STS-61-C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-61-C
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Columbia
Lançamento 12 de Janeiro de 1986 6:55:00 a.m. EST
39-A
Aterrissagem 18 de Janeiro de 1986 5:58:51 a.m. PST
-
Órbitas 97
Duração 6 dias, 2 horas, 3 minutos, 51 segundos
Altitude orbital 212 milhas náuticas (393 km)
Inclinação orbital 28,5 graus
Distância percorrida 2 528 658 (4 069 481 km)
Imagem da tripulação
Atrás E-D: Bill Nelson, Hawley, George Nelson, Na frente E-D: Cenker, Bolden, Gibson, Chang-Diaz
Atrás E-D: Bill Nelson, Hawley, George Nelson,
Na frente E-D: Cenker, Bolden, Gibson, Chang-Diaz
Último
Último
Próximo
Próximo

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

Esta foi a vigésima quarta missão do programa de ônibus espaciais e foi o primeiro voo do Columbia desde a missão STS-9 em Novembro de 1983, após este ter passado por uma série de modificações pela Rockwell International, na Califórnia.

O lançamento havia sido originalmente agendado para 18 de Dezembro, porém o fechamento de um compartimento posterior do veículo foi adiado e a missão foi remarcada para o dia seguinte, em 19 de Dezembro. Nesse dia a contagem regressiva foi interrompida em T-14 segundos devido a uma leitura fora da tolerância em uma turbina na direita do sistema hidráulico.

Outra tentativa de lançamento ocorreu em 6 de Janeiro de 1986, mas esta foi cancelada em T-31 segundos devido a um problema em uma válvula no sistema de oxigênio líquido que não pôde ser reparado antes do fim da contagem. Outras tentativas de lançamento foram feitas em 7 de Janeiro, mas foram interrompidas devido ao mau tempo nos locais de aterrissagem do contingente no Dakar, Senegal, e Morón, Espanha; em 9 de Janeiro, adiada devido a um problema com a pré-válvula do motor principal, e em 10 de Janeiro, cancelada devido a uma forte chuva na área de lançamento.

O lançamento ocorreu às 6:55 a.m. EST, de 12 de Janeiro sem problemas posteriores.

O objetivo primário da missão era lançar o satélite de comunicações Ku-1, o segundo na série planejada de setélites geossíncronos em posse e controlados pela RCA Americom. O lançamento ocorreu com sucesso e o satélite eventualmente se tornou operacional. O voo também carregava um grande número de experimentos, incluindo treze pacotes GAS voltados a investigações envolvendo os efeitos da microgravidade no processamento de materiais, germinação de sementes, reações químicas, chocagem de ovos, astronomia e física atmosférica. A carga incluía a estrutura do Materials Science Laboratory-2 (Laboratório de Ciência dos materiais) para experimentos envolvendo a suspensão de bolhas em líquidos por ondas sonoras, fusão e solidificação de amostras metálicas e a fusão sem recipientes e solidificação de espécimes eletricamente condutores. Outro pequeno experimento localizado no compartimento da carga era o Hitchiker G-1 (HHG-1) com três esperimentos para:

  • Estudar partículas de filmes no ambiente do ônibus espacial
  • Testar um novo sistema de transferência térmica
  • Determinar os efeitos da contaminação e oxigênio atômico nos materiais ópticos ultravioleta.

Houve também quatro experimentos na cabine pressurizada, três dos quais faziam parte do Programa de Envolvimento de Estudantes.

Um experimento nomeado Programa de Monitoramento Ativo do Cometa Halley (CHAMP), consistindo de uma câmera 35 mm para fotografar o Cometa Halley através da janela do compartimento posterior, não foi conduzido com sucesso devido a problemas com as baterias.

Além das dificuldades encontradas para o lançamento da missão, foram enfrentadas muitas dificuldades para o retorno à Terra. Uma tentativa de aterrissagem em 16 de Janeiro foi cancelada devido a um tempo desfavorável no Edwards AFB. O contínuo mau tempo levou a outra tentativa cancelada no dia seguinte, 17 de Janeiro. O voo foi estendido por mais um dia para prover uma oportunidade de aterrissagem no KSC em 18 de Janeiro; esta tentativa visava eliminar o tempo perdido nas tentativas de aterrissagem no Edwards AFB anteriores mal sucedidas. O mau tempo, entretanto, resultou em outra tentativa cancelada.

O Columbia aterrisssou no Edwards AFB às 5:59 a.m. PST, de 18 de Janeiro. A missão teve a duração de 6 dias, 2 horas, 3 minutos e 51 segundos.

Esta missão é notável por ter levado ao espaço o representativo Bill Nelson, um dos três únicos políticos que já voaram no espaço (John Glenn e Jake Garn foram os outros).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
STS-61-B
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-51-L