Wikipédia:Café dos tradutores/Arquivo/2012

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Índice

Kingmaker[editar | editar código-fonte]

Já "tropecei" mais do que uma vez neste termo e gostaria de saber se há algum termo equivalente em português. Se não há, alguém tem sugestões de como se deve traduzir? Suponho que a tradução por extenso será algo do tipo "alguém que detém um poder considerável para influenciar um processo de sucessão (de um rei ou de outro líder político) mas ele próprio não é um candidato viável", mas isso é demasiado comprido e só serve para uma nota de rodapé. --Stegop (discussão) 22h59min de 3 de janeiro de 2012 (UTC)

Creio que não há nenhum termo equivalente. Traduziria colocando contexto mesmo, em frase: apoio político, influência e demais razões específicas ao caso. --Feen (discussão) 23h05min de 3 de janeiro de 2012 (UTC)

Ajuda em uma tradução[editar | editar código-fonte]

Oi, gostaria de saber a tradução do seguinte texto: Gian Siler described their former relationship as volatile, comparing the years they lived together to "putting a nuclear warhead in your living room and hitting it with a hammer and just waiting. Me compliquei um pouco nessa. Agradeço a quem me ajudar. ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 02h18min de 4 de janeiro de 2012 (UTC)

"Gian Siler descreveu seu relacionamento supracitado/primeiro/anterior ("former" é relativo se houve uma listagem de itens) como volátil, comparando os anos que eles viveram juntos a 'colocar uma ogiva dentro de nossa sala de estar, golpeá-la com um martelo e ficar esperando'". Creio que sua dúvida não é sobre o "former", mas caso seja pode fornecer mais contexto e podemos ajudar com isto também. --Feen (discussão) 02h23min de 4 de janeiro de 2012 (UTC)

Obrigado, o problema mesmo era na última parte do texto que dizia: "putting a nuclear warhead in your living room and hitting it with a hammer and just waiting.". Agradeço pela sua ajuda. ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 02h43min de 4 de janeiro de 2012 (UTC)

Cold War[editar | editar código-fonte]

"The track "Cold War" has been described as having big hooks and a “sugar fuelled” beat. influences."

A frase é meio confusa, alguém pode me ajudar? Obrigado, Gabrielrs (discussão) 16h14min de 7 de janeiro de 2012 (UTC)

Traduzo assim: "A faixa 'Cold War' foi descrita como tendo ganchos fortes e uma batida 'fortemente adocicada'."

Sugiro manter esse "fortemente adocicada" entre aspas mesmo, como no original. Saudações, Lucas Rossi Discussão 16h23min de 7 de janeiro de 2012 (UTC)

Traduções da Wiki Francesa[3][editar | editar código-fonte]

Estou expandindo o artigo sobre a Associação Psicanalítica da França. O original francês [4] só traz uma única referência: ao psicanalista e historiador da psicanálise, Alain de Mijolla, autor de “Freud et la France”.Aproveito para dizer aos amigos que vale apena traduzirmos artigos da Wiki francesa, uma das melhores de todas . Colaboro também com os projetos Wikiquote Fr [5] e Wiktionnaire Fr[6].Precisamos da colaboração de todos. Eliezer (discussão) 08h03min de 14 de janeiro de 2012 (UTC)

PROJETO WIKIPEDIA[editar | editar código-fonte]

Ótimo artigo no jornal "Le Monde" sobre o projeto "Wikipedia"[7]. Traduzi a passagem : ‘’Cada mês, cerca de 450 milhões de pessoas consultam a Wikipédia. Esta é traduzida em 280 línguas. .A Wikipedia francesa já editou mais de 1 milhão de artigos, consultados por 18 milhões e 800 mil leitores. A Wikipedia em nivel mundial é o quinto site mais visitado do mundo. As quatro primeiras emprezas(Google, Yahoo!, YouTube e Facebook) obtiveram enormes investimentos , são financiadas pela publicidade , empregam milhões de assalariados e fazem custosas campanhas de marketing. Já o financiamento da Wikipédia é de 7 milhões e 600 mil dólares , tem 95 assalariados, e dezenas de milhares de redatores benévolos. E sem publicidade.’’ Eliezer (discussão) 08h50min de 15 de janeiro de 2012 (UTC)

Ajuda em uma citação[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia traduzir um pedacinho de uma explicação porque eu não consegui, meu inglês é mais ou menos, ela pode ser encontrada no artigo en:God & Guns. Citação abaixo: "Why don't we dump em, people, to the bottom of the sea", with the subject of the sentence being "em", or handguns, which might also be interpreted as "Why don't we dump em people to the bottom of the sea", with the subject being em people (them people). E em essa também: Had Van Zant's subject of the previous line been "em people", then the guns would still be accessible.

Fico agradecido a quem me ajudar. ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 19h45min de 19 de janeiro de 2012 (UTC)

Porque é que não atiramos, pessoal, ao mar", podendo o sujeito da frase referir-se às armas, o que também pode ser interpretado como "Porque é que não atiramos pessoal ao mar", podendo o sujeito referir-se às pessoas que defendem as armas.
Isto é um compromisso. É impossível traduzir literalmente por causa da concordância de género, que não existe na língua inglesa. Eventualmente poder-se-ia alterar demasiado para fazer ainda mais sentido em português:
"Porque é que não as atiramos ao mar", podendo o sujeito da frase referir-se às armas ou às pessoas que as defendem..." No entanto, e apesar de ser mais coerente para nós, acho que se está a desviar muito da frase original. Polyethylen (discussão) 20h22min de 19 de janeiro de 2012 (UTC)

Acho que apesar de ficar mais coerente para nós, acho melhor usar a citação que faça mais sentido para a frase em ingles em si. O que vc acha melhor?

Na minha opinião, já que se vai traduzir, o melhor será fazê-lo de modo ao leitor melhor perceber o problema que ocorreu. E para isso, o segundo exemplo é o melhor. Pode não ser fiel ao original, mas é fiel à ideia original.
Podia-se também recorrer a um sistema complexo de traduções e usar trechos em inglês comentados de modo a ser 100% fiel. Mas sinceramente este assunto é quase um fait divers e não vale a pena semelhante esforço.Polyethylen (discussão) 22h47min de 19 de janeiro de 2012 (UTC)

Obrigado por me ajudar nessa citação. Você pode me ajudar na segunda? ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 00h18min de 20 de janeiro de 2012 (UTC)

Caso o sujeito da frase anterior se referisse às pessoas, então as armas ainda continuariam acessíveis.
Este sujeito pode ser "assunto" ou similar. Polyethylen (discussão) 00h24min de 20 de janeiro de 2012 (UTC)

Sobre o sujeito ser similar a "assunto" eu já sabia, mais mesmo assim você me ajudou muito. Valeu pela sua ajuda. ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 00h31min de 20 de janeiro de 2012 (UTC)

Geri e Freki[editar | editar código-fonte]

Olá!

Alguém poderia me ajudar na tradução desses dois trechos?

Geri and Freki the war-wont sates,
the triumphant sire of hosts;
but on wine only the famed in arms,
Odin, ever lives.
The warriors went to the trysting place of swords,
which they had appointed at Logafiöll.
Broken was Frodi's peace between the foes:
Vidrir’s hounds went about the isle slaughter-greedy.

Muito obrigado! Luan msgcont 19h02min de 20 de janeiro de 2012 (UTC)

Geri e Freki campeões da guerra, os fidalgos triumfantes das defesas, mas nas mão vinho do famoso guerreio ,Odin, vive eternamente.
Os guerreiros entraram no espetacúlo das espadas, onde tinham marcado em Logafioll, mas partida estava a paz de frodi entre os desafiados, Os lobos de Vidri vagueam a ilha como carniceiros.

Espero que ajude Quim-Joao 23h05min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)

Luan, veja minha tentativa:
Geri e Freki, habituados à guerra,
o triunfante senhor dos exércitos sacia;
mas apenas do vinho o famoso guerreiro,
Odin, vive.
Os guerreiros se foram para apaixonante local das espadas,
que combinaram em Logafiöll.
Entre os inimigos, a paz de Broken foi quebrada:
os cães de Vidrir rondaram a ilha ávidos por sangue.

José Luiz disc 22h55min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)

Convite[editar | editar código-fonte]

Caso queiram os usuários do Café dos Tradutores, estão convidados a fazerem tradução na página Wikipédia:Tradução. Dois ótimos lugares para se fazer tradução, no Café e no WikiTradução. Boas edições. Eduardo Pazos (discussão) 21h08min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)

Formação e evolução do Sistema Solar[editar | editar código-fonte]

Trecho 1[editar | editar código-fonte]

Preciso de ajuda a traduzir este trecho a partir do inglês: "Ideas concerning the origin and fate of the world date from the earliest known writings;".

Eu traduzi assim: "São conhecidas ideias sobre a origem e destino do mundo desde as mais antigas escrituras (conhecidas)", mas gostava de uma segunda opinião, pois não gostei muito do sentido da frase. "Conhecidas está entre parêntesis porque não inclui na frase para evitar repetir, mas tenho medo de estar a retirar alguma informação à frase. - Sarilho1 (discussão) 22h14min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)


  • "Os primeiros escritos já traziam ideias sobre a sobre a origem e o destino do mundo".
  • "Ideias sobre a origem e o destino do mundo são tão antigas quanto os primeiros registros escritos."
  • "Hipóteses a respeito da origem e do destino do mundo datam da época das mais antigas escrituras conhecidas."

Três opções aí. Escolha uma. W.SE (discussão) 22h23min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)

Obrigado, ajudou-me bastante. - Sarilho1 (discussão) 22h29min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)

Trecho 2[editar | editar código-fonte]

Novo trecho: "The current standard theory for Solar System formation, the nebular hypothesis, has fallen into and out of favour since its formulation by Emanuel Swedenborg, Immanuel Kant, and Pierre-Simon Laplace in the 18th century." O meu principal problema é que nem percebi direito o sentido da frase, se me puderem ajudar, agradecia. - Sarilho1 (discussão) 14h59min de 26 de fevereiro de 2012 (UTC)

"A teoria atualmente aceita para descrever a formação do sistema solar - a hipótese de que ele teria se formado a partir de uma nebulosa primitiva - tem sido apoiada e refutada desde que foi formulada por Emanuel Swedenborg, Immanuel Kant e Pierre-Simon Laplace, no século XVIII." Py4nf (discussão) 16h15min de 26 de fevereiro de 2012 (UTC)
Obrigado pela ajuda. Demorei a responder porque pensei que já o tinha feito, mas a sua tradução ajudou-me. - Sarilho1 (discussão) 19h27min de 3 de março de 2012 (UTC)

Trecho 3[editar | editar código-fonte]

Novo trecho: "The cloud itself had a size of about 20 pc, while the fragments were roughly 1 pc (three and a quarter light-years) across." Não consigo formular uma frase em português direito devido ao "across", também tive de retirar o "itself" da frase. - Sarilho1 (discussão) 18h55min de 3 de março de 2012 (UTC)

"A dimensão [ou então "O tamanho"] da nuvem era de cerca de 20 pc, enquanto que os fragmentos tinham cerca de 1 pc de extensão." A expressão "de extensão" não é necessária. A frase pode terminar logo após a expressão "1 pc". A expressão entre parênteses também é desnecessária, pois apenas explica que 1 parsec equivale a cerca de (3 + 1/4) ou 3,25 anos-luz. Py4nf (discussão) 19h13min de 3 de março de 2012 (UTC)
Obrigado mais uma vez pela ajuda (depois disto tudo é bom que o artigo chegue a destaque) - Sarilho1 (discussão) 19h22min de 3 de março de 2012 (UTC)

Trecho 4[editar | editar código-fonte]

Mais um trecho (por este andar nunca mais vou encerrar este tópico): "The composition of this region with a mass just over that of the Sun was about the same as that of the Sun today, with hydrogen, along with helium and trace amounts of lithium produced by Big Bang nucleosynthesis, forming about 98% of its mass." Tenho dificuldades em traduzir desde a parte "The composition" até à parte" of the Sun today", mas agradecia que traduzissem tudo. - Sarilho1 (discussão) 21h10min de 3 de março de 2012 (UTC)

A composição desta região, com uma massa ligeiramente superior à do Sol, era semelhante à composição atual do Sol, constituída por hidrogénio, ...
Pode incluir a frase anterior? Isto não me está a soar bem. 21h51min de 3 de março de 2012 (UTC)
Melhor: Quando comparada com o Sol na atualidade, esta região apresentava uma massa ligeiramente superior e uma constituição muito semelhante: hidrogénio, ... Polyethylen (discussão) 21h57min de 3 de março de 2012 (UTC)
Já não é necessário o parágrafo inteiro? - Sarilho1 (discussão) 22h00min de 3 de março de 2012 (UTC)
Esta região apresentava uma massa ligeiramente superior e uma constituição muito semelhante à do Sol na atualidade, em que hidrogénio, hélio e vestígios de lítio resultantes da nucleossíntese do Big Bang formam 98% da sua massa. Parece-me melhor que a anterior, em que "muito semelhante" não se percebe se à do Sol ou a si própria na antiguidade. Polyethylen (discussão) 22h05min de 3 de março de 2012 (UTC)
OK. Muito obrigado pela ajuda. - Sarilho1 (discussão) 23h32min de 3 de março de 2012 (UTC)

Trecho 5[editar | editar código-fonte]

Passando algum tempo, encontrei mais um trecho que tive dificuldades em traduzir. O trecho é assim: "The gas was partially supported by pressure and so did not orbit the Sun as rapidly as the planets.". - Sarilho1 (discussão) 14h01min de 28 de março de 2012 (UTC)

Eu sugiro: "O gás era parcialmente retido pela pressão e por isso não orbitava o Sol tão rapidamente quanto os planetas"JF (discussão) 14h58min de 28 de março de 2012 (UTC)

Obrigado, pela ajuda. - Sarilho1 (discussão) 16h36min de 30 de março de 2012 (UTC)

Camp Wilder[editar | editar código-fonte]

Olá, camaradas da wikipédia:
estou tendo dificuldades para traduzir o seguinte texto, pois parece que ele está mal escrito e contém muitas gírias:

"Ricky Wilder (Mary Page Keller) is a 28-year-old nurse and single mother, raising her family in her childhood home in lieu of her deceased parents. Ricky's only actual child was her 6-year-old daughter Sophie (Tina Majorino), but she was also the principal guardian to her younger, teenage siblings Brody (Jerry O'Connell) and Melissa (Meghann Haldeman). From the time their parents died, Ricky understood that she couldn't change out of her persona as the "cool, approachable" older sister, and mixed parenting tactics in with the setting of a casual, laissez-faire household. In fact, the atmosphere in the Wilder house was so laid back that many of Brody and Melissa's friends sought it as a refuge from the stricter, more confining homes run by their traditional parents. Ricky thus welcomed them all in with open arms, and they regularly sat around the family's kitchen table and dished about life's various happenings and dilemmas, while Ricky helped them sort out their issues and dispensed sound advice in a non-judgmental, friend-like way. As a result, the neighborhood youth nicknamed their home "Camp Wilder".

... é uma enfermeira e mãe solteira com 28 anos, cujos pais faleceram, ficando a seu cargo a educação dos seus irmãos adolescentes Brody (jerry...) e Melissa (meghan...), a par da sua própria filha Sophie (Tina Majorino), com seis anos de idade. A partir desse momento, Ricky apercebe-se que não deve deixar de ser a irmã mais velha "acessível e (porreira/bacana > escolher versão pt)", e combina técnicas parentais com um ambiente permissivo e descontraído. De facto, o ambiente era tão permissivo que muitos dos amigos de Brody e Melissa encaravam-no como um refúgio das regras rígidas das suas próprias casas. Ricky recebia-os a todos de braços abertos, sentando-os à volta da mesa de refeições, onde podiam desabafar sobre as vivências do quotidiano, enquanto os ajudava a resolver os problemas de forma amigável, sem fazer juízos de valor. Em face disto, sua casa começa a ser conhecida por "Camp Wilder" entre os jovens do bairro.

Among the regular inhabitants of Camp Wilder were Brody's off-kilter best friend Dorfman (Jay Mohr) and Melissa's friends Beth (Margaret Langrick) and Danielle (Hilary Swank). Many other friends and classmates of theirs passed through Camp Wilder in guest appearances, most notably Dexter (Jared Leto), a hip, motorcycle-riding bad boy who Danielle had the hots for. However, it was goofball Dorfman who quickly became the show's breakout character, with his gross-out humor causing friction with the girls, and Ricky's numerous attempts to help him become an upstanding young man (i.e., teaching him work ethic by giving him a job as an orderly at her hospital, saving him from being held back in school by becoming his tutor, etc). Other stories focused on the escapades of the Wilders, and especially on Sophie, who was beginning to look up to Brody as a surrogate father figure rather than just as an uncle. Throughout the show's 20 episodes, she began exhibiting tomboyish traits, and at Christmas, she told the family that all she wanted was to be a boy."

Entre os frequentadores assíduos do Camp Wilder estão Dorfman (jay...), o melhor amigo de Brody, e Beth (margaret...) e Danielle (hilary...), ambas amigas de Melissa. Pelo Camp Wilder passaram também imensos amigos e colegas de escola de ambos, entre eles Dexter (Jared...), um rebelde por quem Danielle se sente atraída. No entanto, foi a personagem brincalhona de Dorfman que se tornou na referência da série, cujo humor ordinário causava atritos entre as adolescentes, a par das inúmeras tentativas de Ricky para o ajudar a endireitar-se (por exemplo, ensinando-lhe ética de trabalho ao oferece-lhe um emprego como contínuo no seu hospital e impedindo que reprovasse na escola ao tornar-se sua tutora). O argumento foca-se também nas várias peripécias dos Wilder, sobretudo nas de Sophie, que começava a ver Brody como uma figura paternal em vez de apenas como um tio. Ao longo dos 20 episódios da série, vai demonstrando características de maria-rapaz, e no Natal chega mesmo a afirmar que tudo o que desejava era ser um rapaz.


Sei que o texto é grande, porém ficarei muito agradecido em receber ajuda de algum usuário.

Berganus D C --- 22h27min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)

Fiz uma tradução elementar directamente no texto, depois continuo quando tiver mais tempo. Faça só a corecção pt-pt > br quando necessário. Polyethylen (discussão) 23h03min de 25 de fevereiro de 2012 (UTC)

Oshibori[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia me ajudar a traduzir essa seção?

Derivation of word[editar | editar código-fonte]

The word oshibori comes from the Japanese word shiboru (絞る?), meaning "to wring", specifically the (連用形, ren'yōkei?, continuative form, -masu stem – see stem forms), with the polite prefix o, which is added to several types of nouns, including many nouns related to washing or food; onigiri/omusubi (お握り、握る and お結び、結ぶ) "rice ball" follows the same pattern – see honorific prefix usage. In Japanese script, the word oshibori is normally written in hiragana (おしぼり), seldom using kanji (お絞り or 御絞り).

Oshibori are also known as otefuki; tefuki refers to ordinary handkerchiefs, and these derive from the Japanese te (?) (hand) and fuku (拭く?), to wipe.

Eduardo Pazos (discussão) 00h22min de 26 de fevereiro de 2012 (UTC)

"A palavra "oshibori" vem da palavra japonesa shiboru (絞る?), que significa "espremer", especificamente a (連用形, ren'yōkei?, forma continuativa, -masu tronco – ver formas tronco), com o prefixo gentil o, que foi adicionado a vários tipos de substantivos, incluindo alguns relacionados à lavagem ou comida. onigiri/omusubi (お握り、握る e お結び、結ぶ) "bola de arroz" segue o mesmo padrão - ver uso de prefixos honoríficos. Na escrita japonesa a palavra "oshibori" é normalmente escrita no alfabeto Hiragana (おしぼり), raramente utilizando-se Kanji (お絞り ou 御絞り) para representá-la.
Os oshibori também são conhecidos como "otefuki". "Tefuki" refere-se ordinariamente a lenços de pescoço e deriva do japonês te (?) (mão) e fuku (拭く?) (limpar)."
Não consegui encontrar uma fonte para traduzir "stem forms" para "formas tronco", mas é o que seria. Talvez seja preciso procurar referências sobre gramática em japonês para saber qual é o termo usado neste caso para a classe gramatical. Ver en:Japanese grammar#Stem forms. --Feen (discussão) 03h36min de 5 de março de 2012 (UTC)
Obrigado pela ajuda na tradução. Eduardo Pazos (discussão) 18h31min de 5 de março de 2012 (UTC)

Tradução de Batucada,ritmo[8][editar | editar código-fonte]

A idéia de traduzir este artigo é de Eduardo Pazos[9]. Concordei com ele, por achar interessante expandirmos um artigo da WIKI Pt, começado há vários anos mas cuja última contribuição data de Novembro de 2011. O próprio assunto, bem brasileiro, e a perspectiva de trabalhar com Eduardo convenceram-me de ir buscar na Wiki Fr[10], algumas reflexões e passagens podendo melhorar a versão portuguesa atualmente editada. Como escrevi em inúmeras mensagens neste Café, os usuários da Wiki portuguesa são convidados a participar deste projeto. Como? Traduzindo, se tiverem um bom nivel de francês, melhorando a redação do texto português, fazendo sugestões, etc. Eliezer (discussão) 15h20min de 29 de fevereiro de 2012 (UTC)

Frase do artigo em inglês My Immortal[editar | editar código-fonte]

The song became Evanescence's second highest charting single, peaking within the top ten of more than ten countries. O que quer dizer essa frase? Desculpe pela ignorância. Estou traduzindo a página. Pcmsg 01h54min de 4 de março de 2012 (UTC)

"A música tornou-se o segundo single do Evanescence mais bem colocado [nas paradas], ficando entre os dez mais ouvidos de mais de uma dezena de países." "Highest charting" refere-se às paradas de mais ouvidos, "peaking" refere-se a ter atingido o pico. Boas edições. --Feen (discussão) 03h00min de 5 de março de 2012 (UTC)

Tradução do espanhol[editar | editar código-fonte]

Não estou conseguindo traduzir essa frase: "La tinta de los científicos vale tanto como la sangre de los mártires". Essa frase se encontra escondido no artigo Era de Ouro do Islamismo. Se o artigo tiver algumas traduções, que podem ser revisadas, fiquem à vontade. Eduardo Pazos (discussão) 00h12min de 9 de março de 2012 (UTC)

a tinta dos cientistas vale tanto quanto o sangue dos mártires. tinta, neste contexto, significa seus escritos, tratados, etc. que têm assim o mesmo valor que o sangue derramado pela fé. Tetraktys (discussão) 00h31min de 9 de março de 2012 (UTC)

Qual é a tradução mais correta?

Donde se pone en énfasis el valor del conocimiento:

  • Onde se põe a ênfase no valor do conhecimento.
  • Onde a ênfase é colocada sobre o valor do conhecimento. (Tradução do Google Tradutor)

Nem sempre o Google Tradutor desarticula as frases. Às vezes o tradutor traduz tanto ao "pé da letra" (contrário de literal) que deixa a frase desconexa.

Durante este periodo:

  • Durante este período
  • Durante esse período

Qual é a diferença entre o "este" e o "esse"? É a mesma coisa?

Eduardo Pazos (discussão) 17h33min de 9 de março de 2012 (UTC)

De onde se evidencia o valor do conhecimento, De onde se põe em evidência o valor do conhecimento. E o correto seria “esse período”. Este período seria o período atual, ou um que você ainda vai falar. -- Leguas 17h45min de 9 de março de 2012 (UTC)
Eu acredito que a tradução de "Donde se pone en énfasis el valor del conocimiento" seja "Onde se põe em evidência o valor do conhecimento". A diferença entre "este" e "esse" na língua portuguesa é muito sutil, pelo que sei, "este" faz referência a algo que será citado ou está sendo citado no momento e "esse" é usado quando se retoma algo que foi dito antes. Wiki^G^T D 12h20min de 15 de abril de 2012 (UTC)

Tradução de descrição[editar | editar código-fonte]

Alguém consegue me ajudar a traduzir essa descrição inteira (do inglês) de uma categoria de imagens do Commons? Eduardo Pazos (discussão) 16h28min de 10 de março de 2012 (UTC)

Feito --Feen (discussão) 07h01min de 11 de março de 2012 (UTC)

Short translation request, English to Portuguese[editar | editar código-fonte]

Apologies if this is not the place to post such requests – I can try on Meta, but I thought this might be faster and better, considering these translations are going on pt.wiki :)

Olá tradutores, can you help me and Steven translate two talk page messages into Portuguese?

This is a message Steven wants to send to non-Brazilian pt.wiki editors:

Hi everyone! Maryana and I just completed a trip to Brazil to

talk with editors of the lusophone Wikipedia about how we can make it easier for new contributors to join. We haven't come to other Portuguese-speaking countries (yet) but we do want to get more feedback from everyone, no matter where they are.

My question for community members outside of Brazil is: what do you think are the two biggest things that keep Portuguese speakers from becoming Wikipedians? I especially mean for brand new editors, people with less than 300 edits.

Muito obgriado!

... and this is one we both want to send to everybody we met in Brazil :D

Thank you so much for coming to meet with us! We really appreciate your participation in the discussion of the challenges facing Portuguese Wikipedia, and we hope you'll continue this conversation with your fellow editors, both on and offline. Watch the Esplanada for our report, with a list of the topics we covered in all four cities – it's coming soon, and we'd love to get your impressions of the meetups, too. In the meantime, please feel free to contact us anytime via talk page, email, or IRC, and I hope we'll get a chance to return to Brazil soon. Thanks again for a fantastic trip!

For this message, it would be great to have both versions if there are any differences due to the gender of the speaker, since I'm a girl and Steven's a boy :)

Thanks a lot, and let me know if you have any questions or need any additional information! Abraços, Maryana (WMF) (discussão) 17h54min de 11 de março de 2012 (UTC)

Saudações! Maryana e eu acabámos de completar uma viagem ao Brasil para falar com editores da Wikipédia lusófona sobre como poderíamos facilitar o acesso de novos contribuidores. Ainda não viajámos para outros países lusófonos, mas queremos conseguir mais retorno de todos, não importando onde estejam. Minha pergunta para os membros da comunidade fora do Brasil é: Na sua opinião, quais são os dois principais motivos que impedem os falantes de português de se tornarem membros da Wikipédia? Referimo-nos em especial aos novatos, pessoas com menos de 300 edições. Muito obrigado!
Muito obrigado por terem se juntado a nós! Realmente apreciamos sua participação na discussão sobre os desafios que encontra a Wikipédia em português, e esperamos que vocês continuem esta conversa com seus colegas editores, tanto online como offline. Busquem na Esplanada o nosso relato, com uma lista dos tópicos que foram abordados em todas as quatro cidades - postaremos em breve, e vamos adorar também saber das suas impressões a respeito dos encontros. Enquanto isso, sintam-se à vontade para nos contatar a qualquer hora através de nossas páginas de discussão, emails ou IRC, e esperamos que tenhamos a chance de voltar logo ao Brasil. Mais uma vez, obrigado por esta viagem fantástica! Tetraktys (discussão) 18h19min de 11 de março de 2012 (UTC)
Wow, so fast! Thank you! (Other than obrigado --> obrigada for me Face-grin.svg no other gender difference, right?) Maryana (WMF) (discussão) 18h51min de 11 de março de 2012 (UTC)

welcome!!!! Tetraktys (discussão) 19h25min de 11 de março de 2012 (UTC)

Acabámos. Viajámos. Pretérito perfeito, não presente. JohnR (discussão) 19h38min de 11 de março de 2012 (UTC)

estas formas são do pt-pt. no pt-br estão corretas Tetraktys (discussão) 19h40min de 11 de março de 2012 (UTC)
Sendo eu português, isso cabe-me a mim dizer. E não, não estão correctas. Viajamos é presente, viajámos é pretérito perfeito; e o texto está definitivamente no passado. JohnR (discussão) 19h44min de 11 de março de 2012 (UTC)

mas eu sou brasileiro, e no pt-br viajámos não existe. tanto para o presente como para o pretérito usa-se viajamos, sem acento 20h08min de 11 de março de 2012 (UTC) Tetraktys (discussão) 20h25min de 11 de março de 2012 (UTC)

De fato, no Brasil nós pronunciamos "viajamos" do mesmo modo para o presente ou pretérito perfeito (e não usamos sinal gráfico de distingui-los). Mas como essa parte da mensagem é voltada especificamente a não brasileiros, convém adotar a variante ortográfica europeia. Giro720msg 20h25min de 11 de março de 2012 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo que a primeira mensagem deveria ser redigida em pt-pt. --Feen (discussão) 21h58min de 11 de março de 2012 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo Se a viagem foi feita para o Brasil, quem traduziu foi o Tetra (que é Brasileiro), então por que traduzir para pt-pt? —Tschis Fale comigo! 20h07min de 14 de março de 2012 (UTC)
Porque é dirigido a portugueses. --Feen (discussão) 04h01min de 15 de março de 2012 (UTC)
Não, ela é dirigida aos editores não-Brasileiros. —Tschis Fale comigo! 11h58min de 15 de março de 2012 (UTC)
Então e os editores não brasileiros falam que variante? Brasileira? Todos os dias aprendo coisas novas... Polyethylen (discussão) 12h05min de 15 de março de 2012 (UTC)
Você não precisa ser brasileiro para falar pt-br. Eles visitaram o Brasil e estavam se dirigindo aos usuários não-Brasileiros que participam da wiki, isso pode incluir qualquer membro de outro país que more no Brasil. —Tschis Fale comigo! 12h07min de 15 de março de 2012 (UTC)
Desculpe, mas não faço ideia porque é que está a insistir e a protelar numa questão que é espantosamente óbvia e simples para toda a gente menos para si. Depois da viagem ao Brasil, o objectivo será fazer o mesmo para Portugal, e começar a sondar opiniões. Mas portanto, no seu entender, devem dirigir-se ao público português na variante brasileira porque isso pode "incluir qualquer membro de outro país que more no Brasil" (sic). Polyethylen (discussão) 12h19min de 15 de março de 2012 (UTC)
Você quem deve me desculpar, pois eu não sei qual a variante é falada em outros países que falam português, só sei que Portugal não é o único país na lista. Além disso, eu não estou a dizer que faz mais sentido traduzir para pt-br, eu só estou defendendo o ponto de vista que também não acho que faça mais sentido traduzir para pt-pt. Para mim é 50/50, só que quem traduziu foi o Tetra, que é Brasileiro. Se os outros países falam pt-pt, então tudo bem, só estava defendendo o ponto de vista que tenho sobre o trabalho do Tetra, que foi o primeiro a traduzir. —Tschis Fale comigo! 12h26min de 15 de março de 2012 (UTC)
Se racionar dessa forma estatística, logo pode perceber que escrever na variante Brasileira não é próximo à variante que qualquer um dos destinatários fala. Ou seja, se redigir no pt-pt, boa parte dos receptores lerão a variedade que reconhecem como sua, talvez algumas palavras não. Se redigir em pt-br, todas as discrepâncias dos locais estarão lá, para todos os receptores. --Feen (discussão) 15h52min de 15 de março de 2012 (UTC)
se a polêmica é tanta, porque algum falante de pt-pt não faz a versão para a sua variante? Tetraktys (discussão) 01h27min de 16 de março de 2012 (UTC)

Thanks for the help everyone! I just wanted to add one tiny bit to the request about non-Brazilian lusophones: "(As you can see here on the Esplanada, we want to talk about issues, not about individual editors.)" Steven (WMF) (discussão) 00h04min de 16 de março de 2012 (UTC)

"Como podem ver aqui na Esplanada, nós queremos conversar sobre os problemas, não sobre editores específicos." —Tschis Fale comigo! 11h42min de 16 de março de 2012 (UTC)
Obrigado! Steven (WMF) (discussão) 19h06min de 17 de março de 2012 (UTC)

Traducción[editar | editar código-fonte]

Qual seria a melhor tradução para celosamente? no trecho do artigo Idade de ouro islâmica: Una de las mayores innovaciones de este periodo fue el papel (originariamente un secreto celosamente guardado por los chinos de la dinastía Han. Eduardo Pazos (discussão) 13h58min de 13 de março de 2012 (UTC)

Neste caso "zelosamente", mas o "celoso" pode ser invejoso, ciumento, etc. --Stegop (discussão) 18h07min de 13 de março de 2012 (UTC)
É mais adequado traduzir como "um segredo cuidadosamente guardado..." W.SE (discussão) 20h49min de 14 de março de 2012 (UTC)
Discordo que seja mais adequado; "zelosamente" (fervorosamente...) está muito mais próxima do celosamente e é uma forma muito usada, pelo menos em ptPT. --Stegop (discussão) 20h59min de 14 de março de 2012 (UTC)
Para os brasileiros é mais adequado "cuidadosamente" do que "zelosamente". Vai depender aí da nacionalidade de Eduardo Pazos. W.SE (discussão) 21h10min de 14 de março de 2012 (UTC)
Penso que "zelo" é diferente de "cuidado". É mais comum ouvir cuidadosamente, mas zelosamente tem um sentido ainda maior, pelo menos a mim dá-me a entender como extremamente cuidado, ou coisa parecida. Mas não sei como é no Brasil, por isso não posso dar respostas definitivas sobre o tema. - Sarilho1 (discussão) 21h22min de 14 de março de 2012 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Cuidado pode se referir a situações de perigo, não tanto quanto zelo refere-se a preservação e minuciosidade. --Feen (discussão) 04h08min de 15 de março de 2012 (UTC)
  • A acreditar no Aulete, zelo no Brasil tem o mesmo significado que em Portugal... --Stegop (discussão) 22h13min de 14 de março de 2012 (UTC)
Não me parece que seja uma questão de variante. A palavra que se procura é mesmo zelosamente, mesmo que seja incomum. O significado não é bem o mesmo. Se fosse visto pela perspectiva do comum... bem, eu também não lia zelosamente há mais de um ano, no mínimo. Não é uma coisa que se leia todos os dias. Mas há que escrever com o mesmo intuito que o autor original lhe deu. Polyethylen (discussão) 23h11min de 14 de março de 2012 (UTC)

eu traduziria como "ciosamente". me parece que os chineses eram ciumentos do seu segredo Tetraktys (discussão) 23h36min de 14 de março de 2012 (UTC)

Concordo que "ciosamente" talvez ainda seja melhor que "zelosamente". --Stegop (discussão) 23h49min de 14 de março de 2012 (UTC)

O objetivo é proporcionar uma leitura fácil e agradável para o leitor da enciclopédia, e não mostrar erudição no vocabulário por parte dos editores, com palavras empoeiradas que parecem que foram tiradas de um texto da época do barroco. W.SE (discussão) 01h38min de 15 de março de 2012 (UTC)

GA candidate.svg Quase favorável. Embora concorde que a linguagem deva ser fácil e agradável, "ciosamente" e "zelosamente" apresentam sentidos próximos porém diferentes. Portanto não é só uma questão de erudição. De qualquer forma, creio que "ciosamente" é desnecessariamente empoeirado e pode ser substituído, caso seja a tradução adequada, por um sinônimo bom e acessível. --Feen (discussão) 04h08min de 15 de março de 2012 (UTC)

é lamentável que se pense que enriquecer o vocabulário do leitor com exemplos perfeitamente correntes da linguagem culta seja encarado como empoeiramento. se vamos assim a wikipédia vai acabar trazendo né, tá, bacana, super legal e outros mimos bons e acessíveis do jargão coloquial Tetraktys (discussão) 04h44min de 15 de março de 2012 (UTC)

Sempre abominei essa forma de superioridade intelectual e paternalismo que é passar um atestado de menoridade aos outros considerando que termos como ciosamente e zelosamente não vão ser percebidos por quem vai ler um artigo, ainda por cima sobre o tema que é (se fosse sobre um epsiódio do último Big Brother ou sucedâneo, ainda admitia).. --Stegop (discussão) 11h58min de 15 de março de 2012 (UTC)
Não acho que "tá", "né" ou "bacana" tornem o discurso melhor, mais fluído ou mais compreensível. A questão é pouco de erudição e mais de fazer um bom verbete que explica bem e é claro. O dever não é enriquecer o vocabulário do leitor. Essa função secundária não tem valor num argumento sobre escrever uma enciclopédia. Se tivesse, deveríamos enchê-la de termos difíceis para fazer um favor ao vocabulário, enriquecendo-o com palavras que, no fim das contas, de nada servem além de melhor habilidade de interpretar criação literária.
Sobre esta visão ser intelectual e paternalista, discordo em igual. Não vejo como uma questão de julgar como menoridade, mas que não há "menor" e "maior" na linguagem: as palavras são melhores ou piores em determinados contexto. E "ciosamente" tem valor literário, mas não enciclopédico. A questão simples é que o termo "ciosamente" renderia uma viagem ao dicionário e de volta, quando um sinônimo simples deixaria muito mais fácil a compreensão para o leitor, independente de sua "superioridade intelectual" ou "menoridade" supostas por nós. --Feen (discussão) 15h58min de 15 de março de 2012 (UTC)

creio que vc se engana em pensar que o estilo da escrita não tem caráter enciclopédico. basta ver que entre os critérios para se eleger um artigo destacado - ou seja, o que de melhor tem a wikipédia - está incluído: "O artigo precisa estar adequado às normas do português – culto, formal e imparcial - e ao contido no livro de estilo." Tetraktys (discussão) 16h56min de 15 de março de 2012 (UTC)

português culto = norma culta = gramática normativa. Nada tem a ver com palavras rebuscadas. Ser formal, igualmente, não pede arcaísmos. Seria um pouco estranho esperarmos que os artigos tivessem palavras complicadas para serem destacados, não? Você acha que é isso que acontece de fato? --Feen (discussão) 10h23min de 16 de março de 2012 (UTC)
E zelosamente ou ciosamente são palavras rebuscadas? EM que meios é que são rebuscadas? --Stegop (discussão) 10h59min de 16 de março de 2012 (UTC)
Quanta arrogância, Stegop! Em todos os meios elas são rebuscadas, tirando as áreas afins como por exemplo na literatura. Pra quem tem formação (ou interesse) na área de humanas, como é justamente o caso de Tetraktys e o seu, vocês devem achar comum mesmo. É o equivalente aos termos técnicos de física, química, medicina... Vocês olham para o próprio umbigo e esquecem que a Wikipédia é lida por gente de todas as idades, de todos os níveis de escolaridade, e com formação em várias áreas do conhecimento. Tenho formação superior na área de saúde e nunca tinha ouvido falar em "ciosamente". Lembro que um texto bom é aquele texto agradável, com palavras usuais, e não os que tem quer ser lidos com um dicionário do lado. W.SE (discussão) 18h52min de 16 de março de 2012 (UTC)

Mas W.SE, vc há de convir que não é possível fugir dos termos técnicos na escrita de artigos de todas as áreas - embora eu ainda entenda ciosamente ou zelosamente não como tecnicismos mas como simples termos do rico repertório de nosso idioma que não têm porquê ficarem restritos aos dicionários. quando vc escreve sobre uma região ou país, usa índice Gini, produto interno bruto, densidade demográfica; se escreve sobre matemática, usa quociente, seno, secante, cálculo integral; quando fala de medicina, usa dissecção, patologia, anastomose; se fala de biologia, emprega taxon, citoplasma, genética molecular; se vai tratar de psicologia, vai ter que falar de arquétipo, gestalt, psicodinâmica; se trata de linguística, lá vêm sintaxe, morfema, semiótica..... é preciso dar mais exemplos? todo esse jargão não é linguagem corrente a não ser para os iniciados no assunto, mas lá estão eles em todas as páginas respectivas. com que justificativa vc vai substituir um termo exato por circunvoluções vagas e popularescas a não ser para depauperar o vocabulário? não entendo o argumento. o propósito da enciclopédia não é instruir? e será possível substituir todo o jargão técnico por expressões do povo dizendo que isso atende ao critério da acessibilidade de conteúdo? não, é um absurdo, pois tanto o povo em geral não tem acesso a esse jargão, como escrever sem ele se torna uma impossibilidade prática, mas lendo-o num artigo bem escrito pode se interessar e ir buscar seu significado. se vamos nivelar por baixo vamos é satisfazer a preguiça do leitor e não estimular sua curiosidade.Tetraktys (discussão) 19h18min de 16 de março de 2012 (UTC)

@W.SE: entenda isto sem qualquer tipo de provocação, pois não é a minha intenção, mas será que não se dá conta que ao considerar arbitrariamente que "em todos os meios elas são rebuscadas" quem está a ser arrogante é você, por considerar que haverá muitos leitores que não vão perceber o sentido de palavras que para mim não são rebuscadas? Isso é, repito, passar um atestado de menoridade intelectual aos leitores. E quanto à minha formação ser humanística, engana-se redondamente, nas humanidades não passo dum curioso e autodidata. E, voltando ao tema em discussão, convém não perder de vista que ciosamente ou zelozamente não é apenas "com muito cuidado", pelo que há perda de informação se se usar esta última forma. --Stegop (discussão) 22h17min de 16 de março de 2012 (UTC)
Antes de mais nada, não foi dito aqui que "zelosamente" é um termo complexo em momento algum. A coisa começou com "ciosamente". No mais, creio que se está confundindo necessidade com incrementação. Nós não podemos explicar o que é um sistema antichoque Incabloc sem falar de rubis, a não ser que usemos termos vagos como "peça" ou "componente". O mesmo não acontece no meio de uma frase qualquer:
  1. Sistema antichoque incabloc é um mecanismo de relógios utilizado para proteger os componentes chamados "rubis".
  2. Sistema antichoque incabloc é um aparato horológico cuja funcionalidade permite asilar os rubis.
  3. Sistema antichoque incabloc é um mecanismo de relógios utilizado para asilar os componentes chamados "rubis".
Seja pragmático: por que optar pelo segundo, que tanto floreia? Mesmo no terceiro, onde a única palavra incomum é "asilar", por que fazer isso? Que benefício adiciona à construção da enciclopédia, cuja função é explicar algo, explicitar o funcionamento, a história, o que é algo? É, realmente, um passo na direção de cumprir essa função de enciclopédia, usar uma palavra mais difícil? Compromete essas funções que o vocabulário seja gramaticalmente perfeito, mas com linguagem simples?
É irrelevante se o leitor é culto ou inculto, se ele sabe ou não a palavra. É uma questão puramente linguística, didática. Por que correr o risco nas porcentanges de não se saber a palavra? Do consulente não entender ou ficar confuso? Por que adicionar uma palavra um pouco mais difícil se a linguagem simples explica e faz compreender melhor para qualquer um, quer saiba as palavras difícies ou não? Que propósito isso serve? --Feen (discussão) 02h16min de 17 de março de 2012 (UTC)
E "ciosamente" é um termo complexo para quem? --Stegop (discussão) 02h42min de 17 de março de 2012 (UTC)
Faça uma pesquisa no Google Notícias para "ciosamente". Agora no Google. Procure nos resultados uma página que não seja de dicionário e definição. Daí, procure no Aulete o verbete e veja como sequer foi atualizado, prossiga para o Michaelis, onde sequer consta. Tente também o Priberam, que te encaminhará a "cioso". Por fim, saia na rua e pergunte a dez pessoas o que é agir ciosamente e em seguida o que é agir com ciúmes. Não acho que "ciumento" seja ou não seja um bom sinônimo para "ciosamente", mas não vejo como "ciosamente" tem essa incomplexidade universal que você propõe. É um tanto fantasioso. --Feen (discussão) 02h51min de 17 de março de 2012 (UTC)
Pronto, como se diz na minha terra, pode levar a bicicleta, que eu fico com os pedais. Nem sequer procurei "ciosamente" no dicionário porque me pareceu evidente que é um advérbio criado a partir de cioso e sempre ouvi esta palavra sem a relacionar com linguagem rebuscada. Arriscaria mesmo dizer que é um adjetivo muito comum entre "o povo" na região onde cresci e nunca me dei conta que não fosse percebido por gente doutras proveniências e vivências. E pode não ser exatamente "ciúme". Aliás, se quer que lhe diga, por mais que puxe pela cabeça nem me ocorre um sinónimo exato para "cioso" na aceção a que me acostumei a ouvi-lo. --Stegop (discussão) 19h58min de 17 de março de 2012 (UTC)
Vaidade. W.SE (discussão) 20h49min de 17 de março de 2012 (UTC)

Another request![editar | editar código-fonte]

Hi all, I have another EN --> PT request for you. Steven and I published notes from all the meetups we had in Brazil earlier this month, and we need your help translating them. They're here on the Esplanada. Muito obrigada in advance! Maryana (WMF) (discussão) 23h09min de 16 de março de 2012 (UTC)

  • Translated Curitiba and São Paulo sections. :) —Tschis Fale comigo! 03h29min de 17 de março de 2012 (UTC)

Revisão de tradução do galego[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia revisar a tradução do galego, na seção "Meio ambiente" (Medio ambiente), do artigo O Porriño? O galego é moi parecido co portugués. O que torna fácil, aos que tem um grande domínio de português, em especial, a gramática. Eduardo Pazos (discussão) 16h17min de 17 de março de 2012 (UTC)

Fiz algumas melhorias na seção. Saudações, --Fulviusbsas (discussão) 12h20min de 3 de abril de 2012 (UTC)

Tradução da página sobre Lamartine Babo para o inglês[editar | editar código-fonte]

Boa noite,

Por favor eu gostaria de disponibilizar a página sobre o Lamartine Babo em inglês. Pelo que consultei este trabalho não está em andamento. Eu não tenho inglês fluente e de qualidade para fazer a tradução, vocês podem me ajudar? Quanto ao trabalho de incluir as informações traduzidas e disponibilizar a página eu faço. Vai ser a primeira vez que edito/converto uma página.

Obrigada, Sandrara (discussão) 22h35min de 18 de março de 2012 (UTC)

Revisão de tradução[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia revisar a tradução desse artigo? Eduardo Pazos (discussão) 01h34min de 22 de março de 2012 (UTC)

Acho que a tradução estava boa. Fiz algumas modificações, sinta-se livre de reverter o que não concordar.JF (discussão) 14h21min de 22 de março de 2012 (UTC)

Revisão de tradução[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia me ajudar a revisar a tradução do artigo Alexandria (Itália)? Deixa que eu traduzo o restante para o português. Eu traduzi do. Eduardo Pazos (discussão) 15h29min de 26 de março de 2012 (UTC)

Documentação do Wiki Cleaner[editar | editar código-fonte]

Gostaria de solicitar a tradução da documentação do Wiki Cleaner (que encontra-se aqui), pois seria de grande utilidade para o projeto. Kascyo falaê! 14h01min de 31 de março de 2012 (UTC)

Sua ligação estava quebrada, tomei a liberdade de corrigir. No mais, onde deveria ser criado o artigo traduzido? Saudações. --Feen (discussão) 22h56min de 1 de abril de 2012 (UTC)
Seguindo o mesmo exemplo da wiki anglófona, em uma subpágina do criador NicoV D​ C​ E​ B. Kascyo falaê! 10h34min de 2 de abril de 2012 (UTC)

Traduzione[editar | editar código-fonte]

Dá para se ter uma ideia pelo título, que é uma tradução do italiano para o português. Eu não sei italiano, mas sei português, espanhol e galego básico. Então traduzi o artigo com o Google Tradutor. E vi se fazia sentido ou não no contexto. Essa tradução é de um artigo sobre um militar e aviador italiano, que faleceu no Rio de Janeiro. Alguém poderia traduzir isso?:

Allo scoppio della prima guerra mondiale è assegnato dalla Regia Marina in Adriatico, prima sulla nave da battaglia Giulio Cesare e poi sull'esploratore Aquila. Nella notte tra il 10 e l'11 febbraio 1918 partecipa con Gabriele D'Annunzio alla beffa di Buccari.

Intanto inizia a conoscere gli idrovolanti. Celebri sono le sue trasvolate con Francesco De Pinedo e con Arturo Ferrarin che lo portano sino in Australia ed a stabilire diversi record di permanenza in volo e di distanza percorsa. Nel 1928 in coppia con Ferrarin, a bordo di un idrovolante Savoia-Marchetti S.64, conquistò il primato mondiale di durata di volo in circuito chiuso (7 666 km in 58 h 37 min) ed il primato di distanza senza scalo da Montecelio (Roma) a Touros (Brasile), percorrendo in 49 h 19 m 7 163 km[1] [2] . L'8 luglio dello stesso anno, mentre si trova in Brasile per collaudare il Savoia-Marchetti S.62, ha un grave incidente. Trasportato a Rio de Janeiro gli viene amputata una gamba, ma le sue condizioni peggiorano. Muore il 16 agosto 1928.È decorato con Medaglia d'oro al Valore Aeronautico. In onore all'aviatore Lucchese, l'Aero Club Lucca gli ha dedicato il nome del proprio sodalizio.


Ao deflagrar-se a I Guerra Mundial foi designado, pela Marinha Real no Adriático, primeiro para o navio de guerra Giulio Cesare, e depois para o explorador Aquila. Na noite entre 10 e 11 de fevereiro de 1918 participou, com Gabriele D'Annunzio, na Burla de Buccari (pode ser também o Raide ou Assalto de Buccari).
Entrementes, começou a conhecer os hidroaviões. São célebres seus voos com Francesco De Pinedo e Arturo Ferrarin, que o levaram à Austrália e estabeleceram diversos recordes de permanência em voo e de distância percorrida. Em 1928, junto com Ferrarin, a bordo de um hidroavião Savoia-Marchetti S.64, conquistou o recorde mundial de duração de voo em circuito fechado (7.666 km em 58 h 37 min) e o recorde de distância percorrida sem escala, saindo de Montecelio em Roma e chegando em Touros no Brasil em 49 h 19 min, cruzando 7.163 km. Em 8 de julho do mesmo ano, enquanto estava no Brasil testando o Savoia-Marchetti S.62, sofreu um grave acidente. Transportado ao Rio de Janeiro, teve uma perna amputada, mas suas condições pioraram, morrendo em 16 de agosto de 1928. Foi condecorado com a medalha de ouro do Valor Aeronáutico. Em homenagem ao aviador nativo da cidade, o aeroclube de Lucca foi batizado com seu nome.

Tetraktys (discussão) 16h15min de 3 de abril de 2012 (UTC)

Obrigado pela ajuda na traducão. Eduardo Pazos (discussão) 00h36min de 6 de abril de 2012 (UTC)

Referências

Eduardo Pazos (discussão) 15h28min de 2 de abril de 2012 (UTC)

Ajuda em citação[editar | editar código-fonte]

Oi, gostaria de uma ajuda na tradução de uma citação pra mim. Essa citação fala o pq que escreveram a canção Chinese Democracy. Entendi pouco e gostaria que alguém traduzisse para mim. A citação se encontra na wiki em inglês na seção "Origins". Fico agradecido a quem me ajudar. Valeu. ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 19h52min de 2 de abril de 2012 (UTC)

Citação: O filme Kundun estava passando na televisão, sobre o Dalai Lama. Eu estava me preparando para sair... e era o fim do filme. E o Dalai Lama estava para atravessar a fronteira para, sabe, entrar em exílio do seu próprio país pelo resto da sua vida. E ele olha para os homens que o ajudaram, e você sabe que ele escapou do governo Chinês. E ele olha para eles e acena, e eles acenam de volta. E então eles mostram uma cena onde ele olha novamente para os homens e vê cada um deles morto. Porque ele sabia que eles seriam mortos, e eles sabiam que ajudá-lo causaria as suas mortes. E você sabe a emoção da próxima canção, que é sobre isso tudo. Não é uma canção inteligente. Não tem a resposta para nada. E não é necessariamente a favor ou contra a China. É só que a China, no momento, simboliza um dos mais fortes, porém mais opressivos, países e governos no mundo. E nós [Americanos] somos sortudos por viver num país livre. E só em pensar nisso eu fico com raiva, e nós escrevemos essa pequena música chamada "Democracia Chinesa".Tschis Fale comigo! 20h02min de 2 de abril de 2012 (UTC)

Muito obrigado pela ajuda amigo, vlw! ʍą†ʜɛʋʂ~ʂɪΐvą (discussão) 20h15min de 2 de abril de 2012 (UTC)

Ajuda em tradução longa[editar | editar código-fonte]

Gostaria de ajuda para traduzir o longo artigo Simulation_hypothesis. Posso também revisar as traduções de inglês intermediário dos que quiserem ajudar sem proficiência. --Igorhb (discussão) 11h26min de 3 de abril de 2012 (UTC)

Tradução - Quarta cúpula do BRICS[editar | editar código-fonte]

Como podem ver isso é um evento recente.

The 2012 BRICS summit was the fourth annual BRICS summit, an international relations conference attended by the heads of state or heads of government of the five member states Brazil, Russia, India, China and South Africa. The summit was held at Taj Palace Hotel[1] in New Delhi, India on 29 March 2012[2] and began at 10:00 Indian Standard Time.[3] This is the first time that India has hosted a BRICS summit.[4] The theme of the summit was "BRICS Partnership for Global Stability, Security and Prosperity".[2] The summit witnessed a number of discussions among the attending state leaders on economic and political issues, including the global economy, terrorism and energy security.

Líderes

Zuma's delegation included the Minister of Trade and Industry, Rob Davies and business executives. All five trade ministers were present as well.

Eduardo Pazos (discussão) 01h07min de 6 de abril de 2012 (UTC)

A cúpula dos BRICS de 2012 foi a quarta versão do evento anual, uma conferência de relações internacionais à qual comparecem os chefes de estado dos cinco países-membros: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A cúpula aconteceu no hotel Taj Palace em Nova Deli, a 29 de março de 2012 e começou às 10:00 no horário oficial indiano. Foi a primeira vez que a Índia hospedou a cúpula dos BRICS. O tema do evento foi "A Parceria dos BRICS para a Estabilidade Global, Segurança e Prosperidade" A cúpula teve diversas discussões entre os chefes de estado sobre questões políticas, incluindo a economia global, o terrorismo e a segurança energética.
A delegação de Zuma incluiu o Ministro do Comércio e Indústria, Rob Davies, e executivos. Todos os cinco ministros do comércio estavam presentes também.
Talvez "segurança energética" tenha um termo próprio. Saudações. --Feen (discussão) 17h16min de 6 de abril de 2012 (UTC)

Obrigado pela traducão, Feen. Eduardo Pazos (discussão) 02h11min de 7 de abril de 2012 (UTC)

The aims of the bank would include: funding development and infrastructure projects in developing and least developed countries;[17] lending, in the long term, during global financial crises such as the Eurozone crisis;[18] and issuing convertible debt, which could be bought by the central banks of all the member states and hence act as a vessel for risk-sharing. Senior expert Alexander Appopkin pointed out that such a "BRICS bank" would not require considerable capital investment to set up.

As metas do banco incluem: financiar projetos de desenvolvimento e infraestrutura em países em desenvolvimento; [17] emprestando dinheiro, a longo prazo, durante crises econômicas como crise na Zona do Euro; [...]

Eduardo Pazos (discussão) 02h19min de 7 de abril de 2012 (UTC)

Apenas perdeu algumas informações no processo. Sugiro "as metas do banco incluiriam (...) em países em desenvolvimento e subdesenvolvidos." Saudações. --Feen (discussão) 08h02min de 7 de abril de 2012 (UTC)

Traducción - Idade de ouro islâmica[editar | editar código-fonte]

Tradução de espanhol para português:

A partir de aquí, el uso del papel se propagó hacia el Oeste, hacia Fez y de allí a Al-Ándalus, desde donde sería exportado a Europa en el siglo XIII.

A partir dali, o uso do papel propagou-se ao Oeste, a Fez e dali ao Al-Andalus, de onde seria exportado à Europa no século XIII.

Gran parte de estas enseñanzas en desarrollo pueden enlazarse con la geografía. Incluso anteriormente a la presencia islámica, la ciudad de La Meca servía como centro del comercio en Arabia. La tradición de la peregrinación a la Meca la convirtió en un centro de intercambio de ideas y mercancías. La influencia de los mercaderes musulmanes sobre el comercio África-Arabia y Asia-Arabia fue tremenda. Como resultado, la civilización islámica creció sobre la base de su economía mercantil, en contraste con los cristianos, indios y chinos, quienes construyeron sus sociedades a partir de la nobleza terrateniente agrícola. Los comerciantes musulmanes transportaron sus mercancías y su fe a China, a La India (el subcontinente indio tiene actualmente 230 millones de creyentes musulmanes), y a los reinos del oeste africano, regresando de estos países con nuevas invenciones. Los comerciantes usaron su riqueza para investigar en textiles y plantaciones.

Grande parte destes ensinamentos em desenvolvimento se interconectam com a geografia (obs: não sei a que se refere a frase). Mesmo antes da presença islámica, a cidade da Meca servia como centro comercial na Arábia. A tradição de peregrinação à Meca transformou-a num centro de intercâmbio de ideias e mercadorias. A influência dos comerciantes muçulmanos no comércio entre a Arábia e a África e a Ásia foi muito grande, fazendo com que a civilação islámica se desenvolvesse sobre uma base mercantil, contrastando com os cristãos, indianos e chineses, que construíram suas sociedades a partir de uma nobreza cujo poder estava fundado na posse de terras e produção agrícola. Os comerciantes muçulmanos levaram suas mercadorias e sua fé à China, Índia (que atualmente tem 230 millões de muçulmanos) e aos reinos da África Ocidental (obs: pelo que sei de história deveria ser África Oriental), regressando destes países com novas invenções. Os comerciantes usaram sua riqueza para melhorar a produção têxtil e agrícola (?).

Al igual que los comerciantes, los misioneros sufíes también jugaron un importante papel en la difusión del islam, llevando su mensaje a varias regiones. Estas regiones incluyen: Persia, la antigua Mesopotamia, Asia Central y el Norte de África, aunque el misticismo sufí también tuvo una importante influencia en partes del Este de África, Anatolia (la actual Turquía), el Sur de Asia, el Este de Asia y el Sudeste asiático.

Da mesma maneira que os comerciantes, os missionários sufistas também tiveram um papel destacado na difusão do Islão, levando sua mensagem a várias regiões do mundo. Estas incluem a Pérsia, a antiga Mesopotâmia, a Ásia Central e o Norte da África. O misticismo sufista teve também influência em partes da África Oriental, Anatólia (atual Turquia), sudeste e sul da Ásia. --Fulviusbsas (discussão) 15h00min de 15 de abril de 2012 (UTC)

Muchas obras de la antigüedad clásica que de otro modo se hubieran perdido fueron traducidas al árabe para, posteriormente, ser traducidas también al turco, persa, hebreo y latín.

Muitos livros da Antiguidade Clássica, que de outra forma poderiam ter sido perdidos, foram traduzidos ao árabe. Do árabe essas obras foram, posteriormente, traduzidas ao turco, persa, hebreu e latim. --Fulviusbsas (discussão) 21h46min de 19 de abril de 2012 (UTC)

Eduardo Pazos (discussão) 17h40min de 19 de abril de 2012 (UTC)

Província de Tui[editar | editar código-fonte]

Limites[editar | editar código-fonte]

Los límites respecto a Santiago estaban marcados por el río Verdugo y desde allí al extremo norte de la serra do Suído (Marco da Corcheta). Lindaba con la antiga provincia de Orense a la altura de la confluencia del pequeño arroyo Barxas con el Miño, en la orilla derecha de este último; desde allí seguía hacia el Norte a través de las cumbres de los montes de Barcia do Seixo, hasta llegar al ya citado Marco da Corcheta, donde también confluía la provincia de Santiago.

Aunque se pudiera crer que estos límites coincidían con los de la diócesis tudense, no era así, pues esta se extendía hasta localidades orensanas y portuguesas.

Em relação a Santiago, os limites estavam marcados pelo rio Verdugo e iam dali ao extremo norte da serra do Suído (Marco da Corcheta). Limitava com a antiga província de Orense à altura da confluência entre o pequeno arroio (ou riacho) Barxas e o rio Minho, na margem direita deste; dali seguia ao norte, pelos picos dos montes de Barcia do Seixo, até chegar ao mencionado Marco da Corcheta, onde também confluía a província de Santiago.
Ao contrário do que possa parecer, estes limites não coincidiam com os da diocese tudense, pois esta se estendia até localidades de Orense e Portugal.

Valor administrativo[editar | editar código-fonte]

Como en los demás casos de las antiguas provincias, no tenían las funciones administrativas que les fueron adjudicadas desde el período liberal. Su valor era fiscal, para repartir los impuestos, que se pagarían a través de la cabeza de la provincia, es decir, Tuy. Otro valor era representativo, pues los diputados de la Xunta de Galicia, se repartían según esas mismas cabezas provinciales.

Como ocorria com outras antigas províncias, não tinham as funções administrativas que passaram a ter no período liberal. Seu valor era fiscal, para a repartição de impostos, pagos através da capital da província, ou seja, Tui. Seu outro papel era o administrativo, pois os deputados da Junta da Galiza se distribuíam de acordo com estas mesmas capitais provinciais. --Fulviusbsas (discussão) 12h17min de 20 de abril de 2012 (UTC)

Eduardo Pazos (discussão) 00h56min de 20 de abril de 2012 (UTC)

Behind These Hazel Eyes[editar | editar código-fonte]

Estou traduzindo o artigo "Behind These Hazel Eyes" de sua versão anglófona, e o trecho em negrito "Clarkson considered "Behind These Hazel Eyes" as one of her favorite songs and she once intended to name Breakaway after the song.", me deixa confuso ao chegar a uma tradução correta. Já tentei ir na fonte citada, mas não facilitou a tradução. Agradeço quem puder me ajudar. Iuri i10 02h26min de 20 de abril de 2012 (UTC)

Clarkson considerou "Behind These Hazel Eyes" como uma das suas canções preferidas, e a determinada altura chegou a considerar dar esse título ao álbum". Ou intitular o álbum; como queira. Name after não tem expressão equivalente, e trata-se de dar um nome a alguma coisa com base noutra coisa homónima. Polyethylen (discussão) 03h06min de 20 de abril de 2012 (UTC)
Obrigado, sua tradução me ajudou a entender o trecho. Para não haver muitas repetições de termos no texto, coloquei assim: "A intérprete considera a obra como uma de suas favoritas e cogitou a nomear o material com o mesmo título." Iuri i10 03h29min de 20 de abril de 2012 (UTC)
O "material" não convém. Eu já tinha substituído "breakable" por "álbum" para evitar repetições. Mas por material não se entende do que está a falar. O mesmo para obra. Não há precisão, o que pode levar a ambiguidades sobre qual é a expressão para o single e para o álbum. Polyethylen (discussão) 03h55min de 20 de abril de 2012 (UTC)
"cogitou a nomear" ou "cogitou nomear" ? W.SE (discussão) 04h20min de 20 de abril de 2012 (UTC)

Revisão de tradução História do chocolate na Espanha[editar | editar código-fonte]

Eu traduzi esse artigo. Alguém poderia revisar a tradução do artigo? Eduardo Pazos (discussão) 17h15min de 24 de abril de 2012 (UTC)

Revisei e rescrevi alguns trechos. O que achou? -- Daniel de Souza Telles (discussão) 20h23min de 5 de maio de 2012 (UTC)

Os trechos ficaram bem-escritos. Eduardo Pazos (discussão) 13h22min de 8 de maio de 2012 (UTC)

Ceiling boss ou roof boss[editar | editar código-fonte]

Na tradução do artigo Homem Verde (en-pt) me deparei com a expressão roof boss, em Galeria da wiki anglófona.

O texto em inglês diz:

Painted wooden roof boss from Rochester Cathedral, Kent (medieval)

Minha dúvida é: essa expressão tem equivalente em português?

Gustavo de S.Neto (discussão)

Nervuras. Polyethylen (discussão) 17h55min de 5 de maio de 2012 (UTC)
Há aqui uma questão: aparentemente, os ingleses usam o termo não só para as nervuras, como para qualquer saliência do género, inclusive das paredes. Certifique-se que é mesmo disto que o texto fala. Polyethylen (discussão) 18h00min de 5 de maio de 2012 (UTC) EDIT: Não, por acaso a imagem é mesmo da figura do cruzamento das nervuras. Isso tem um nome. Não me estou a lembrar qual é. Experimente perguntar ao Tetraktys D​ C​ E. Polyethylen (discussão) 18h03min de 5 de maio de 2012 (UTC)

sim, uma tradução literal se refereria a qualquer projeção decorativa do teto. Quando se trata de ornamento colocado no cruzamento de nervuras, molduras, etc, há várias opções em português: rosão, roseta ou florão, pois geralmente são florais. No caso específico, sendo o adorno uma face, poderia ser também carranca, máscara ou mascarão Tetraktys (discussão) 00h11min de 6 de maio de 2012 (UTC)

Abóbada da Igreja dos Jerónimos com seus bocetes.
O nome é "bocete", nome emparentado ao inglês "boss". É uma peça decorativa em forma de medalhão no ponto de encontro de uma abóbada de cruzaria, comum na época gótica. Vai um exemplo ai ao lado. --Fulviusbsas (discussão) 02h59min de 6 de maio de 2012 (UTC)

Grato pelas respostas! Gustavo de S.Neto (discussão)

Bandeira da Lituânia[editar | editar código-fonte]

Estou traduzindo o artigo do inglês para o português e durante isso encontrei uma dúvida. Na secção "State (historical) flag" está escrito "proposed by Česlovas Juršėnas, the vice-speaker of the Seimas", e como não sei muito de política não sei qual o melhor termo para "speaker". Estou em dúvida entre presidente da câmara de deputados ou porta-voz. Agradeceria muito se alguém puder me ajudar. Gabriel Yuji (discussão) 04h08min de 13 de maio de 2012 (UTC)

Olhando aqui dá para entender que Speaker quer dizer o mediador da câmara legislativa, para nós brasileiros que temos duas câmaras, traduzimos para presidente. Então eu traduziria para presidente do Seimas mesmo. Leonardo Mio (discussão) 23h36min de 13 de maio de 2012 (UTC)
Obrigado, essa foi para mim a melhor escolha, mas como não entendo muito de política, decidi vir aqui e fico muito grato pela ajuda. Gabriel Yuji (discussão) 23h52min de 13 de maio de 2012 (UTC)

Aproveitando que já criei o tópico sobre o artigo, gostaria de sugerir que se alguém puder faça uma revisão, ficaria grato, só para avisar está no pt-br, mas acho que os falantes da outra variante não deve encontrar problemas. Gabriel Yuji (discussão) 04h24min de 16 de maio de 2012 (UTC)

Dúvida na tradução de nomes[editar | editar código-fonte]

Estou traduzindo alguns artigos de nobres eslovenos, a saber os Condes de Celje. Muitos dos nomes próprios destes nobres estão no nome esloveno, como Ulrik, Elizabeta, Friderik e Katarina. Estou tendo por base da tradução os artigos em inglês, e ali verifiquei que estes nomes nativos em língua eslovena são traduzidos para o inglês.

Poderia eu traduzir os nomes também em português, conferindo assim uma forma mais natural destas pronúncias? Um exemplo, Elizabeta Frankopanska no inglês está Elizabeth of Frankopan. Poderia eu verter em minha tradução para algo como Elizabeth de Frankopan, ou Isabel de Frankopan? Ou mesmo Ulrik por Ulrico e Friderik por Frederico? Seria de grande ajuda eu tirar esta dúvida. Li muitas convenções aqui da Wiki sobre o assunto, mas pelo que eu li me parece que não há consenso. Desde já agradeço a atenção. Karol Arimateyah (discussão) 13h41min de 19 de maio de 2012 (UTC)

Era prática vulgar pelo menos até há alguns anos traduzir os nomes de membros da nobreza. Por exemplo, em Portugal ninguém sabe quem é o príncipe Charles (é sempre conhecido por Carlos) mas os nomes dos filhos dele já não são traduzidos. De facto, não há consenso sobre esse assunto. Esses nobres são pessoas vivas ou falecidas há muito? Como é que seriam conhecidas nos países lusófonos no tempo em que essas pessoas eram vivas? Se foi há mais de cem anos de certeza que não deve ser polémico traduzir-lhes os nomes. O caso da senhora Elizabeta, use Elizabete ou Isabel conforme o seu gosto, ou Elizabeta se não o traduzir, mas nunca Elizabeth que é a tradução para inglês.JF (discussão) 15h40min de 19 de maio de 2012 (UTC)
Caro JF, primeiramente meus cumprimentos e meu muito obrigado pela prontidão na resposta. Na realidade procurei artigos destes nobres traduzidos para a língua portuguesa, mas não encontrei nada relacionado. Não existem traduções vernáculas para português nem, e quando vivas não tinham muita proximidade com os países lusófonos, primeiramente por terem vivido nos séculos XII e XII, justamente quando a história de Portugal começa a se desenhar. Além do mais, a nobreza do Leste Europeu possuía comunicação mais estreita com seus vizinhos, portanto não eram conhecidos na Península Ibérica. Por fim, estava lendo algumas versões em espanhol, onde os nomes são vertidos para Frederico, Ulrico, e etc; ou seja, creio que poderei traduzir os nomes sem problemas, uma vez que os biografados morreram há cerca de 700 anos. De uma maneira ou outra, usarei os nomes originais e suas traduções entre parenteses na introdução do artigo. Grato mais uma vez pela atenção. Karol Arimateyah (discussão) 15h57min de 19 de maio de 2012 (UTC)

Ainda sobre tradução de nomes[editar | editar código-fonte]

Ainda sobre o tópico acima, surgiu-me uma nova dúvida: eu estava a manter o nome do biografado como Hermann (forma alemã), na minha opinião um tanto aceitável para o português, porém a versão em língua espanhola do mesmo artigo trata o personagem por Armando. Seria grosseiro traduzi-lo por Armando ou devo manter a forma alemã? Ou ainda, usar a forma primitiva em esloveno, Herman? Karol Arimateyah (discussão) 22h06min de 19 de maio de 2012 (UTC)

Quando muito Germano ou Hermano. Em Portugal temos o Frei Hermano da Câmara e o Professor José Hermano Saraiva, sem contar com o Herman José,que nasceu alemão. Eu manteria a forma alemã, visto que corresponde a um nome invulgar em português.JF (discussão) 22h34min de 19 de maio de 2012 (UTC)
Quanto ao esloveno Herman, no lugar de Hermann? O N duplo me soa muito artificial para o português. Karol Arimateyah (discussão) 22h37min de 19 de maio de 2012 (UTC)
Ou traduzimos, ou não traduzimos. A pessoa em questão era alemã ou eslovena? Como é que o nome dessa se pessoa se escreve agora na sua língua-mãe? JF (discussão) 22h50min de 19 de maio de 2012 (UTC)
Era esloveno; nesta língua "Herman II Celjski"; a única diferença quanto ao alemão é o N a mais. Portanto, Herman II Celsjki se traduziria como Herman, Hermano, Germano ou ainda Hermann de Celje. Eis a cruel dúvida; qual sua sugestão?
Assim seria "Herman II de Celje".De onde veio a confusão da língua alemã se ele era esloveno?JF (discussão) 17h16min de 20 de maio de 2012 (UTC)
A confusão está no fato de o alemão ser a língua franca da época, e a literatura acabou transmitindo os nomes alemanizados. Grato pela ajuda, Karol Arimateyah (discussão) 17h22min de 20 de maio de 2012 (UTC)

en:Dry stone, fr:Pierre sèche, gl:Cachotería?[editar | editar código-fonte]

Já tropecei uma série de vezes neste termo, relativo a uma técnica de construção sem argamassa, que suponho que é muito comum no Portugal rural. Alguém sabe qual é o termo mais correto em português? Se o tivesse já tinha criado o artigo, para o qual deverá haver uns quantos afluentes. Obrigado. --Stegop (discussão) 23h27min de 19 de maio de 2012 (UTC)

Pelo pouco que pesquisei 1. me parece que pelo menos no Brasil o nome da técnica é de fato o equivalente de algumas traduções latinas, a saber "pedra seca". Pode ser que em Portugal tal técnica tenha outro nome. Karol Arimateyah (discussão) 23h38min de 19 de maio de 2012 (UTC)
Obrigado, Markokobal. Tinha a sensação de já ter procurado no Google, mas é evidente que não, pois logo na 1ª página da sua busca aparece pelo menos um par de fontes fiáveis. E procurando só em sites portugueses descobri imediatamente isto, que também tem todo o ar de fonte fiável. Creio que é seguro assumir que "pedra seca" é usado tanto em Portugal como no Brasil. --Stegop (discussão) 00h22min de 20 de maio de 2012 (UTC)
Fico feliz em ter contribuído de certa forma. E é um fato, essas traduções de outros idiomas nos tomam de surpresa, às vezes nem tudo o que parece é, e quando é muito óbvio acabamos por desconfiar. Achei bem diferente o termo que a língua galega usa para tal método de construção; Apesar de ser uma língua lusófona, eles possuem um vocábulo próprio para estes titos de construção. E eu não tinha conhecimento desta técnica, apesar de já ter visto vários destes muros cá no Brasil (nos séculos XVIII e XIX era comum os donos cercarem suas propriedades com estes tipos de muro, edificados sem argamassa). Saudações cordiais Stegop! Karol Arimateyah (discussão) 00h30min de 20 de maio de 2012 (UTC)
Alvenaria de pedra seca é correcto. No entanto, o mais comum é referir-se à construção simplesmente como "alvenaria seca" (sem a "pedra") que, dependendo do contexto, até lhe poderá ser mais útil na frase. Um sinónimo mais vernacular, (e neste caso já não sei se se aplica ao Brasil ou mesmo a todas as regiões de Portugal), é "alvenaria insossa". Polyethylen (discussão) 00h40min de 24 de maio de 2012 (UTC)
Obrigado, Polyethylen. Quando me decidir a criar/traduzir o artigo provavelmente vou-te pedir ajuda pelo menos para fontes. --Stegop (discussão) 00h47min de 24 de maio de 2012 (UTC)

Revisão de artigo[editar | editar código-fonte]

Gostaria de pedir ajuda na revisão da página Autódromo de Sitges-Terramar. É minha primeira tradução, baseada nas páginas das Wikipedias em inglês e em espanhol. Grato. Gui Jales (discussão) 00h06min de 20 de maio de 2012 (UTC)

Parece-me bom, mas ao fazer o artigo esqueceu de colocar as categorias, as interwikis e de formatar as referências usando citar web, além de que algumas fontes não cumprem o conceito de fonte fiável da wikipédia. Gabriel Yuji (discussão) 01h11min de 20 de maio de 2012 (UTC)

Basílica de Saint-Denis[editar | editar código-fonte]

Não sei como traduzir a expressão HEART-BURIAL, que seria isto aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Heart-burial Eu traduzi como "sepulcro do coração", mas está estranho.

em http://pt.wikipedia.org/wiki/Bas%C3%ADlica_de_Saint-Denis

"Hear-burial" é uma sepultura, só que apenas do coração de um morto, que é separado do corpo. Como "sepulcro do coração" fica muito generalizado, sugiro que o termo seja traduzido como "sepultura/sepulcro do coração de [pessoa]". Boas contribuições! — Lucas Rossi Discussão 00h20min de 24 de maio de 2012 (UTC)

Cha-La Head-Cha-La[editar | editar código-fonte]

Estou traduzindo um artigo a partir deste aqui e me deparei com um dilema. A seção "Development" vem acompanhado por uma fonte morta e que não é possível arquivar (vejam aqui), aí então surge a dúvida: colocar o conteúdo que há com a fonte morta (que não ajudaria o leitor que quisesse saber se a informação é falsa ou verdadeira) ou colocá-lo sem a fonte (algo que violaria a regra da verificabilidade)? No mesmo artigo encontrei outra dificuldade, porém menor, lá está escrito "self cover": imagino eu que como a canção é de Hironobu Kageyama e ele lançou a versão cover de sua própria música, poderia se traduzir como "auto-cover". O que acham será que existe um termo melhor ou que é usada cotidianamente no "universo musical"? Espero opiniões sobre ambas as questões e agradeço quem puder ajudar. Gabriel Yuji (discussão) 02h57min de 24 de maio de 2012 (UTC)

"Uma versão da sua própria música"? Ou "um cover da sua própria música"? Polyethylen (discussão) 03h03min de 24 de maio de 2012 (UTC)
Um cover. Gabriel Yuji (discussão) 03h34min de 24 de maio de 2012 (UTC)
O que significa cover? Já que estamos no café dos tradutores, importam-se de traduzir.JF (discussão) 10h29min de 24 de maio de 2012 (UTC)
Olhe este artigo, espero que lhe ajude. Gabriel Yuji (discussão) 14h13min de 24 de maio de 2012 (UTC)

Passagem confusa[editar | editar código-fonte]

Estou em fase de conclusão do artigo em inglês Barbara of Cilli. Umas das frases traz o seguinte texto:

Citação: "At the death of Sigismund, Barbara was released, had all her property confiscated and was thereafter exiled from Hungary. She moved to Poland, where she was given Sandomierz as a fief, according to Pagal Dlugošą."

Até esta passagem está claro: "Após a morte de Sigismundo, Bárbara foi solta, teve todas suas propriedades confiscadas e posteriormente foi exilada na Hungria. Se mudou para a Polônia, onde..."

Como traduzo isso? "... onde em Sandomierz ela teria recebido uma espécie de feudo, segundo Pagal Dlugošą"? Não ficaria obscuro? Karol Arimateyah (discussão) 22h56min de 24 de maio de 2012 (UTC)

... "onde recebeu o feudo de Sandomierz". -> Não fica confuso. Foi-lhe oferecido um território para administrar. Já agora, ela não se exilou na Hungria. Foi precisamente o contrário: foi banida da Hungria e foi para a Polónia, onde recebeu essa terra. Polyethylen (discussão) 23h02min de 24 de maio de 2012 (UTC)
Realmente Polyethylen, estava passando este meu erro absurdo. "exiled from Hungary", ela estava na Hungria e eu não tinha me dado conta. Neste caso o termo não se traduziria por exilada, mas expulsa ou banida, por isso ela se mudou para Polônia. Mas enfim, o que me incomodou foi o "as a fief". Dá a entender que seria uma espécie de feudo, não um feudo em si. De todas maneiras, grato pela valiosa ajuda! Karol Arimateyah (discussão) 23h11min de 24 de maio de 2012 (UTC)
Não é esse o sentido de "as a" neste contexto. Aqui o como pode ser sinónimo de enquanto. Vou dar exemplos: "eu dei-lhe 30 euros como pagamento pelo seu serviço" ou "eu fui a uma peregrinação como promessa pelas minhas orações". Neste caso, poder-se-ia completar a frase original com "foi-lhe oferecido o território de Sandomierz como feudo." Porque um feudo não é um tipo de território ou divisão administrativa, mas sim a forma jurídica e os meios em que esse território/reino/condado/etc é oferecido a alguém e depois administrado. É um pouco semelhante ao arrendamento/aluguer nos dias de hoje, só que neste caso a renda era paga em vassalagem. Polyethylen (discussão) 00h37min de 25 de maio de 2012 (UTC)
Muito boa definição do que é feudalismo; porém já o sabia (desde o primário). Minha dúvida se resumia unicamente ao uso do "as a". Contudo, valeu a pena a retrospectiva e o esclarecimento do uso de "as a" no contexto supracitado. Karol Arimateyah (discussão) 00h50min de 25 de maio de 2012 (UTC)

Revisão de artigo[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia revisar a tradução que acabo de finalizar do artigo Bárbara de Celje? O artigo em inglês apresenta alguns termos comumente usados na nobiliarquia que me deixaram um pouco confuso no decorrer da tradução. Agradeço desde já quem se dispuser. Karol Arimateyah (discussão) 06h03min de 25 de maio de 2012 (UTC)

Árabe[editar | editar código-fonte]

Arabic inscription in a pair of Iznik tiles.JPG

Alguém consegue me dizer o que está escrito nesta imagem e uma possível transliteração no alfabeto latino? Boas! José Luiz disc 23h27min de 26 de maio de 2012 (UTC)

Pela resposta que lhe deram na wikipédia em árabe uma tradução livre poderá ser "Não há outro Deus senão Alá e Maomé é o seu mensageiro".JF (discussão) 17h35min de 29 de maio de 2012 (UTC)
Pra quem estava curioso, é a Chahada. José Luiz disc 21h59min de 29 de maio de 2012 (UTC)

Formação e evolução do Sistema Solar[editar | editar código-fonte]

Trecho 6[editar | editar código-fonte]

Recuperando um pedido meu: "Theorists believe it is no accident that Jupiter lies just beyond the frost line. Because the frost line accumulated large amounts of water via evaporation from infalling icy material, it created a region of lower pressure that increased the speed of orbiting dust particles and halted their motion toward the Sun. In effect, the frost line acted as a barrier that caused material to accumulate rapidly at ~5 AU from the Sun. This excess material coalesced into a large embryo of about 10 Earth masses, which then began to grow rapidly by swallowing hydrogen from the surrounding disc, reaching 150 Earth masses in only another 1000 years and finally topping out at 318 Earth masses. Saturn may owe its substantially lower mass simply to having formed a few million years after Jupiter, when there was less gas available to consume." - Sarilho1 (discussão) 11h11min de 27 de maio de 2012 (UTC)

Os teóricos acreditam que o facto de Júpiter se encontrar atrás da "linha de gelo" não é fruto do acaso. Uma vez que esta "linha de gelo" acumulou uma imensa quantidade de água, através da evaporação da precipitação de gelo atraída pela força gravitacional, deu origem a uma região de baixas pressões que aumentou a velocidade das partículas orbitais e interrompeu a sua trajectória em direcção ao sol. De facto, a "linha de gelo" actuou como uma barreira que levou a que a matéria se acumulasse rapidamente a cerca de 5 UA do sol. Esta matéria excedentária agregou-se numa massa cerca de dez vezes maior que a da Terra, que começou a aumentar rapidamente de tamanho ao absorver hidrogénio do anel em volta, atingindo então 150 vezes a massa terrestre durante apenas um milénio, e estabilizando por fim a 318 vezes a massa terrestre. Por sua vez, a massa de Saturno, significativamente menor, pode dever-se simplesmente a ter sido formado alguns milhões de anos depois de Júpiter, quando existiam já menos gases disponíveis para serem consumidos.
Obs: coloquei "linha de gelo" entre parentesis porque não sei se há algum termo astronómico mais apropriado. Polyethylen (discussão) 21h43min de 28 de maio de 2012 (UTC)
No artigo também usei a expressão linha de gelo, mesmo não gostando muito, baseado no artigo aqui na wikipédia (Linha do gelo). Obrigado por me traduzir o trecho e por me ter avisado na minha página de discussão que o tinha feito. - Sarilho1 (discussão) 11h08min de 29 de maio de 2012 (UTC)
Sugiro "Os teóricos acreditam que o facto de Júpiter se encontrar imediatamente a seguir à linha de gelo não é fruto do acaso. Também não sei se "linha de gelo" é correcto, mas acho que "imediatamente a seguir" é uma tradução mais adequada do que "atrás" para "just beyond". Quanto ao resto, não me ocorre melhor.JF (discussão) 21h45min de 29 de maio de 2012 (UTC)
Ah! Falta escrever "sol" com letra maiúscula.JF (discussão) 21h46min de 29 de maio de 2012 (UTC)

Revisão de tradução do inglês - Bibliomancia[editar | editar código-fonte]

A Bibliomancia é o uso de livros em adivinhação. O método de empregar livros sagrados (especialmente palavras específicas e versos) para "medicina mágica", removendo entidades negativas, ou para a adivinhação é difundido em muitas religiões do mundo:

O que o Vedas foram para os hindus, Homero aos gregos, e Ovídio e Virgílio para os antigos romanos, o Antigo Testamento foi para os judeus, o Antigo e Novo Testamento para os cristãos, e o Alcorão para os muçulmanos. - Enciclopédia Judaica, Edição 1906.

Bibliomancy is the use of books in divination. The method of employing sacred books (especially specific words and verses) for 'magical medicine', for removing negative entities, or for divination is widespread in many religions of the world:

What the Vedas were to the Hindus, Homer to the Greeks, and Ovid and Virgil to the Romans, the Old Testament is to the Jews, the Old and New Testaments to the Christians, and the Quran to the Muslims. -- Jewish Encyclopedia, 1906 edition
Eu particularmente traduziria a passagem Citação: "é o uso de livros em adivinhação" por "é o uso de livros para adivinhação e a passagem Citação: "or 'magical medicine', for removing negative entities..." como "ou 'medicina mágica', para a remoção (ou expulsão) de entidades nagativas...". Saudações Karol Arimateyah (discussão) 22h13min de 27 de maio de 2012 (UTC)
PS. É altamente recomendável a assinatura da postagem usando os 4 tiles (~~~~). Karol Arimateyah (discussão) 22h15min de 27 de maio de 2012 (UTC)
Mas os links da minha assinatura não vão confundir com o da revisão do texto traduzido? Eduardo Pazos (discussão) 22h19min de 27 de maio de 2012 (UTC)
Abrindo aspas quando for citar o texto, ou inseri-lo como citação (<span style="color:gray;">'''Citação: '''texto...</span>) e depois dando um espaçamento só pra depois assinar, difícil é confundir. Na realidade, também a correção ou revisão geralmente é feita com o artigo já publicado; se estiver totalmente traduzido, marque com {{em tradução}} e depois poste o link para o artigo aqui nos tópicos. Na minha opinião confuso mesmo é inserir todo o texto aqui na esplanada. Karol Arimateyah (discussão) 22h31min de 27 de maio de 2012 (UTC)
Há algo de estranho nos tempos verbais. É certo que já há não gregos nem romanos clássicos, mas continua a haver hindus e judeus. Se traduzirmos à letra o texto original, devemos usar o passado para os hindus e o presente para os judeus, mas será que já não há hindu nenhum que não use os vedas para divinação?JF (discussão) 21h54min de 29 de maio de 2012 (UTC)

Dúvida[editar | editar código-fonte]

Estou traduzindo o artigo Preslava a partir do inglês, e muitas passagens do original se encontram em linguagem parcial. Seria errôneo se eu traduzisse o texto vertendo para imparcial ou suprimindo algumas passagens exageradas, ou o correto seria manter o texto original, mas traduzido em sua integridade? Karol Arimateyah (discussão) 13h45min de 29 de maio de 2012 (UTC)

O correcto é corrigir, reciclar, e eventualmente eliminar tudo o que seja de fiabilidade duvidosa ou fora das regras do projeto. Pode até reordenar os parágrafos e a estrutura se assim o entender. A existência de erros e de textos de fraca qualidade é transversal a todas as wikipédias. A en.wiki não é nenhuma garantia de fiabilidade. Aproveite e corrija o original também, se assim o entender. A única coisa que não se deve modificar são citações directas de autores consagrados e fontes fiáveis. Polyethylen (discussão) 13h56min de 29 de maio de 2012 (UTC)
Realmente tenho me dado conta da ausências de fontes muitas vezes, onde tenho que me dedicar algum tempo buscando fontes verificáveis para dar credibilidade aos artigos em português. Pelo jeito neste artigo não será diferente. Cita pouquíssimas ou quase nenhuma fonte. Mais uma vez meu muito obrigado. Saudações cordiais. Karol Arimateyah (discussão) 14h10min de 29 de maio de 2012 (UTC)

Revisão de tradução - História do chocolate na Espanha[editar | editar código-fonte]

Com gentileza, alguém poderia ajudar a revisar a tradução do artigo História do chocolate na Espanha? O artigos apresenta muitas referências em vermelho. Traduzi o artigo do espanhol. Não dá para se fazer uma tradução literal, se convém fazer uma adaptação. Vou mostrar os trechos que não foram revisados:

"La introducción de este ingrediente en las costumbres culinarias españolas fue ciertamente inmediato, comparado con la de otros ingredientes traídos de América, y su popularidad y aceptación en todos los estamentos de la sociedad española alcanzó niveles muy elevados ya a finales del siglo XVI. Desde sus comienzos, el chocolate fue considerado por los españoles como una bebida y permaneció en ese concepto hasta principios del siglo XX.

A introdução desse ingrediente nos costumes da culinária espanhola foi certamente de imediato, comparado com os ingredientes trazidos da América, e sua popularidade e aceitação em todos os estamentos da sociedade espanhola alcançou níveis muito elevados a princípio em finais do século XVI. Desde a sua descoberta, o chocolate foi considerado pelos espanhóis como uma bebida e permaneceu nesse conceito até o início do século XX.

Desde el primer momento se endulzó con azúcar de caña, y fueron los españoles los primeros en difundirlo en Europa. En la América precolombina el chocolate se condimentaba con chiles y resultaba una mezcla amarga y picante cuyo sabor no agradó inicialmente a los conquistadores españoles, que pronto se vieron motivados a endulzarlo con azúcar traído desde la Península Ibérica, además de prepararlo caliente.

Desde o primeiro momento a cana é adoçada e foram os espanhóis os primeiros a difundi-lo na Europa. Na América pré-colombina o chocolate foi condimentado com pimenta e resultava na mistura do sabor sabor amargo e picante cujo sabor não agradou inicialmente os conquistadores espanhóis, que rapidamente viram-se motivados a adoçá-lo com o açúcar trazído da Península Ibérica, além de prepará-lo quente.

Durante cerca de cien años, desde su aparición en los puertos de Andalucía, el chocolate se popularizó como bebida en España. En este periodo el furor por el chocolate hacía que fuese servido en forma de bebida en la Corte, mientras que la fórmula era desconocida en el resto del continente. Posteriormente, el chocolate se difundió desde España al resto de Europa, y los países que primero lo adoptaron fueron Italia, y después Francia.

Por cerca de cem anos, desde sua aparição nos portos de Andaluzia, o chocolate se popularizou como bebida na Espanha. Neste período o furor causado pelo chocolate foi servido na forma de bebida pela Corte, enquanto que a fórmula era desconhecida no resto do continente. Posteriormente, o chocolate se difundiu da Espanha para o resto da Europa, e os países que o primeiro adotaram foram Itália, e depois França.

La gran popularidad de la bebida en la sociedad española hasta el siglo XIX se puede ver reflejada en diversas anotaciones de viajeros que visitaron la Península Ibérica: se llegó a decir que «el chocolate es para el español lo que es el té para el inglés». De esta forma, el chocolate logró convertirse en un símbolo nacional. La afición tan desmedida por esta bebida hizo que el café se incorporara tardíamente a las costumbres culinarias españolas, comparado con la incorporación que tuvo en otros países europeos. En España el chocolate era considerado exclusivamente como una bebida reconfortante y apenas era empleado en otros aspectos culinarios, existiendo raras excepciones de platos clásicos españoles donde el cacao entre como ingrediente. Tras la Guerra Civil Española la costumbre fue decayendo poco a poco a favor del consumo de café. En la actualidad las empresas chocolateras, las chocolaterías y los museos van dejando rastros de la historia de esta bebida en España.

A grande popularidade da bebida na sociedade espanhola até o século XIX é refletida em diversas anotações de viajantes que visitaram a Península Ibérica: chegaram a dizer que «o chocolate é para o español assim que o chá para o inglês». Dessa forma, o chocolate chegou a se converter em um símbolo nacional. A afição tão desmedida por esta bebida fez que o café se incorporasse tardiamente nos costumes da culinária espanhola, comparado com a incorporação que teve em outros países europeus. Na Espanha o chocolate era considerado exclusivamente uma bebida reconfortante e apenas era utilizado em outros aspectos culinários, existindo raras exceções de pratos clássicos espanhóis onde o cacau entre como ingrediente. Após a Guerra Civil Espanhola o costume foi decaindo aos poucos a favor do consumo de café. Atualmente as empresas chocolateiras, as chocolaterias e os museus vão deixando rastros da história dessa bebida na Espanha."

Eduardo Pazos (discussão) 14h19min de 29 de maio de 2012 (UTC)

Eduardo, você desceu o seu tópico e manteve as referências? Elas estão desconfigurando a página. Não seria melhor terminar o artigo e publicá-lo e depois marcá-lo para revisão de tradução? É muito texto para se inserir aqui no tópico, o que acaba confundindo a leitura. Karol Arimateyah (discussão) 18h30min de 29 de maio de 2012 (UTC)

Mais morto que seus poemas??[editar | editar código-fonte]

No artigo Dutch literature, The 19th Century, que estou traduzindo, o 10º parágrafo da seção começa assim:

In November 1881 Jacques Perk (born 1860) died. He was no sooner dead, however, than his posthumous poems, and in particular a cycle of sonnets called Mathilde (...).

Como eu poderia traduzir a parte em negrito?

Gustavo de Santa Neto (discussão) 01h40min de 4 de junho de 2012 (UTC)

Não há tradução literal de no sonner ... than. Mas o sentido é "imediatamente depois". Portanto, "imediatamente depois de ele morrer, foram publicados"... Polyethylen (discussão) 01h50min de 4 de junho de 2012 (UTC)
Valeu!Gustavo de Santa Neto (discussão) 01h59min de 4 de junho de 2012 (UTC)

Meta[editar | editar código-fonte]

I know this is slightly unusual, but we're currently translating a Request for Comment on Meta, and it would be great to have Portuguese. The page needing translation is this one, and you can do it without a Meta account. Any help would be greatly appreciated! Muito obrigado, Steven (WMF) (discussão) 18h25min de 5 de junho de 2012 (UTC)

I can help on it, if you want yo. Can I start this translation to portuguese language? Karol Arimateyah (discussão) 20h06min de 5 de junho de 2012 (UTC)
Please do. :) Steven (WMF) (discussão) 00h23min de 6 de junho de 2012 (UTC)

latinista de plantão por favor![editar | editar código-fonte]

alguém poderia traduzir esta inscrição?

REGNANTE MARIA I * IOANNE PRINCIPE * LUSITANIAE CLAVUM TENENTE * AUSPICE GUBERNATORE * PAULO IOSEPHO DASILVA GAMA * IN BENEFICIUM * COMERCII NAVIGATIONISQUE * HOC ELEGANTISSIMUM OPUS * POSITUM ET CONSTRUCTUM EST * ANNO 1806

obrigado! Tetraktys (discussão) 03h47min de 9 de junho de 2012 (UTC)

Tradução livre: Sendo Rainha Maria I e João Prícipe Regente de Portugal (Lusitânia), pelo Governador Paulo José da Silva Gama, em benefício do comércio e da navegação foi ordenada e construida esta obra elegantíssima.

Ou, na ordem direta: Esta obra elegantísiima foi ordenada e construida pelo governador Paulo José da Silva Gama em benefício do comércio e da navegação, sendo Rainha Maria I e Prícipe Regente João.--Limper (discussão) 18h32min de 27 de junho de 2012 (UTC)

obrigado Limper! Tetraktys (discussão) 20h17min de 27 de junho de 2012 (UTC)

Washington Irving[editar | editar código-fonte]

Ao traduzir da versão anglófona de Washington Irving, na subseção "Final years and death", no primeiro parágrafo da subseção, encontro:

Returning from Spain in 1846, Irving took up permanent residence at Sunnyside and began work on an "Author's Revised Edition" of his works for publisher George Palmer Putnam.

  • Author's Revised Edition=? revisão de suas edições (talvez)
  • publisher=? publicado por, publicador, editor (talvez)

Cumprimentos, RafaWiki (Pois Não?) 18h03min de 9 de junho de 2012 (UTC).

Sim. Começou a trabalhar numa edição revista pelo próprio. Publisher é o editor ou a editora, no sentido da oficina que publica a obra. Em inglês não há distinção. Pelo menos até ao século XIX era muito comum as oficinas de publicação serem unipessoais, ou seja, terem associado o nome do próprio dono, que acabava por ser o responsável máximo pela publicação, escolha das obras e contacto com o próprio autor. Hoje em dia não é bem assim. São empresas de grande dimensão, e o trabalho que dantes estava concentrado na figura do "editor" é distribuído por imensas pessoas. Escolha o termo consoante o contexto da frase. Polyethylen (discussão) 18h12min de 9 de junho de 2012 (UTC)

Collation[editar | editar código-fonte]

Está acontecendo aqui a tradução de um artigo sobre um documento muito importante da história bíblica, mas empaquei no significado da palavra "collation", alguém aqui tem ideia de qual seria a tradução mais correta nesse caso? Bruno Ishiai (discussão) 18h12min de 16 de junho de 2012 (UTC)

No sentido da frase, trata-se de reunir em texto único. O termo mais aproximado para a tradução é coligir; mas, ao contrário do inglês collated que é de uso comum, este coligir é de uso raro na língua portuguesa e pode ir contra a recomendação de tornar acessíveis os termos técnicos. E dé-me a impressão que ali houve também uma tradução e interpretação dos folios dos manuscritos, e não só uma compilação. Não sei. Avalie o caso como achar melhor. Polyethylen (discussão) 18h22min de 16 de junho de 2012 (UTC)
Obrigado, fico a espera de mais alguma opinião. Bruno Ishiai (discussão) 18h51min de 16 de junho de 2012 (UTC)
Caso seja usado o coligir, pode haver uma ligação da palavra para o wikicionário, levando em conta as circunstâncias que a palavra se encontra no uso da língua portuguesa. Bruno Ishiai (discussão) 13h58min de 17 de junho de 2012 (UTC)

Batalha de Austerlitz[editar | editar código-fonte]

Estou a traduzir o artigo Batalha de Austerlitz do inglês, e esbarrei com esta passagem: [11] "so petty did his hero with his paltry vanity and delight in victory appear, compared to that lofty, righteous and kindly sky which he had seen and comprehended." que faz parte do livro Guerra e Paz de Tolstoi, p. 340 (em inglês). Alguém tem o livro traduzido ou pode dar uma ajuda? Obrigado Carlos msg 10h07min de 20 de junho de 2012 (UTC)

Citação: "parecia-lhe tão mesquinho o seu herói, com aquelas miseráveis vaidades e alegria pela vitória, em comparação com o céu alto, justo e bondoso que tinha visto e finalmente compreendido". Extrato to texto se encontra http://ponteirosparados. blogspot.com.br/2009/05/guerra-e-paz-xxvi.html aqui]. Espero ter ajudado. Karol Arimateyah (discussão) 10h31min de 20 de junho de 2012 (UTC)
ajudou, obrigado. Carlos msg 17h44min de 20 de junho de 2012 (UTC)

assim como o arco[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia me ajudar com essa passagem: "Hutcherson said that the project appealed to him because of "the real life day-to-day drama as well as the arc of the character Jess". Gabriel Yuji (discussão) 01h02min de 27 de junho de 2012 (UTC)

Olá Gabriel. O termo arco do personagem refere-se ao desenvolvimento da personagem ao longo da trama, ou seja, a progressão de ações da história provoca mudanças de comportamento, ponto de vista ou mesmo mudanças físicas no personagem. Veja esse artigo que trata do assunto. Literalmente a tradução é mesmo arco do personagem, mas para evitar o uso de um termo pouco conhecido, você pode criar uma nota explicativa ou substituir por um termo similar. Uma forma de tradução possível seria: "o drama cotidiano realista bem como o desenvolvimento do(a) personagem Jess." Cralizemsg 12h13min de 27 de junho de 2012 (UTC)
Aliás, melhor ainda seria criar o artigo em português e fazer uma ligação interna. Se te interessar fazer isso, dá pra traduzir o artigo em inglês Character arc. Cralizemsg 12h19min de 27 de junho de 2012 (UTC)
Obrigado, entendi do que se trata. O termo desenvolvimento do personagem também me pareceu bom. Quanto criar, não tenho certeza, pois a página não é estruturada e nem tem fontes, provavelmente seria um problema trazê-la para cá, mas obrigado pela ajuda. Gabriel Yuji (discussão) 14h33min de 27 de junho de 2012 (UTC)

Aproveitando esta aqui deixo outra dúvida: Citação: She was very confident, she showed up shook hands with everybody, totally sweet and perky, ela deu um aperto de mão em todos, é isso? Gabriel Yuji (discussão) 15h35min de 27 de junho de 2012 (UTC)

Personhood[editar | editar código-fonte]

Para traduzir o artigo Great ape personhood esbarrei neste termo. Pelo que pesquisei a melhor tradução seria personitude. Confere? Valeu! Gustavo de Santa Neto (discussão) 13h17min de 30 de junho de 2012 (UTC)

Bom, creio que neste caso se trata da "personalidade", ou seja, de suas características pessoais como indivíduo. Karol Arimateyah (discussão) 17h43min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Boa pergunta e bom debate e pode ser de difícil resolução. Personhood não tem tradução directa. Eu desconfio do termo "personitude". Além de não o ter encontrado em dicionários, vi poucos resultados de pesquisa e sempre associados a um termo "personitude fractal" e no contexto de civilizações ameríndias. O que me faz concluir que seja um neologismo recente e de pouca aceitação. Lembrei-me de "personificar" mas o dicionário aponta para conferir características humanas a objectos inanimados, coisa que os símios não são. Lembrei-me também de pessoalidade, mas o dicionário é pouco revelador. Personalidade, por seu lado, até me parecia bem, e encontra paralelos noutras áreas ("personalidade jurídica") mas o seu uso como verbo vai ser estranho ("personificar" ou "personalizar" os grandes símios ?!) Lembrei-me então de um termo que faz sentido e cuja noção de dicionário corresponde ao que é pretendido: Humanizar: 1. Humanar; inspirar humanidade a; 2. Adoçar; suavizar; civilizar. v. pron. 3. Tornar-se humano; compadecer-se. Tal resultaria em "Humanização dos grandes símios. Ainda não me parece transmitir exactamente a mesma ideia, mas está perto. Polyethylen (discussão) 18h14min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Eu acho que "personificação" é correcto, mesmo que a palavra não tenha esse sentido. É um conceito antropocêntrico considerar "humano" e "pessoa" como sinónimos. Os partidários da "Great ape personhood" advogam que há seres inteligentes, com sentimentos e dignos de serem considerados iguais em direitos aos seres humanos, mas que não pertencem à espécie humana, sendo assim, pessoas não humanas. Por isso a opção "humanização" está errada. Mas seja qual for a opção, caímos no problema da pesquisa inédita, porque estamos a querer dar um sentido novo a uma palavra. Assim, seja qual for a palavra que escolha, exponha as suas dúvidas na página de discussão do artigo, para ver se evitamos a fúria dos deleccionistas.JF (discussão) 19h06min de 30 de junho de 2012 (UTC)
"Humanização" pode ser usada noutros contextos, veja-se por exemplo, "paisagem humanizada". De qualquer forma, acho que encontrei o termo mais adequado, embora não me lembre de alguma vez o ter lido: Humanar: 2. Dar a condição de homem a. Polyethylen (discussão) 21h25min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Sim. "Dar condição de homem a..." é mesmo o verbo que estamos à procura. Agora, qual o substantivo que deriva desse verbo?JF (discussão) 21h56min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Exato. Os partidários desta tese querem elevar algumas espécies de animais ao patamar de pessoa não humana, ou seja, serão pessoas, mas nunca humanas (serão algo como pessoas símias, pessoas cetáceas — no caso dos golfinhos). Um dos significados da palavra pessoa é "personalidade, individualidade", então personalidade é um termo adequado. Personitude está fora de questão realmente. Gustavo de Santa Neto (discussão) 13h33min de 1 de julho de 2012 (UTC)
Se formos analisar que o termo surgiu em língua inglesa com o objetivo de que houvesse uma distinção de personality, pelo simples fato de que personality possui hoje certos significados cunhados pelo uso em algumas áreas (como a psicologia) que o afastam da sua etimologia, mas que a raíz persona é a mesma, tanto para personality quanto para personhood, o que devemos discutir é se "queremos" manter a distinção é usar o termo pessoalidade (tradução literal de person+hood) ou se não queremos e usar mesmo personalidade. Gustavo de Santa Neto (discussão) 13h49min de 1 de julho de 2012 (UTC)

Sem equivalente em português? Pesquisa inédita?[editar | editar código-fonte]

Pessoal, na tradição cristã primitiva russa, existe um tipo de santidade que eles chamam, em inglês (não falo russo...), de "Foolishness for Christ". É uma tradição bastante conectada com a Igreja Ortodoxa Russa e não estou conseguindo encontrar uma boa tradução para o termo em português. "Tolice por Cristo"? "Loucura por Cristo"?

Adicionalmente, os santos são muito conhecidos pelo epíteto "Fool for Christ" (exemplos Basil Fool for Christ, Blessed John of Moscow the Fool-For-Christ). O mais famoso de todos é chamado de Simeon the Holy Fool...

Enfim, é pesquisa inédita traduzir? Deixo em inglês? Deixar em russo não tem cabimento, pois o alfabeto é outro e o santo ia aparecer como "Симеон Юродивый"...

O que acham?

José Luiz disc 21h04min de 30 de junho de 2012 (UTC)

Achei esse site que usa Simão <Louco por Cristo> que acho que seja o equivalente a "Simeon the Holy Fool". Burmeister (discussão) 21h15min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Adendo: no mesmo site achei isto: "Louco por Cristo é uma forma de santidade encontrada em Bizâncio, mais particularmente proeminente na Rússia medieval: o "louco" carrega o ideal de auto-desnudamento ..."aqui. Burmeister (discussão) 21h24min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Pois é. O meu medo é criar um artigo chamado "Loucos por Cristo" e ficar parecendo uma coisa proselitista ou nome de banda gospel... Mas se é o termo pacificado em português, vamos em frente! Obrigado pela pesquisa, pois ajudou muito! José Luiz disc 21h32min de 30 de junho de 2012 (UTC)
Pois é o nome estranha, mas... nem tudo que parece é, :). O "Basil Fool for Christ" achei como "Basílio, o bem-aventurado/o abençoado" e as vezes com o complemento "Louco em Cristo", a wiki.es usa "Basilio el Bendito" que equivale a forma aportuguesada que achei. Burmeister (discussão) 21h55min de 30 de junho de 2012 (UTC)

Ponte Banpo[editar | editar código-fonte]

Caros colegas wikipedistas. Estou com uma dúvida na tradução de "Moonlight Rainbow Fountain" para o verbete Ponte Banpo. O correto seria "Fonte Luar do Arco-íris" ou "Fonte Arco-íris do Luar"? Grato desde o momento. Cordiais saudações! Felipe P discussão 23h04min de 1 de julho de 2012 (UTC)

Obrigado Ricardo. Boas contribuições! Felipe P discussão 23h19min de 1 de julho de 2012 (UTC)

Traduzem o du francês por de e não por do[editar | editar código-fonte]

Vivam, tenho muita dificuldade em aceitar que se posso chamar Túnel de São Gotardo e não Túnel do São Gotardo quando na língua original eles empregam o du, como em fr:Tunnel routier du Saint-Gothard. Qual a forma gramaticalmente correcta quando de fala de um túnel, de um colo, um monte, etc e não do santo. O mesmo me acontece quando nos cantões suíços alguém o chamou Glarus (à alemã) e não Glaris ( à latina como fr:Canton de Glaris), de Valais e não do Valai (fr:Canton du Valais)
Alguém quer ter a gentileza de dizer qual a forma correcta? Obrigado Pintopc escreva-me 10h42min de 4 de julho de 2012 (UTC)

Ao menos no português brasileiro, tal uso do "do" seria errado; "do São Gotardo" presume um tom coloquial (uma "intimidade" com o santo) que não condiz com um título de verbete de artigo enciclopédico. Apenas alguns poucos topônimos utilizam esta preposição com artigo, talvez mais por razões históricas que gramaticais ("do Recife", "do Guarujá"). RafaAzevedo disc 12h40min de 4 de julho de 2012 (UTC)
É verdade. Em português não é muito polido referirmo-nos em linguagem escrita a pessoas que não conheçamos pessoalmente com artigos e muito menos santos. Exemplos: estação de santa Apolónia, hospital de santa Maria, hospital de são José, cidade de São João da Madeira, etc.... Como curiosidade, lembrem-se que em francês se diz "du Portugal" enquanto nós nunca dizemos "do Portugal". Quanto aos nomes geográficos, a regra que eu vi recentemente, já não sei onde e que deve ter muitas excepções, diz que usamos artigo em lugares que correspondam a palavras com significado no dicionário, como por exemplo, o Porto, o Seixal, a Moita, a Batalha, a Guarda, a Sertã, o Recife etc (não sei o que possa ser guarujá, portanto deve ser excepção). Admitindo que a regra se pode generalizar, como Glaris e Valais não têm qualquer significado em português talvez se deva usar a preposição "de" em vez da contracção "do".JF (discussão) 18h10min de 4 de julho de 2012 (UTC)
Em português, só se usa o artigo quando o substantivo próprio é derivado de um substantivo comum, como o caso do Recife (talvez cidade do recife), do Brasil (talvez terra do (pau) brasil) e da Argentina (sei lá o motivo). Mas podem reverter isso que eu acabei de falar por falta de fontes... Albmont (discussão) 19h32min de 5 de julho de 2012 (UTC)

Anexo em tradução[editar | editar código-fonte]

Alguém gostaria de terminar a tradução da Lista de países por dimensão da malha ferroviária? Falta poucos ajustes. É um artigo que ao meu ver, é interessante. Eduardo Pazos (discussão) 01h12min de 5 de julho de 2012 (UTC)

Traducción - Idade de ouro islâmica[editar | editar código-fonte]

Eu traduzo esse trecho do espanhol e você pode fazer a revisão?

Humanismo[editar | editar código-fonte]

Citação: "Muchos pensadores musulmanes del medievo persiguieron el humanismo, el racionalismo y el discurso científico en su búsqueda de conocimiento, significados y valores. Un amplio espectro de escritos islámicos sobre la poesía amorosa, la historia y la teología filosófica muestran que el pensamiento medieval islámico estaba abierto a las ideas humanistas del individualismo, el secularismo, el escepticismo y el liberalismo.

La libertad religiosa, aunque limitada, ayudó a crear redes interculturales al atraer a intelectuales musulmanes, cristianos y judíos y de ese modo plantar la semilla del mayor periodo de creatividad filosófica de la Edad Media, desde el siglo VIII al XIII".

"Muitos pensadores muçulmanos da Idade Média perseguiam o humanismo, o racionalismo e o discurso científico na busca de conhecimento, significados e valores. Um amplo espectro de escritos islâmicos sobre a poesia amorosa, a história e a teologia filosófica mostram que o pensamento medieval islâmico estava aberto às ideias humanistas do individualismo, secularismo, ceticismo e liberalismo.

A liberdade religiosa, embora limitada, ajudou a criar redes inter-culturais atraindo assim intelectuais muçulmanos, cristãos e judeus - desse modo a "plantar a semente" do maior período de criatividade filosófica da Idade Média, a partir do século VIII ao XIII".

es:Edad de oro del islam


É que eu não gostaria que a minha tradução ficasse razoável. É um desafio, conhecer muito bem todas as estruturas do potuguês e do espanhol. Es un reto (desafío), conocer muy bien todas las estructuras del portugués y español. Para que a tradução não seja para portuñol. É bom fazer uma adaptação para o português. Antigamente com o surgimento do português, com a queda do Império Romano, houve uma adaptação do latim para a nova língua (na época).

Gosto de traduzir mais de 1 artigo ao mesmo tempo, para ficar variando de temas. Eduardo Pazos (discussão) 01h15min de 5 de julho de 2012 (UTC)

Pelo contexto parece-me que deve ser "Muitos pensadores muçulmanos da Idade Média seguiam o humanismo...".JF (discussão) 10h44min de 5 de julho de 2012 (UTC)

Alguém com um nível avançado de espanhol ou fluente, poderia revisar a tradução do artigo? Eduardo Pazos (discussão) 04h17min de 8 de julho de 2012 (UTC)

Revisão de tradução - Kuşadası[editar | editar código-fonte]

Traduzi a introdução desse artigo. Alguém poderia me ajudar, revisando a tradução? Infelizmente usei o Google Tradutor. Meu inglês é basiquinho. Eduardo Pazos (discussão) 22h38min de 9 de julho de 2012 (UTC)

O artigo precisa de caixa de informação. Eduardo Pazos (discussão) 22h17min de 9 de julho de 2012 (UTC)

Posso te pedir um favor? É algo que pedi pra outro editor recentemente. Não faça isso, pois só dá trabalho pros outros. Se você não conhece bem o inglês, tente outra língua. Se não conhece outra língua, tente a pesquisa em fontes em português. Há tanta coisa pra fazer.... No caso, veja este trecho: Citação: Seus vizinhos são Germencik distrito do nordeste, Söke um do Sudeste, o Mar Egeu a partir de oeste e Selçuk distrito do norte. Além da falta de padrão maiúsculo/minúsculo, tem erros de pontuação e está quase incompreensível. Desculpa ser duro, mas é preciso que você se foque nas tarefas em que é bom e talentoso e deixe as traduções pra quem entende da língua. Boas! José Luiz disc 22h54min de 9 de julho de 2012 (UTC)
É uma pena que eu estraguei um artigo do meu interesse. Que já estava ruim. Já visitei essa cidade. Não domino muito o inglês. Eduardo Pazos (discussão) 23h07min de 9 de julho de 2012 (UTC)
Eduardo, você traduziu apenas partes não? Fui fazer uma correção usando o artigo em inglês para comparação, que está maior. Arimateyah (discussão) 23h11min de 9 de julho de 2012 (UTC)

Tradução inglês-português sobre astronomia[editar | editar código-fonte]

O trecho é o seguinte: As Jupiter migrated inward following its formation, resonances would have swept across the asteroid belt, dynamically exciting the region's population and increasing their velocities relative to each other. Obrigado! - Sarilho1 (discussão) 12h18min de 31 de julho de 2012 (UTC)

Esta frase está escrita num inglês muito críptico. Acho que a tradução do conteúdo deverá ser mais ou menos isto:
"À medida que Júpiter, depois da sua formação, migrava em direção ao Sol, as diversas ressonâncias varreriam o cinturão de asteroides, e assim, excitando dinamicamente a população dessa região e aumentando as velocidades relativas entre os seus componentes."JF (discussão) 12h52min de 31 de julho de 2012 (UTC)
Também pensei assim, mas parecia-me que não estava a ser correto nas palavras que ia usar. Vou tentar adaptar o melhor possível. Obrigado. - Sarilho1 (discussão) 13h20min de 31 de julho de 2012 (UTC)
Não há muito por onde se enganar. «Após a sua formação, Júpiter aproximou-se do Sol o que perturbou a cintura de asteróides, tornando a região mais dinâmica e aumentando a velocidade relativa dos seus corpos».
Se estás a traduzir algo que não pertence ao teu campo técnico, tem muito cuidado na tradução. JohnR (discussão) 03h45min de 1 de agosto de 2012 (UTC)
Quando terminar o artigo vou tentar pedir uma revisão, antes de o propor a destaque. Mas obrigado pelo aviso. - Sarilho1 (discussão) 16h03min de 1 de agosto de 2012 (UTC)
Cuidado com a perda de informações, principalmente se forem referenciadas. "A órbita de Júpiter moveu-se para dentro do sistema, na direção do Sol, causando ressonâncias que teriam varrido todo o cinturão de asteroides. Isto afetou dinamicamente os corpos celestes da região e aumentou suas velocidades relativas uma à outra." Não tenha medo de alterar a estrutura da frase. É possível manter o sentido original e, sem fazê-lo, é muito difícil ser claro. --Feen (discussão) 21h16min de 6 de agosto de 2012 (UTC)

Outra variante: À medida que Júpiter, após sua formação, migrava para o interior (do Sistema Solar), as ressonâncias produzidas devem ter impactado o cinturão de asteroides, dinamizando sua população e aumentando as velocidades relativas entre os seus componentes. Tetraktys (discussão) 11h36min de 7 de agosto de 2012 (UTC)

Por que "devem ter"? Não traduziria "would have" com "devem ter". A informalidade dá um tom demasiado incerto que seria alcançado em inglês com "would" ou "supposedly", para a expressão no português "deve ter". No mais, "dynamically" é aqui um adjetivo, não o verbo do objeto "population". Não se poderia, portanto, dizer que "dinamiza" posto que o que acontece com a população é ser afetada, balançada, empurrada dinamicamente. --Feen (discussão) 16h03min de 7 de agosto de 2012 (UTC)

não entendo sua ressalva sobre o devem. a tradução mais direta que conheço para would have é teriam, o que é tão condicional quanto devem neste contexto, e não expressa certeza nenhuma. o mesmo se dá com o supposedly que vc citou. e dinamizar, segundo sua definição, significa emprestar dinamismo, movimento. excitar dinamicamente tem o mesmíssimo significado, mas tem o pequeno problema de ser uma expressão pouco usada em linguagem corrente. mas enfim eu só ofereci uma sugestão, todas as traduções aqui apresentadas podem ser questionadas em suas sutilezas interpretativas. cabe ao editor decidir qual vai usar. abz Tetraktys (discussão) 18h31min de 7 de agosto de 2012 (UTC)

I would go to the concert = Eu iria ao concerto [se X acontecer]
I would have gone to the concert = Eu teria ido ao concerto [se X tivesse acontecido] ou Eu [supostamente] teria ido ao concerto
O "would have" pode ser tanto uma construção condicional quanto de suposição. A questão é, portanto, no nosso lado da língua, e carece de identificar qual sentido emprega-se e qual é a tradução mais aproximada no português. Posto isto, fica em decidir quais das traduções possíveis é a melhor. Nosso impasse não é neste primeiro dilema, mas no segundo: "devem ter", argumento eu, passa uma ideia de incerteza demasiada e enfraquece o texto (tal como "supposedly" faria se fosse empregado no lugar de "would have"). O uso de "as ressonâncias devem ter impactado" implica imediatemente na impressão "ué, então impactaram ou não?", reação que não se causa no uso de "would have" nem de "teriam", termo este muito comum no gênero histórico onde tratam-se os fatos passados em forma onde é implícito que tais afirmaçoes não são históricas, mas deduzidas.
Sobre a tradução do dinamicamente, a questão é puramente gramática e, sendo assim, trata somente da precisão e não da pragmática da frase. É, de certa forma, irrelevante o significado isolado das palavras, importando mais manter as relações entre elas tais como construídas pelo texto original. A ver:
dynamically exciting the region's population
dinamicamente excitando a população da região
Muito embora acima a tradução seja literal, e portanto idiótica, e portanto nada ideal, serve muito bem para ilustrar o que quero dizer. Em negrito, os adjetivos; em itálico, os verbos; e sublinhados os objetos. Se vamos traduzir, é ideal que, para manter o sentido e não mutilá-lo, mantenhamos tal estrutura apesar de estarmos mudando as palavras, a língua e, por conseguinte, a gramática. Se fizermos isso, por exemplo:
dinamizou a população da região
percebe-se claramente que o verbo "excitar" desapareceu completamente da tradução e, portanto, é informação e sentido perdido. No mais, o adjetivo "dinamicamente" muda totalmente de forma e sentido para algo que o texto original nunca propôs. É, aliás, a parte mais fundamental do que se diz pois, dado o acima explicado, nunca foi intenção do texto supor que a população é dinamizada, mas que é excitada e, sendo assim, seria necessário entender que a troca do adjetivo pelo verbo e a exclusão deste vêm para favorecer o sentido pretendido pelo original.
Por fim, seria aqui o caso de debater se "dinamizar" e "excitar" (ou os termos equivalentes que, evidentemente, é necessário empregar ao invés dos idiotismos), têm o mesmo sentido, caso no qual não haveria problema em tomar a perspectiva que propõe. Do contrário, que eu acredito ser evidente, ela não seria o ideal.
Sim, sei que só ofereceu uma sugestão, mas é justamente porque todas elas podem ser questionadas em suas sutilezas que nós estamos aqui para fazê-lo e elaborar a melhor possível para que não, não fique de forma alguma ao editor a decisão de qual vai usar, mas ao nosso trabalho como voluntários de garantir a excelência independente do que ele, eu ou você estamos propondo. É, afinal, esta a função do café. --Feen (discussão) 23h54min de 7 de agosto de 2012 (UTC)

eu acho que vc está se fixando em um único sentido possível para os termos, quando a língua é uma coisa imprecisa e constantemente em mudança, e até mesmo porque as acepções das palavras variam conforme tradições regionais e idiossincrasias particulares de cada falante. a não ser que vc seja telepata, não pode, como ninguém pode, afirmar com absoluta segurança o que o autor do texto original queria dizer com as palavras que escolheu usar. também me parece que está ignorando acepções perfeitamente válidas, como no caso de dinamizar para significar que os asteroides foram postos em movimento, pois o que significa excitar dinamicamente senão exatamente isso? se em inglês se pode usar excitar neste sentido, em português se torna uma formulação no mínimo estranha, e tipicamente caracteriza anglicismo. além disso, a tradução não pressupõe uma fidelidade completa à sintaxe e articulação da língua original, aliás isso é um dos mais crassos equívocos nesta arte. finalmente, vc está tomando o texto original como uma norma canônica, quando se sabe que a redação na wikipédia de modo geral é tudo menos um exemplo de estilo e sofisticação, a não ser que o autor do texto tenha sido um shakespeare, o que claramente não transparece no que se lê. Tetraktys (discussão) 01h02min de 8 de agosto de 2012 (UTC)

Podemos entrar em todos estes méritos, a maioria dos quais estou de completo acordo: nunca disse que deveríamos usar "excitar dinamicamente", eu mesmo chamei isto de idiotismo e expliquei que era em vias de exemplo, a língua é inconstante e muda, as acepções mudam, não podemos afirmar o que o autor quer dizer, não sabemos os sentidos precisos e ainda podemos mudar as criações tanto da língua inglesa quanto do que o autor original pretendia, etc, etc, etc. Postas estas coisas todas, continua o argumento de que é que passa a "devem ter", continua a perda da informação em "dinamizar". Sou completamente partidário do progressismo linguístico, mas não vejo o que ele tem a ver com o simples fato de que precisamos fazer traduções de qualidade, e isto inclui clareza e coesão que vão além da sintaxe do autor, mas de que estamos lidando com textos enciclopédicos referenciados em áreas que às vezes não dominamos. Dado o fato de que isto não é lugar de pesquisa inédita, eu poderia até ir contra a ideia de que não se toma o texto original como forma canônica, mas concordo com você. E justamente nisto acredito que é muito justo trocar as palavras que não fazem sentido, mas sem passar a fazer mais "sentido" em prol de algo que não é factual. --Feen (discussão) 01h34min de 8 de agosto de 2012 (UTC)
A saber, não estou argumentando aqui porque quero que a minha revisão seja usada ou porque não quero que a sua seja, mas simplesmente porque não quero que uma revisão que acredito ter problemas seja implementada. Qualquer que seja ela. Seria extremamente positivo que também fossem apontados problemas na minha ou em qualquer um e, principalmente, na revisão que estiver atualmente no artigo. Qual delas, de quem, por quais ideologias linguísticas ou "autor" é o de menos. --Feen (discussão) 01h44min de 8 de agosto de 2012 (UTC)

Não pensei que, ao pedir uma tradução, trouxe-se tanta discussão. Atualmente, a tradução que usei no artigo é a seguinte: À medida que Júpiter, após a sua formação, migrava para o interior do Sistema Solar, a cintura de asteroides era varrida por diversas ressonâncias, excitando dinamicamente os corpos astronómicos dessa região, aumentando a velocidade relativa entre eles. Devo dizer que é uma das frases que me custou mais a escrever, tendo deixado aqui a frase atual para saberem em que ponto estou, no entanto estou aberto a mudanças que espero que aconteçam. Tenho é medo de estar a retirar informação importante à frase, se retirar um dos termos (excitar ou dinamicamente). - Sarilho1 (discussão) 12h52min de 11 de agosto de 2012 (UTC)

A mim parece muito bom, não vejo nada perdido nem faria quaisquer ressalvas. --Feen (discussão) 13h53min de 11 de agosto de 2012 (UTC)

Fenômeno 2012[editar | editar código-fonte]

Olá, alguém a fim de traduzir em conjunto 2012 phenomenon (en) para Fenômeno 2012, antes do suposto fim do mundo? Hihi G‾|‾ D 22h00min de 4 de agosto de 2012 (UTC)

ajuda[editar | editar código-fonte]

estou tentando traduzir um artigo em japonês,preciso aber o que significa モリ清水山口,alguem aqui sabe traduzir isso?--Leon saudanha (discussão) 16h07min de 13 de agosto de 2012 (UTC)

Olá Leon. Sua ajuda é muito bem vinda, mas deixa-me entender: você está a traduzir um artigo cuja fonte original é em um idioma que você não tem fluência? Arimateyah (discussão) 18h31min de 13 de agosto de 2012 (UTC)
Leon, pelos registros da wiki.ja não há nenhuma resposta para a pesquisa. Mais ao que parece é o nome de alguém. Os dois primeiros são Mori e os dois segundos significam Shimizu e os dois últimos são Yamaguchi, ou seja, Mori Shimizu Yamaguchi ou na ordem ocidental seria Yamaguchi Shimizu Mori, mas realmente você não deveria tentar traduzir algo de um idioma que você desconhece. Se realmente não souber japonês, é preferível que não o faça. Gabriel Yuji (discussão) 23h59min de 13 de agosto de 2012 (UTC)

Revisão de tradução[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia me ajudar na revisão de uma tradução?:

Kuşadası (pronounced [ˈkuʃadasɯ]) is a resort town on Turkey's Aegean coast and the center of the seaside district of the same name in Aydın Province. Kuşadası lies at a distance of 95 km (59 mi) to the south from the region's largest metropolitan center of İzmir, and 71 km (44 mi) from the provincial seat of Aydın situated inland. Its primary industry is tourism. Her neighbours are Germencik district from northeast, Söke one from southeast, Aegean Sea from west and Selçuk district from north.
Kuşadası (pronúncia aproximada: kuxadaxe)[a] é uma cidade turística da Turquia, situado na costa do Mar Egeu e no centro da área costeira de mesmo nome, na província de Aydın, na Turquia. Kuşadası fica a uma distância de 95 km (59 milhas) ao sul do maior centro da região metropolitana de Esmirna, e 71 km (44 milhas) da sede da província de Aydın situado no interior. A sua principal indústria é o turismo. Seus vizinhos são Germencik distrito do nordeste, Söke um do Sudeste, o Mar Egeu a partir de oeste e Selçuk distrito do norte.

Eduardo Pazos (discussão) 15h06min de 14 de agosto de 2012 (UTC)

Em "situado na costa do Mar Egeu", o verbo "situado" não concorda com "cidade"; em "sede da província de Aydın situado no interior", o artigo "no" não está concordando com "sede". Eu não tiraria a pronúncia do IPA e tiraria as milhagens (trocando, claro, para quilometragem onde já não há). Em "Germencik distrito", inverteria para "distrito de Germencik". Em "Söke um", traduziria como "distrito Söke" ou apenas "Söke" entendendo que "one" é pronome para "distrito", a não ser que você tenha certeza de que o nome é "Sokë um". Ao invés de "a partir" traduziria "from" com "ao": "Mar Egeu no oeste e Selçuk ao norte". Boas edições! --Feen (discussão) 20h24min de 14 de agosto de 2012 (UTC)

Medalha Copley - 1801[editar | editar código-fonte]

Alguém me pode traduzir este discrição sobre o prémio Medalha Copley entregue em 1801. Caso ajude, este texto é sobre a razão por que foi entregue a medalha.

"For his Papers - on the effects which take place from the destruction of the Membrana Tympani of the Ear; with an account of an operation for the removal of a particular species of Deafness"

Obrigado! - Sarilho1 (discussão) 15h03min de 17 de agosto de 2012 (UTC)

“Por seus estudos sobre os efeitos da destruição da membrana timpânica do ouvido e um relato de uma operação para remoção de um tipo específico de surdez.” --Feen (discussão) 15h35min de 17 de agosto de 2012 (UTC)
Obrigado! - Sarilho1 (discussão) 17h00min de 17 de agosto de 2012 (UTC)
Aliás, "correção" seria mais adequado do que "remoção". --Feen (discussão) 13h27min de 18 de agosto de 2012 (UTC)

Poema[editar | editar código-fonte]

Estou com uma duvida na hora de traduzir um poema. Na verdade é a tradução de uma outra tradução, do nórdico antigo para o inglês, então para o português. Em inglês:


Tradução em inglês do nórdico por Henry Adams Bellows:
Then said Thrym,
the Thursars's lord:
Bring the hammer in,
the bride to consecrate;
lay Miöllnir
on the maiden's knee;
unite us each with other
by the hand of Vör.
Tradução em inglês do nórdico por Henry Adams Bellows:
Then loud spake Thrym,
the giants' leader:
"Bring in the hammer
to hallow the bride;
On the maiden's knees
let Mjollnir lie,
That us both the hand
of Vor may bless."



Como eu traduzi:

Tradução em inglês do nórdico por Henry Adams Bellows:
Então disse Thrym,
O Thurs ar do Senhor:
Traga o martelo aqui,
A noiva para consagrar;
coloque Miöllnir
No colo da donzela;
Unir-nos cada um com outro
.. Pela mão de Vör.
Tradução em inglês do nórdico por Henry Adams Bellows:
Então falou alto Thrym,
O líder dos gigantes:
"Traga o martelo
Para sagrar a noiva;
Nos joelhos da Moça
Deixer Mjollnir jazer,
Que nós uniremos nossas mãos
Que Vör há de abençoar”.

Estou com sérios problemas para traduzir a palavra "Hallow"(sagrar, santificar, sacralizar?; como que eu posso traduzir isso para um conceito de casamento?) e as palavras "Lay" (traduzo como "colocar"? Jazer?Jaza o martelo? e That us both the hand, que traduzi pela forma que faz mais sentido para mim, mas não sei se esse é o real sentido da frase. ~Príncipe Willy 17h05min de 17 de agosto de 2012 (UTC)

Está muito complicado, visto que há duas versões para traduzir. Eu optaria pela primeira tradução, visto que o segundo tradutor pode ter optado pela rima em vez da fidelidade da tradução":
"Assim disse Thrym,/o senhor dos Thursars:/Trazei o martelo/para abençoar a noiva;/ponde Miöllnir/no colo da donzela/

unamo-nos/pela mão de Vör".

Era preferível que alguém soubesse nórdico antigo. Assim a tradução, está sempre sujeita a dois passos de tradução e por isso o sentido poema pode estar muito distorcido. Mesma da versão em inglês, não sei se o martelo abençoa a noiva se é a noiva que abençoa o martelo.JF (discussão) 17h59min de 17 de agosto de 2012 (UTC)
Acabei finalizando como no artigo Vár:
Traduzido pela versão em inglês de Benjamin Thorpe (literal):
Então disse Thrym,
O Thursar do Senhor:
Traga o martelo cá,
Para a noiva consagrar;
Jaza o Miöllnir
No colo da donzela;
Um com o outro iremos nos unir
Pela mão de Vör.
Então Thrym alto falou,
O líder dos gigantes:
"Traga o martelo
Para a noiva sagrar;
Nos joelhos da Moça
Deixe jazer aqui o Mjollnir,
Que nossas mãos hão de se unir
Que Vör há de abençoar”.


~Príncipe Willy 18h41min de 17 de agosto de 2012 (UTC)

"the Thursars's lord" significa "O senhor dos Thursares". Não se usa "jazer no colo", o simples simples verbos "pôr" ou "colocar" são mais adequados. E lembre-se de usar a segunda pessoa do plural, é mais medieval assim.JF (discussão) 22h56min de 17 de agosto de 2012 (UTC)
Onde iria inserir a segunda pessoa do plural?~Príncipe Willy 23h31min de 17 de agosto de 2012 (UTC)
Usando "trazei" em vez de "traga" por exemplo. Claro que isto é um preciosismo.JF (discussão) 16h38min de 18 de agosto de 2012 (UTC)
Creio que ficaria ótimo. Queria ter o costume de usar essas formas verbais no meu dia dia.~Príncipe Willy 17h14min de 18 de agosto de 2012 (UTC)

Tradução de inglês para português[editar | editar código-fonte]

Estou traduzindo um verbete da Wikipédia anglófona e me deparei com o seguinte trecho: Citação: «The Great Mosque is situated in the Daraj Quarter of the Old City in Downtown Gaza at the eastern end of Omar Mukhtar Street, southeast of Palestine Square. Gaza's Gold Market is located adjacent to it on the south side, while to the northeast is the Welayat Mosque and to the east, on Wehda Street, is a girls' school.»

Como não tenho um nível profissional da língua inglesa, não consegui traduzir a parte, alguém poderia dar uma forcinha? Guilherme Olá! 23h06min de 19 de agosto de 2012 (UTC)

A Grande Mesquita situa-se no Bairro Daraj, no centro histórico da faixa de Gaza, no extremo leste da Rua Omar Mukhtar, a sudeste da Praça Palestina. Adjacente pelo lado sul situa-se o Mercado de Ouro de Gaza, a nordeste a Mesquita Welayat e a este, na Rua Wehda, uma escola feminina. Polyethylen (discussão) 00h49min de 20 de agosto de 2012 (UTC)

Uísque escocês...[editar | editar código-fonte]

Estou criando um esboço do artigo uísque escocês... porém há uma parte que creio ser importante, porém não consigo traduzi-la por completo:

Citação: «Scotch whisky is divided into five distinct categories: single malt Scotch whisky, single grain Scotch whisky, blended malt Scotch whisky (formerly called "vatted malt" or "pure malt"), blended grain Scotch whisky, and blended Scotch whisky. All Scotch whisky must be aged in oak barrels for at least three years. Any age statement on a bottle of Scotch whisky, expressed in numerical form, must reflect the age of the youngest whisky used to produce that product. A whisky with an age statement is known as guaranteed-age whisky.» Guilherme kath 17h26min de 7 de setembro de 2012 (UTC)

O uísque escocês divide-se em cinco categorias distintas: single malt, single grain, blended malt (inicialmente chamado vatted malt ou pure malt), blended e blended grain. Todos os uísques escoceses precisam sofrer maturação (envelhecimento) em barris de carvalho por pelo menos três anos. Qualquer informação de idade em uma garrafa de uísque, expressada de forma numérica, precisa refletir a idade do uísque mais novo usado para produzir aquele produto. Um uísque com a informação de sua idade é conhecido como "guaranteed-age" (idade garantida).
Estou certo de que adiante no artigo explicam-se o que são cada uma das categorias. Se não for o caso, há uma fonte em português aqui. Creio que o problema ocorrido é com as categorias de uísque. Neste caso, o melhor a fazer é procurar artigos e saites sobre uísque e ver se usam algum nome em português. Se não, mantém-se os nomes originais. Boas edições. --Feen (discussão) 12h56min de 8 de setembro de 2012 (UTC)

War on Drugs[editar | editar código-fonte]

Ola, estou me voluntariando para traduzir para o Portugues o verbete war on drugs como proceder? comentário não assinado de 187.120.5.66 (discussão • contrib) 19h37min de 10 de setembro de 2012‎ (UTC)

Fique à vontade. Adicione a predefinição {{Em tradução}} enquanto estiver traduzindo, e {{Traduzido}} (na discussão) quando terminar. Se tiver alguma dúvida quanto à tradução correta de uma frase, pergunte aqui no café. G‾|‾ D 19h41min de 10 de setembro de 2012 (UTC)
Acho que pelo jeito o nome do artigo por aqui deva ser "guerra contra as drogas", pelo menos é o nome aqui no Brasil ([12], [13], [14]), mas acho que não deve ser diferente nos outros países lusófonos. Gabriel Yuji (discussão) 23h03min de 10 de setembro de 2012 (UTC)

BOG TURTLE[editar | editar código-fonte]

Existe um nome popular para a Glyptemys muhlenbergii? Em francês a chamam de "Tortue de Muhlenberg", em espanhol de "Galápago de Muhlenberg" — sobrenome de seu descobridor, mas não encontrei este nome nos textos em pt. O que acham de chamá-la de tartatuga de Muhlenberg também em eventual tradução? Gustavo de Santa Neto (discussão) 00h26min de 12 de setembro de 2012 (UTC)

Não sei, uma possível tradução também seria "tartaruga do pântano" de "bog turtle", mas seria preferível se realmente houvesse um nome oficial usado nos países lusófonos. Gabriel Yuji (discussão) 00h41min de 12 de setembro de 2012 (UTC)
Cágado de Muhlenberg. fonte, ver p43 Polyethylen (discussão) 00h51min de 12 de setembro de 2012 (UTC)

Infoboxes e artigos a traduzir[editar | editar código-fonte]

Comecei a traduzir alguns artigos de outras Wikis e refazer algumas infoboxes para a wiki lusofona. Como faço para inserir ou linkar uma imagem de outras wikis nesta? Alguém poderia me tutoriar neste assunto? Gostaria de usar alguma ferramenta, se existir! Existe algum tópico com páginas a fazer infoboxes?
►Metall

Texto em espanhol...[editar | editar código-fonte]

Me deparei com este trecho na Wikipédia em espanhol e não consegui traduzi-lo:

Citação: «En cuanto a la crítica, obtuvo una recepción mayormente negativa en sus primeras emisiones, ya que su contenido era calificado como «vulgar», «bobo e insulso», «enajenante» y «no recomendable». Uno de los temas que más críticas negativas ha generado es la violencia explícita a través de los golpes e insultos entre algunos de los personajes. No obstante, otros medios aseguraron que un aspecto positivo de El Chavo es el uso de «situaciones universales» con las que la audiencia puede identificarse fácilmente, sin importar la edad o nacionalidades.» Guilherme Kath s2 22h39min de 24 de setembro de 2012 (UTC)

No que respeita à crítica, obteve uma recepção essencialmente negativa nas suas primeiras emissões, já que o seu conteúdo era considerado "vulgar", "idiota" e "insonso", "alienante" e "não recomendável". Um dos temas que mais criticas negativas levantou, foi a violência explicita através de golpes (Golpes em Espanhol pode significar "golpe", mas também pode "socos/murros") insultos entre alguns dos personagens. Contudo, outros meios garantiram que um aspecto positivo de El chavo era a utilização de "situações universais" com as quais a audiência se pode identificar facilmente, independentemente da idade e nacionalidade.
Boas traduções Luís Bonifácio (discussão) 20h43min de 25 de setembro de 2012 (UTC)

Ligações para artigos em outras línguas[editar | editar código-fonte]

Numa tradução, como devemos tratar as ligações para artigos que ainda não existem na Wikipédia de língua portuguesa?

Por exemplo, como cenário hipotético podemos considerar o artigo em inglês de en:Alma_Reville:

Frase original
They married on 2 December 1926 at Brompton Oratory in London; their daughter Patricia Hitchcock was born on 7 July 1928.


Qual é a forma correcta de tratar as ligações para os artigos que ainda não existem na Wikipédia de língua portuguesa?

Solução 1 - deixar as ligações a vermelho
Eles casaram a 2 de dezembro de 1926 na (igreja) Brompton Oratory em Londres; a filha Patricia Hitchcock nasceu a 7 de julho.
Solução 2 - criar ligações para os artigos em inglês
Eles casaram a 2 de dezembro de 1926 na (igreja) en:Brompton Oratory em Londres; a filha en:Patricia Hitchcock nasceu a 7 de julho.
Solução 3 - uma combinação das duas soluções anteriores
Eles casaram a 2 de dezembro de 1926 na (igreja) Brompton Oratoryinglês em Londres; a filha Patricia Hitchcockinglês nasceu a 7 de julho.

Desde já muito obrigado.
-- Argenti 22h57min de 18 de outubro de 2012 (UTC)


Não se devem usar ligações para outras wikis no artigo. A solução de longe mais comum é deixar a vermelho porque mais cedo ou mais tarde alguém vai criar o artigo. Dito isto, há, no entanto, casos excepcionais que devem ser vistos isoladamente. É preciso ter bom senso e perceber se determinado artigo alguma vez irá criado na wikipédia portuguesa. Mas estou a falar de excepções muito excepcionais e raras. Por exemplo, quais serão as hipóteses de algum dia, mesmo daqui a vinte anos, haver um artigo na pt.wiki para um mayor de uma pequena cidade dos estados unidos em 1926? Na en.wiki podem ter feito a ligação interna porque até existe o artigo, mas aqui seria contraproducente. Polyethylen (discussão) 23h29min de 18 de outubro de 2012 (UTC)
Concordo com o Polyethylen. Luís Bonifácio (discussão) 07h59min de 19 de outubro de 2012 (UTC)


Compreendi perfeitamente. Polyethylen, obrigado pela resposta.
Argenti 13h45min de 19 de outubro de 2012 (UTC)

Rich media[editar | editar código-fonte]

Como traduziriam "rich media"? No sentido de qualquer página de internet que tenha formato diferente de html/xml? Polyethylen (discussão) 04h30min de 29 de outubro de 2012 (UTC)

Será simplesmente "media ricos" ou em portinglês "mídia rica"?JF (discussão) 23h59min de 30 de outubro de 2012 (UTC)

Eu não traduzia adoptava simplesmente o termo inglês e punha entre "" - "rich media" - é um termo técnico. Se cada país usar uma tradução ninguém se entende.Nini00 Como? 11h34min de 5 de novembro de 2012 (UTC)

Translation Task Force[editar | editar código-fonte]

Projeto interessante: "The Translation Task Force is a collaborative effort begun in 2011 to first improve health care's most important topics in English followed by translation into as many other languages as possible (including simple English). It is an undertaking initiated by WikiProject Medicine, Wikimedia Canada, and Translators Without Borders and is expected to carry on for a number of years. Wikimedia Canada and Translators Without Borders are both supporting organizations of, and connected with each other through, Healthcare Information For All by 2015." Há até proposta para conseguir subsídios para o projeto. --ezalvarenga (discussão) 23h26min de 30 de outubro de 2012 (UTC) P. S. Postei também na esplanada anúncios, mas achei que aqui também seria bom.

Revisão de tradução - Talismã[editar | editar código-fonte]

Traduzi esse artigo a partir do inglês.

Talismã de Carlos Magno Tau.

"Talisman comes from the Arabic word طلسم Tilasm, and ultimately from the Greek word Teleo which means "to consecrate". Amulets and talismans are often interchanged with each other but while the amulet is frequently an object with natural magical properties, a talisman must be charged with magical powers by the person creating it. It is the act of consecration or "charging" that gives the talisman its alleged magical powers. The talisman is always made for a definite reason whilst an amulet can be used for generic purposes such as averting evil or attracting good luck. According to the Order of the Golden Dawn, a talisman is "a magical figure charged with the force which it is intended to represent. In the construction of a talisman, care should be taken to make it, as far as possible, so to represent the universal forces that it should be in exact harmony with those you wish to attract, and the more exact the symbolism, the easier it is to attract the force."

"O talismã provém da palavra árabe طلسم Tilasm, e, finalmente, da palavra grega Teleo que significa "consagrar". Amuletos e talismãs são muitas vezes trocados entre si, porém enquanto o amuleto é frequentemente um objeto com propriedades mágicas naturais, um talismã deve ser carregado com poderes mágicos da pessoa a criar. É o ato de consagração ou "carga" que dá ao talismã seus supostos poderes mágicos. O talismã é sempre feito por uma razão definitiva, enquanto um amuleto pode ser usado para fins genéricos, como evitar o mal ou atrair boa sorte. De acordo com a Ordem da Aurora Dourada (Golden Dawn), um talismã é "uma figura mágica carregada com a força que se destina a representar." Na confecção de um talismã, deve-se tomar o cuidado em fazer isto, tanto quanto possível, de modo a representar as forças universais que devem estar em harmonia exata com aqueles que desejam atrair e, quanto mais exato o simbolismo, mais fácil é atrair a força."

Esotérico-2012 (discussão) 15h39min de 1 de novembro de 2012 (UTC)

Eu traduziria estes fragmentos assim:
"...with magical powers by the person creating it." "...com poderes mágicos pela pessoa que o cria."
"...is always made for a definite reason" "...é sempre feito por uma razão específica
"charged with the force which it is intended to represent" "carregado com a força que é suposto representar"
"care should be taken to make it" "deve-se tomar o cuidado em fazê-lo" Espero que ajude Nini00 Como? 12h10min de 5 de novembro de 2012 (UTC)

Revisão de tradução Yin-yang[editar | editar código-fonte]

Alguém poderia me ajudar na revisão de tradução‽

"El yin y yang son dos conceptos del taoísmo, que exponen la dualidad de todo lo existente en el universo. Describe las dos fuerzas fundamentales opuestas y complementarias, que se encuentran en todas las cosas. El yin es el principio femenino, la tierra, la oscuridad, la pasividad y la absorción. El yang es el principio masculino, el cielo, la luz, la actividad y la penetración.[1]

Según esta idea, cada ser, objeto o pensamiento posee un complemento del que depende para su existencia y que a su vez existe dentro de él mismo. De esto se deduce que nada existe en estado puro ni tampoco en absoluta quietud, sino en una continua transformación. Además, cualquier idea puede ser vista como su contraria si se la mira desde otro punto de vista. En este sentido, la categorización sólo lo sería por conveniencia. Estas dos fuerzas, yin y yang, serían la fase siguiente después del tao, principio generador de todas las cosas, del cual surgen.

Esta doctrina es fundamental dentro de la medicina china tradicional."

"O yin-yang são dois conceitos do taoísmo, que expõem a dualidade de tudo no universo. Descreve as duas forças fundamentais opostas e complementares, que se encontram em todas as coisas. O yin é o princípio feminino, a terra, a passividade, escuridão, e absorção. O yang é o princípio masculino, o céu, a luz, atividade, e penetração.[2]

Segundo essa ideia, cada ser, objeto ou pensamento possui um complemento, este que depende para sua existência e que por sua vez existe dentro de si. Assim, se deduz que nada existe em estado puro ou silêncio absoluto, mas sim em transformação contínua. Além disso, qualquer ideia pode ser vista como seu oposto quando visualizada a partir de outro ponto de vista. Neste sentido, a categorização seria apenas por conveniência. Estas duas forças, yin-yang, seria a fase seguinte do tao, princípio gerador de todas as cosas, de onde surgem.

Esta doutrina é de uso corrente na medicina tradicional chinesa."

Esotérico-2012 (discussão) 15h35min de 1 de novembro de 2012 (UTC)

Está excelente! Eu só traduziria estes pequenos fragmentos assim:

  • ...que expõem a dualidade de tudo o que existe no universo...
  • ...possui um complemento do qual depende para a sua existência...
  • ...nada existe no estado puro nem tão pouco na passividade absoluta...
  • ...seria a fase seguinte ao Tao... Nini00 Como? 16h14min de 5 de novembro de 2012 (UTC)


Referências

  1. Gran enciclopedia Larousse (página 11710). Madrid: Planeta.
  2. Grande enciclopédia Larousse (página 11710). Madri: Planeta.

Ajuda de tradução[editar | editar código-fonte]

Olá, companheiros! Vou a pedir-vos a verificar alguns artigos que escrevi. Não falo português bem porque sou russo e minha lingua materna é russo. Tenho o artigo completo em russo e traduzido ao português e só quero que voces revisem a gramática. Os artigos são: Vybiti, Rio Kaloshka, Shelon e Soltsy. Obrigado!!!

Você tem um botão que se chama MOSTRAR PREVISÃO. Deve usá-lo e só grava quando tudo está certinho. Usou dezenas de vezes o botão gravar. Está a ocupar espaço no sevidor e a página "Ver histórico está cheia" Nini00 Como? 16h13min de 5 de novembro de 2012 (UTC)

Ajuda em tradução[editar | editar código-fonte]

Como meu inglês é básico, peço humildemente a tradução de um trecho:

Citação: Togoland was a German protectorate in West Africa from 1884 to 1914, encompassing what is now the nation of Togo and most of what is now the Volta Region of Ghana. The colony was established during the period generally known as the "Scramble for Africa". The colony was established in 1884 in part of what was then the Slave Coast and was gradually extended inland. At the outbreak of the First World War in 1914 the colony was drawn into the conflict. It was invaded and quickly overrun by British and French forces during the Togoland campaign and placed under military rule. In 1916 the territory was divided into separate British and French administrative zones, and this was formalized in 1922 with the creation of British Togoland and French Togoland.. Agradecimentos. Eduardo Pazos (discussão) 23h48min de 8 de novembro de 2012 (UTC)

{{|Togoland foi um protectorado Alemão na África Ocidental de 1884 a 1914, abrangendo o que é hoje a nação de Togo e e grande parte do que é actualmente a região de Volta do Ghana. A colónia foi fundada durante o período geralmente chamado o "Scramble de África". A colónia foi fundada em 1884 em parte do que era então a "Slave Coast" e expandiu-se gradualmente para o interior. No começo da Primeira Guerra Mundial em 1914 a colónia foi englobada no conflito. Foi invadida e rapidamente tomada pelas forças Inglesas e Francesas durante a campanha de Togoland e colocada sob regime militar. Em 1916 o território foi separado nas zonas administrativas francesa e inglesa, o que foi oficializado em 1922 com a criação do Togoland Inglês e do Togoland Francês}}.Nini00 Como? 06h33min de 9 de novembro de 2012 (UTC)
Nota: a "Slave Coast" não existe em geografia. Diz respeito a quase toda a costa oeste de África onde se fazia o mercado de escravos para a América principalmente. Não encontro esse termo na bibliografia Portuguesa e fui procurar porque achei um termo "estranho". A Togoland foi fundada na costa que corresponde ao Golfo da Guiné. Ver http://www.slaverysite.com/Body/maps.htm#map5. O mercado de escravos era feito sobretudo para a EUA, Cuba e Brasil por isso os americanos chamavam a "Slave Coast". Espero ajudar Nini00 Como? 09h28min de 9 de novembro de 2012 (UTC)
"Costa dos escravos" é admissível e tem reflexo nalguma literatura científica: 1. Polyethylen (discussão) 11h08min de 9 de novembro de 2012 (UTC)


"Togoland", "Ghana", "Slave Coast" numa alegada tradução para Português???? Quem não tem conhecimentos de Português não se ponha a fazer traduções - Não sabem não mexe. Em Português nunca existiu tal coisa de Togoland, Ghana e Slave Coast, mas o Togo, o Gana, e a "Costa dos Escravos" sim.
Luís Bonifácio (discussão) 13h53min de 9 de novembro de 2012 (UTC)
Tradução: A Togolândia foi um protectorado Alemão na África Ocidental de 1884 a 1914, abrangendo o que é hoje a nação de Togo e e grande parte do que é actualmente a região de Volta do Gana. A colónia foi fundada durante a partilha de África. A colónia foi fundada em 1884 e ocupava parte do que era então conhecida por "Costa dos Escravos" e expandiu-se gradualmente para o interior. No começo da Primeira Guerra Mundial em 1914 a colónia foi englobada no conflito. Foi invadida e rapidamente tomada pelas forças Inglesas e Francesas durante a campanha do Togo e colocada sob regime militar. Em 1916 o território foi separado nas zonas administrativas francesa e inglesa, o que foi oficializado em 1922 com a criação do Togo Inglês e do Togo Francês.
Luís Bonifácio (discussão) 14h03min de 9 de novembro de 2012 (UTC)}}
Muito obrigado pela tradução. Está faltando uma caixa de informação no artigo Togolândia. Não tenho muita habilidade para inserir infocaixas. Eduardo Pazos (discussão) 17h15min de 9 de novembro de 2012 (UTC)
Eu não traduzi Togoland, Ghana e Slave Coast precisamente por ter dúvidas e exprimi as minhas dúvidas. Tentei ajudar quem pediu ajuda. O seu dever na Wikipedia é colaborar e não usar críticas destrutivas do género "numa alegada tradução para Português???? Quem não tem conhecimentos de Português não se ponha a fazer traduções - Não sabem não mexe." Por muita competência que o Sr. Bonifácio tenha como tradutor isso não lhe confere o direito de se dirigir a mim ou a seja lá quem for nos termos que o senhor utilizou. Nini00 Como? 18h09min de 9 de novembro de 2012 (UTC)

Reino da Itália (1861–1946)[editar | editar código-fonte]

Gosto de traduzir artigos. Estava traduzindo um artigo, como ficou a tradução‽:

"The Kingdom of Italy (Italian: Regno d'Italia) was a state founded in 1861 when King Victor Emmanuel II of Sardinia was proclaimed King of Italy. The state was founded as a result of the unification of Italy under the influence of the Kingdom of Sardinia, which was its legal predecessor state. It existed until 1946 when the Italians opted for a republican constitution.

O Reino da Itália (em italiano: Regno d'Italia) foi um Estado fundado em 1861 após o Rei Vítor Emanuel se proclamar Rei da Itália. O estado foi fundado como resultado da unificação italiana, sob a influência do Reino da Sardenha, que era seu estado antecessor legal. Ela existiu em meados de 1946, quando os italianos optaram por uma constituição republicana."

Eduardo Pazos (discussão) 18h21min de 10 de novembro de 2012 (UTC)

O Reino de Itália [...]o Rei Vítor Manuel I ser proclamado (e não proclamou-se)[...]. Ele (Reino é Masculino) existiu até meados de 1946[...]]] comentário não assinado de [[Usuário:{{{1}}}|{{{1}}}]] ([[Usuário Discussão:{{{1}}}|discussão]] • [[Especial:Contribuições/{{{1}}}|contrib]])
O Reino de Itália foi um Estado fundado em 1861 após o Rei Vítor Emanuel II da Sardenha ter sido proclamado rei de Itália. [...] Este reino existiu até meados de 1946,[...] (1º "Emanuel" é um nome legítimo em português; 2º Não se usa "ele"/"ela" para tudo o que exista).JF (discussão) 23h46min de 15 de novembro de 2012 (UTC)

Trecho parcialmente traduzido[editar | editar código-fonte]

Estava traduzindo um artigo, e não consegui terminar de traduzir o trecho:

"The City of Monterey in Monterey County is located on the southern edge of Monterey Bay, on Central California's Pacific coast."

"A Cidade de Monterey, no Condado de Monterey está situada no extremo-sul da Baía de Monterey, on Central California's Pacific coast. It stands at an elevation of 26 feet (8 m) above sea level,[1] on a land area of Predefinição:Ntsc. The 2010 census recorded a population of 27,810."

Tem uma referência em vermelha. _________________

"A Cidade de Monterey, no Condado de Monterey está situada na margem sul da Baía de Monterey, na Costa Californiana do Pacífico Central. Situa-se a uma altitude de 8 metros acima do nível do mar,[1] numa extensão de 21.9 Km2. O censo de 2010 registou uma população de 27.810 habitantes."

Não deve estar mal mas de certo que deve haver quem faça melhor Nini00 Como? 19h08min de 14 de novembro de 2012 (UTC)


Costa central Californiana do Pacífico e não Costa Californiana do Pacifico central, pois o pacífico central é algures entre o Havaí e o Taiti. A palavra Pacifico é redundante, pois a Califórnia não é banhada por outro Oceano a não ser o Pacífico
Luís Bonifácio (discussão) 09h53min de 15 de novembro de 2012 (UTC)

Ótimo. Obrigada pela ajuda. Porém eu sempre pensei que o pacífico norte começava a norte da Califórnia. Logo uma parte da costa californiana está no pacífico central... mas posso estar errada, a geografia nunca foi o meu forte.Nini00 Como? 13h22min de 15 de novembro de 2012 (UTC)
O termo Pacifico central nem sequer é muito usado.O termo mais usado é o "South Pacific" (Pacifico do Sul) designação mais literária que geográfica dos atóis do pacífico.
Luís Bonifácio (discussão) 14h33min de 15 de novembro de 2012 (UTC)

Custom house[editar | editar código-fonte]

Qual seria a melhor tradução para en:Custom house? Viram que o artigo não existe em língua portuguesa... A melhor tradução seria Casa da Alfândega? Eduardo Pazos (discussão) 20h56min de 15 de novembro de 2012 (UTC)

Alfândega. "Casa" é redundante, seria o mesmo que chamar "casa do tribunal". Agora, depende do contexto: se o texto se refere especificamente a um edifício, pode ser pertinente colocar "edifício da alfândega". Polyethylen (discussão) 00h03min de 16 de novembro de 2012 (UTC)

Referências

  1. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas gnis

Eduardo Pazos (discussão) 12h15min de 14 de novembro de 2012 (UTC)

Revisão[editar | editar código-fonte]

O trecho ficou traduzido assim:

"In 1846 the U.S. flag was raised over the Customs House, and California was claimed for the United States."

" Em 1846 a bandeira dos Estados Unidos foi levantada na Casa da Alfândega, e a Califórnia foi reivindicada pelos Estados Unidos."

Nesse contexto Custom house seria casa da alfândega ou edifício da Alfândega? Eduardo Pazos (discussão) 20h54min de 17 de novembro de 2012 (UTC)

Edifício na minha opinião Nini00 Como? 04h40min de 19 de novembro de 2012 (UTC)

Tradução[editar | editar código-fonte]

Alguém saberia a tradução de even driving her to and from her dates with other men? Obrigado. Érico Wouters msg 22h47min de 17 de novembro de 2012 (UTC)

"mesmo/até conduzi-la para e de encontros com outros homens".JF (discussão) 23h18min de 17 de novembro de 2012 (UTC)
Obrigado. Érico Wouters msg 00h08min de 18 de novembro de 2012 (UTC)

Revisão de Monterey[editar | editar código-fonte]

Esses trechos estão corretos, gramaticalmente? Eu incluo Nova Espanha ou Espanha?

"Monterey was the capital of Alta California from 1777 to 1846 under both Spain and Mexico."

"Monterey foi a capital da Alta Califórnia entre 1777 e 1846 tanto sob a Nova Espanha sob o México."

"The city had California's first theatre, public building, public library, publicly funded school, printing press, and newspaper. The city and surrounding area have attracted artists since the late 19th century and many celebrated painters and writers have lived there. Until the 1950s, there was an abundant fishery."

"A cidade teve os primeiros teatros, edifícios públicos, bibliotecas públicas, escolas públicas, editora e jornal da Califórnia. Monterey e a sua área circundante atraíram artistas desde o final do século XIX, tendo muitos pintores e escritores famosos aí vividos. Até à década de 1950, havia abundante indústria de pesca."

Eduardo Pazos (discussão) 17h22min de 19 de novembro de 2012 (UTC)

"Monterey foi a capital da Alta Califórnia entre 1777 e 1846 tanto sob administração da Nova Espanha como do México."

"A cidade teve o primeiros teatro, edifício público, biblioteca pública, escola pública, gráfica e jornal da Califórnia. Monterey e a sua área circundante atraíram artistas desde o final do século XIX, tendo muitos pintores e escritores famosos vivido aí. Até à década de 1950, a indústria de pesca era abundante."JF (discussão) 17h34min de 20 de novembro de 2012 (UTC)

A tradução de printing press no contexto seria: editora, gráfica, imprensa ou prensa móvel? Eduardo Pazos (discussão) 00h53min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Como possui os dois termos, printing press cuja tradução sem contexto seria de impressora, ficaria melhor, neste contexto como editora (de livros), pois o termo newspaper pode ser traduzida por Jornal, ou de uma maneira mais correcta, como imprensa.
Luís Bonifácio (discussão) 09h15min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Troquei aí vividos por vividos no local. Acho que fica bom assim. Eduardo Pazos (discussão) 01h07min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

a tradução mais correcta seria, na minha opinião, sendo muitos, os pintores e escritores famosos que aí viveram
Luís Bonifácio (discussão) 09h15min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Bonifácio, obrigado pelas dúvidas esclarecidas. O contexto seria o primeiro ou os primeiros? Eduardo Pazos (discussão) 12h17min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

primeiro se a seguir se mantiver o singular, ou primeiros se a seguir os termos forem no plural.
Luís Bonifácio (discussão) 12h56min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

No trecho " In 1846 the U.S. flag was raised over the Customs House, and California was claimed for the United States."

Fica "Em 1846 a bandeira dos Estados Unidos foi levantada no edifício da Alfândega, e a Califórnia foi reivindicada pelos Estados Unidos."

A tradução mais correta para claimed, no contexto seria reivindicada, anexada ou coisa parecida? A palavra reivindicada ficou bem empregada? Eduardo Pazos (discussão) 12h33min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Se eu trocasse o trecho: "Tanto sob administração da Nova Espanha como do México" para "Ficando sob administração da Nova Espanha e posteriormente do México". Faria sentido? Eduardo Pazos (discussão) 12h39min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Se alguém quiser melhorar a tradução no artigo, estão livres... Eduardo Pazos (discussão) 12h39min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Reino de Itália[editar | editar código-fonte]

Desculpe o abuso de tradução. Estava traduzindo um artigo. A tradução ficou assim: Ficou boa?

"Italy declared war on Austria in alliance with Prussia in 1866: despite an unsuccessful campaign, it received the region of Venice following Bismarck's victory. Italian troops entered Rome in 1870, ending more than one thousand years of Papal temporal power. Italy accepted Bismarck's proposal to enter in a Triple Alliance with Germany and Austria in 1882, following strong disagreements with France about the respective colonial expansions. However, even if relations with Berlin became very friendly, the alliance with Vienna remained purely formal, as Italian lands were still under the Austro-Hungarian rule[carece de fontes?]. So, in 1915, Italy accepted the British invitation to join the Allies in World War I because the western allies promised territorial compensation (at the expense of Austria-Hungary) for participation that were more generous than Vienna's offer in exchange for Italian neutrality. Victory in the war gave Italy a permanent seat in the Council of the League of Nations."

"A Itália declarou guerra contra a Áustria em parceria com a Prússia em 1866: apesar de uma campanha mal sucedida, recebeu a região do Vêneto após Bismarck sair vitorioso. A Itália aceitou a proposta de Bismarck ao entrar na Tríplice Aliança com Alemanha e Áustria, em 1882, na sequência de fortes desacordos com a França sobre as expansões coloniais respectivas. No entanto, a Itália mantinha boas relações com Berlim, a parceria com Viena manteve-se puramente formal, porém havia terras italianas ainda sob o domínio austro-húngaro[carece de fontes?]. Então, em 1915, a Itália aceitou o convite do Reino Unido para se juntar aos aliados na Primeira Guerra Mundial, com isso os aliados ocidentais prometeram compensação territorial (à custa do Império Austro-Húngaro) para a participação italiana, mais generosa do que a oferta de Viena em troca da neutralidade italiana. A vitória na guerra deu à Itália um assento permanente no Conselho da Sociedade das Nações."

Eduardo Pazos (discussão) 03h37min de 20 de novembro de 2012 (UTC)


Em termos de vocabulário está correcta. Em termos de semântica, é preciso ter em atenção à inversão do sujeito, que é necessário fazer quando se traduz.
Em 1866, a Itália declarou Guerra à Áustria, em aliança com a Prússia: apesar de uma campanha mal sucedida, após a vitória de Bismarck, recebeu a região do Veneto. As tropas italianas entraram em Roma em 1870, terminando com 1000 anos de poder temporal do papa. Após grandes disputas com a França, relativas à sua expansão colonial, a Itália aceitou a proposta de Bismarck para entrar na Tríplice aliança com a Alemanha e a Áustria em 1882. No entanto, enquanto as relações com Berlim se tornaram muito amigáveis, a aliança com Viena permaneceu puramente formal, pois regiões consideradas Italianas permaneciam sob domínio Austro-Húngaro. Então, em 1915, a Itália aceitou o convite Britânico para se unir aos Aliados na Primeira-Guerra Mundial pois estes prometerem compensações territoriais (à custa do território Austro-Húngaro) pela participação italiana, que eram muito mais generosas, que as oferecidas pela Áustria a troco da sua neutralidade. A vitória na Guerra deu à Itália um assento permanente no Conselho da Sociedade das Nações.
Luís Bonifácio (discussão) 10h08min de 20 de novembro de 2012 (UTC)

Têm a certeza que em português designa-se por Poder Temporal e não Mundano? JohnR (discussão) 11h27min de 20 de novembro de 2012 (UTC)

Fica melhor prometerem ou prometeram no contexto? Qual a diferença entre os verbos? Acho que poder temporal fica mais compreensível. Eduardo Pazos (discussão) 15h20min de 20 de novembro de 2012 (UTC)

Peço desculpa pelo erro de prometerem, efectivamente é prometeram
JohnR o que entende por Poder mundano? Existem dois poderes o Temporal ou o de César e o Espiritual ou de Deus, tal como estipulou São Paulo perante o rei Herodes no seu palácio de Cesareia. Em 1870, o papa perdeu o seu poder temporal, restou-lhe e ainda resta o seu poder espiritual.
Luís Bonifácio (discussão) 18h31min de 20 de novembro de 2012 (UTC)
Exactamente o mesmo que entende por Poder Temporal. A minha questão é uma de terminologia, e eu quero saber qual é aquela que a Santa Sé emprega. JohnR (discussão) 12h13min de 21 de novembro de 2012 (UTC)
"Prometerem" naquele contexto é um erro. "Poder temporal" está certo. JF (discussão) 17h29min de 20 de novembro de 2012 (UTC)

No contexto fica melhor, se tornaram muito amigáveis ou se tornavam muito amigáveis? Em português, existe a estrutura: os países se tornaram muito amigáveis? Muito amigáveis não seria no caso de pessoas? Bem, países são formados de pessoas, animais, outros seres vivos, cultura (costumes, hábitos) e paisagem. Ou podia ser, A Itália tinha/detinha/obteve,, boas relações com Berlim? Eduardo Pazos (discussão) 00h17min de 21 de novembro de 2012 (UTC)

Revisão de tradução[editar | editar código-fonte]

A tradução ficou boa ou pode ser melhorada mais um pouco?

"The colony was established towards the end of the period of European colonization in Africa generally known as the "Scramble for Africa". The German explorer, medical doctor, imperial consul and commissioner for West Africa Gustav Nachtigal was the driving force toward the establishment of the West African colonies of Togoland and Kamerun. From his base on the Spanish island possession Fernando Po in the Bight of Biafra he traveled extensively on the mainland of Africa. On 5 July 1884 Nachtigal signed a treaty with the local chief, Mlapa III, in which he declared a German protectorate over a stretch of territory along the Slave Coast on the Bight of Benin. With the small gunboat SMS Möwe at anchor, the imperial flag was raised for the first time on the African continent. Consul Heinrich Ludwig Randad, Jr., resident agent of the firm C. Goedelts at Widah, was appointed as the first commissioner for the territory."

"A colônia foi estabelecida perto do final do período de colonização europeia da África, geralmente conhecido como a "Partilha da África". O explorador, médico, cônsul imperial e comissário alemão para a África Ocidental, Gustav Nachtigal, foi a força propulsora para o estabelecimento de colônias no oeste africano de Togolândia e Kamerun. De sua base na ilha de possessão espanhola de Fernando Pó na Baía de Biafra, viajou extensivamente na parte continental da África. Em 5 de julho de 1884, Nachtigal assinou um tratado com o chefe local, Mlapa III, em que declarava um protetorado alemão sobre um trecho de território ao longo da Costa dos Escravos na Baía de Benin. Com a pequena canhoneira SMS Möwe ancorada, a bandeira imperial foi levantada pela primeira vez no continente africano. O Cônsul Heinrich Ludwig Randad, Jr., agente residente da empresa C. Goedelts em Widah, foi nomeado como o primeiro comissário para o território."

Eduardo Pazos (discussão) 13h55min de 23 de novembro de 2012 (UTC)

Caro Eduardo.
Apenas detectei duas incorrecções. As bandeiras não se levantam - hasteiam-se e Widah é Ouidá ou Ajudá. De resto, as alterações que proponho são mais uma questão de estilo.
"A colônia foi estabelecida perto do final do período de colonização europeia da África, geralmente conhecido como a "Partilha da África". Gustav Nachtigal, explorador, médico, cônsul imperial e comissário alemão para a África Ocidental, foi a força propulsora para o estabelecimento das colônias na África Ocidental de Togolândia e Kamerun. Da sua base na ilha de espanhola de Fernando Pó na Baía de Biafra, viajou extensivamente no continente africano. Em 5 de julho de 1884, Nachtigal assinou um tratado com o chefe local, Mlapa III, em que declarava um protetorado alemão sobre um trecho de território ao longo da Costa dos Escravos na Baía de Benin. Com a pequena canhoneira SMS Möwe ancorada, a bandeira imperial foi hasteada pela primeira vez no continente africano. O Cônsul Heinrich Ludwig Randad, Jr., agente residente da empresa C. Goedelts em Uidá, foi nomeado como o primeiro comissário para o território."
Luís Bonifácio (discussão) 15h45min de 23 de novembro de 2012 (UTC)

Trabalhar com estudantes de tradução[editar | editar código-fonte]

Pessoal, acabei esquecendo de postar aqui, mas apreciaria muito a participação das pessoas mais envolvidas com traduções no seguinte tópico que postei nas esplanada: Sugestões para traduzirmos outras Wikipedias. Obrigado, --ezalvarenga (discussão) 14h53min de 27 de novembro de 2012 (UTC)

Achei interessante a proposta. Eduardo Pazos (discussão) 20h56min de 29 de novembro de 2012 (UTC)

Ajuda em tradução[editar | editar código-fonte]

Long-term interest rates (secondary market yields of government bonds with maturities of close to ten years) of all eurozone countries except Estonia[1] A yield of 6% or more indicates that financial markets have serious doubts about credit-worthiness.[2]

The European sovereign debt crisis (often referred to as the Eurozone crisis) is an ongoing financial crisis that has made it difficult or impossible for some countries in the euro area to repay or re-finance their government debt without the assistance of third parties.[3]

Eduardo Pazos (discussão) 00h21min de 30 de novembro de 2012 (UTC)

A crise da dívida soberana europeia (muitas vezes referida como crise da zona euro) é uma crise financeira em curso que para alguns países da zona euro, tornou difícil ou até mesmo impossível, o pagamento e/ou refinanciamento da sua dívida pública sem a ajuda de terceiros.
Legenda da figura
Taxas de juro de longo prazo (Taxas do mercado secundário de obrigações governamentais com vencimento de cerca de 10 anos) de todos os países da zona euro com excepção da Estónia. Uma taxa de juro superior a 6% indica que os mercados financeiros possuem sérias dúvidas relativas à capacidade de crédito (Capacidade de pagamento da dívida)
Luís Bonifácio (discussão) 09h28min de 30 de novembro de 2012 (UTC)
Eu traduziria "dívida soberana" por "enorme dívida pública". A palavra soberana é usada para indicar "major", "enorme". Não significa soberania, embora algumas fontes usem este termo. Nini00 Como? 09h42min de 30 de novembro de 2012 (UTC)
Desculpe discordar. A divida é da soberania, porque é a divida do Governo. A única alternativa de tradução seria Dívida Pública""
Luís Bonifácio (discussão) 09h59min de 30 de novembro de 2012 (UTC)
Obrigado pela tradução. Eduardo Pazos (discussão) 15h50min de 30 de novembro de 2012 (UTC)
  • Não precisa pedir desculpa Bonifácio. A troca de conhecimentos enriquece-nos muito. Se ficarmos fechados naquilo que julgamos saber "cristalizamos"!
A propósito gostaria de alertar todos os que se dedicam a traduções para terem muito cuidado e não cair em aberrações como as que tenho encontrado em medicina e das quais esta é um exemplo Técnica de Malone (comparar as edições por favor). Isto acontece porque se traduziu e não se verificou o contexto. Neste caso (que é um excelente exemplo) a palavra "irrigação" não se referia à circulação do sangue mas a um enema... verificar sempre as fontes é moroso e enfadonho mas necessário. Nini00 Como? 09h51min de 1 de dezembro de 2012 (UTC)
Viva. Fiz no artigo uma revisão à tradução da secção introdutória, e tornei visível o gráfico. --DReispt msg 14h47min de 15 de janeiro de 2013 (UTC)

Trecho em inglês[editar | editar código-fonte]

From late 2009, fears of a sovereign debt crisis developed among investors as a result of the rising private and government debt levels around the world together with a wave of downgrading of government debt in some European states. Causes of the crisis varied by country. In several countries, private debts arising from a property bubble were transferred to sovereign debt as a result of banking system bailouts and government responses to slowing economies post-bubble. In Greece, unsustainable public sector wage and pension commitments drove the debt increase. The structure of the Eurozone as a monetary union (i.e., one currency) without fiscal union (e.g., different tax and public pension rules) contributed to the crisis and harmed the ability of European leaders to respond.[4] [5] European banks own a significant amount of sovereign debt, such that concerns regarding the solvency of banking systems or sovereigns are negatively reinforcing.[6]

Eduardo Pazos (discussão) 21h23min de 2 de dezembro de 2012 (UTC)

A partir do final de 2009, receios de uma crise de dívida pública desenvolveu-se entre os investidores como resultado do aumento dos níveis de endividamento do governo e entidades privadas em alguns estados europeus. As causas da crise variaram de país para país. Em alguns países, as dívidas privadas decorrentes da bolha de especulação imobiliária, foram transferidas para a dívida pública como resultado dos resgates do sistema bancário e respostas governamentais à desaceleração das economias no período pós-bolha. Na Grécia, os insustentáveis compromissos salarias do sector público e de pensões impulsionaram o aumento da dívida. A estrutura da zona Euro como união monetária (i.e. uma única moeda) sem união fiscal (i.e. Impostos e regras de pensões públicas diferentes) contribuíram para a crise e prejudicou a capacidade dos líderes europeus para responder. As preocupações relativamente à solvência dos sistemas bancários são negativamente reforçadas, pois este possui quantidades significativas de dívidas públicas.
Luís Bonifácio (discussão) 10h34min de 3 de dezembro de 2012 (UTC)

Artigo sobre psicologia - Help!!![editar | editar código-fonte]

Alguém poderia revisar a tradução?

Problem solving consists in using generic or ad hoc methods, in an orderly manner, for finding solutions to specific problems. Some of the problem-solving techniques developed and used in artificial intelligence, computer science, engineering, mathematics, medicine, etc. are related to mental problem-solving techniques studied in psychology.
A resolução de problemas consiste no uso genérico ou de um determinado método, de uma forma ordenada, para encontrar soluções para problemas específicos. Algumas técnicas de resolver problemas desenvolveram-se com o uso da inteligência artificial, a ciência da computação, engenharia, matemática, medicina, etc são relacionadas às técnicas de resolução de problemas mentais estudadas dentro do campo da psicologia.


[...] consiste no uso de métodos, genéricos ou Ad-hoc,
[...] Algumas técnicas de resolução de problemas, desenvolvidas e usadas em [...]às técnicas mentais de resolução[...]
:: Atenção às inversões de sujeitos. A palavra Mental, talvez possa ser substituída por outra mais adequada ao contexto.
Luís Bonifácio (discussão) 08h38min de 4 de dezembro de 2012 (UTC)


Definition[editar | editar código-fonte]

The term problem solving is used in many disciplines, sometimes with different perspectives, and often with different terminologies. For instance, it is a mental process in psychology and a computerized process in computer science.

Definição[editar | editar código-fonte]

O termo resolução de problemas é usado em muitas disciplinas, às vezes com diferentes perspectivas, e geralmente com terminologias diferentes. Por exemplo, é um processo mental na psicologia e um processo computadorizado na ciência da computação.

Eduardo Pazos (discussão) 16h33min de 3 de dezembro de 2012 (UTC)

..."are related to mental problem-solving techniques" ...estão relacionados com processos mentais de resolução de problemas (aqui "técnicas" não fica bem). Este artigo tem que ser muito bem verificado depois da tradução. É complicado em alguns termos e sentidos das frases. Esteja sempre à vontade para pedir ajuda.

Nini00 Como? 13h03min de 4 de dezembro de 2012 (UTC)

Revisión[editar | editar código-fonte]

Alguém gostaria de revisar a tradução?

Espanhol

"La península en 1030". La primera constancia escrita del romance y del vascuence está en las Glosas Emilianenses. El mapa muestra el desaparecido Reino de Pamplona entre los años 1029 y 1035, donde surgió el Navarroaragonés y la cuna del castellano.

El sustrato vasco en las lenguas románicas comprende todos los fenómenos de interferencia lingüística del vasco o euskera (o más correctamente su antecesor histórico, protoeuskera, pre-protoeuskera o prerrománico) sobre algunas variantes del latín de la Península Ibérica y algunas de las lenguas romances que le sucedieron como lenguas habladas.

Historia[editar | editar código-fonte]

Una teoría muy popular a principios del siglo XX sobre la divergencia de las lenguas románicas es la teoría del substrato según la cual uno de los motivos de diversificación es que el latín de los conquistadores había sido aprendido de manera imperfecta o al menos influido por la lengua prerromana autóctona de cada región a la que se llevó el latín. De acuerdo con ese enfoque se trataron de explicar algunas características específicas de las lenguas románicas de la Península ibérica y del gascón (SE de Francia) como resultado de transferencia de características lingüísticas del vasco a dichas lenguas.

Português

"A península ibérica em 1030". O primeiro registro escrito das línguas românicas e do basco está nas Glosas Emilianenses. O mapa mostra o desaparecido Reino de Pamplona entre os anos 1029 e 1035, onde surgiu o navarro-aragonês e o berço do castelhano.

O substrato da língua basca nas línguas românicas compreende todos os fenômenos de interferência linguística do basco ou euskara (ou mais corretamente seu antecessor histórico, protoeuskara, pré-protoeuskara ou pré-românico) sobre algumas variantes do latim na península ibérica e algumas das línguas latinas que o sucederam como línguas faladas.

Eu não aportuguesava a palavra "euskera" ou "protoeuskera" é um termo espanhol, ou melhorava dizendo "protoeuskera conhecido em língua Basca como Aitzineuskara e em espanhol como protovasco ou protoeuskera é um predecessor da língua Basca." Nini00 Como? 12h17min de 6 de dezembro de 2012 (UTC)

História[editar | editar código-fonte]

Uma teoria muito popular no início do século XX sobre a divergência das línguas românicas é a teoria do substrato que uma das razões é a diversidade com que os conquistadores latinos haviam aprendido de maneira imperfeita ou pelo menos influenciado pela língua pré-romana nativa de cada região que levou o latim. De acordo com esta abordagem tentaram explicar algumas características específicas das lenguas românicas da Península Ibérica e do gascão (Sudoeste da França) como resultado de transferência de características linguísticas do basco a essas ditas línguas.

Eduardo Pazos (discussão) 19h28min de 5 de dezembro de 2012 (UTC)

...segundo a qual um dos motivos de diversificação foi que o latim dos conquistadores tinha sido aprendido de uma maneira imperfeita, ou influenciado pela língua pré-romana autóctone de cada região à qual se levou o latim.(cuidado com os sujeitos e os complementos)...tentou-se explicar algumas características específicas das línguas românicas da Península Ibérica... Nini00 Como? 12h33min de 6 de dezembro de 2012 (UTC)

Alguém gostaria de terminar a tradução da predefinição em Categoria:História do basco? Esses artigos seriam interessantes à wikipédia em português? Eduardo Pazos (discussão) 22h38min de 6 de dezembro de 2012 (UTC)

O que é "História do basco"??? basco significa Vasco em mirandês por exemplo HahaSe é à língua Basca que se refere não pode pôr esse título mas sim "História da Língua Basca" Nini00 Como? 00h24min de 7 de dezembro de 2012 (UTC)
Porque põe uma infobox dentro de uma categoria? Isso não é para pôr na página? Claro que esses artigos são interessantes e você faz um excelente e árduo trabalho. Eu posso ajudar de vez em quando mas não estou dentro desse assunto e não gosto de traduzir sem conhecer a matéria, mas posso dar uma ajudinha.Nini00 Como? 00h34min de 7 de dezembro de 2012 (UTC)

Nessa categoria que criei, em base a categoria na wikipédia espanhola, achei interessante o conteúdo. Vi que tinha uma predefinição na categoría:Historia del euskera. Eduardo Pazos (discussão) 20h40min de 9 de dezembro de 2012 (UTC)

Translation[editar | editar código-fonte]

"The Metropolitan Museum of Art (colloquially The Met), located in New York City, is the largest art museum in the United States with among the most significant art collections. Its permanent collection contains more than two million works, divided among seventeen curatorial departments.[7] The main building, located on the eastern edge of Central Park along Manhattan's Museum Mile, is by area one of the world's largest art galleries. There is also a much smaller second location at "The Cloisters" in Upper Manhattan that features medieval art.[8]

Represented in the permanent collection are works of art from classical antiquity and Ancient Egypt, paintings and sculptures from nearly all the European masters, and an extensive collection of American and modern art. The Met also maintains extensive holdings of African, Asian, Oceanic, Byzantine, and Islamic art.[9] The museum is also home to encyclopedic collections of musical instruments, costumes and accessories, and antique weapons and armor from around the world.[10] Several notable interiors, ranging from 1st-century Rome through modern American design, are permanently installed in the Met's galleries.[11]

The Metropolitan Museum of Art was founded in 1870 by a group of American citizens. The founders included businessmen and financiers, as well as leading artists and thinkers of the day, who wanted to open a museum to bring art and art education to the American people.[12] It opened on February 20, 1872, and was originally located at 681 Fifth Avenue.[13]

As of 2007, the Met measures almost \frac{1}{4} milhas (400 metros) long and occupies more than 2 000 000 metros quadrados (190,000 m2)"[14]

Como faço para usar a sintaxe certa de conversão? Cite web em português é o que?


Basta ler as regras de citação da Wikipédia.Está lá a resposta à sua pergunta
Luís Bonifácio (discussão) 09h30min de 10 de dezembro de 2012 (UTC)

Bonifácio, eu não entendo como coloco fração em sintaxe wiki. Translation Wiki (discussão) 00h19min de 12 de dezembro de 2012 (UTC)

<math>1/4</math> = 1/4 ou <math>\frac{1}{4}</math> = \frac{1}{4} Nini00 Como? 01h14min de 12 de dezembro de 2012 (UTC)
Resta dizer que o sistema imperial de medidas não tem qualquer interesse para a lusofonia. As medidas em metros são mais do que suficientes.JF (discussão) 16h30min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)

Referências

  1. Long-term interest rate statistics for EU Member States ECB (12 July 2011). Visitado em 22 July 2011.
  2. Wearden, Graeme. "EU debt crisis: Italy hit with rating downgrade", The Guardian, 20 September 2011. Página visitada em 20 September 2011.
  3. Haidar, Jamal Ibrahim, 2012. "Sovereign Credit Risk in the Eurozone," World Economics, World Economics, vol. 13(1), pages 123-136, March
  4. Heard on Fresh Air from WHYY (2011-10-04). NPR-Michael Lewis-How the Financial Crisis Created a New Third World-October 2011 Npr.org. Visitado em 2012-07-07.
  5. Koba, Mark (2012-06-13). CNBC-Europe's Economic Crisis-What You Need to Know-Mark Thoma-June 13, 2012 Finance.yahoo.com. Visitado em 2012-07-07.
  6. Seth W. Feaster. "NYT-It's All Connected-A Spectators Guide to the Euro Crisis", Nytimes.com, 2011-10-22. Página visitada em 2012-05-14.
  7. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas metsite_permanentcollection
  8. Works of Art: The Cloisters. Visitado em 2010-03-21.
  9. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas montebello_masterpieces_intro
  10. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas pyhrr_arms_intro1
  11. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas peck_1
  12. Brief History of The Museum Metmuseum.org. Visitado em 2012-06-11.
  13. Frequently Asked Questions for Kids (The Building). Visitado em 2010-03-22.
  14. The Metropolitan Museum of Art at HumanitiesWeb Humanitiesweb.org (2012-01-13). Visitado em 2012-06-11.

Ajuda[editar | editar código-fonte]

The question putting Fast Five and Fast Six together for us was: Can we take it out of being a pure car culture movie and into being a true action franchise in the spirit of those great heist films made 10 or 15 years ago?

também essa

In an interview with Box Office, Lin revealed that he had, after discussions with Diesel, storyboarded, previsualized and edited a twelve-minute finale for Fast Six before filming was completed on Fast Five. Lin said he shot the footage as he was unsure at the time if there would be a sequel or if he would be able to direct it, but he wanted to have input on how any sequel would end.
Alguém poderia traduzir esses trechos acima, para português, por favor? Desde já obrigado PauloHenrique Qual foi? 02h14min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)

Ajuda com revisão de texto para blog da WMF[editar | editar código-fonte]

Pessoal, alguém poderia ajudar a revisar o seguinte texto, que foi traduzido do inglês para o português?

Obrigado! --ezalvarenga (discussão) 20h36min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)

E para onde envio a minha "versão"? Nini00 Como? 21h10min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
Oi, Nini. O ideal é que não exista uma versão individual, mas que editem no wiki acima para uma versão coletiva. :) --ezalvarenga (discussão) 21h21min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
Tive o cuidado de usar termos comuns a pt e br :) nas modificações que fiz, ou pelo menos tentei!. Porém desconheço o verdadeiro significado de nongraduate para os americanos. Pode, claro ser corrigido. a minha maior preocupação foi o exato sentido de cada frase. Tem a certeza que "graduate level seminary" é "seminário pós graduado"? Acho estranhoNini00 Como? 22h12min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
Encontrei: nongraduate student = universitário; graduate =diplomado Nini00 Como? 22h24min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
Pronto creio que está num português que agrade "a gregos e a troianos" :)Nini00 Como? 22h39min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
Está tão bem escrito, que não será necessário fazer duas versões. E confirmo que "nongraduate" é estudante universitário. Não tenho a certeza quanto a "graduate level seminary". Provavelmente deve ser "curso de posgraduação".JF (discussão) 22h55min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
Nos EUA "graduate student" é estudante de pós-graduação e "undergraduate" de graduação. --ezalvarenga (discussão) 23h40min de 13 de dezembro de 2012 (UTC)
  • Obrigada JF. Quando há o cuidado de usar palavras que são comuns às duas versões da língua portuguesa fica tudo melhor. Essa foi uma das razões pelas quais adorei o trabalho que os alunos fizeram. E serve de reflexão para os que têm a seu cargo a correção dos artigos. Seria muito útil se fosse obrigatório o uso das palavras comuns às duas versões da língua portuguesa: mais de metade das discussões desaparecia, os artigos ficavam melhores, todos seriam muito mais felizes, o número de colaboradores aumentaria em flecha! Nini00 Como? 00h22min de 14 de dezembro de 2012 (UTC)

Tradução urgente Newtown (Connecticut)[editar | editar código-fonte]

Este artigo estava como redirect para outra página,Newtown (Connecticut) é acidade onde ocorreu as mortes de 20 crianças e seis adultos na escola Tiroteio na escola primária de Sandy Hook. Solicito uma certa urgência na tradução da mesma. Obrigado JMGM (discussão) 03h21min de 15 de dezembro de 2012 (UTC)

Took the word for their lives[editar | editar código-fonte]

Encontrei esse trecho em en:Thomas the Presbyter: «In January the people of Homs took the word for their lives...». O que significa "took the word for their lives"? --Stegop (discussão) 15h26min de 17 de dezembro de 2012 (UTC)

não tenho a certeza mas eu traduziria responderam pelas suas vidas, ou vingaram as suas vidas Nini00 Como? 17h45min de 17 de dezembro de 2012 (UTC)
Obrigado, Nini, mas acha que faz sentido naquele contexto (de en:Thomas the Presbyter)? Se sim, o que significa "responder pelas suas vidas"? Pelo contexto, dá ideia que os habitantes de Homs correram perigo de vida, se é que não sofreram muitas mortes, devido às invasões árabes, mas não percebo o sentido de "took de word". --Stegop (discussão) 01h15min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
Eu interpretei assim mas esse texto foi traduzido de um texto antigo logo pode haver imprecisões:

::No ano 947 (635—36), proclamação 9, os árabes invadiram toda a Síria e avançaram para a Pérsia que conquistaram. Os Árabes subiram a montanha de Mardim e mataram muito monges nos mosteiros de Qedar e Bnata. Aí morreu o santo homem Simon, porteiro de Qedar, irmão do padre Thomas.

Em Janeiro, o povo de Homs respondeu pelas suas vidas e muitas vilas foram arrasadas matando os Árabes de Muhmd e muitas pessoas foram mortas e feitas prisioneiras da Galileia até tão longe como Beth. (devem ter reconquistado o território creio)
responder por alguém=falar em vez dessa pessoa ou responsabilizar-se pelo que essa pessoa disse. Neste caso eles estavam mortos...em resposta a essas mortes... em resposta pelas suas vidas. Os habitantes de Homs eram árabes? creio que não eles adoravam Baal se não me engano. Eles mataram os árabes de Muhmd. No texto "as vidas" tanto podem ser as vidas dos monges mortos e então o povo de Homs vingou os monges mortos ou pode referir-se às vidas do próprio povo de Homs e então pode significar que o povo de Homs por brio, por dignidade respondeu e matou os árabesNini00 Como? 07h56min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
O texto é muito confuso pois "by the killing of the Arabs of Muhmd" pela matança dos Árabes de Muhmd tanto pode ser a matança de que os árabes foram alvo ou a matança que os árabes fizeram. Se Homs já estava em posse dos árabes pois eles tinham invadido a Síria e depois conquistaram a Pérsia, então os habitantes de Homs mataram os árabes.Nini00 Como? 09h00min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
É mais difícil de interpretar que a medicina mas é mais apaixonante também. Coragem Haha Nini00 Como? 11h47min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
Beth refere-se a quê? Bethlehem talvez Nini00 Como? 12h13min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
Encontrei outra versão desse texto está na sua PDU Nini00 Como? 12h48min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
Acho que encontrei: "Take the word of theirs lives", como "take the word of God" ou "take the word of their faith" fiéis à sua religião, à palavra que rege as suas vidas ...será? Nini00 Como? 12h59min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
Provavelmente será "tiveram que se converter em troca das suas vidas".JF (discussão) 14h39min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
Sim pode ter razão. A interpretação é difícil pois trata-se de um manuscrito muito antigo que foi traduzido em inglês. A en:Wiki tem uma pequena página que está a ser traduzida para português mas as frases são curtas e o contexto perde-se. Achei o assunto apaixonante e fiz uma pequena pesquisa. Encontrei um texto mais completo e mais coerente: [15]. Trata-se da invasão da Síria pelos Muçulmanos. Pelo contexto pode significar o povo se rendeu aceitando a "Palavra de Muhammad". Assim o povo de Homs (Hims, Emesa, será o mesmo?) não terá sido dizimado mas as outras vilas e cidades foram. "citação:The people of Emesa "took the word for their lives", an expression for surrendering on terms of tolerance, confirmed by oaths" (renderam-se sob juramento de obediência ou fidelidade ou talvez mesmo conversão religiosa). Nini00 Como? 18h17min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)
A priori também me inclino para essa interpretação, que está em linha sobre o que tenho lido sobre a conquista muçulmana da Síria, talvez à exceção que segundo alguns, os muçulmanos não eram muito adeptos da conversão mais ou menos forçada, pelo menos nesses primeiros tempos, contentando-se com a fidelidade. Aliás uma das teses é que os muçulmanos foram bem recebidos por muitas comunidades cristãs que eram marginalizadas pelos Bizantinos. Creio que não há dúvidas que Homs, Hims e Emesa são a mesma cidade. Hoje estou sem cabeça para explorar a fonte descoberta pela Nini, mas pretendo fazê-lo um dia destes. Obrigado a todos! --Stegop (discussão) 19h49min de 18 de dezembro de 2012 (UTC)

Newtown (Connecticut) - Translation[editar | editar código-fonte]

Vou traduzir o artigo na Esplanada, vocês poderiam revisar o artigo? Não consegui traduzir o resto.

"Newtown is a town in Fairfield County, Connecticut, United States. Newtown was founded in 1705 and incorporated in 1711.

History[editar | editar código-fonte]

In 1705, the town site was purchased from the Pohtatuck Indians, and it was originally known as Quanneapague. Settled from Stratford and incorporated in 1711, Newtown was a stronghold of Tory sentiment during the early Revolutionary War. French General Rochambeau and his troops encamped here in 1781 during their celebrated march on their way to the siege of Yorktown, Virginia, which ended the Revolution.[carece de fontes?]

An important crossroads throughout its early history, the village of Hawleyville briefly emerged as a railroad center, and the town's population grew to over 4,000 circa 1881. In the following decades, the population dwindled to a low of 2,635 in 1930 before again growing.[carece de fontes?]

Local industry has included the manufacture of furniture, tea bags, combs, fire hoses, folding boxes, buttons, and hats, as well as farming and mica and feldspar mining. The game of Scrabble was developed here by James Brunot.[1] "

"Newtown é uma vila no Condado de Fairfield, Connecticut, Estados Unidos. Newton foi fundado em 1705 e incorporada em 1711.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1705, o local da cidade foi adquirido pelos índios Pohtatuck, e ficou originalmente conhecido como Quanneapague."

Eduardo Pazos (discussão) 02h07min de 20 de dezembro de 2012 (UTC)

Não desista Eduardo, algum dia aparece uma alma caridosa que atenda nosso pedido. É meio difícil, porque normalmente os tradutores gostam de traduzir o artigo todo, quase nenhum gosta de pegar artigos já começados com a tag de Em tradução. Mas vamos esperar, caso nenhum se habilite eu e você fazemos isso nas cochas que acha? kkk JMGM (discussão) 23h34min de 21 de dezembro de 2012 (UTC)
Purchased from indians = comprado aos índios Nini Como? 23h35min de 21 de dezembro de 2012 (UTC)

Hidh School DxD[editar | editar código-fonte]

Peço ajuda na criação do artigo sobre o anime/mangá High School DxD e a sua tradução para o Português. Agradeço de antemão por quem se interessar. Dou preferência a Wikipédia em inglês, pois não conheço a língua japonesa.Mamulengo(fala aí!) 02h55min de 24 de dezembro de 2012 (UTC)

Ajuda em revisão de tradução[editar | editar código-fonte]

Monterey (Califórnia)[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Período ameríndio[editar | editar código-fonte]

Muito antes da chegada dos exploradores espanhóis, a tribo Rumsen Ohlone, um dos sete linguisticamente distintos grupos Ohlone na Califórnia, habitava a área hoje conhecida como Monterey.[2] Viviam da caça, pesca e recolha de alimentos nas áreas junto à península de Monterey. Descobriu-se uma série de concheiros na região e, com base nas provas arqueológicas, concluiu-se que a principal fonte de alimentos marinhos dos Ohlone consistia em mexilhão e abalone.[3] Vários concheiros foram descobertos ao longo de 20 km de costa rochosa na península de Monterey entre Fishermans' Wharf em Monterey até Carmel.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Native American period[editar | editar código-fonte]

Royal Presidio Chapel circa 1934. The existing building dates to 1794.

Muito antes da chegada dos exploradores espanhóis, a tribo Ohlone Rumsen, um dos sete grupos Ohlone linguisticamente distintos na Califórnia, habitava a área hoje conhecida como Monterey.[5] Eles subsistiam da caça, pesca e coleta de alimentos em torno da biologicamente rica Península de Monterey. Pesquisadores descobriram uma série de conchas na área e, com base na evidência arqueológica, concluiu a que a alimentação Ohlone consistia principalmente em vários momentos de mexilhão e abalone. [6] Uma série de sítios arqueológicos foram localizados ao longo de cerca de 12 quilômetros de costa rochosa da Península de Monterey do site atual do Cais dos Pescadores 'em Monterey a Carmel..[7]

Qual seria a tradução para Royal Presidio Chapel e Fisherman's Wharf. Se existe uma tradução agradável em português... Eduardo Pazos (discussão) 19h05min de 25 de dezembro de 2012 (UTC)
"Fisherman's wharf" são apenas as docas (dos pescadores <- desnecessário). Não estou a ver o que é Presidio, mas é provável que seja o nome de uma localidade ou algo do género, pelo que seria algo Capela Real de Presidio; mas não me cites nesta última. JohnR (discussão) 02h21min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)
Presídio é o mesmo que forte ou praça-forte, o termo existe com o mesmo significado tanto em espanhol como em português. Alguns deles tinham a designação de presidio real e quase todos teriam a sua capela. No caso exposto creio que a tradução mais correcta seria Capela do Presídio Real. --João Sousa DC 02h32min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)
A denominação do estabelecimento fica melhor, em seu original, no inglês. Eduardo Pazos (discussão) 02h54min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)

Xel-Há[editar | editar código-fonte]

Alguém bom em espanhol? O trecho está em portuñol. Não consegui terminar de traduzir o trecho:

"Uma lenda sobre a origem de Xel-Há conta que os deuses maias, tras haber conjugado en un solo lugar lo mejor de ellos mismos, crearon tres guardianes.".

Eduardo Pazos (discussão) 01h51min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)

...depois de haver conjugado num só lugar o melhor de eles mesmos, criaram três guardiães. --João Sousa DC 02h26min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)

Obrigado, João Sousa.

guacamaya é arara e o que é pez lora? É peixe dourado, coisas do gênero?
Luego, los dioses decidieron hacer entrega de ese paraíso natural a la humanidad.
Então, os deuses decidiram entregar este paraíso natural para a humanidade.

Eduardo Pazos (discussão) 03h08min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)

eu traduziria primeira frase: ...depois de terem reunido num só lugar o melhor que tinham criaram três guardiões (plural de guradião) Nini Como? 08h23min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)
Pez lora o pez loro - peixe-papagaio. --João Sousa DC 15h22min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)
Traduzo o termo caleta para português? Ou deixo o termo no artigo? Qual seria a melhor tradução para isso? Vai substituindo, para não houver repetição? Eduardo Pazos (discussão) 16h41min de 26 de dezembro de 2012 (UTC)
Caleta = Calheta (pequena angra ou enseada estreita)--João Sousa DC 05h37min de 27 de dezembro de 2012 (UTC)

Para especialistas em música ou espanhol: "rasgueo"[editar | editar código-fonte]

Alguém sabe se o termo espanhol "rasgueo" (ato de rasguear) tem tradução? Segundo o dicionário da RAE, rasguear, significa "Tocar la guitarra u otro instrumento rozando varias cuerdas a la vez con las puntas de los dedos." O contexto são músicos ciganos de Granada, suponho que de flamenco.

Para já amanhei o problema com uma nota "O rasgueo é um técnica usada pelos guitarristas dedilhando várias cordas ao mesmo tempo". Independentemente de saber ou não a tradução, peço a quem reconhecer a técnica que corrija/clarifique essa nota. Obrigado. Stegop (discussão) 01h15min de 28 de dezembro de 2012 (UTC)

Encontrei aqui a definiçao seguinte: toque rasgado: aquele em que se arrastam as unhas pelas cordas da viola. Já dedilhar não me parece uma boa solução, porque cada dedo toca uma corda de cada vez. --João Sousa DC 16h19min de 28 de dezembro de 2012 (UTC)
Obrigado, João, "toque rasgado" soa bem, apesar da definição de rasguear falar em pontas dos dedos e de "toque rasgado" em unhas. --Stegop (discussão) 00h28min de 29 de dezembro de 2012 (UTC)

Traduzindo Jorge VI[editar | editar código-fonte]

Olá!

Estou com alguma dificuldade para traduzir os seguinte trechos, referentes à atuação do biografado durante a Primeira Guerra Mundial:

  • "In February 1918, he was appointed Officer in Charge of Boys at the Royal Naval Air Service's training establishment at Cranwell."
  • " He was appointed Officer Commanding Number 4 Squadron of the Boys' Wing at Cranwell."

Alguém pode dar-me um help? Biólogo 32 What? 02h24min de 29 de dezembro de 2012 (UTC)

Não tenho a certeza absoluta... mas já é um começo e dá ideias a quem quiser estudar melhor o assunto
  • Em fevereiro de 1918 foi nomeado Oficial responsável pelos cadetes na Academia da Força aérea da Royal Navy em Cranwell
  • Foi nomeado Comandante do 4º esquadrão da ala dos cadetes em Cranwell Nini Como? 05h56min de 29 de dezembro de 2012 (UTC)

Ajuda em Sandy Hook (Connecticut)[editar | editar código-fonte]

Sou um pouquinho inexperiente, mas me interesso em contribuir na wiki. Me ajudem.

Qual seria a tradução para:

Sandy Hook linda con el barrio de Botsford de la ciudad de Newtown, y con la ciudad de Southbury a lo largo del río Housatonic.
Sandy Hook limita-se com o bairro de Botsford em Newtown e com as cidades de Southbury e Oxford às margens do rio Housatonic.
Sandy Hook faz limite com o bairro de Botsford em Newtown e com as cidades de Southbury e Oxford às margens do rio Housatonic.

Qual seria a tradução para:

Sandy Hook post office and dam, from a postcard sent in 1914.
Oficina de correos, de Sandy Hook en una postal enviada en 1914.

Eduardo Pazos (discussão) 02h14min de 31 de dezembro de 2012 (UTC)

  1. James Brunot entry on Board Game Geek.
  2. Henson, Paul; Donald J. Usner. The Natural History of Big Sur. illus. by Valerie A. Kells. ed. Berkeley: University of California Press, 1996. p. 265. ISBN 0-520-20510-3.
  3. Breschini, Gary S.; Trudy Haversat (1986). Archaeological Investigations at CA-MNT-149, In the Del Monte Forest, Monterey County, California. Visitado em 22-6-2012.
  4. Breschini, Gary S.; Trudy Haversat. (Winter 2002). "Radiocarbon Dating and Cultural Models on the Monterey Peninsula, California". Pacific Coast Archaeological Society Quarterly 38.
  5. Henson, Paul; Donald J. Usner. The Natural History of Big Sur. illus. by Valerie A. Kells. ed. Berkeley: University of California Press, 1996. p. 265. ISBN 0-520-20510-3.
  6. Breschini, Gary S.; Trudy Haversat (1986). Archaeological Investigations at CA-MNT-149, In the Del Monte Forest, Monterey County, California. Visitado em 22 June 2012.
  7. Breschini, Gary S.; Trudy Haversat. (Winter 2002). "Radiocarbon Dating and Cultural Models on the Monterey Peninsula, California". Pacific Coast Archaeological Society Quarterly 38.