Geraldo Scotto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Scotto
Informações pessoais
Nome completo Geraldo Scotto
Data de nasc. 11 de setembro de 1934
Local de nasc. São Paulo (SP),  Brasil
Falecido em 27 de julho de 2011 (76 anos)
Local da morte São Paulo (SP),  Brasil
Apelido Carrapato
Informações profissionais
Posição Lateral-esquerdo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1951-1954
1955-1956
1956-1957
1957
1958-1968
1966
1968
Brasil XV de Piracicaba
Brasil São Paulo
Brasil Santos
Brasil Nacional-SP
Brasil Palmeiras
Brasil Ponte Preta
Brasil Juventus[1]




352 (3)
Seleção nacional
1960 Brasil Brasil 2 (0)

Geraldo Scotto (São Paulo, 11 de setembro de 1934 - São Paulo, 27 de Julho de 2011) foi um futebolista brasileiro.[2]

Scotto chegou ao Palmeiras em 1958, vindo do Santos, e ficou quase dez anos no clube. Durante esse tempo, revezou a titularidade da lateral com Ferrari. Pelo Campeonato Brasileiro e Torneio Rio-São Paulo travou duelos com "Mané" Garrincha, que o considerava um dos seus melhores e mais leais marcadores.[3] Perguntado sobre como conseguia marcar eficazmente Garrincha, Scotto dizia: "Jamais olhei para o bailado das pernas dele. Eu nunca fui João".[4]

Além de Scotto ser um bom marcador, possuía inteligência para ajudar o ataque, em uma época na qual laterais não costumavam ser ofensivos.

Convocado para a Seleção Brasileira duas vezes, Scotto fez 352 jogos pelo Palmeiras, marcando 3 gols.

Morreu vítima de parada cardíaca em 27 de julho de 2011, em São Paulo, onde foi enterrado, no Cemitério da Vila Mariana.[5]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira
Palmeiras


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.