Hellsing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hellsing
ヘルシング
(Herushingu)
Gênero Seinen, Ação, Conspiração, Horror
Mangá
Hellsing
Autor Kouta Hirano
Editora(s) Japão Shōnen Gahōsha
Editora(s)
lusófonas(s)
Brasil Editora JBC
Revista Young King Ours
Data de publicação 1997 – 2008
Volumes 10 volumes
Mangá
Hellsing: The Dawn
Autor Kouta Hirano
Editora(s) Japão Shōnen Gahōsha
Revista Young King Ours
Público-alvo Seinen
Data de publicação 2001 – Ainda em publicação
Anime
Hellsing
Direção Umanosuke Iida, Yasunori Urata
Estúdio Estúdio GONZO
Exibição original 10 de Outubro de 2001 – 16 de Janeiro de 2002
Emissoras de TV Japão Fuji TV
Emissoras lusófonas Brasil Animax Brasil
Nº de episódios 13 episódios
OVA
Hellsing Ultimate
Direção Tomokazu Tokoro
Hiroyuki Tanaka
Estúdio Satelight
Madhouse
Nº de episódios 10
Duração 40-60 minutos
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Hellsing (ヘルシング, Herushingu?) é uma série de mangás lançada em 1997 por Kouta Hirano. O enredo passa-se na Inglaterra em 1999, que, ameaçada por criaturas sobrenaturais, é protegida pela Ordem Real dos Cavaleiros Protestantes, a Organização Hellsing.

Fundada e comandada pela família Hellsing há mais de 100 anos, a organização secreta é especializada em combater seres das trevas.

Liderada por Sir Integra Fairbrook Wingates Hellsing, dentre seus subordinados estão o mordomo e ex-combatente Walter C. Donez, a novata Ceras Victoria e o poderoso vampiro Alucard.

Nesse cenário, um conflito entre os protestantes da Hellsing e os católicos da Seção XIII do Vaticano, adiciona-se o renascimento de um velho inimigo, o grupo Millennium, responsável pela criação artificial de vampiros que propagam por todo Reino Unido. A Millennium foi uma organização, formada por vários oficiais da SS (Schutzstaffel), a elite das tropas nazistas. Destinava-se à pesquisas envolvendo vampiros, para que estes fossem usados em batalhas pela Alemanha Nazista na 2ª Guerra Mundial.

Mangá[editar | editar código-fonte]

O mangá teve seu último capítulo publicado na edição de Setembro de 2008, foi lançado em capítulos mensais pela revista japonesa Young King Ours, da editora Shōnen Gahōsha. Hellsing possui edições publicadas em países como Estados Unidos, França e Espanha. Foi anunciado no Brasil pela Editora JBC. Foi lançado em julho com R$ 6,90 de preço de capa.

Anime[editar | editar código-fonte]

Hellsing ganhou uma série animada pelo GONZO Digimation, que foi ao ar pela Fuji TV outubro de 2001 e dezembro de 2002.

O anime repercutiu com um grande sucesso no Japão e posteriormente exibido em países como Inglaterra, França, Argentina, México e Brasil com igual êxito.

Foram animados 13 episódios, em que somente os primeiros possuem relativa fidelidade ao enredo do mangá. A partir da sua metade, a história leva um rumo diferente onde nem mesmo há a existência do grupo Millennium e a trama se reduz a uma tentativa de uma vampira em transformar Integra em Ghoul, resultando em uma tentativa de se suicidar de Integra, para não ser infectada pela mordida e ganhando um corte grave no pescoço, e a aparição de um novo vampiro misterioso e tão poderoso quanto Alucard, vindo da África e chamado Incognito (apesar de que algumas pessoas acharam que, se as séries continuassem, teria sido explicado que esse vampiro vem da Millennium, mas não foi o caso). O enredo do anime é considerado muito inferior ao original, portanto, detestado por alguns fãs. Felizmente, a série possui boa qualidade de animação e uma trilha sonora (OST) que é um show a parte, com estilo único dentre todas as outras trilhas para animes.

Episódios da série de televisão[editar | editar código-fonte]

  1. O Morto-Vivo
  2. Clube M
  3. O Dançarino da Espada
  4. Inocente como um Humano (Filler)
  5. Irmandade
  6. Zona dos Mortos
  7. Duelo
  8. Casa da Morte (Filler)
  9. A Vertigem da Rosa Vermelha (Filler)
  10. Mestre do Monstro (Filler)
  11. Força Transcendente (Filler)
  12. Destruição Total (Filler)
  13. Fogo do Inferno (Filler)

Personagens[editar | editar código-fonte]

Organizações[editar | editar código-fonte]

Organização Hellsing[editar | editar código-fonte]

Organização Iscariot[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

OVA[editar | editar código-fonte]

Em 11 de fevereiro de 2006, foi lançado o primeiro episódio de uma esperada série em OVA, também conhecida como "Hellsing Ultimate" nos Estados Unidos, produzida pelo estúdio Satelight.

Uma coletânea que reproduz com máxima fidelidade o enredo do mangá e usa modernas técnicas de animação. Dublado pelo mesmo time de dubladores do anime, cada episódio possui aproximadamente 40 minutos de animação que reproduzem um volume inteiro do mangá.

Esta série foi lançada em DVDs e seu segundo episódio foi lançado em 25 de agosto de 2006.

Toda a história do mangá foi coberta pela coletânea de DVDs. Portanto, não é uma continuação da série de televisão e sim uma nova série, com grau de fidelidade maior ao enredo original(mangá).

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Esclarecimentos[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Alucard X Drácula[editar | editar código-fonte]

Alucard é o Conde Drácula,como o anagrama indica.

A figura que aparece no último episódio do anime, ao lado do rosto de Alucard é de Vlad Tepes (o empalador), que inspirou o personagem Drácula de Bram Stoker. A morte de Incognito é uma referencia direta à Vlad Tepes, na qual matava suas vítimas empaladas. A obra não possui qualquer figura do Conde, apenas descrição física, e sua figura mostrada em filmes é construída na imagem do personagem histórico do século XV, Vlad Tepes.

A partir do volume 4 do mangá, existem várias provas que confirmam tal afirmação.

Claro que Hellsing tem diferenças do livro de Bram Stoker, mas este teve forte influência.

O livro não revela informação alguma sobre a origem do vampiro, tão pouco possui uma sequência oficial.

Hirano criou sua própria versão de Drácula, com acontecimentos antes e depois da época em que passa-se o conto.

Alucard Hellsing x Alucard Castlevania[editar | editar código-fonte]

Tais personagens com mesmo nome e fonte de inspirarão, causam muita confusão. O jogo para o Video-game Playstation, Castlevania: Symphony of the Night (1997), tem como protagonista Alucard, filho do Conde Drácula.

O protagonista do mangá Hellsing com o mesmo nome, é o próprio Conde Drácula.

Os acontecimentos do jogo e do mangá, passa-se em épocas distintas.

Assim como Drácula inspira vários filmes, também inspira jogos e mangás, no entanto todos têm enredos independentes.

Portanto não são o mesmo personagem, jogo e mangá não tem relação.

Van Helsing X Familia Hellsing[editar | editar código-fonte]

Abraham Van Helsing é um importante personagem do romance Drácula. O professor Van Helsing com conhecimento em ciências obscuras, é o verdadeiro responsável pelo sucesso na caçada ao conde durante sua fuga para Transilvânia.

A Família Hellsing é a fundadora da organização que leva o mesmo nome. Nesse caso há uma ligação como na relação Drácula e Alucard.

A família Hellsing é especializada em eliminar criatura das trevas, especialmente vampiros. O que o professor Van Helsing demonstrou também fazer.

O romance de Stoker tem como cenário a cidade de Londres da Inglaterra vitoriana( 1837 e 1901) e é possível obter data mais precisa, quando se observa no romance o fonógrafo do Dr. Seward, uma invenção de 1877. Pode-se afirmar que os acontecimentos do livro foram à aproximados 100 anos.

Outro fato interessante é que o livro foi publicado em 1897 e o mangá 1997(intervalo de 100 anos).

A organização do mangá Hellsing foi fundada há 100 anos, pelo avô de Integra Hellsing, na cidade de Londres.

Apesar de uma pequena diferença entre os dois sobrenomes(a quantidade da letra "L"), a obra de Kouta Hirano tem suas particularidades quanto ao enredo original de Drácula, e a forma que escreve o sobrenome é uma delas.

Isso tudo sem contar que "Helsing" não possui nem um significado especifico, enquanto "Hellsing" do manga pode ser traduzido como "canção do inferno, ou canção infernal".

Drácula de Coppola e Hellsing[editar | editar código-fonte]

A única ideia adotada por Hirano desta adaptação de Drácula para os cinemas por Francis Ford Coppola (Drácula, 1992), é a presença de uma mulher amada pelo conde.

No enredo original de Stoker não existe tal coisa, mas nesta adaptação cinematográfica, Drácula vai a Inglaterra em busca da reencarnação de sua amada.

No volume 7 do mangá Hellsing, Alucard, a bordo de um navio que se aproxima de Londres, relembra a viagem de navio que Drácula fez até a mesma cidade em busca de uma mulher. Tal mulher só está presente neste filme.

Coppola adicionou esse romance inspirado na história da esposa de Vlad Tepes, que suicida-se após receber uma falsa noticia de que seu marido havia morrido na guerra. Quando Vlad retorna, sua mulher já não estava mais presente.

Dublagem brasileira[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Armas principais[editar | editar código-fonte]

As armas principais são compostas por 3 armas de fogo:

  • Jackal 13mm.
  • Millenium Special Hellsing Gun.
  • Hellsing ARMS .454 Casull Auto

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.