Braveheart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Braveheart
Braveheart - O Desafio do Guerreiro (PT)
Coração Valente (BR)
 Estados Unidos
1995 • cor • 177 min 
Direção Mel Gibson
Produção Mel Gibson
Alan Ladd, Jr.
Bruce Davey
Stephen McEveety
Roteiro Randall Wallace
Elenco Mel Gibson
Angus Macfadyen
James Robinson
Sean Lawlor
Sandy Nelson
Patrick McGoohan
James Cosmo
Sophie Marceau
Género Épico
Drama
Biografia
Guerra
Idioma Inglês
Música James Horner
Direção de fotografia John Toll
Edição Steven Rosenblum
Distribuição 20th Century Fox
Página no IMDb (em inglês)

Braveheart (Coração Valente (título no Brasil) ou Braveheart - O Desafio do Guerreiro (título em Portugal)) é um filme norte-americano de 1995, estrelado e realizado por Mel Gibson. Estreou nos cinemas portugueses a 15 de Dezembro de 1995. Braveheart recebeu dez indicações para o Oscar, ganhou em cinco categorias, incluindo Melhor Filme e Melhor Direção (Para Mel Gibson).

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Estátua de William Wallace na Escócia.

O filme retrata a figura histórica de William Wallace, guerreiro, patriota escocês e herói medieval. O realizador tenta conferir ao protagonista uma faceta mais romântica e idealista e menos sanguinária.

A ação situa-se em finais do século XIII, tempo em que os rebeldes escoceses lutavam contra o domínio do rei inglês Eduardo I.

Depois de, ainda criança, ter assistido à morte de seu pai às mãos do exército inglês, William é acolhido por um tio que lhe dá uma educação esmerada e erudita. Depois de percorrer o mundo, volta à sua Escócia natal e apaixona-se por uma jovem camponesa. Para escapar à deliberação real de que um senhor feudal inglês tinha direito a dormir com uma noiva no dia do seu casamento (direito de prima nocte), contraem matrimónio secretamente. Contudo, a sua mulher é morta por um nobre inglês e, no decorrer da vingança, Wallace assume o comando de um pequeno exército de camponeses com o intuito de lutar pela soberania da Escócia. Chega mesmo a derrotar o poderoso exército inglês na Batalha de Stirling Bridge, mas fracassa em conseguir o apoio dos nobres líderes dos clãs escoceses mais interessados em manter as suas regalias junto da coroa inglesa.

Apesar da ajuda da Princesa Isabelle, nora do rei inglês, Wallace é traído pelos nobres escoceses e é aprisionado pelos ingleses. É torturado e executado em praça pública sem nunca renegar a legitimidade da sua luta.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1996

Ano Categoria Resultado
1996 Melhor filme Venceu
1996 Melhor direção - Mel Gibson Venceu
1996 Melhor roteiro original Indicado
1996 Melhor edição Indicado
1996 Melhor edição de som Venceu
1996 Melhor mixagem de som Indicado
1996 Melhor trilha sonora Indicado
1996 Melhor fotografia Venceu
1996 Melhor figurino Indicado
1996 Melhor maquiagem Venceu

Globo de Ouro 1996

Ano Categoria Resultado
1996 Melhor filme (Drama) Indicado
1996 Melhor direção - Mel Gibson Venceu
1996 Melhor roteiro Indicado
1996 Melhor trilha sonora Indicado

BAFTA 1996

Ano Categoria Resultado
1996 Melhor direção Indicado
1996 Melhor fotografia Venceu
1996 Melhor produção de arte Indicado
1996 Melhor maquiagem Indicado
1996 Melhor som Venceu
1996 Melhor vestuário Venceu
1996 Prêmio Anthony Asquith Indicado

MTV Movie Awards 1996

Ano Categoria Resultado
1996 Melhor sequência Venceu

Prêmio Saturno 1996

Ano Categoria Resultado
1996 Melhor filme ação/aventura Indicado
1996 Melhor música Indicado
1996 Melhor figurino Indicado

Imprecisões[editar | editar código-fonte]

  • A Batalha de Stirling Bridge é mostrada no filme sem citar ou mostrar a ponte, que era o objetivo estratégico e cuja posse garantiu a vitória dos escoceses na batalha. As táticas mostradas se assemelham mais à Batalha de Falkirk.
  • Durante o filme, em algumas cenas, aparecem gaitas de fole escocesas (Great Highland Bagpipes), porém o som que é escutado é o som da gaita de fole irlandesa (Uilleann Pipes). Toda a trilha sonora também é produzida com a Uilleann Pipe, embora o filme se passe na Escócia.
  • Há a insinuação de que Wallace e a Princesa Isabelle tiveram um relacionamento amoroso, e que o filho dela (que futuramente seria o Rei Eduardo III) seria filho de Wallace, e não do Príncipe de Gales. No entanto, seria impossível que isso tivesse acontecido, pois Isabelle só entrou na família real britânica em 1308, três anos depois de Wallace ter sido morto, em 1305, de modo que os dois jamais se conheceram.
  • No filme, o Rei Eduardo I estava muito doente, à beira da morte, ao mesmo tempo em que Wallace era executado em praça pública. Na verdade, Eduardo I morreu somente em 1307, ou seja, dois anos após a execução de Wallace.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Um dos aspectos mais bem sucedidos deste filme é constituído pelas cenas de batalha extraordinariamente bem sincronizadas e organizadas, envolvendo milhares de figurantes, embora com algumas falhas.
  • Muitas das cenas de batalha tiveram que ser refeitas porque os figurantes estavam usando óculos escuros ou relógios de pulso.
  • O nome da esposa de Wallace na vida real era Marian, mas ele foi trocado no filme para evitar confusão com a personagem do filme Robin Hood: Prince of Thieves, que tinha o mesmo nome.
  • Membros da família Wallace na vida real participaram das filmagens como figurantes, e o diretor Mel Gibson ficou com eles durante o período das filmagens para aprender mais sobre sua história.
  • Apesar de Gibson ter "americanizado" a figura histórica de Wallace atribuindo-lhe diálogos absolutamente impensáveis para a época medieval, o filme caiu nas boas graças do público e especialmente dos críticos.
  • No Brasil, o filme possuí duas dublagens: a primeira foi feita no EstúdioClone, para VHS; enquanto a segunda foi feita na Herbert Richers para a Rede Globo e o lançamento em DVD.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Braveheart