Armando Del Debbio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Armando Del Debbio
Equipe Corinthians Campeonato Paulista de 1930. Da esquerda para a direita (Em pé): Tuffy, Nerino Gallanti, Grané, Guimarães, Del Debbio e Munhoz. (Agachados): Filó, Neco, Peres, Rato e De Maria
.
Informações pessoais
Data de nasc. 2 de novembro de 1904
Local de nasc. Santos, São Paulo, Brasil
Nacionalidade Ítalo-brasileiro
Falecido em 8 de maio de 1984 (79 anos)
Local da morte São Paulo, Brasil
Informações profissionais
Posição Zagueiro
Clubes profissionais
Anos Clubes
1919–1921
1922–1931
1931–1935
São Bento
Corinthians
Lazio
Seleção nacional
1929–1931 Brasil

Armando Del Debbio (Santos, 2 de novembro de 1904São Paulo, 8 de maio de 1984) foi um futebolista e treinador brasileiro.

Atuando no Corinthians, ganhou a posição durante o Campeonato Paulista do Centenário da Independência, em 1922. E manteve a posição até sair para defender a Lazio, da Itália, entre 1931 e 1936. Duro na marcação, formou, ao lado do goleiro Tuffy e de Grané, o mais famoso trio defensivo da história corinthiana. De volta da Itália em 1937, jogou quatro das catorze partidas que deram ao Corinthians o seu primeiro título na era do futebol profissional.

Em 1939, já havia encerrado a carreira e era treinador do time quando, em uma emergência, teve que voltar ao campo, às vésperas de completar 35 anos, em uma partida do Campeonato Paulista contra o Ypiranga (2 a 1, 22 de outubro de 1939). Del Debbio deve, por isso, ser considerado também campeão paulista em 1939 como jogador. E, portanto, o verdadeiro recordista de títulos paulistas com a camisa alvinegra do Corinthians, totalizando oito contra sete de Neco.[1]

Em toda a História centenária do Timão, apenas quatro treinadores alcançaram mais de cem vitórias no comando do time paulista. O último foi Armando Del Debbio, que comandou o time de 1939 a 1942, 1947 a 1948 e 1963, obteve 116 vitórias, 25 empates e 36 derrotas, em 177 partidas.

No Corinthians conseguiu oito campeonatos paulistas (1922/1923/1924/1928/1929/1930, 1937 e 1939). Também faturou a Copa dos Campeões em 1930 pelo Corinthians, sobre o Vasco da Gama.[2]

Foi técnico da Seleção Paulista de Futebol de 1943 a 1946.

Referências

Precedido por
Clodô
Treinador do São Paulo
19361937
Sucedido por
Vicente Feola
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) treinador(a) de futebol é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.