Meghan Trainor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Meghan Trainor
Meghan Trainor 2015 (cropped).jpg
Trainor em 2015.
Informação geral
Nome completo Meghan Elizabeth Trainor
Também conhecido(a) como MTrain
Nascimento 22 de dezembro de 1993 (23 anos)
Local de nascimento Nantucket, Massachusetts
 Estados Unidos
Gênero(s) R&B, pop, blue-eyed soul, doo-wop
Ocupação(ões) Cantora
Instrumento(s) Vocal, piano, ukelele
Extensão vocal Mezzo-soprano
Período em atividade 2009–presente
Outras ocupações Compositora, produtora
Gravadora(s) Epic Records (2014–presente)
Influência(s) James Brown, Frank Sinatra, Stevie Wonder, Phil Collins, Bruno Mars, Elvis Presley, Aretha Franklin, The Chordettes, Ray Charles, Ariana Grande, Jason Mraz, NSYNC, T-Pain, Beyoncé
Página oficial meghan-trainor.com

Meghan Elizabeth Trainor (Nantucket, 22 de dezembro de 1993) é uma cantora, compositora e produtora estadunidense. Nascida e criada em Nantucket, Massachusetts, Trainor escreveu, gravou, performou e produziu três álbuns lançados independentemente durante seus 15 e 17 anos de idade. Em 2011, assinou um acordo de publicação, e procurou uma carreira.

Depois de assinar um contrato de gravação com a Epic Records em 2014, Trainor chegou a fama com o single "All About That Bass", o qual chegou ao topo de cinquenta e oito países e se tornou um dos singles mais vendidos de todos os tempos. Mais tarde, o álbum Title, lançado em janeiro de 2015, debutou no topo da tabela Billboard 200, conseguindo vender mais de três milhões de cópias mundialmente, e produzindo singles que ficaram entre as vinte melhores posições da Billboard Hot 100: "Lips Are Movin", "Dear Future Husband", e "Like I'm Gonna Lose You".

Influenciada proeminente pelas eras das anos 50 e anos 60, as canções de Trainor foram notadas pela sua estética estilo retrô. Temas comuns em suas letras incluem temas de feminilidade moderna, imagem corporal e empoderamento. O trabalho da artista foi reconhecido com vários prêmios e indicações, incluindo um Grammy e dois Billboard Music Awards.

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

1993–2008: Início de vida[editar | editar código-fonte]

Meghan Elizabeth Trainor nasceu em 22 de dezembro de 1993[1] em Nantucket, Massachusetts, é filha de Kelly Anne "Kelli" (Jekanowski) e Gary Trainor, ambos proprietários de lojas de jóias.[2][3][4] Tem ainda dois irmãos, Ryan (nascido em 1992) e Justin, seu irmão mais novo.[5][6] Começou a cantar aos seis anos, inicialmente com seu pai na igreja.[7][8] Ela iniciou suas composições de música aos 11 anos, quando fez seu próprio arranjo da canção "Heart and Soul", lançada em 1938.[9] Trainor atribui seu início precoce na música por ter nascido em uma família musical.[10] O pai de Trainor era professor de música e músico, sendo que tocava órgão em uma igreja Metodista.[3][10] Seu tio-avô Bob LaPalm era um membro da banda de rock NRBQ,[3] e a tia e tio de Trainor, Lisa e Burton Toney, são compositores e cantores de música soca.[2][10]

Aos 11 anos, Trainor disse ao pai que queria se tornar um artista musical e começou a escrever canções, as gravando usando o GarageBand do seu MacBook.[10][11] Seu pai a incentivou a explorar vários gêneros musicais.[7] Com 12 anos, Trainor apresentou como parte da Island Fusion, uma "festival para bandas de todos os fins", na qual realizou covers, cantou músicas soca, e suas próprias composições.[3][5] A banda que se apresentou no festival incluiu sua tia, seu irmão mais novo e seu pai.[3] Trainor tocava piano, violão e bongô, cantando com a banda durante quatro anos.[5][12] Aos 13 anos, a cantora escreveu sua primeira canção original, "Give Me a Chance".[9] Quando a artista estava na oitava série, a família deixou Nantucket. Elas se mudaram temporariamente para Orleans, Massachusetts depois se mudando para North Eastham, Massachusetts, onde Trainor estudou em Nauset Regional High School.[7] Na Nauset Regional High, Trainor estudou guitarra e foi uma animadora de torcida substituta.[3][12]  Adicionalmente, Trainor cantou e tocou trompete em uma banda de jazz por três anos.[2][7][13]

Enquanto ela ainda era um adolescente, os pais de Trainor a incentivaram para participar de convenções de composição, e eles a levaram para locais onde empresas de produção estavam à procura de novos artistas e compositores.[9][11] Com 15 anos de idade, ela teve aulas de guitarra do ex-membro da banda NRBQ, Johnny Spampinato.[3] Durante este tempo, Trainor usou o Logic Studio para gravar e produzir suas composições, e mais tarde trabalhou de forma independente a partir de um estúdio em casa que seus pais construíram para a musicista.[7][11]

2009–13: Início da carreira[editar | editar código-fonte]

Durante seus 15 e 17 anos de idade, Trainor lançou de forma independente três álbuns de material dos quais ela escreveu, gravou e cantou.[10] Seu álbum demo de estreia, autointitulado e lançado em 25 de dezembro de 2009,[14] recebeu airplay da estação de rádio local WCIB.[7] A cantora se inscreveu no Summer Performance Program, no Berklee College of Music durante o verão de 2009 e de 2010, atingindo as finais da competição de composição do programa.[12] A artista também lançou "Take Care of Our Soldiers" em 16 de abril de 2010 na loja digital da iTunes, como um single de caridade em apoio das tropas americanas do exterior.[11][15] Em 2011, ela lançou dois álbuns acústicos, sendo também demos, intitulados como I'll Sing with You e Only 17.[7] Durante esse tempo, ela recebeu os prêmios de "Best Female Artist" no International Acoustic Music Awards de 2009, e o "Grand Prize" no New Orleans Songwriter's Festival de 2010, o Tennessee Concerts Song Contest de 2011 e o John Lennon Love Song Songwriting Contest, ocorrido no mesmo ano.[10]

Para uma conferência de música em Colorado,[5] Trainor foi introduzida pelo membro NRBQ, Al Anderson.[3] Impressionado com a habilidade de composição de Trainor, Anderson se referiu a cantora para seu editor, Carla Wallace do Big Yellow Dog Music, pedindo que Wallace assinasse Trainor.[3][7] Ao mesmo tempo, foi oferecida para a cantora uma bolsa integral para a Berklee College of Music;[10] no entanto, ela decidiu renunciar a faculdade para perseguir uma carreira como compositora.[16] Wallace ofereceu para a musicista um contrato de publicação com a Big Yellow Dog Music, e Trainor assinou este com 17 anos.[2][6][11] Ela começou sua carreira como compositora em parte devido à sua capacidade de escrever em uma série de estilos de gênero.[3] Ela se atraiu para as publicações de canções, insegura de si mesma como um artista de gravação; seu pai relembrou que "ela pensava que ela era uma das meninas gordinhas que nunca seria um artista".[3] Trainor se formou na Nauset Regional High School em 2012.[13] Seu segundo single, "Who I Wanna Be", foi lançado em 24 de abril de 2012.[17]

Durante 2013, a musicista viajou para Nashville, Nova Iorque e Los Angeles, onde ela iria escrever e ajudar a produzir músicas pop e country. Ela também cantava os principais vocais e os vocais de apoio para demos de outros artistas, com seus vocais ocasionalmente chegando ao corte final. Ela mais tarde conseguiu seu primeiro royalty por escrever para artistas da Itália e da Dinamarca.[10][18] Em junho de 2013, Trainor conheceu o produtor Kevin Kadish em Nashville, através de uma referência de Wallace e um amigo em comum.[7][19] Kadish e Trainor comartilharam um amor por música de estilo retrô, e começaram a trablhar juntos naquele mesmo mês.[19] Trainor mais tarde ficou frustrada com o deslocamento para Los Angeles para as sessões de composição. Os pais dela não queriam que ela se mudar, descrevendo que a mudança para a cidade seria cara. Em novembro de 2013, Trainor decidiu se mudar para Nashville. Lá, ela escreveu canções para uma série de atos, incluindo Hunter Hayes,[6] Rascal Flatts,[7] R5,[20] e Sabrina Carpenter.[21]

2014–15: Reconhecimento com Title[editar | editar código-fonte]

Trainor se apresentando na Philadelphia durante a Jingle Ball Tour 2014.

Kadish e a cantora compuseram "All About That Bass" em 2014.[9] Depois de várias gravadoras recusarem a canção para seus artistas a gravarem,[2] Trainor gravou a canção para si mesma, executando-a em um ukulele para L. A. Reid, o presidente da Epic Records, em um teste para entrar na mesma.[22] Trainor contratou Troy Carter para ser seu gerente.[16] "All About That Bass" foi lançada oficialmente em 30 de junho de 2014,[23] e seu vídeo musical se tornou um hit viral.[24] "All About That Bass" conseguiu a primeira posição em 58 países e conseguiu ser um dos singles mais vendidos de todos os tempos, com vendas mundiais contadas como 11 milhões de unidades até dezembro de 2014.[25]

"All About That Bass" precedeu o primeiro extended play (EP) oficial de Trainor, Title, lançado em 9 de setembro de 2014. As faixas foram compostas somente por Trainor e Kadish,[26] com o material entrando na 15ª posição da Billboard 200 e 17ª posição na Canadian Albums Chart.[27][28] Trainor lançou seu segundo single, "Lips Are Movin" no final de outubro de 2014,[29] com seu vídeo musical sendo comissionado pela Hewlett-Packard, que incluiu Trainor como parte de uma campanha promocional para o produto HP Pavilion.[30] A canção teve como pico a quarta posição na Billboard Hot 100,[31] entrando também nas dez melhores posições da Austrália e Canadá.[32][33] Em novembro de 2014, ela apareceu como mentora convidada na sétima temporada do The Voice.[34] A artista também foi listada como quarta maior Trending Music Artist no Year in Search de 2014 da Google.[35] A Billboard colocou a cantora na quarta posição de sua lista New Artist of The Year,[36] também a colocando na 12ª posição da 21 Under 21 2014.[37]

Sony Music Entertainment solicitou que a até então publicadora de Trainor, Big Yellow Dog Music, tirasse os três álbuns lançados por Trainor de circulação, na preparação para o lançamento de seu primeiro álbum em uma grande gravadora, também tendo como nome Title.[7] Como resultado, Title é reconhecido como sendo o primeiro álbum de estúdio da artista.[38][39] Ele atua como um substituto completo de seu EP de mesmo nome, e foi lançado em 9 de janeiro de 2015.[40] O álbum debutou no topo da Billboard 200, fazendo ela a 13ª artista feminina com uma canção e álbum de estréia em primeira posição.[41] Em 3 de março do mesmo ano, Trainor lançou o terceiro single do álbum, sendo ele a canção "Dear Future Husband", que eventualmente estreou dentro das vinte melhores posições da Hot 100.[31]

Trainor se apresentando na Shepherd's Bush Empire, localizada na cidade de Londres, como parte da digressão That Bass Tour, em abril de 2015.

Trainor também participou do primeiro single de Charlie Puth, sendo ele "Marvin Gaye", que foi lançado em março de 2015.[42] Em junho de 2015, seu single "Like I'm Gonna Lose You" em participação com John Legend, foi sua segunda primeira posição na ARIA Charts[32] e sua terceira vez que entrou nas dez melhores posições da Billboard Hot 100.[31] A primeira turnê como atração principal de Trainor, That Bass Tour, começou em 11 de fevereiro de 2015, com a banda australiana Sheppard sendo o ato de abertura.[43] O álbum era para ser promovido mediante a MTrain Tour, com Charlie Puth e a banda Life of Dillon como atos de abertura, e seria começada em 3 de julho de 2015.[44] No entanto, em torno desse tempo ou pouco depois, em julho de 2015,[nota 1] ela foi diagnosticada com uma hemorragia nas cordas vocais — potencialmente grave, mas um caso pouco comum entre os cantores, e foi ordenada por sua equipe médica a se submeter em um repouso vocal completo, o que significou o cancelamento ou atraso de pelo menos as duas primeiras datas da MTrain Tour: uma apresentação marcada para o dia 3 de julho de 2015, no Borgata em Atlantic City, Nova Jérsia, e no dia 4 de julho de 2015, no Mohegan Sun, em Uncasville, Connecticut.[45]

Em 11 de agosto de 2015, Trainor anunciou em suas redes sociais que ela iria cancelar o restante de sua turnê estadunidense devido a uma maior hemorragia nas cordas vocais e que procuraria a cirurgia "para finalmente corrigir isso de uma vez por todas".[46] Em 28 de julho de 2015, foi anunciando que Trainor escreveu uma canção para a trilha sonora do Peanuts, O Filme, intitulada "Better When I'm Dancin'", e que iria ser cantada por ela mesma.[47][48] "Better When I'm Dancin'", lançada com um vídeo musical acompanhante, está presente no Just Dance Unlimited.[49] Em agosto de 2015, Trainor co-escreveu o single de Rascal Flatts, "I Like the Sound of That".[50] Em 30 de outubro de 2015, Trainor apareceu na série Undateable; ela também fez uma aparição de atuação, fazendo o papel de ela mesma.[51] No final de 2015, o cantor estadunidense Who Is Fancy lançou o single "Boys like You", sendo uma parceria com Trainor e Ariana Grande.[52]

2016–presente: Thank You[editar | editar código-fonte]

Trainor revelou para a E! Online, no começo de janeiro de 2016, que seu segundo álbum de estúdio, intitulado Thank You, já estava finalizado.[53] A cantora disse a MTV que o álbum tem influências de Elvis Presley, Aretha Franklin e Bruno Mars, e apresenta uma colaboração entre ela mesma e R. City.[54] O primeiro single do disco, intitulado "No", foi produzido por Ricky Reed e lançado em 4 de março de 2016,[55][56] depois da cantora ganhar o Grammy Award para Best New Artist.[57] O álbum é previsto para ser lançado em 13 de maio de 2016.[58] Depois de "No" ser lançado, outros singles promocionais foram lançados a partir do álbum, sendo eles "Watch Me Do" e "I Love Me", sendo este último uma colaboração com LunchMoney Lewis.

2017-I'm a Lady:[editar | editar código-fonte]

Meghan em 2017 canta uma música para a trilha sonora de Os Smurfs e a Vila Perdida com a canção "I'm a Lady" cujo filme também é a voz original de SmurfMelody, uma das personagens.

Influências[editar | editar código-fonte]

Meghan deu entrevistas dizendo que suas maiores referencias musicais são os cantores Stevie Wonder, Phil Collins, Jackson 5 e a boyband 'N Sync. Meghan também disse que a cantora Christina Aguilera[59] é uma de suas cantoras prediletas, a onde ouve as musicas de Christina desde criança. Meghan também é fã declarada da cantora Britney Spears, da qual ela disse que quando era criança, escreveu uma carta para a mesma, dizendo que gostaria de ser uma pop star assim como ela.[60]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Meghan Trainor

Turnês[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. O artigo online, o qual deu a informação das hemorragia nas cordas vocais da cantora, não especificou a hora ou o dia em que isto ocorreu.

Referências

  1. Moore, Tony. «Meghan Trainor: Songwriter, Singer». Biography. A&E Television Networks. Consultado em 16 de abril de 2016 
  2. a b c d e Exley, Peter (20 de outubro de 2014). «10 things about... Meghan Trainor». Digital Spy. Consultado em 16 de abril de 2016 
  3. a b c d e f g h i j k Sullivan, James (16 de setembro de 2014). «All about Nantucket's Meghan Trainor». Boston Globe. Consultado em 16 de abril de 2016 
  4. «Meghan Trainor Pedigree Chart». FamousKin. Consultado em 16 de abril de 2016 
  5. a b c d Markovitz, Adam (10 de outubro de 2014). «Meghan Trainor talks 'All About That Bass,' Beyonce, and Bieber». Entertainment Weekly. Consultado em 16 de abril de 2016 
  6. a b c Raji, Lillian M. (16 de dezembro de 2014). «Meghan Trainor's jewelry connection». National Jeweler. Consultado em 16 de abril de 2016 
  7. a b c d e f g h i j k Jim, Sullivan (30 de agosto de 2014). «Meghan Trainor hits big time with 'All About That Bass'». Cap Cod Times. Consultado em 16 de abril de 2016 
  8. Cross, Pam (17 de março de 2015). «Nantucket native Meghan Trainor comes back to Massachusetts». WCVB. Consultado em 16 de abril de 2016 
  9. a b c d Edwards, Gavin (27 de outubro de 2014). «Meghan Trainor on How She Became 2014's Most Unlikely Pop Star». Rolling Stone. Consultado em 16 de abril de 2016 
  10. a b c d e f g h Cocuzzo, Robert (27 de junho de 2013). «The Voice». N Magazine. Consultado em 16 de abril de 2016 
  11. a b c d e Stanton, Marianne R. (setembro de 2012). «Five Emerging Artists». Nantucket Today. Consultado em 16 de abril de 2016 
  12. a b c Deming, Mark. «Meghan Trainor - Biography». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 16 de abril de 2016 
  13. a b «Nauset Regional High Graduate Meghan Trainor Destined To 'Leave A Legacy'». Boston: CBS. 8 de fevereiro de 2015. Consultado em 16 de abril de 2016 
  14. «Meghan Trainor by Meghan Trainor». iTunes Store. Consultado em 16 de abril de 2016. Cópia arquivada em 5 de maio de 2012 
  15. «Take Care of Our Soldiers - Single by Meghan Trainor». iTunes Store. Consultado em 16 de abril de 2016 
  16. a b Hampp, Andrew (22 de setembro de 2014). «Meghan Trainor: 'I Don't Consider Myself a Feminist'». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2016 
  17. «Who I Wanna Be – Single by Meghan Trainor». iTunes Store. Consultado em 16 de abril de 2016 
  18. Robinson, Peter (18 de agosto de 2014). «Meghan Trainor interview: 'I didn't realise the world would be calling me within five weeks'». PopJustice. Consultado em 16 de abril de 2016 
  19. a b Kawashima, Dan (6 de novembro de 2014). «Kevin Kadish Co-Writes & Produces 'All About That Bass'». Songwriter Universe. Consultado em 16 de abril de 2016 
  20. Duboff, Josh (7 de outubro de 2014). «Beyoncé Passed on Meghan Trainor's 'All About That Bass'». Vanity Fair. Consultado em 16 de abril de 2016 
  21. Ratliff, Ben (9 de janeiro de 2015). «Popcast: All About Meghan Trainor». The New York Times. Consultado em 16 de abril de 2016 
  22. Trust, Gary (29 de julho de 2014). «Meghan Trainor On 'All About That Bass': It's About 'Loving Your Body ... And Your Booty' (Q&A)». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 16 de abril de 2016 
  23. «All About That Bass». Consultado em 16 de abril de 2016 
  24. Raymer, Miles (1º de agosto de 2014). «Pop phenomenon Meghan Trainor talks her viral hit 'All About That Bass'». Entertainment Weekly. Consultado em 16 de abril de 2016 
  25. «IFPI publishes Digital Music Report 2015». International Federation of the Phonographic Industry. 14 de abril de 2015. pág. 12. Consultado em 16 de abril de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  26. Title (CD). Meghan Trainor. Epic Records. 2014.
  27. «Meghan Trainor - Chart History (Billboard 200)». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2016 
  28. «Meghan Trainor - Chart History (Canadian Albums)». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2016 
  29. «Lips Are Movin (2014)». 7Digital. Consultado em 16 de abril de 2016 
  30. Cowan, James (21 de novembro de 2014). «Meghan Trainor's 'Lips are Movin' and the art of corporate patronage». Canadian Business. Consultado em 16 de abril de 2016 
  31. a b c «Meghan Trainor - Chart History (Hot 100)». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2016 
  32. a b «Meghan Trainor - Chart History (ARIA Charts)». Australian Charts. Hung Median. Consultado em 16 de abril de 2016 
  33. «Meghan Trainor – Chart History (Canadian Hot 100)». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2016 
  34. Lee, Amy (18 de novembro de 2014). «'The Voice' Adds Diana Ross, Meghan Trainor as Guest Advisors, Introduces Wildcard Slot». The Hollywood Reporter. Prometheus Global Media. Consultado em 16 de abril de 2016 
  35. «Iggy Azalea, Lorde, Weird Al – But Not Beyonce – Top Google's 'Year In Search'». Billboard. Consultado em 17 de abril de 2016 
  36. Keith, Caulfield (9 de dezembro de 2014). «The Year in Pop 2014». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 16 de abril de 2016 
  37. «21 Under 21 2014: Music's Hottest Young Stars». Billboard. 24 de setembro de 2014. Consultado em 16 de abril de 2016 
  38. McIntyre, Hugh (30 de outubro de 2014). «Meghan Trainor's 'All About That Bass' Makes History». Forbes. Consultado em 16 de abril de 2016 
  39. Conferir:
  40. «Title by Meghan Trainor on iTunes». iTunes Store. Apple Inc. Consultado em 16 de abril de 2016 
  41. Trust, Gary (21 de janeiro de 2015). «Meghan Trainor Joins Elite Company With Debut No. 1 Single & Album». Billboard. Consultado em 16 de abril de 2016 
  42. «Charlie Puth Talks Meghan Trainor Duet 'Marvin Gaye' & His Plea to James Taylor». Billboard. 17 de março de 2015. Consultado em 16 de abril de 2016 
  43. «Meghan Trainor Tour 2015: 'All About That Bass' Singer Announces North American Live Dates for New Year». Music Times. 3 de novembro de 2014. Consultado em 16 de abril de 2016 
  44. «Meghan Trainor Announces Dates For The MTrain Tour Launching This Summer». MarketWatch. 16 de março de 2015. Consultado em 17 de março de 2015 
  45. Brandle, Lars (3 de julho de 2015). «Meghan Trainor Has a Hemorrhage On Her Vocal Chords, Nixes Shows». Billboard. MSN. Consultado em 16 de abril de 2016 
  46. «Meghan Trainor cancels remainder of tour after another vocal cord hemorrhage». Entertainment Weekly. Consultado em 17 de abril de 2016 
  47. «First Look: See Meghan Trainor as a Peanuts Character!». People. Consultado em 17 de abril de 2016 
  48. «Meghan Trainor Has Her Own 'Peanuts' Character and Song On the Soundtrack». Billboard. Consultado em 17 de abril de 2016 
  49. «Guess who came by to play». Facebook. 16 de outubro de 2015. Consultado em 16 de abril de 2016 
  50. «Rascal Flatts Reveal Hooky 'I Like the Sound of That' as Newest Single». The Boot. Consultado em 17 de abril de 2016 
  51. «'Undateable' fan recap: And then a hero comes along». EW. Consultado em 17 de abril de 2016 
  52. «Ariana Grande Teams With Who Is Fancy For 'Boys Like You' Song». M Magazine (em inglês). Consultado em 17 de abril de 2016 
  53. Heller, Corinne (7 de janeiro de 2016). «Meghan Trainor Reveals She's Still Single, Gives Scoop on New Album». E! Online (em inglês). Consultado em 19 de abril de 2016 
  54. Garibaldi, Christina (10 de dezembro de 2015). «Meghan Trainor Has A Lot Of 'Big Songs' On Her Next Album». MTV. Consultado em 19 de abril de 2016 
  55. «Meghan Trainor Says New Single 'No' Coming in March: Interview». Fuse. Consultado em 19 de abril de 2016 
  56. «Meghan Trainor Drops 'NO' Single, Teases Caribbean Influences on 'Thank You' Album». Billboard. Consultado em 19 de abril de 2016 
  57. Greenburg, Zack O'Malley (15 de fevereiro de 2016). «Meghan Trainor Wins Best New Artist Grammy, As Expected». Forbes. Consultado em 19 de abril de 2016 
  58. Conferir:
  59. «Meghan Trainor all about that bass-Interview». idolator.com (em inglês). Consultado em 11 de Janeiro de 2015 
  60. «We had brunch with Meghan Trainor and talked Harry Styles, Fifth Harmony and her new music». Maximum Pop. 12 de abril de 2016. Consultado em 16 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons