José Pereira Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Pereira Guimarães
Equipe Corinthians Campeonato Paulista de 1930. Da esquerda para a direita (Em pé): Tuffy, Nerino Gallanti, Grané, Guimarães, Del Debbio e Munhoz. (Agachados): Filó, Neco, Peres, Rato e De Maria
.
Informações pessoais
Nome completo José Pereira Guimarães
Data de nasc. 22 de fevereiro de 1907
Local de nasc. São Paulo, Brasil
Falecido em 1983
Local da morte São Paulo, Brasil
Apelido Guimarães
Informações profissionais
Posição médio (atual volante)
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1928
1928-1934
1935-1944
São Paulo Brasil Independência
São Paulo BrasilCorinthians
Rio de Janeiro Brasil Fluminense
000?? 00 (??)
00139 00 (37)
000?? 00 (??)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de julho de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 20 de julho de 2017.

José Pereira Guimarães (São Paulo, 22 de fevereiro de 1907São Paulo, 1983), mais conhecido como Guimarães, foi um futebolista brasileiro, que atuava como médio (atual volante) e se consagrou atuando pela equipe do Corinthians.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Independência[editar | editar código-fonte]

Guimarães iniciou sua carreira jogando pelo Independência, do bairro do Ipiranga, a exemplo de seu companheiro, De Maria. E, novamente, a exemplo de De Maria, apresentou um futebol eficaz atuando como volante, mas ponta-esquerda de origem. Assim chamou a atenção do Corinthians e, em 1928, ele se tornou jogador da equipe alvinegra.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Saindo do Independência, não demorou muito e se destacou pelo Corinthians atuando como ao lado dos também meio-campistas Munhoz e Nerino. O trio, que se consagrou graças à sua raça e sua determinação, ganhou o apelido carinhoso de ´´Os Três Mosqueteiros``. Juntos, eles ganharam os campeonatos paulistas de 1929 e 1930.[2]

Guimarães não teve êxito no Timão apenas por sua raça e sua habilidade, mas também por seus gols. Ele, que desde a infância e na adolescência atuava como um atacante eficaz, não perdeu sua habilidade de balançar as redes quando passou à jogar como volante. Durante o tempo que vestiu a camisa corintiana, entre 1928 e 1934, atuou em 139 jogos e balançou as redes 37 vezes. Neste período, conquistou dois campeonatos paulistas.

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Em 1935, deixou o Corinthians e foi jogar no Fluminense, onde foi tetracampeão do Campeonato Carioca em 1936,1937,1938 e 1940.

Sua carreira no futebol foi interrompida precocemente devido à sérias lesões no joelho, se aposentando aos 37 anos.

Falecimento[editar | editar código-fonte]

Guimarães faleceu em 1983, aos 76 anos de idade. No mesmo ano, o Corinthians conseguiu um bicampeonato paulista (venceu o mesmo torneio no ano anterior, em 1982) e o Fluminense era campeão carioca.

Títulos[editar | editar código-fonte]

BrasilSão Paulo Corinthians

BrasilRio de Janeiro Fluminense

Referências

  1. «100 X CORINTHIANS: CRAQUES DO PASSADO - GUIMARÃES». Goal.com. 12 de agosto de 2012. Consultado em 12 de agosto de 2012 
  2. «Todo Poderoso Timão - Jogos Históricos - Corinthians 3x2 Vasco - 1930». Consultado em 8 de dezembro de 2012