Armando Del Debbio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Armando Del Debbio
Equipe Corinthians Campeonato Paulista de 1930. Da esquerda para a direita (Em pé): Tuffy, Nerino Gallanti, Grané, Guimarães, Del Debbio e Munhoz. (Agachados): Filó, Neco, Peres, Rato e De Maria
.
Informações pessoais
Data de nasc. 2 de novembro de 1904
Local de nasc. Santos, Brasil
Nacionalidade Brasil Itália Ítalo-brasileiro
Falecido em 8 de maio de 1984 (79 anos)
Local da morte São Paulo, Brasil
Informações profissionais
Posição Zagueiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1919-1921
1922-1931
1931-1935
1935-1939
Brasil São Bento
Brasil Corinthians
Itália Lazio
Brasil Corinthians
000?? 000(??)
000215 00(02)
00088 00 (02)
000215 00(02)
Seleção nacional3
1929-1931 Brasil Brasil 00003 000(01)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 12 de junho de 2012.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 12 de junho de 2012 [1].

Armando Del Debbio (Santos, 2 de novembro de 1904São Paulo, 8 de maio de 1984) foi um futebolista e treinador brasileiro.

Atuando no Corinthians, ganhou a posição durante o Campeonato Paulista do Centenário da Independência, em 1922. E manteve a posição até sair para defender a Lazio, da Itália, entre 1931 e 1936. Duro na marcação, formou, ao lado do goleiro Tuffy e de Grané, o mais famoso trio defensivo da história corinthiana. De volta da Itália em 1937, jogou quatro das catorze partidas que deram ao Corinthians o seu primeiro título na era do futebol profissional.

Em 1939, já havia encerrado a carreira e era treinador do time quando, em uma emergência, teve que voltar ao campo, às vésperas de completar 35 anos, em uma partida do Campeonato Paulista contra o Ypiranga (2 a 1, 22 de outubro de 1939). Del Debbio deve, por isso, ser considerado também campeão paulista em 1939 como jogador. E, portanto, o verdadeiro recordista de títulos paulistas com a camisa alvinegra do Corinthians, totalizando oito contra sete de Neco.[2]

Em toda a História centenária do Timão, apenas quatro treinadores alcançaram mais de cem vitórias no comando do time paulista. O último foi Armando Del Debbio, que comandou o time de 1939 a 1942, 1947 a 1948 e 1963, obteve 116 vitórias, 25 empates e 36 derrotas, em 177 partidas.

No Corinthians conseguiu oito campeonatos paulistas (1922/1923/1924/1928/1929/1930, 1937 e 1939). Também faturou a Copa dos Campeões em 1930 pelo Corinthians, sobre o Vasco da Gama.[3]

Referências

Precedido por
Clodô
Treinador do São Paulo
19361937
Sucedido por
Vicente Feola
Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.