Maria Isabel de Bourbon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Maria Isabel da Espanha)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maria Isabel
Infanta da Espanha
Rainha Consorte das Duas Sicílias
Reinado 4 de janeiro de 1825
a 8 de novembro de 1830
Predecessora Carolina Bonaparte
Sucessora Maria Cristina de Saboia
 
Maridos Francisco I das Duas Sicílias
Francesco, Conde de Balzo de Duchi de Presenzano
Descendência Luísa Carlota das Duas Sicílias
Maria Cristina das Duas Sicílias
Fernando II das Duas Sicílias
Carlos Fernando, Príncipe de Cápua
Leopoldo, Conde de Siracusa
Maria Antônia das Duas Sicílias
Antônio, Conde de Lecce
Maria Amália das Duas Sicílias
Maria Carolina das Duas Sicílias
Teresa Cristina das Duas Sicílias
Luís Carlos, Conde de Áquila
Francisco, Conde de Trápani
Casa Bourbon (nascimento)
Bourbon-Duas Sicílias (casamento)
Nascimento 6 de julho de 1789
  Palácio Real de Madrid, Madrid, Espanha
Morte 13 de setembro de 1848 (59 anos)
  Palácio Real de Portici, Portici, Duas Sicílias
Enterro Basílica de Santa Clara, Nápoles, Itália
Pai Carlos IV da Espanha
Mãe Maria Luísa de Parma
Religião Catolicismo

Maria Isabel de Bourbon (Madrid, 6 de julho de 1789Portici, 13 de setembro de 1848) foi a segunda esposa do rei Francisco I e rainha consorte do Reino das Duas Sicílias de 1825 até 1830. Era filha do rei Carlos IV da Espanha e de sua esposa Maria Luísa de Parma.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infanta da Espanha, Maria Isabel era filha do rei Carlos IV da Espanha e de Maria Luísa de Parma. Há uma grande probabilidade de que Maria Isabel e seu irmão, o infante Francisco de Paula, não tenham sido filhos do rei Carlos IV, e sim frutos de uma relação da rainha Maria Luísa de Parma com seu amante Manuel Godoy, o Príncipe da Paz.

Ela casou-se no dia 06 de outubro de 1802 em Barcelona com o rei Francisco I das Duas Sicílias, recentemente viúvo da arquiduquesa Maria Clementina da Áustria. Maria Isabel foi descrita como apática e indiferente, ela e o marido tiveram doze filhos. O rei Fernando II morreu em 8 de novembro de 1830 e Maria Isabel casou-se anos depois com o conde Francesco de Balzo de Duchi de Presenzano. Ela morreu em 1848 com a idade de cinquenta e nove anos. Foi sepultada na Basílica de Santa Clara em Nápoles.

Posteridade[editar | editar código-fonte]

  1. Luísa Carlota (1804-1844), casada com seu tio Francisco de Paula, infante de Espanha e irmão menor de sua mãe.
  2. Maria Cristina (1806-1878), casada com seu tio, D. Fernando VII de Espanha, irmão mais velho de sua mãe. Com a morte deste, casou-se secretamente com Agustín Fernando Muñoz, Duque de Riánsares.
  3. Fernando II das Duas Sicílias (1810-1859)
  4. Carlos Fernando, Príncipe de Cápua (1811-1862), casado morganaticamente com Penelope Smyth.
  5. Leopoldo, Conde de Siracusa (1813-1860), casado com Maria Vitória, princesa de Saboia-Carignano.
  6. Maria Antónia (1814-1898), casada com Leopoldo II, grão-duque da Toscana.
  7. António, Conde de Lecce (1816-1843).
  8. Maria Amália (1818-1857), casada com Sebastião de Bourbon e Bragança, infante de Espanha e Portugal.
  9. Maria Carolina (1820-1861), casada com Carlos Luís de Bourbon e Bragança, pretendente carlista ao trono espanhol.
  10. Teresa Cristina Maria de Bourbon (1822-1889), casada com D. Pedro II, imperador do Brasil.
  11. Luís Carlos Maria de Bourbon e Duas Sicílias, conde de Áquila (1824-1897), casado com D. Januária Maria de Bragança, princesa imperial do Brasil e infanta de Portugal (irmã de D. Pedro II e de D. Maria II de Portugal).
  12. Francisco, conde de Trápani (1827-1892), casado com a princesa Maria Isabel da Toscana.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Isabel de Bourbon


Maria Isabel da Espanha
Casa de Bourbon
Ramo da Casa de Capeto
6 de julho de 1789 – 13 de setembro de 1848
Precedida por
Carolina Bonaparte
Coat of Arms of María Isabella, Queen of the Two Sicilies.svg
Rainha Consorte das Duas Sicílias
4 de janeiro de 1825 – 8 de novembro de 1830
Sucedida por
Maria Cristina de Saboia