Miles Morales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miles Morales
Outro(s) nome(s) Miles Rio Morales
Poder(es)
  • Força sobre-humana, velocidade, agilidade, energia, reflexos e resistência
  • Capacidade de agarrar-se à maioria das superfícies
  • Capaz de atirar teias muito forte a partir de pulsos via atiradores de teia
  • Sensor Aranha Precognitivos
  • Resistência à lesão
  • A imortalidade (fórmula OZ)
  • Camuflagem
  • Veneno paralisante
Criado por Brian Michael Bendis
Sara Pichelli
Primeira aparição Ultimate Fallout #4 (Agosto de 2011)
Editora(s) Marvel Comics
Habilidades
  • Força sobre-humana, velocidade, agilidade, energia, reflexos e resistência
  • Capacidade de agarrar-se à maioria das superfícies
  • Capaz de atirar teias muito forte a partir de pulsos via atiradores de teia
  • Sensor Aranha Precognitivos
  • Resistência à lesão
  • A imortalidade (fórmula OZ)
  • Camuflagem
  • Veneno paralisante

Miles Morales é um super-herói fictício que aparece nas histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics, como um dos personagens que tem a identidade de Homem-Aranha. O personagem foi criado pelo escritor Brian Michael Bendis e o desenhista Sara Pichelli, Bendis e o editor-chefe Marvel Axel Alonso desenharam Miles com inspiração do presidente dos Estados Unidos Barack Obama e o ator americano Donald Glover.

Miles Morales apareceu pela primeira vez em Ultimate Fallout #4 (Agosto de 2011), após a morte de Peter Parker. Um adolescente negro com ascendência hispânica, Miles é o segundo Homem-Aranha a aparecer em Ultimate Marvel, e com uma continuação no Universo Marvel principal.[1] Embora Morales seja destaque na série Ultimate Comics: Spider-Man , ele não é o personagem principal na série de TV animada Ultimate Spider-Man, que estreou em abril de 2012 no Disney XD, mas mais tarde ele foi adicionado ao elenco principal em 2016.[2] Após Marvel encerrar a marca no final de 2015, Miles foi feito um personagem no principal do Universo Marvel, começando com histórias sobre a marca All-New, All-Different Marvel publicada nesse mesmo ano.

Recepção ao personagem foi variada, com alguns, incluindo o criador do Homem-Aranha, Stan Lee, aprovando a criação de um modelo positivo para as crianças não-brancas, enquanto outros não gostaram da substituição de Peter Parker, chamando de um golpe de publicidade motivado pelo politicamente correto, algo negado. Alexandra Petri do The Washington Post afirmou que o personagem deve ser julgado pela qualidade de seus histórias, que têm recebido críticas positivas.[3]

O personagem possui poderes semelhantes aos do Homem-Aranha original, que foram obtidos a partir da picada de uma aranha geneticamente modificada pelo inimigo do Homem-Aranha, Norman Osborn, na tentativa de duplicar essas habilidades.

Referências