Raelianismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Membros do movimento em Coreia do Sul (2006).

O Raelianismo (até 1976: MADECH, mouvement pour l’accueil des extraterrestres, créateurs de l’humanité) é um movimento religioso criado pelo ex-jornalista esportivo francês Claude Vorilhon (ou Raël) em 1973, que afirma ter tido contatos neste ano com extraterrestres em diversas ocasiões, explica a criação dos humanos como tendo sido feita por uma raça de outro planeta chamada Elohim, usando o DNA deles. Os realianos acreditam que grandes líderes religiosos como Moisés, Jesus e Maomé vivem em outros planetas e um dia voltarão à terra novamente.[1] O movimento raeliano também questiona a teoria da evolução e defende a clonagem humana. O movimento afirma ter 55 mil membros em 84 países, inclusive no Brasil.[2] [3] Os seguidores de Raël pretendem inaugurar um governo mundial sobre a terra, formado pelas pessoas mais inteligentes (gênios).[4]

Referências

  1. TERRIN, Aldo Natale. Introdução ao Estudo Comparado das Religiões. Tradução de Giuseppe Bertazzo. São Paulo: Paulinas, 2003. p. 364-5.
  2. Cacp.org.br
  3. Centro Apologético Cristão de Pesquisas: Raelianos. www.cacp.org.br. Página visitada em 2009-05-26.
  4. TERRIN, Op. Cit. p. 365.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Raelianismo