Caiçara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Comunidades caiçaras de Paraty, no sul fluminense.

Caiçara é uma palavra de origem tupi que refere-se aos habitantes das zonas litorâneas. Inicialmente designava apenas a indivíduos que viviam da pesca de subsistência. Mais tarde, o termo caiçara veio designar diversos itens de cunho cultural no litoral brasileiro, mais precisamente no Litoral de São Paulo.[1] .

Alguns autores afirmam que, também são comunidades caiçaras aquelas populações de beira praia e beira rio ocorrentes em todos os municípios do litoral paulista, do litoral paranaense e, inclusive, algumas do litoral de Santa Catarina mantendo as mesmas características de formação étnica e parâmetros culturais que possibilitam a comparação

As comunidades caiçaras nasceram a partir do século XVI da miscigenação de brancos de origem portuguesa com grupos indígenas das regiões litorâneas do estado de São Paulo (tupiniquins), com exceção da cidade de Santos, São Paulo, e do oeste fluminense. Também houve o aporte de negros libertos que se afastaram das influências das áreas urbanas (cidades e vilas).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre o Brasil é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.