Desindustrialização

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antiga fábrica da Bethlehem Steel nos Estados Unidos, que foi à falência em 2001 e que, desde então, está sendo convertida em um cassino.

Desindustrialização é um processo de mudança social e econômica causada pela eliminação ou redução da capacidade industrial ou atividade em um país ou região, especialmente a indústria pesada ou indústria transformadora. É um termo oposto de industrialização.

Explicações[editar | editar código-fonte]

Teorias que predizem ou explicam o processo de desindustrialização tem uma longa linhagem intelectual. Robert Rowthorn argumenta que a teoria de Marx da queda de lucro (industrial) pode ser considerada como uma das primeiras explicações.[1] Esta teoria argumenta que a inovação tecnológica permite meios mais eficientes de produção, resultando em aumento da produtividade física, ou seja, uma maior produção de valor de uso por unidade de capital investido. Em paralelo, no entanto, as inovações tecnológicas substituem pessoas por máquinas e a composição orgânica do capital social diminui. Assumindo que o trabalho só pode produzir um valor adicional novo, essa maior produção física incorpora um valor menor. A taxa média de lucro industrial, portanto, diminui a longo prazo.

Rowthorn e Wells (1987) distinguem as explicações de que desindustrialização é um processo positivo, sendo sinal da maturidade da economia, e aquelas de que a desindustrialização é um processo negativo, como o desempenho econômico ruim. Eles sugerem que a desindustrialização pode ser tanto um efeito e uma causa de mau desempenho econômico.[2]

George Reisman (2002) identificou a inflação como um contribuinte para a desindustrialização. Em sua análise, o processo de inflação de moeda fiduciária distorce os cálculos econômicos necessários para operar as empresas de capital intensivo de produção e faz os investimentos necessários para sustentar as operações dessas empresas não lucrativas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Robert Rowthorn (1992)
  2. Rowthorn e Wells (1987)
Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.