O Irmão do Meio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O irmão do meio é um álbum de Sérgio Godinho, lançado em 2003. Reúne temas seus reinterpretados em colaboração com outros artistas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Músicas e letras de Sérgio Godinho.

  1. "Pode alguém ser quem não é (com Teresa Salgueiro)"
  2. "Lisboa que amanhece (com Caetano Veloso)"
  3. "Mudemos de assunto (com Jorge Palma)"
  4. "Isto anda tudo ligado (com Da Weasel e Gabriel o Pensador)"
  5. "Antes o poço da morte (com Xutos e Pontapés)"
  6. "O galo é o dono dos ovos (com Rui Veloso)"
  7. "Barnabé (com Vitorino)"
  8. "Coro das velhas (com Zeca Baleiro)"
  9. "Balada da Rita (com David Fonseca)"
  10. "Fotos do fogo (com Carlos do Carmo e Camané)"
  11. "Enfim S.O.S. (com Milton Nascimento)"
  12. "Quatro quadras soltas (com Gaiteiros de Lisboa)"
  13. "Chuvas de Cabo Verde (com Tito Paris)"
  14. "Que força é essa (com José Mário Branco)"
  15. "Dancemos no mundo (com Clã)"
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Sérgio Godinho é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.