Paulo Luís Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o ex-jogador de futebol brasileiro. Para outras pessoas com o mesmo nome, veja Paulo Borges.
Paulo Borges
Informações pessoais
Nome completo Paulo Luís Borges
Data de nasc. 24 de dezembro de 1944
Local de nasc. Itaocara, RJ, Brasil
Falecido em 15 de julho de 2011 (66 anos)
Local da morte São Paulo, Brasil
Apelido Risadinha, Gazela
Informações profissionais
Posição Ponta-direita
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1962-1967
1968-1971
1971
1972-1974
1974
1975
Brasil Bangu
Brasil Corinthians
Brasil Palmeiras
Brasil Corinthians
Brasil Nacional de Manaus
Brasil Vasco
208 (108)
?(?)
? (?)
233 (61) (total)
? (?)
? (?)
Seleção nacional
1966 Brasil Brasil

Paulo Luís Borges ou simplesmente Paulo Borges (Itaocara, 24 de dezembro de 1944 - São Paulo, 15 de julho de 2011) foi um futebolista brasileiro que atuava como ponta-direita.

Atuou com destaque nos clubes Bangu (1961-1967) e Corinthians (1968-1971 e 1972-1974). Encerrou a carreira jogando pelo Vasco da Gama em 1975. Era um ponta-direita rápido e goleador, artilheiro dos campeonatos cariocas de 1966 (quando foi campeão) e 1967.

É muito lembrado pelo gol que marcou no Santos quando o Corinthians venceu por 2 a 0 e com isso ajudou seu time a conseguir pôr fim a um dos mais famosos tabus do futebol brasileiro (o Corinthians ficou onze anos sem vencer a equipe santista no Campeonato Paulista, de 1957 a 1968). Paulo Borges tinha sido contratado apenas por três meses e o Corinthians não pretendia comprar o passe tido como muito caro, tanto que na mesma época contratou outro ponta-direita (Buião). Mas o gol da quebra do tabu fez com que os dirigentes do time do Parque São Jorge mudassem de ideia e o contratassem em definitivo. O apelido de Paulo Borges é "Risadinha" por estar boa parte do tempo alegre, sempre sorrindo.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ficha no Sambafoot [1]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.