Psusennes I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Máscara funerária de Psusennes I, descoberta em 1940 por Pierre Montet

Psusennes I foi o terceiro faraó da XXI dinastia egípcia durante o Terceiro Período Intermediário. Governou entre 1039 e 991 a.C. em Tânis, no Baixo Egipto.

Psusennes é a forma grega do nome egípcio Pasebakhaenniut, que significa "A estrela que brilha em Tebas" ou "A estrela que aparece na cidade de Tebas". O prenome (ou nome de trono) deste faraó foi Aakheperré-Setepenré ("Grande é a forma de Ré-Escolhido por Ré").

Pouco se sabe sobre o reinado de Psusennes I. O faraó foi responsável por actividade construtora em Tânis, da qual se destaca a construção de parte significativa do templo de Amon naquela cidade, tendo se recorrido a blocos de pedra retirados de Pi-Ramsés, capital do Egipto desde Ramsés II.

Assumiu o título de sumo sacerdote de Amon, aspecto relacionado com o poder dos detentores deste cargo nesta época. Casou também a sua filha Isitemkhebi com o sumo sacerdote Menkheperré.

Psusennes I foi sepultado num túmulo construído no interior do templo de Amon em Tânis. Este túmulo foi descoberto intacto pelo egiptólogo francês Pierre Montet em 1940. Embora o seu tesouro não fosse tão espectacular como o de Tutancâmon encontrou-se nele, entre outros objectos, um máscara funerária, pulseiras e vários chabtis (pequenas estátuas funerárias).

Titulatura[editar | editar código-fonte]

Nome de Sa-Rá
Hieroglifo
M23
X1
L2
X1
<
M17 Y5
N35
U7
G40 N14 N28
N35
O49
>
Transliteração pȝ-sbȝ-ḫˁ-n-Njw.t mry-Jmn
Transliteração (ASCII) pA-sbA-xa-n-niwt mri-Imn
Transcrição Pasebakhaeneniut Meriamon
Tradução "A estrela que aparece na cidade. O amado de Amon."
Nome de Nesut-bity
Hieroglifo
G39 N5
Z1
<
N5
O29
L1 M17 Y5
N35
U21
N35
>
Transliteração ˁȝ-ḫpr-Rˁ stp-n-Jmn
Transliteração (ASCII) aA-xpr-ra stp-n-Imn mri-imn
Transcrição Aakheper-rá setepen-amun meriamun
Tradução "Grandiosa é a manifestação de . O eleito de Amon, amado de Amon."
Precedido por
Amenemnisu
Faraó
XXI dinastia
Sucedido por
Amenemope


Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.