Almas (Tocantins)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Almas)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o rio das Almas, veja Rio das Almas.
Almas
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico almense
Localização
Localização de Almas no Tocantins
Localização de Almas no Tocantins
Almas está localizado em: Brasil
Almas
Localização de Almas no Brasil
Mapa de Almas
Coordenadas 11° 34' 26" S 47° 10' 12" O
País Brasil
Unidade federativa Tocantins
Municípios limítrofes Porto Alegre do Tocantins (Leste), Natividade (Oeste), Dianópolis (Sudeste), Conceição do Tocantins (Sul) , Pindorama do Tocantins (Noroeste), Ponte Alta do Tocantins (Norte), Rio da Conceição e Mateiros (Nordeste)
Distância até a capital 276 km
História
Fundação 14 de novembro de 1958
Administração
Prefeito(a) Wágner Nepomuceno Carvalho (PMDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 4 021,111 km²
População total (IBGE/2010[2]) 7 595 hab.
Densidade 1,89 hab./km²
Clima Tropical úmido
Altitude 397 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,638 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 37 918,875 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 4 929,65

Almas é um município brasileiro do estado do Tocantins. Localiza-se a uma latitude 11º34'25" sul e a uma longitude 47º10'13" oeste, estando a uma altitude de 397 metros. Sua população estimada em 2009 era de 8840 habitantes. Possui uma área de 4106,4 km².

História[editar | editar código-fonte]

Almas é um dos municípios mais antigos do Tocantins. Data de 29 de setembro de 1734 a chegada dos primeiros moradores ao lugar, tendo à frente o português Manoel Rodrigues Araújo, que percorria a região à procura de ouro. Tempo depois, em 1820, chegou outro português, Bernardo Homem, dedicando-se à exploração de ouro e empregando largamente a mão-de-obra escrava. Antes disso, as primeiras entradas não estabeleceram no núcleo de povoamento estável.

Bernardo Homem é considerado o fundador do município. Foi ele quem construiu a primeira igreja católica e trouxe de Portugal várias imagens sacras, inclusive a de São Miguel Arcanjo, padroeiro da cidade.

A princípio, o nome do lugar era Arraial de São Miguel e Almas. Algum tempo depois tirou-se Arraial de São Miguel, ficando como nome da cidade como Almas e São Miguel como seu padroeiro.

Não se tem memória da data da elevação do povoado à categoria de distrito, mas pela lei do Estado de Goiás n° 2.094, de 14 de novembro de 1958, foi elevado à categoria de município, pertencente a Comarca de Natividade. Sua instalação oficial, como município, se deu em 30 de janeiro de 1959.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Carente de turismo natural como nos municípios de Porto Alegre do Tocantins e Rio da Conceição que são privilegiados com o Rio Manoel Alves, no qual serve de grande atrativo à população da região sudeste do Tocantins, que buscam lazer nas suas águas aprazíveis para o banho.

Padroeiro: São Miguel (29 de setembro).

Economia: Agropecuária e exploração mineral.

Pontos turísticos: Igreja de São Miguel Arcanjo.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.