Esquadro e Compasso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
o Esquadro e o Compasso.

A imagem de um Esquadro e Compasso é um dos símbolos que identificam a Maçonaria. Ambos são ferramentas do arquitecto e utilizados em rituais maçónicos como emblemas simbólicos para ensinar as lições.[1]

Algumas Lojas e rituais, explicam estes símbolos, como lições de conduta:

Por exemplo, os Maçons devem "enquadrar as suas ações pelo quadrado da virtude" e aprender a "circunscrever os seus desejos e manter as suas paixões, dentro dos limites, para toda a humanidade".

Descrição[editar | editar código-fonte]

Na maçonaria, o Esquadro simboliza a rectidão, ou a integridade de carácter, limitada por duas linhas: na horizontal e na vertical.

Na horizontal, representa a trajectória a percorrer na Terra, ou seja, na vida terrena, no campo físico.

Na vertical, representa o caminho sem fim, que conduz até ao Cosmos, ao Infinito e a Deus.

O Compasso, por sua vez, simboliza o equilíbrio, a justiça, a vida correcta.

Como instrumentos de medição, as ferramentas representam o julgamento e o discernimento.

Cquote1.svg 'Eu buscarei viver com amor e carinho sobre o nível e pelo esquadro. Cquote2.svg
Inscrição no esquadro de Baal, do ano de 1507.[2]
Jardins do George Washington Masonic National Memorial..

Referências

  1. Domenico V. Ripa Montesano, Vademecum di Loggia, Edizione Gran Loggia Phoenix – Roma Italia 2009 ISBN 978-88-905059-0-4. [S.l.: s.n.].
  2. Site: http://www.perfeitauniao.org/oficina/2000/o_esquadro_e_o_compasso.htm do Livro dos Dias, do autor José Carlos Ferro. visitado em 30 de Setembro 2009

Ver também[editar | editar código-fonte]

Square compasses.svg