Paulo José Miranda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo José Miranda
Escritor Paulo José Miranda
Nascimento 1965 (51–52 anos)
Paio Pires, Seixal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Poeta, escritor, dramaturgo
Prémios Prémio Literário José Saramago (1999)

Prémios Autores de 2015

Paulo José Miranda (Aldeia de Paio Pires, 21 de maio de 1965) é um romancista, poeta e dramaturgo português[1].

"A Voz que nos Trai", seu primeiro livro de poesias, publicado em 1997, foi vencedor do prémio Teixeira de Pascoaes[2].

Iniciou então o seu "tríptico da criação", uma série de romances sobre autores portugueses do século XIX. Venceu a primeira edição do Prémio Literário José Saramago, em 1999, com Natureza Morta, segunda parte da trilogia[3].

Em maio de 2015 foi agraciado com o Prêmio da Sociedade Portuguesa de Autores e a Rede Portuguesa de Televisão - Prêmio SPA/RTP 2015 para o melhor livro de Poesias, com a obra "Exercícios de Humano", publicado pela editora Abysmo.

Viveu durante cinco anos na Turquia com sua companheira na época, a cineasta Pelin Esmer. Voltou para Portugal em 2003. Em 2005 mudou-se para o Brasil, onde morou em distintos sítios: Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Eldorado do Sul, Jaguarão e Porto Alegre. Mora atualmente em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba[4].

É membro do PEN Clube Português desde 1998.

Obras[editar | editar código-fonte]

Prosa[editar | editar código-fonte]

  • Um Prego no Coração, Lisboa: Cotovia, 1998
  • Natureza Morta, Lisboa: Cotovia, 1999
  • Vício, Lisboa: Cotovia, 2001
  • O Mal, Lisboa: Cotovia, 2002
  • Un Clavo en el Corazón, Espanha, Periférica, 2007
  • A América (aforismos), Lisboa: Bertrand Editora, 2008
  • Com o Corpo Todo, Lisboa: Ulisseia, 2011
  • Filhas, Lisboa: Oficina do Livro, 2012
  • A Máquina do Mundo, Lisboa: Abysmo, 2014
  • A Doença da Felicidade, Lisboa: Abysmo, 2015

Cartas[editar | editar código-fonte]

  • Todas as Cartas de Amor, Lisboa: Abysmo, 2014

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • O Corpo de Helena, Lisboa: Ulisseia, 2001
  • Colmeiópolis-Um dia na Colmeia, (Teatro Infantil), Escola Portuguesa de Maputo, Maputo, Moçambique, 2014

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • A voz que nos trai, Lisboa: Cotovia, 1997
  • A Arma do Rosto, Lisboa: Cotovia, 1998
  • O Tabaco de Deus, Lisboa: Cotovia, 2002
  • Exercícios de Humano, Lisboa: Abysmo, 2014

Referências

  1. Paulo José Miranda na Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas
  2. O Estranho Caso de Paulo José Miranda. A Voz de Ermesinde, 12 de julho de 2013
  3. ROMA, Alda. A ficção da intimidade. Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2004
  4. O escritor que perdeu a pátria. Diário de Notícias

Ligações externas[editar | editar código-fonte]