jornalista e ex-treinador do clube (1995), durante a presidência de Kléber Leite. No comando técnico, foram 26 partidas, 11 vitórias, oito empates e sete derrotas do time com o "Ataque dos Sonhos": Sávio, Romário e Edmundo. Mesmo assim, o Rubro-Negro ficou em 21.º lugar no Campeonato Brasileiro. Três anos depois, ainda na presidência de Kléber Leite, foi diretor de futebol. Morreu durante a partida entre Flamengo e Bolívar, da Bolívia, que acontecia no Maracanã, pela Copa Libertadores vencida por 4–0 ou por "chocolate", expressão criada por ele para definir as goleadas.[89][90][91]

Outros[editar | editar código-fonte]

Novo uniforme[editar | editar código-fonte]

Em 24 de dezembro de 2013, o clube anunciou que a estreia do uniforme para a temporada acontecerá nos Estados Unidos, entre 18 e 30 de janeiro. O departamento de marketing estima que as vendas comecem em 26 de janeiro. No dia seguinte, o elenco disputará a partida contra o Orlando City, no Exploria Stadium, pela FC Series.[92]

Filipe Luís treinador do Sub-17[editar | editar código-fonte]

Em 18 de janeiro, o Flamengo anunciou que ex-atleta do clube Filipe Luís será o treinador da equipe Sub-17. O ex-lateral e novo treinador se aposentou no clube na última temporada e já vinha se preparando para a transição para a carreira de técnico, com a "Licença B" da CBF que o permite comandar equipes da base. Filipe Luís havia recusado ser o coordenador da Seleção Brasileira após a saída de Fernando Diniz do comando da Seleção.[93][94]

Mudança na gerência do futebol[editar | editar código-fonte]

Em 8 de fevereiro, Luiz Carlos foi promovido a gerente de futebol profissional e, antes, desempenhava a mesma função nas divisões de base. Gabriel Skinner — supervisor de Futebol entre 2019 e 2024 — foi desligado do Rubro-Negro.[95]

Saída de Juan para a Seleção[editar | editar código-fonte]

O ex-atleta do clube e agora ex-gerente técnico, Juan, deixou o clube e será o coordenador da Seleção Brasileira, cargo que havia sido oferecido ao ex-atleta Filipe Luís — agora treinador do Sub-17 do Rubro-Negro. O nome do ex-zagueiro foi indicação do atual treinador da Seleção principal, Dorival Júnior, que trabalhou com o ex-futebolista em 2018 e em 2022. A saída de Juan só deve ser anunciada após a partida contra o Volta Redonda, em 10 de fevereiro.[96]

Analista de desempenho da Seleção[editar | editar código-fonte]

O Flamengo contratou o analista de desempenho Bruno Baquete, que trabalhou com o treinador Tite na Seleção Brasileira. Mesmo com a saída de Tite da Seleção, o analista permaneceu na comissão técnica do Brasil. Após a ida do ex-gerente técnico Juan para a Seleção, o treinador pediu que o clube trouxesse o analista para a comissão técnica. Não haverá mudança no organograma da equipe de avaliação de desempenho, já que Bruno terá a missão de estreitar os laços entre a avaliação de desempenho e a comissão técnica. Bruno já assistiu a vitória de 2–0 do Flamengo sobre o Fluminense, no Maracanã, em 25 de fevereiro e já se integra a comissão técnica no dia seguinte.[97][98]

Recorde de Rossi[editar | editar código-fonte]

Em 16 de março, o goleiro argentino Agustín Rossi quebrou o recorde do ex-goleiro Cantareli. Aos 40 minutos do segundo tempo da partida contra o Fluminense, válida pela semifinal do Campeonato Carioca, chegou a 960 minutos sem sofrer gols em partidas oficiais. Na marca anterior, entre novembro de 1978 e fevereiro de 1979, Cantareli ficou 959 minutos sem ser vazado. Os acréscimos de partidas e jogos amistosos não entraram nas contas — caso das partidas amistosas realizadas nos Estados Unidos no início da temporada. O último gol sofrido por Rossi foi aos 25 minutos do primeiro tempo da derrota para o São Paulo por 1–0, no Morumbi, em partida válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2023.[99]

Em 21 de março — cinco dias após de bater o recorde de Cantareli — Rossi deu uma entrevista para a FlaTV sobre o recorde alcançado.[100]

Suspensão de Gabigol[editar | editar código-fonte]

Motivo

O atacante Gabigol foi acusado de dificultar a realização do exame antidoping. A atitude do atleta relatada pelos oficiais de coleta se encaixa como "fraude ou tentativa de fraude de qualquer parte do processo de controle", mesmo que o exame tenha sido feito e testado negativo para o uso de substância consideradas ilícitas. Segundo os relatos, o futebolista demorou para realizar o exame e não cumpriu as instruções. Em 8 de abril de 2023, exceto Gabigol, outros atletas do Rubro-Negro fizeram o exame antes do treino das 10 horas. Diferente dos demais atletas, Gabigol não se dirigiu aos responsáveis pelo exame antes do treino, participou dos treinamentos e saiu para o almoço, tratando a equipe do exame com desrespeito. Ao retornar, não seguiu os procedimentos indicados, pegou o vaso coletor sem avisar a ninguém, ficou irritado ao ver que o oficial o acompanhou até o banheiro para a coleta e, ao terminar, entregou o vaso aberto, contrariando a orientação dos oficiais. A primeira notificação da tentativa de fraude foi realizada em 30 de maio de 2023.[101]

Em resumo, as infrações relatadas pelo oficiais do Controle de Dopagem foram:[102]

  • Não se dirigiu a eles antes do treino, como os demais atletas
  • Depois da atividade, ignorou os oficiais e foi almoçar
  • Tratou a equipe de oficiais com desrespeito
  • Não seguiu os procedimentos indicados
  • Pegou o vaso coletor sem avisar a nenhum dos oficiais
  • Irritou-se ao ver que um dos oficiais o acompanhou até o banheiro para a coleta, como definido nos procedimentos do exame
  • Escondeu o pênis para impedir que o oficial observasse a coleta, também indicado nos procedimentos
  • Entregou o vaso aberto, contrariando orientação recebida pelo oficiais
Julgamento

Em 25 de março, terminou o julgamento do atacante Gabigol, realizado de forma online, por tentativa de fraude no exame antidoping. O julgamento se iniciou na semana anterior, no Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD). O atleta foi acusado de infração ao artigo 122 do Código Brasileiro Antidopagem — fraude ou tentativa de fraude de qualquer parte do processo de controle — e foi punido com dois anos de suspensão. Assim, o atacante está impedido de jogar até abril de 2025, já que a pena começa a contar a partir do momento da infração — 8 de abril de 2023, quando foi realizada a coleta de exames no Ninho do Urubu. O placar do julgamento foi de 5 votos a favor da punição do atacante contra 4 votos contrários.[101]

Nota oficial

Após o resultado do julgamento, o Flamengo emitiu uma nota oficial sobre o caso.[101][103]

Treinamentos no CT

Com a punição recebida, Gabigol está automaticamente proibido de treinar no Ninho do Urubu — e demais dependências do clube — e de participar de partidas pelo Flamengo, até o final do prazo da punição. Assim, o atacante não terá condições de jogo nem para as finais do Campeonato Carioca — que acontecem em 30 de março e 7 de abril — e nem para a estreia do clube pela Copa Libertadores, contra o Millonarios, em 2 de abril.[104]

Tentativa de efeito suspensivo

A defesa do atacante Gabigol encaminhará para a Corte Arbitral do Esporte (CAS) — tribunal da FIFA, na Suíça — um pedido de efeito suspensivo e também um recurso pela absolvição do atleta. O objetivo é conseguir condições de jogo para o futebolista. Serão dois movimentos diferentes. Assim que o acórdão da decisão da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) que definiu a punição de dois anos for publicado, o escritório Bichara Neto entrará com o pedido de efeito suspensivo. A expectativa é que a apreciação do pedido seja realizada no período de duas a três semanas após a formalização. Havendo deferimento do pedido, o jogador já poderá voltar a frequentar os treinamentos nas dependências do clube até que se tome uma nova decisão. Em outra frente, estará a preparação para a absolvição do atleta, mais complexa e mais demorada. A marcação do julgamento, neste caso, pode levar alguns meses, segundo expectativas.[105]

Manifestação de Gabigol

Após a decisão, o atacante se manifestou sobre o resultado do TJD-AD.[106]

Possibilidade se suspensão do contrato

O Flamengo já anunciou que vai auxiliar o atacante na apresentação de recurso à Corte Arbitral do Esporte (CAS) e que não utilizará a brecha jurídica que permite a possibilidade de suspender o contrato com o atleta no período de punição por antidopagem. Para o staff do clube, a punição foi considerada exagerada e abusiva já que o futebolista testou negativo tanto no exame de urina quanto no exame de sangue, considerado ainda mais completo. A diretoria entende que Gabigol foi julgado mais pelo mau comportamento do que pelo delito em si, por isso o placar apertado na decisão — 5 a 4.[107]

CFZ à disposição

O ex-atleta e ídolo Rubro-Negro, Zico, colocou as dependências do CFZ à disposição do atacante para treinamentos.[108]

Inscrição na Libertadores

Mesmo com a punição de suspensão de dois anos imposta pelo TJD-AD, o Flamengo inscreverá o atacante na Copa Libertadores, já que existe a possibilidade do efeito suspensivo e, mesmo, a absolvição pelo CAS. Assim, o futebolista será um dos 50 atletas inscritos na competição.[109]

Publicação do acórdão

Na noite de 27 de março, o acórdão da decisão que suspendeu por dois anos o atacante Gabigol foi publicado. Assim, o escritório do advogado Bichara Neto iniciou a análise do documento para realizar as movimentações jurídicas necessárias. O pedido do efeito suspensivo, claro, não é imediato, pois será necessário traduzir a decisão publicada e pensar nas estratégias de defesa. A expectativa — por se tratar de um processo e de um documento complexos — é que o pedido seja feito na próxima semana. Da mesma forma, os trabalhos para a busca da absolvição do atleta também está em andamento.[110]

Efeito suspensivo

Em 30 de abril, a Corte Arbitral do Esporte (CAS) acatou, de forma unânime (3–0), o pedido do efeito suspensivo da decisão do TJD-AD. Com isso, o atleta está liberado para atuar e voltar a frequentar as dependências do clube. O atacante já pode, inclusive, voltar aos treinamentos no próprio dia 30. A decisão coube a um colegiado de três árbitros: um alemão e dois ingleses. Como a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) perdeu o prazo para pagamento da sua parte das custas judiciais, o atacante pagou o que restava, além da sua parte, para que o processo não atrasasse. A ABCD enviou a sua parte da documentação dias depois e indicou um árbitro alemão, mas a documentação não foi acatada pelo CAS, por questões administrativas. Assim, o próprio CAS indicou dois árbitros – um inglês e um alemão – e a defesa um outro árbitro inglês. Os três votaram à favor de concederam o efeito suspensivo.[111]

Atacante sobre o efeito suspensivo

Após a decisão do CAS, o atleta fez uma publicação no Instagram, sem legenda: um boneco com a camisa 10 rubro-negra aparece correndo para o Maracanã.[111]

Relacionado

Após a concessão do efeito suspensivo, o técnico Tite, relacionou o atacante Gabi para a partida contra o Amazonas — primeira partida do clube pela Copa do Brasil — 66 dias após a última partida e 45 dias após a decisão de suspensão. A partida aconteceu um dia após a liberação do atleta, que vinha realizando o treinamento em casa e no condomínio onde mora, com a supervisão de profissionais do Rubro-Negro e, portanto, possuía condições de atuar.[112]

Partida de retorno

Em 1 de maio, na partida contra o Amazonas, Gabi voltou a atuar. Ao entrar no campo para aquecimento, ajoelhou-se e fez uma oração. A seguir, virou-se para a torcida, bateu palmas, levou a mão ao peito e mandou beijos.[113]

Aos 18 minutos do segundo tempo, Gabi entrou em campo, substituindo De la Cruz.[114]

Data do julgamento no CAS

Em 24 de maio, o CAS definiu a data do início do julgamento sobre o caso: 7 de junho. Nesta data, o atacante será ouvido pelo três árbitros do CAS que decidiram pelo efeito suspensivo, em 30 de abril: dois ingleses e um suíço. O árbitro indicado pelo CAS será o presidente da sessão.[115][116]

Adiamento do julgamento

O julgamento do atacante Gabi, que aconteceria em 7 de junho, foi adiado. A União Federal — parte do processo e com a alegação que não foi notificada corretamente e, por isso, não fez a indicação de um árbitro para o julgamento — solicitou o adiamento e o CAS acatou o pedido. As demais partes foram comunicadas oficialmente em 6 de junho — data do desembarque de Gabi em Lausanne, na Suíça, onde aconteceria o julgamento. Como a ABCD perdeu o prazo para a indicação do árbitro, apenas o atleta (um árbitro) e o CAS (dois árbitros) indicaram os árbitros. Assim, é bastante provável que um novo trio seja composto para o novo julgamento — sem previsão de uma nova data — mas deve acontecer ainda neste ano, porém no segundo semestre. Até lá, ainda segue válido o efeito suspensivo.[117]

Filipe Luís treinador do Sub-20[editar | editar código-fonte]

Após a saída do treinador Mario Jorge do Sub-20 para a Seleção Sub-17 da Arábia Saudita, a diretoria do Flamengo — também após conversas com o ex-atleta — anunciou que Filipe Luís assumirá a equipe Sub-20 do clube. Antes disso acontecer, ele ainda comandará a equipe Sub-17 na final da Copa Rio, contra o Vasco da Gama, em 17 de junho, às 15 horas, em São Januário. Como responsável pela equipe Sub-20 terá o desafio de disputar a Copa Intercontinental Sub-20, contra o Olympiacos, da Grécia, em 24 de agosto, no Maracanã.[119]

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Tite[editar | editar código-fonte]

Tite, em 2018, durante entrevista após a partida amistosa da Seleção Brasileira contra a Seleção Austríaca.
Anúncio

Em 9 de outubro, o clube anunciou a contratação do ex-treinador da Seleção Brasileira, Tite. No dia seguinte, 10 de outubro, o técnico iniciará os trabalhos no Ninho do Urubu. O vínculo com o clube será até o final do mandado do atual presidente, Rodolfo Landim.[120]

Apresentação

Em 16 de outubro, uma semana após o anúncio, o técnico foi apresentado oficialmente, no Ninho do Urubu.[121]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Temp. Competição Jogos Vitórias Empates Derrotas Aprov. Observações Ref.
2023 Total da temporada 12 7 1 4 61,1% [122]
2024 Amistosos 1 1 0 0 100,0%
FC Series 1 0 1 0 33,3%
Campeonato Carioca 13 11 2 0 89,7% Campeão (Taça Guanabara: campeão)
Copa Libertadores 6 3 1 2 55,6% (em disputa: oitavas)
Campeonato Brasileiro 8 5 2 1 70,8% (em disputa: 1.º turno)
Copa do Brasil 2 2 0 0 100,0% (em disputa: oitavas)
Total da temporada 31 22 6 3 77,4%
TOTAL 43 29 7 7 72,9%
Última atualização em 15 de junho.

Mario Jorge (interino)[editar | editar código-fonte]

Início do Carioca

Mais uma vez o treinador Mario Jorge deixou a Copa São Paulo de Futebol Júnior (Copinha) e dirigiu a equipe no Campeonato Carioca. Foram duas partidas — contra Nova Iguaçu e Portuguesa-RJ, disputadas em João Pessoa e Natal — com jogadores da base (12 deles retornaram da Copinha com o técnico), enquanto a equipe e o treinador principal, Tite, disputaram dois amistosos nos Estados Unidos.[123][124]

Transferência para Arábia Saudita

Em 7 de junho, o Flamengo anunciou a saída do treinador Mario Jorge, do Sub-20 Rubro-Negro, para a Seleção Sub-17 da Arábia Saudita. O técnico se despediu na partida de 8 de junho, em Conselheiro Galvão, estreia da equipe Sub-20 na Série A do Campeonato Carioca (Sub-20) contra o Madureira com uma vitória, de virada, por 2–1. Marlon Syndara, preparador físico, segue junto com Mario Jorge para a Seleção Saudita.[125][126][127]

Oficialização da saída

Em 11 de junho, o Flamengo oficializou a saída de Mario Jorge.[128]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Temp. Competição Jogos Vitórias Empates Derrotas Aprov. Observações Ref.
2023 Total da temporada 5 3 1 1 66,7% [129]
2024 Campeonato Carioca 2 0 2 0 33,3%
Total da temporada 2 0 2 0 33,3%
TOTAL 7 3 3 1 57,1%

Competições[editar | editar código-fonte]

Esse é o resumo das participações em competições na temporada:

Competição Pos/Fase Pts J V E D GP GC SG % Penalizado com cartão amarelo Expulso 1.ª part. Última F. inicial Ref.
Em disputa
Copa Libertadores 10 6 3 1 2 11 4 +7 55,6 7 1 2 abr 22 ago grupos [130]
Campeonato Brasileiro 17 8 5 2 1 15 7 +8 70,8 18 0 13 abr 8 dez [131]
1º turno 17 8 5 2 1 15 7 +8 70,8 18 0 13 abr 13 ago [131]
2º turno 13 ago 8 dez [131]
Copa do Brasil 2 2 0 0 2 0 +2 100,0 2 0 1 mai 7 ago 3.ª fase [132]
Disputadas
Campeonato Carioca Campeão 4 3 1 0 6 0 +6 83,3 9 0 17 jan 7 abr Taça GB [133]
Taça Guanabara Campeão 27 11 8 3 0 23 1 +22 81,8 17 1 17 jan 2 mar [133]
FC Series 1 0 1 0 1 1 0 33,3 2 0 27 jan final [134]
Amistosos 1 1 0 0 2 0 +2 100,0 3 0 21 jan final [134]
TOTAL
Total da temporada 33 22 8 3 60 13 +47 74,7 58 2 17 jan 8 dez
Última atualização em 15 de junho.

Copa Libertadores da América[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Copa Libertadores da América

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Fase de grupos
Grupo E
Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Bolívia BOL Brasil FLA Chile PTN Colômbia MIL
1 Bolívia Bolívar 13 6 4 1 1 13 9 +4 Fase final 2–1 3–1 3–2
2 Brasil Flamengo 10 6 3 1 2 11 4 +7 4–0 2–0 3–0
3 Chile Palestino 7 6 2 1 3 6 11 −5 Play-offs Sul-Americana 0–4 1–0 3–1
4 Colômbia Millonarios 3 6 0 3 3 6 12 −6 1–1 1–1 1–1
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos / 2) Saldo de gols / 3) Gols marcados / 4) Gols marcados como visitante / 5) Ranking CONMEBOL.
Fonte: [135][136]

Fase final[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Fase final
Tabela[editar | editar código-fonte]
As equipes que estão na parte superior do confronto possuem o mando de campo no primeiro jogo e em negrito as equipes classificadas.
Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 13 a 22 de agosto  17 a 26 de setembro  22 a 31 de outubro  30 de novembro
                                         
 Argentina San Lorenzo  
 Brasil Atlético Mineiro  
     
   Brasil  
 Brasil Grêmio
 Brasil Fluminense  
     
     
 Chile Colo-Colo  
 Colômbia Junior de Barranquilla  
   
   Argentina  
 Argentina Talleres
 Argentina River Plate  
   
   
 Uruguai Nacional  
 Brasil São Paulo  
   
   Brasil  
 Brasil Botafogo
 Brasil Palmeiras  
   
     
 Brasil Flamengo  
 Bolívia Bolívar  
   
     
 Uruguai Peñarol
 Bolívia The Strongest  
Oitavas de final[editar | editar código-fonte]
Fonte: [135][138]

Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Campeonato Brasileiro

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificação ou descenso
1 Rio de Janeiro Flamengo 21 10 6 3 1 18 9 +9 Fase de grupos da Copa Libertadores de 2025
2 Rio de Janeiro Botafogo 20 10 6 2 2 17 9 +8
3 São Paulo Palmeiras 20 10 6 2 2 13 5 +8
4 Paraná Athletico Paranaense 18 10 5 3 2 14 7 +7
5 Bahia Bahia 18 10 5 3 2 14 11 +3 Segunda fase da Copa Libertadores de 2025
6 Minas Gerais Cruzeiro 17 9 5 2 2 12 10 +2
7 São Paulo São Paulo 15 10 4 3 3 14 9 +5 Fase de grupos da Copa Sul-Americana de 2025
8 São Paulo Red Bull Bragantino 15 10 4 3 3 13 11 +2
9 Rio Grande do Sul Internacional 14 8 4 2 2 7 5 +2
10 Minas Gerais Atlético Mineiro 13 9 3 4 2 14 13 +1
11 Rio Grande do Sul Juventude 13 9 3 4 2 11 11 0
12 Ceará Fortaleza 13 9 3 4 2 7 10 −3
13 Mato Grosso Cuiabá 10 10 3 1 6 12 15 −3
14 Santa Catarina Criciúma 9 8 2 3 3 14 15 −1
15 Bahia Vitória 9 10 2 3 5 12 17 −5
16 Goiás Atlético Goianiense 8 10 2 2 6 9 14 −5
17 Rio de Janeiro Vasco da Gama 7 10 2 1 7 7 21 −14 Rebaixados à Série B de 2025
18 São Paulo Corinthians 7 10 1 4 5 7 11 −4
19 Rio Grande do Sul Grêmio 6 8 2 0 6 6 10 −4
20 Rio de Janeiro Fluminense 6 10 1 3 6 10 18 −8
Atualizado até os jogos disputados em 20 de junho. Fonte: CBF
Regras para classificação: 1) pontos; 2) vitórias; 3) saldo de gols; 4) gols marcados; 5) confronto direto (somente entre duas equipes); 6) menos cartões vermelhos; 7) menos cartões amarelos; 8) sorteio.

Desempenho em cada rodada[editar | editar código-fonte]

Esse é o desempenho da participação no Campeonato Brasileiro:

1.º turno
Rodadas 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
Local V M V C V M C M V M C V M V M M V M V
Resultado 2–1 2–0 0–0 0–2 1–1 2–0 6–1 2–1 16/06 20/06 23/06 26/06 30/06 03/07 06/07
Colocação 3 1 2 2 1 8 6 7 1 3 4 1 2 1 Estável
2.º turno
Rodadas 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
Local M V M C M V C V M V C M V M V V M V M
Resultado
Colocação
Local:      Mandante ·      Visitante ·      Clássico — Resultado:      Vitória ·      Derrota ·      Empate
Colocação: conforme a legenda da classificação do Campeonato. Em destaque, a melhor colocação.
Última atualização em 15 de junho.

Primeiro turno[editar | editar código-fonte]

Fonte: [139][140][141][142]

Segundo turno[editar | editar código-fonte]

Fonte: [139][142]

Copa do Brasil[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Copa do Brasil

Terceira fase[editar | editar código-fonte]

Fonte: [144][145][146]

Com o resultado agregado de 2–0, o Flamengo se classificou para a próxima fase, as oitavas de final.[147]

Campeonato Carioca[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Campeonato Carioca

Fase de grupos (Taça Guanabara)[editar | editar código-fonte]

Tabela[editar | editar código-fonte]
Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificação ou descenso
1 Flamengo 27 11 8 3 0 23 1 +22 Campeão da Taça Guanabara e classificado
2 Nova Iguaçu 24 11 7 3 1 18 13 +5 Classificado para as semifinais do Campeonato
3 Vasco da Gama 22 11 6 4 1 20 10 +10
4 Fluminense 21 11 6 3 2 17 11 +6
5 Botafogo 20 11 6 2 3 19 11 +8 Classificado para as semifinais da Taça Rio
6 Boavista-RJ 18 11 5 3 3 18 21 −3
7 Portuguesa-RJ 14 11 3 5 3 9 12 −3
8 Sampaio Corrêa-RJ 10 11 3 1 7 14 17 −3
9 Madureira 10 11 3 1 7 9 13 −4
10 Volta Redonda 9 11 2 3 6 12 19 −7
11 Bangu 8 11 2 2 7 12 24 −12
12 Audax Rio 0 11 0 0 11 1 20 −19 Rebaixado à Série A2 de 2024
Fonte: FERJ
Regras para classificação: 1) Pontos ganhos; 2) Vitórias; 3) Saldo de gols; 4) Gols pró (gols marcados); 5) Cartões vermelhos e amarelos.
Partidas[editar | editar código-fonte]
Fonte: [148][149]
Premiação[editar | editar código-fonte]
Taça Guanabara de 2024
Rio de Janeiro
FLAMENGO
Campeão
(24.º título)

Fase final[editar | editar código-fonte]

Fonte: [150]
Semifinais[editar | editar código-fonte]
Fonte: [151]
Final[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Final do Campeonato Carioca
Fonte: [152]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Carioca de 2024
Rio de Janeiro
FLAMENGO
Campeão
(38.º título)

FC Series[editar | editar código-fonte]