Mary Jane Watson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mary Jane Watson
Mary Jane segurando a máscara do Homem de Ferro. Capa de Invincible Iron Man Vol. 2 #4
Arte de David Marquez e Justin Ponsor
Criado(a) por Stan Lee
John Romita, Sr.
Steve Ditko
Descrição ficcional
Nome completo Mary Jane Watson
Espécie Humana
Família Phillip Watson (pai), Madeline Watson (mãe), May "Mayday" Parker (filha em um futuro alternativo), Gayle Watson (irmã), Anna Watson (tia), Peter Parker (marido)
Aparições
Personagem de Homem-Aranha
Ultimate Spider-Man
Primeira aparição The Amazing Spider-Man #25 (Junho de 1965).
Editora(s) Marvel Comics

Mary Jane Watson é uma personagem que aparece nas histórias em quadrinhos do Homem-Aranha e, recentemente, nas histórias do Homem de Ferro, publicadas pela Marvel Comics. Mary Jane é a filha mais nova de Philip Watson e Madeline Watson, a irmã de Gayle Watson e sobrinha de Anna Watson. Anna apresentou Mary Jane à vizinha e amiga May Parker, cujo sobrinho é Peter Parker. Mary Jane é atriz, modelo, dançarina, cantora e assistente executiva das Indústrias Stark.

Publicação[editar | editar código-fonte]

A primeira aparição de Mary Jane aconteceu na vigésima quinta edição de The Amazing Spider-Man, porém seu rosto e seus atributos físicos não foram revelados. Seis meses depois, na edição de número 42, o rosto e as feições da personagem foram revelados.

Desde que o romance entre Betty Brant — antiga secretária de JJ Jameson — se tornou inviável, devido ao fato da moça culpar o Homem-Aranha pela morte de seu irmão, os artistas que elaboravam as histórias na época, Stan Lee e Steve Ditko, decidiram introduzir Mary Jane como o novo interesse romântico da série. Todavia, não houve consenso sobre a aparência da nova personagem: Stan Lee a queria bonita, enquanto Steve Ditko, fiel a proposta de realismo das histórias, preferia que a moça fosse feia. A indefinição durou vários meses, fazendo com que Mary Jane aparecesse sempre com o rosto encoberto. Ironicamente, a indecisão abriu espaço para outra personagem, a loira Gwen Stacy, que entrou em meio aos flertes de Peter com a sua vizinha Mary Jane e, já na faculdade, após várias brigas, passariam a namorar. Com a saída de Steve Ditko da Marvel Comics e a sua substituição por John Romita, Sr. é que Stan Lee impôs sua vontade: Mary Jane apareceu como uma ruiva belíssima.

Com a saída de Steve Ditko, o novo roteirista, Gerry Connway, decidiu a morte de Gwen Stacy para reacender o romance entre Peter Parker e Mary Jane — numa tenebrosa, mas clássica, história em que o Duende Verde foi o vilão. Sem as duas possíveis rivais pela frente, Mary Jane enfim se casou com Peter Parker, entretanto só foi possível efetuar o casamento quando os roteiristas dos anos 80 mudaram a personagem — transformando-a de uma adolescente inconsequente para uma garota com problemas familiares.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Mary Jane é retratada como moderna, de personalidade forte e de aparência estonteante que desperta, ao mesmo tempo, atração e repúdio em Peter Parker. Ela adora sair para festas e namorar, ainda que declare muitas vezes não desejar um relacionamento sério.

Mary Jane usa de indiretas e jogos de sedução com Peter, que propõe um casamento à moça por duas vezes, às quais ela recusa, dizendo que seu sentimento sobre Parker é só amizade. Inclusive, Mary Jane só muda esta posição quando o envolvimento de Peter em sua vida pessoal e familiar aumenta.

O relacionamento entre Mary Jane e Peter Parker é sempre conturbado, tanto na vida pessoal de Peter quanto em suas aventuras como Homem-Aranha — o que compõe o estilo dos quadrinhos do Cabeça de Teia, que trazem elementos novelísticos, segundo Joe Quesada.[1]

Há quem julgue Mary Jane como uma anti-heroína, já que ela foge dos padrões normais de uma "mocinha". No contraponto, há quem considere que sua criação é de extrema genialidade, pois sua personalidade se mostra moderna até hoje.

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Desenhos Animados[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

  • Em 2017 Zendaya interpreta uma personagem chamada M.J. em Spider-Man: Homecoming, no entanto Kevin Feige declarou que a personagem não é a Mary Jane e que seria apenas uma homenagem ao amor do passado do Peter nos quadrinhos[3].

Jogos[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Interview with Joe Quesada at newsarama.com». Consultado em 4 de julho de 2006. Arquivado do original em 11 de outubro de 2007 
  2. «The Amazing Spider-Man 2 Has Minor Role For Mary Jane». CinemaBlend.com. 19 de outubro de 2012. Consultado em 19 de novembro de 2012 
  3. Chitwood, Adam (28 de janeiro de 2020). «"Kevin Feige Says Zendaya Is Not [Spoiler]"». Collider. Consultado em 28 de janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) personagem de Banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.