Livro da Lei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parte de uma série de artigos sobre
Maçonaria
Maçom
Artigos principais

Maçonaria · Grande Loja · Loja Maçônica · Venerável Mestre · Graus maçônicos · Lojas Simbólicas · Loja de Perfeição

História

História da Maçonaria · Manuscritos Maçônicos · Constituição de Anderson ·CLIPSAS · SIMPA · União Maçónica Internacional CATENA · C.I.MA.S.

Na maçonaria, o Livro da Lei é o livro que se localiza no altar sagrado, que pode estar no centro da Loja ou em outras posições, dependendo do rito praticado.

Sua presença simboliza o Grande Arquiteto do Universo, isto é, a presença de GADU na loja maçônica, e nenhuma reunião pode ser iniciada sem antes acontecer a abertura ritualística do Livro da Lei.

O Livro da Lei possui esse nome genérico para se evitar qualquer tipo de sectarismo, pois, ao nominar o livro sagrado de uma reunião maçônica de qualquer título, seja Bíblia, Alcorão, Torá, ou outros, automaticamente estar-se-ia limitando o caráter ecumênico da Ordem.

Assim sendo, qualquer um que não seja da crença dominante de uma loja maçônica e queira prestar seu juramento em algum outro volume de Sagradas Escrituras que não o usual, pode requisitá-lo para seu uso.

A única restrição é que o volume deve conter, realmente, as Sagradas Escrituras de uma religião conhecida, e fazer referência a Deus, o Grande Arquiteto do Universo.