TV Nazaré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rede Nazaré de Televisão
Fundação Nazaré de Comunicação
País  Brasil
Fundação
por Dom Vicente Joaquim Zico
Pertence a Fundação Nazaré de Comunicação
Presidente Dom Alberto Tavera Corrêa
Slogan A Amazônia falando para a Amazônia
Emissoras afiliadas TV Nazaré-Número de estações em cada estado.2012.jpg
Página oficial www.fundacaonazare.com.br
Disponibilidade aberta e gratuita
Analógico
Digital
Disponibilidade por cabo
ORM Cabo
Canal 10

A Rede Nazaré de Televisão (também chamada TV Nazaré) é um canal de televisão que pertence à Fundação Nazaré de Comunicação da Arquidiocese de Belém. Fundada para pregar os ensinamentos Cristãos, promover a cultura com programação jornalística, cultural, cívica e educacional.

O sinal é transmitido para toda a Amazônia Legal, contendo os estados do Pará, Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso, Maranhão e Amapá pelo satélite para todas as Américas, toda a Europa e norte da África e via internet.

De acordo com a Arquidiocese de Belém-Pará-Brasil, a Rede Nazaré de Televisão leva a religião, a informação, a cultura, a arte e a religião aos rincões da amazônia.

História[editar | editar código-fonte]

O sonho de possuir uma emissora de televisão católica era antigo na Arquidiocese de Belém. No entanto, até 1998 não se falava concretamente em TV Nazaré, apenas em Rede Vida. Para retransmitir esta emissora católica de São José do Rio Preto (São Paulo) foi construída uma torre de concreto, com mais de 100 metros de altura. Ali foi instalada, no Natal de 1999, com ajuda dos paraenses, por meio de coletas, promoções e doações individuais e de empresas, a antena do Canal 19 - retransmissora da Rede Vida em Belém.

Os Bispos da Arquidiocese, porém, queriam mais. Pretendiam uma emissora católica que pudesse gerar programas locais de qualidade para evangelizar e educar o povo do Pará. No dia 6 de outubro de 2000, durante a Celebração dos 50 anos de vida sacerdotal de Dom Vicente Joaquim Zico, o ex-ministro das Comunicações Pimenta da Veiga e o ex-vice Presidente da República Marco Maciel premiaram a Arquidiocese com a outorga do Canal 30E UHF para Belém.

Em 29 de janeiro de 2002, o ex-ministro das Comunicações Pimenta da Veiga assinou o Contrato de Concessão por 15 anos, da TV Nazaré como geradora. Na condição de TV Educativa, a emissora não pode obter lucros com as vendas de comerciais. Pode, entretanto, receber apoios culturais.

A TV Nazaré foi inaugurada no dia 11 de maio de 2002 com uma solene sessão no Centro de Cultura e Formação Cristã da Arquidiocese de Belém. A cerimônia contou com a presença de várias autoridades eclesiásticas e civis, como a do ex-governador do Estado do Pará Almir Gabriel e a do ex-ministro das Comunicações Juarez Quadros.

Aos poucos, a TV Nazaré cresceu em toda a Amazônia Legal. As primeiras concessões foram feitas pelo ex-ministro Juarez Quadros e a maioria outorgada durante o ano de 2003 pelo ex-ministro Miro Teixeira.

No dia 28 de maio de 2004 foi inaugurado oficialmente o sinal da TV Nazaré via satélite, através da empresa New Skies Satelites, com a presença do Núncio Apostólico, Dom Lorenzo Baldisseri; Dom Vicente Zico, Arcebispo de Belém; Dom Carlos Verzeletti, então bispo auxiliar de Belém e diretor geral da Fundação Nazaré de Comunicação; Elifas Gurgel, representante do Ministério das Comunicações; deputado federal Zenaldo Coutinho, entre outras autoridades políticas, religiosas, civis e militares.

Objetivo[editar | editar código-fonte]

A TV Nazaré se coloca no mercado não como uma concorrente, mas como uma alternativa de qualidade e de abordagem dos fatos, eventos e situações da vida humana em sociedade, ressaltando a importância de considerar o homem como um todo, especialmente em sua dimensão religiosa, de abertura ao transcendente, e em seus anseios pelos valores que realmente elevam sua existência.

Desta forma, seu público-alvo, em sentido amplo, são todas as pessoas que buscam na Televisão um meio de humanização e satisfação de suas necessidades mais profundas, tais como justiça, honestidade, consciência crítica, religiosidade, etc. Em sentido mais estrito, a TV Nazaré direciona-se às famílias, enquanto lugares de formação do ser humano, e à comunidade católica em geral.

Emissoras[editar | editar código-fonte]

TV Nazaré Digital[editar | editar código-fonte]

A TV Nazaré tem o objetivo de até 2016 substituir todos os canais analógicos por sinal digital. Atualmente, somente Belém possui esse tipo de sinal, mas ainda não é Full HD. A previsão é que até o próximo ano as transmissões em Belém já sejam em Full HD. O Ministério das Comunicações deu o prazo até 2014 para as capitais transmitirem o sinal digital.[1] .

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.