STS-51-B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


STS-51-B
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Challenger
Lançamento 29 de Abril de 1985,12:02:18 p.m. EDT
39-A
Aterrissagem 6 de Maio de 1985,9:11:04 a.m. PDT
-
Órbitas 110
Duração 7 dias, 8 minutos, 46 segundos
Altitude orbital 222 milhas náuticas (411 km)
Inclinação orbital 57,0 graus
Distância percorrida 2 890 383 milhas (4 651 621 km)
Imagem da tripulação
E-D: Gregory, Overmyer, Lind, Thagard, Thornton, Wang, van den Berg
E-D: Gregory, Overmyer, Lind, Thagard, Thornton, Wang, van den Berg
Último
Último
Próximo
Próximo

STS 51-B foi uma missão do ônibus espacial Challenger e a segunda missão em órbita com o Spacelab, módulo-laboratório de pesquisas científicas, levado ao espaço na seção de carga da nave orbital. Teve a duração de sete dias, entre abril e maio de 1985.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

A Challenger decolou do Pad A, Launch Complex 39 no KSC, às 12:02 p.m. EDT em 29 de Abril de 1985. Este foi o segundo voo do Spacelab, o primeiro em uma configuração totalmente operacional. As capacidade do Spacelab para pesquisas multi-disciplinates em microgravidade foram demonstradas com sucesso. A gravidade a altitude gradiente do veículo provou ser muito estável, permitindo que os experimentos delicados em processamento de materiais e mecânica dos fluidos procedessem normalmente. O grupo operou em dois turnos de 12 horas. Dois macacos e 24 ratos voaram em jaulas especiais, a primeira vez em que astronautas norte-americanos voaram com mamíferos vivos a bordo. Os experimentos dos astronautas em órbita foram suportados 24 horas por dia pelo Centro de Controle das Operações com Cargas temporário, localizado no Johnson Space Center. A Challenger aterrissou na Base Aérea de Edwards AFB. O movimento das rodas parou à 12:11 p.m. EDT e 6 de Maio de 1985, após uma missão com duração de 7 dias e 8 minutos.

Os membros do grupo eram Robert Overmyer, comandante; Frederick Gregory, piloto; Don Lind, Norman Thagard e William Thornton, especialistas da missão; Lodewijk van den Berg e Taylor Wang, especialistas da carga.

O Spacelab 3 carregava um grande número de experimentos, incluindo os 15 principais, dos quais 14 foram realizados com sucesso. Havia cinco áreas básicas, ciência dos materiais, ciências da vida, mecânica dos fluidos, física atmosférica e astronomia, com numerosos experimentos em cada. Dois experimentos Getaway Special requeriam que eles fosse retirados de seus pacotes, algo nunca feito antes neste programa. Estes eram o NUSAT (Northern Utah Satellite) e o GLOMR (Global Low Orbiting Message Relay Satellite). O NUSAT foi lançado com sucesso, porem o GLOMR não foi lançado e retornou à Terra.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
STS-51-D
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-51-G