Gabriela Spanic

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Gabriela Spanic Total)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gabriela Spanic
Nome completo Gabriela Elena Spanic Utrera
Apelido(s) Gaby
Nascimento 10 de dezembro de 1973 (42 anos)
Ortiz, Guárico
 Venezuela
Ocupação Atriz
modelo
cantora
Atividade 1991 - presente
Cônjuge Miguel de León (1995-2002)
Neil Perez (2007-2008)
Página oficial
IMDb: (inglês)

Gabriela Elena Spanic Utrera (Ortiz, 10 de dezembro de 1973) é uma consagrada atriz, empresária e modelo venezuelana. É reconhecida pelos seus trabalhos no México. Ficou mundialmente conhecida por interpretar as gêmeas Paola Bracho e Paulina Martins em La Usurpadora, exibida no SBT.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida e criada em Ortiz, na Venezuela, Seu pai, Casimiro Spanic, um venezuelano que ainda pequeno voltou ao país dos seus pais e quando maior emigrou junto com eles da Croácia de volta para a Venezuela, em 1947. Sua mãe se chama Norma Utrera e é venezuelana. Gabriela tem uma irmã gêmea idêntica, ex atriz, modelo e apresentadora, Daniela Nahum. Seu irmão do meio é Antonio e a mais jovem se chama Patrícia.[1]

Gabriela sempre gostou de teatro e cinema, desejando ser atriz desde cedo. Na adolescência fez muitos cursos, como os de moda e fotografia, também estudou atuação, técnicas de aperfeiçoamento de voz e canto. Gaby, é considerada a atriz mais poderosa latina do mundo e a melhor atriz.

A atriz estudou teatro no Centro de Investigação Teatral Luz Columba com o renomado professor Nelson Ortega. Gabriela fez curso superior, e cursou o 1º e 2º semestre de Psicopedagogia na Universidade Aberta de Caracas.[2]

É mãe de um menino chamado Gabriel de Jesús, nascido em 07 de julho de 2008.

Carreira[editar | editar código-fonte]

1991 - 1998: Miss Venezuela e La Usurpadora[editar | editar código-fonte]

Fazendo cursos de teatro, começou a atuar na TV em comerciais e em papéis de figurante. Em 1992, com 18 anos, Gabriela participou do concurso de Miss Venezuela Internacional representando o Estado de Guárico, aonde ganhou o título de "Melhor Corpo".

Sua carreira de atriz começou na Venezuela, onde atuou pela primeira vez em Mundo de Fieras, em 1991. Depois de alguns trabalhos no país, mudou-se para o México, onde, em 1998, protagonizou La Usurpadora e despontou no papel de Paola e Paulina e afirma ser a sua melhor novela, na rede de TV mexicana Televisa, junto de Fernando Colunga. O sucesso foi tamanho que a novela bateu recordes de público, sendo exibida em 120 países e traduzida em mais de 25 idiomas. Esta foi a primeira novela de Gabriela transmitida no Brasil pelo canal aberto SBT e obteve um estrondoso sucesso, alcançando a marca de 19 pontos na audiência.

Gabriela visitou o Brasil no período em que a novela estava sendo apresentada pela primeira vez no SBT. Ela participou de vários programas da emissora, como o Domingo Legal, Hebe, Em Nome do Amor, Programa do Ratinho e De Frente com Gabi e gravou um comercial para o Baú da Felicidade, além também, de fazer chamadas para a estréia da novela O Privilégio de Amar, que sucederia A Usurpadora. A novela foi reprisada em 2000, 2005, 2007, 2012 e 2015.

1999 - 2006: La Intrusa e Total[editar | editar código-fonte]

Em 1999 encara um novo estilo cênico na telenovela Por Tu Amor. Em 2001 grava La Intrusa ao lado dos atores mexicanos Arturo Peniche, com quem já atuou na novela A Usurpadora, e Sergio Sendel, fazendo agora o papel das gêmeas Virgínia e Vanessa. Um diferencial entre as primeiras gêmeas que interpretou e essas é que as duas se amavam e se respeitavam.

Após mais alguns trabalhos no México, em 2003 foi para a Colômbia contratada pelo canal Telemundo para protagonizar a novela La Venganza, ao lado de José Ángel Llamas. Interpretou Valentina Díaz, uma boxeadora que desconhece seu passado. A novela foi o marco de entrada da Telemundo no meio produtor de telenovelas e foi vendida para mais de 40 países.[2] Ainda pelo canal Telemundo, Gabriela grava outra novela, como Guadalupe na novela Prisionera.

Em 2005 tornou-se empresária e lançou na Europa seu primeiro álbum, intitulado Gabriela Spanic: Total.

Em 2006, ainda contratada da Telemundo, Gaby protagonizou a novela Tierra de Pasiones, interpretando Valéria San Roman, a rica empresária do mundo dos vinhedos da Califórnia, de caráter forte e batalhador. Com esse papel, Gaby conquistou o prêmio FAMA 2006, da revista FAMA, CNN en Español e GM, na categoria de melhor atriz do ano nos Estados Unidos. Gaby foi eleita pelos como a atriz latina mais poderosa.

2007-2010: Pausa na carreira e regresso a Televisa[editar | editar código-fonte]

Entre um periodo entre 2007 e 2009 Gabriela spanic Meio que deu um tempo nas telenovelas por causa do Filho, mas Logo ao final de 2009 Gabriela voltou ao México, fazendo aumentar as especulações de que poderia voltar as telenovelas mexicanas após 9 anos de afastamento. Naquele mesmo ano, a emissora Televisa a chamou para participar da nova telenovela do produtor Nicandro Díaz González, intitulada de Soy Tu Dueña. Se especulou muito que ela seria a protagonista ao lado de Fernando Colunga após 13 anos, para repetir o êxito de La Usurpadora, todavia, seu papel foi de antagonista.

2011- Atual: TV Azteca[editar | editar código-fonte]

Depois de ter terminado a telenovela Soy Tu Dueña que foi um exito em todo mundo, Spanic se muda para a principal concorrente da famosa Televisa. A emissora TV Azteca lhe ofereceu um contrato onde ela poderia fazer parte do elenco estrelar do canal, assim podendo fazer papéis de protagonista. A primeira novela gravada no canal foi Emperatriz onde ela interpreta o papel principal, a novela se tornou a mais vendida do canal e uma das maiores audiências da casa. A segunda novela foi La Otra Cara Del Alma onde ela interpreta a malvada e ambiciosa protagonista. Fez também uma breve participação na novela Siempre tuya Acapulco.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Aos 15 anos Gabriela teve seu primeiro namorado, de nome Angel. O namoro foi interrompido bruscamente dois anos depois com a morte prematura do rapaz em um acidente. Com sua morte adveio a depressão de Gabriela que se isolou por 1 ano. Após este período conheceu o ator Jonny, com quem começou a namorar e após 5 anos juntos, se separaram. Aos 24 anos, em 1997, conheceu o Miguel de León. Eles se conheceram trabalhando em novelas e com apenas 1 ano de namoro, em 1998, foram morar juntos. Em 2002 os desentendimentos entre o casal aumentaram e veio a separação.

No mesmo ano de sua separação, Gabriela se envolveu com seu colega de trabalho José Ángel Llamas. Eles namoraram por quase 2 anos, mas com os ciúmes excessivos do namorado o relacionamento chegou ao fim. Gabriela chegou a acusá-lo de ameaçá-la e de agredi-la física e verbalmente. Meses depois da separação, conheceu John Cusack, um ator americano. Eles namoraram por alguns meses e terminaram.

Após quatro anos sem relacionamentos oficiais, apenas focada no trabalho, conheceu em 2007 o empresário venezuelano Neil Perez. O casal começou a namorar e poucos meses depois foram morar juntos. O casal sempre brigou muito em razão do ciúmes excessivo de Neil que chegava a humilhar e agredir fisicamente a atriz, a proibindo de sair com seus amigos e exercer sua profissão. Após um ano de convivência, Gabriela descobriu estar grávida. Neil não aceitou a gestação e obrigou Gabriela a abortar, mas ela se recusou. Com 5 meses de gravidez, as brigas violentas aumentaram entre o casal, e Neil passou a acusá-la de infiel, e chegou a negar a paternidade do bebê. Gabriela saiu de casa grávida, desesperada e em depressão, voltou para a casa da mãe. O ex- marido passou a persegui-la e ameaçá-la de morte, caso não voltasse para ele, mas Gabriela não retomou a convivência conjugal. Em 7 de julho de 2008, na cidade de Miami, nasceu Gabriel de Jesus Spanic, pesando 3,100 kg, e medindo 57 cm. No Hospital Mont Sinai de Miami Beach, no sul da Flórida, USA..[3] O bebê nasceu com um sopro cardíaco, porém os médicos relataram ser o problema autocurável e de pouca gravidade, não o impedindo de desenvolver uma vida saudável e normal.

Após o nascimento do filho, o ex-marido passou a procurá-la para ver o filho, porém Gabriela não deixou, já que ele não quis assumir o bebê, não tinha direito de conhecê-lo. Com raiva, Neil exigiu um exame de DNA para Gabriela. Indignada com o pedido, Gabriela negou-se a realizar o exame e chegou a afirmar que se Neil realmente quisesse ter algum contato com o filho e reconhecê-lo, teria de procurar seus direitos na Justiça. O pai da criança jamais procurou a justiça e nem sequer chegou a conhecê-lo. Atualmente, Gabriela cria o filho com ajuda de sua mãe.

A atriz revelou sua intenção de contar toda sua história a seu filho quando este tiver idade suficiente para entender o que aconteceu. Em 2009 começou a namorar o produtor brasileiro Frederico Lapenda, porém devido a distância o relacionamento findou-se. Em 2011 se envolveu com Carlos ou Duanne Thomas seu verdadeiro nome, e depois de um curto período descobriu que ele era casado, e tinha duas filhas. Gabriela afirma que o único homem da sua vida é seu filho Gabriel, e vive muito feliz ao lado dele. Atualmente a atriz está solteira.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Apesar da grande admiração do público, Gaby vem passando por algumas polêmicas. A primeira em razão ao distanciamento com sua irmã gêmea. Trocas de ofensas a parte, o que parece ser o principal problema entre as irmãs, que passaram a infância e adolescência unidas, é o marido de Daniela, Ademar Nahum. Gabriela já o acusou de bater em Daniela, entretanto, esta negou as acusações e afirmou que a irmã não é vilã apenas nas novelas, mas também na vida real.

A mágoa de Daniela, especula-se, advir do problema de saúde que lhe acometeu durante a gravidez de sua filha Catalina. No quarto mês de gestação, Daniela sofreu um derrame e passou vários dias em coma. Ela afirma que neste período Gabriela ia a mídia expôr seus sentimentos pela irmã, todavia, não demonstrou preocupação suficiente nem para visitá-la no hospital.

Após a recuperação de Daniela e o nascimento da sobrinha, as irmãs pararam de se falar. O marido de Daniela não quer aproximação com Gabriela e já a ameaçou com processos judiciais em razão das declarações da mesma à imprensa quanto a ele e sua esposa.

A segunda ocorreu em 19 de agosto de 2010 quando sua assistente pessoal, a argentina María Celeste Fernández Babio, foi presa no México sob a acusação de envenenar a atriz, sua mãe, seu filho, a sobrinha, a assessora de imprensa e a babá contratada pela família, durante quatro meses com cloreto de amônio. Todos os envenenados fizeram tratamento para desintoxicação e se estima que jamais serão 100% saudáveis novamente. A atriz teve complicações em razão do envenenamento e teve de ser internada às pressas em estado grave, durante as gravações da novela Soy tu dueña.

A batalha nos tribunais ainda está ocorrendo. Celeste ficou presa por poucos meses em razão do envenenamento, porém pouco depois de ser solta foi presa novamente em razão de estar vivendo no México ilegalmente. Como já afirmado, Celeste é argentina e nunca regularizou sua estada no país.

Telenovelas que não protagonizou[editar | editar código-fonte]

1999- Nunca te olvidaré (TELEVISA/MÉXICO) – Com o sucesso de Gabriela Spanic na novela LA USURPADORA, a TELEVISA se viu animada em oferecer um novo papel a atriz venezuelana, e a escolhida pela emissora foi: Nunca te olvidaré. Mas devido a um convite feito dias antes pelo produtor Juan Osorio ao galã Fernando Colunga para protagonizar a trama, fez com que os diretores do canal oferecessem o papel de heroína na novela posterior (Por tu amor) a Gaby, já que não queriam ver o mesmo casal protagonista de LA USURPADORA, estrelando recentemente um outro melodrama.

1999- LA OTRA (TELEVISA/MÉXICO) – Ao escrever LA OTRA, Liliana Abud pensou em Gabriela Spanic para dar vida as sósias CARLOTA e CORDÉLIA, ideia que muito agradou o padrinho da atriz na Televisa: o dramaturgo Carlos Romero, que inclusive indicou o nome dela para Ernesto Alonso, o produtor da novela. Essa seria a oportunidade de Romero ver a última parte de sua sonhada trilogia das gêmeas com Gabriela, assim como fizera com Thalía em sua trilogia das Marias. Spanic inclusive chegou a ser convidada e anunciou o projeto oficialmente no México e em vários países que visitou, devido ao sucesso de "A Usurpadora". No entanto, por motivos desconhecidos o projeto foi adiado e com a demissão da atriz do canal em 2001, a ideia não vingou, e Ernesto Alonso chamou Yadhirra Carrillo para protagonizar a trama que foi ao ar em 2002.

2000- La casa en la playa (TELEVISA/MÉXICO) – Inicialmente o papel de protagonista de LA CASA EN LA PLAYA, foi destinado a Gabriela que voltaria em grande estilo ao horário nobre da TV mexicana, mas uma briga entre Cynthia Klitbo e a TELEVISA, fez com que a atriz ficasse como a heroína do melodrama, já que a mesma exigiu da emissora um papel de protagonista, caso contrário iria para a emissora concorrente, a TV AZTECA, que na época ofereceu um alto salário a KLITBO e a possibilidade de protagonizar novelas. Por conta disso, a TELEVISA tirou SPANIC e colocou CYNTHIA em seu lugar.

2002 – Vivan los niños (TELEVISA/MÉXICO) – Assim que acabaram as gravações de LA INTRUSA, Gabriela estava cotada para protagonizar La Otra, mas o produtor NICANDRO DÍAZ entrou na briga pela a atriz junto a Liliana Abud, para protagonizar até então a mais nova versão de Carrusel. Porém, o desligamento da atriz com a Televisa, fez com que o produtor buscasse a nova professora Helena que acabou ficando com Andrea Legarreta, agora professora Lupita.

2002 – La Mujer de Judas (RCTV/ Venezuela) – Com a saída de Gabriela da Televisa, a RCTV ofereceu a atriz a oportunidade de protagonizar uma novela no horário nobre do seu país natal, a trama era : La mujer de Judas. Gaby até chegou a conversar com os diretores do canal venezuelano, porém acabou optando em fechar com a Telemundo e ir para Colômbia, protagonizar “La Venganza”.

2008 – Doña Barbara (TELEMUNDO/EUA e COLÔMBIA) – Gaby Spanic se entusiasmou com a ideia de protagonizar a mais nova versão do clássico da literatura latino-americana “Doña Barbara”, tanto que a atriz chegou a comprar os direitos de adaptação da história para a TV, da família do falecido escritor Rómulo Gallegos, e os vendeu para a TELEMUNDO com o único objetivo de ser a personagem título da obra. Quando parecia que tudo daria certo, a Telemundo demitiu Spanic da emissora, após ter comprado dela os direitos de adaptação do livro e convidou uma outra atriz para o papel, Edith Gonzalez.

2009- Sortilégio (TELEVISA/ México) A produtora Carla Estrada teria convidado Spanic para encarnar a vilã desta novela. Dizem que o papel que Gaby seria o da vilã vivida por Chantal Andere.

2009 –Hasta que el dinero nos separe(TELEVISA/ México) O produtor Emílio Larrosa primeiramente convidou Gaby para dar vida a protagonista Alejandra. Gaby inclusive fez testes de vestuário e casting, porém dizem que a alta cúpula da Televisa vetou a participação de Spanic no projeto, ainda mais sendo como protagonista. Emílio Larrossa e os diretores acharam a venezuelana perfeita para o papel, mas como "manda quem pode, e obedece quem tem juízo" o produtor foi atrás de outra atriz e Itati Cantoral ficou com a protagonista.

2009 – La hija bastarda (Venevisión Internacional / Miami) – Com a saída de Gabriela da Telemundo, Venevisión Internacional ofereceu a Gaby o papel protagonista de “La hija bastarda” junto ao ator cubano Mario Cimarro. No entanto, por motivos desconhecidos a novela não chegou a nem ser produzida e no ano posterior, graças a exibição no México de Tierra de Pasiones no canal GALAVISIÓN, Gaby volta a TELEVISA para antagonizar SOY TU DUEÑA, pelas mãos do produtor NICANDRO DÍAZ.

2011 - DOS HOGARES (TELEVISA/México) - Ainda na época de SOY TU DUEÑA, o produtor Emilio Larrosa convidou Gaby para dar vida a vilã do seu mais novo melodrama no horário estrelar: a inédita "DOS HOGARES" ao lado de ANAHÍ, que até então se chamaria "El segundo hogar". Mas com a proposta tentadora da TV AZTECA, de ter a oportunidade de protagonizar novelas no México, Gaby se desliga da Televisa e migra para a sua rival, com a desculpa de que lá (Televisa) faria somente antagonistas, fato que segundo a própria atriz fora mencionado no contrato de 3 anos oferecido à Gaby pela emissora mexicana.

2011 – Cielo Rojo (AZTECA/MÉXICO) – Com a chegada de Gaby na AZTECA, a emissora rival da Televisa ofereceu a atriz o papel protagonista de “Emperatriz”, remake homônimo de uma novela venezuelana, que o canal havia comprado recentemente da extinta Tv venezuelana MARTE TV. Porém, por motivos desconhecidos os diretores queriam que Gabriela protagonizasse CIELO ROJO e que Edith Gonzalez ficasse com EMPERATRIZ. No entanto, a atriz foi retundante: se não fosse Emperatriz romperia o contrato e a emissora teve que voltar atrás.

2011 – LA FAVORITA (AZTECA/MÉXICO) – Com a chegada de Gabriela na TV AZTECA, muito se especulou de um remake da novela brasileira A FAVORITA com a atriz venezuelana e Edith Gonzalez, porém, apesar da emissora mexicana possuir os direitos para readaptação da história, até hoje a história não saiu do papel.

2012 - El enemigo de Sandra (AZTECA/MÉXICO) – A Azteca junto com a escritora Bethel Flores, pensaram em Gaby para protagonizar essa história original no horário nobre da emissora, que acabou nem sendo produzida. Porém com a aceitação do convite da produtora Rita Fusaro para protagonizar o remake de EL ÁNGEL CAÍDO, Gaby ficou com o papel protagonista de LA OTRA CARA DEL ALMA.

2013 – La reina de la chatarra ( AZTECA/MÉXICO) – Igualmente a novela A FAVORITA, Gaby foi cogitada para dar vida ao remake mexicano de RAINHA DA SUCATA, que até hoje não saiu do papel, apesar da TV AZTECA possuir os direitos da história e Silvio de Abreu já ter escrito alguns capítulos da readaptação.

2014 – Mujeres de Arena (AZTECA/MÉXICO) – Apesar da TV AZTECA ter se interessado em querer a atriz dando vida as gêmeas Ruth e Raquel, nessa livre adaptação da novela de Ivani Ribeiro, a versão mexicana de Mulheres de Areia segue sendo uma incógnita. Ao que tudo indica, a família da falecida IVANI RIBEIRO está exigindo uma alta quantia para liberar a readaptação, e a Rede Globo que é a emissora parceira da AZTECA nesse remake, não estaria disposta a pagar o alto valor que os herdeiros de Ivani estão querendo.

2015 – La Hiena (Televisa/MÉXICO) - Com o fim do contrato de Spanic com a Azteca, o produtor Juan Osório se viu animado em convidar Gaby para dar vida a protagonista vilã de seu melodrama. O produtor chegou, inclusive, a convidar publicamente a atriz para fazer parte desse projeto em um programa de rádio do México. Porém, Osorio, que é amigo pessoal de Gaby, desistiu da produção e Spanic acabou renovando com a Azteca e ele produzindo em 2016, a novela "Sueño de amor". Dizem que Osório teria sondado o nome de Gaby à alta cúpula da Televisa, no entanto, seu nome estaria vetado na empresa.

Possíveis telenovelas para o ano de 2016[editar | editar código-fonte]

LA INDOMABLE (TELEMUNDO/EUA) Assim como Edith Gonzalez que foi emprestada pela Azteca para protagonizar EVA,LA TRAILERA na Telemundo, Spanic é forte candidata a protagonizar essa trama no canal, que é uma história original, ao lado de Juan Soler.

NADA PERSONAL (AZTECA/MÉXICO) Azteca prepara para este ano, um remake da clássica novela NADA PERSONAL que foi produzida pela emissora em 1996. Spanic está sendo cotada para dar vida a personagem encarnada por Ana Colchero na versão original ou a vilã do melodrama.

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo Personagem Emissora Notas
1991 Mundo de Fieras Venevision Elenco De apoio
La Loba Herida Venevision Elenco De apoio
1992 Divina Obsesión Venevision Elenco De apoio
Rosangélica Carla Venevision Participação Especial
1993 Morena Clara Linda Prado Venevision Antagonista
1994 María Celeste Celina Hidalgo Venevision Participação Especial
Como Tú, Ninguna Gilda Barreto/Raquel Sandoval Venevision Protagonista/Antagonista
1996 Quirpa de tres mujeres Emiliana Echeverría Salazar Venevision Co-Protagonista
1997 Todo por tu amor Amaranta Rey Venevision Antagonista
1998 La usurpadora Paulina Martins/Paola Montaner Bracho Televisa Protagonista/Antagonista
1999 Por Tu Amor Maria del Cielo Montalvo Televisa Protagonista
2001 La intrusa Virginia Martínez Roldán / Vanessa Martínez Roldán Televisa Protagonista
2002 La Venganza Valentina Díaz / Helena Fontana / Valentina Valerugo Fontana Telemundo Protagonista
2004 Prisionera Guadalupe Santos Telemundo Protagonista
2006 Tierra de Pasiones Valeria San Román Telemundo Protagonista
2010 Soy Tu Dueña Ivana Dorantes Rangel Televisa Antagonista
2011 Emperatriz Emperatriz Jurado TV Azteca Protagonista
2012 La Otra Cara Del Alma Alma Hernández Quijano TV Azteca Protagonista/Antagonista
2014 Siempre tuya Acapulco Fernanda Montenegro TV Azteca Participação Especial

Series[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo Personagem Nota Emissora Nota
1999 Más allá de La usurpadora Paulina Martins Protagonista Televisa Protagonista
2005-2007 Decisiones Daniela/Mariela Episodio:Um Amor Verdadeiro

Episodio:Terceiro Tempo e o Charme

Telemundo Protagonista

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Año Premiação Categoría Telenovela Resultado
1999 Prêmios TVyNovelas Melhor Atriz La usurpadora Indicado
2000 Por tu amor Indicado
2006 Prêmio FAMA Melhor Atriz Tierra de Pasiones Venceu

Referências

  1. Biografia
  2. a b "Biografia". web.archive.org. Arquivado desde o original em 27 de dezembro de 2005. Consult. 11 de abril de 2012. 
  3. [1]