STS-6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-6
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Challenger
Lançamento 4 de Abril de 1983
1:30:00 p.m. EST
39-A
Aterrissagem 9 de Abril de 1983
10:53:42 a.m. PST
Órbitas 80
Duração 5 dias, 23 minutos, 42 segundos
Altitude orbital 178 milhas náuticas (330 km)
Inclinação orbital 28.5 graus
Distância percorrida 2 094 293 milhas (3 370 437 km)
Imagem da tripulação
E-D Peterson, Weitz, Musgrave, Bobkor
E-D Peterson, Weitz, Musgrave, Bobkor
Navegação
Último
Último
STS-5 STS-5
STS-7 STS-7
Próximo
Próximo

STS-6 foi a primeira missão do programa do ônibus espacial da NASA usando a nave Challenger, lançada de Cabo Canaveral em 4 de Abril de 1983. Foi a sexta missão utilizando um ônibus espacial e teve o objetivo de colocar satélites de comunicação em órbita terrestre.[1]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

Em 4 de Abril de 1983, às 1:30 p.m. EST, ocorreu a decolagem da STS-6, a primeira missão utilizando o Challenger e a primeira a utilizar um tanque externo e foguetes de propulsão sólida SRB de baixo peso.

A missão estava prevista para ser lançada em 30 de Janeiro de 1983. Entretanto, um vazamento de hidrogênio em um dos motores principais foi descoberta. Posteriormente, após um teste de ignição dos motores principais da nave, em 25 de Janeiro de 1983, foram encontradas rachaduras em outro motor. Todos os motores foram removidos, reparados e reinstalados.

Enquanto os reparos eram feitos, uma forte tempestade causou a contaminação da carga principal da missão, o primeiro Tracking and Data Relay Satellite (TDRS), enquanto este estava na sala da mudança de carga na Rotating Service Structure da base de lançamento. Isto significava que o satélite teria que ser levado de volta à área de checagem, aonde ele foi limpo e verificado. A sala de mudança de carga e o compartimento de carga também tiveram que ser limpos.

A STS-6 carregava um grupo de quatro astronautas - Paul Weitz, comandante; Karol Bobko, piloto; Donald Peterson e Story Musgrave, ambos especialista da missão. Usando novos trajes espaciais desenvolvidos especificamente para o ônibus espacial, Peterson e Musgrave realizaram com sucesso a primeira caminhada no espaço do programa dos ônibus espaciais , realizando uma série de testes no compartimento de carga. Esta caminhada no espaço durou 4 horas e 17 minutos.

Apesar de o TDRS de 2.268 Kg ter sido lançado com sucesso do Challenger, seu foguete de dois estágios, o Interim Upper Stage (IUS), se desligou prematuramente, colocando o satélite em um órbita elíptica baixa. Felizmente, o satélite continha propelante extra além do necessário para seu controle de altitude, e durante alguns meses seus propulsores foram ativados em intervalos planejados cuidadosamente movendo a TDRS-l até sua órbita geossíncrona operacional, salvando o satélite de 100 milhões de dólares.

A outra carga da STS-6 incluía três caixas de GAS e a continuação do reator de Latex monodisperso e dos experimentos de fluxo contínuo de eletroforese.

A Challenger retornou à Terra em 9 de Abril de 1983 às 10:53 a.m. PST, aterrissando na Pista 22 da Base Aérea de Edwards, da Força Aérea dos EUA . Ela completou 80 órbitas, percorrendo 3.370.437 km em 5 dias, 23 minutos e 42 segundos. Ela voou de volta ao KSC em 16 de Abril de 1983.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Caminhadas espaciais[editar | editar código-fonte]

Missão Astronautas Começo (UTC) Fim (UTC) Duração Tarefa
EVA1 Story Musgrave
Donald Peterson
7 de Abril
21:05
8 de Abril
01:05
4 horas e 17 minutos Testes no compartimento de carga

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. NASA. NASA STS-6 (em inglês). Página visitada em 9 de maio de 2013.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre STS-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
STS-5
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-7