GE U8B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


GE U8B
BSicon exTRAIN3.svg
Locomotiva U8B no Vietnã, em bitola métrica.
Descrição
Propulsão Diesel-Elétrica
Fabricante GE ( Estados Unidos)
Número de encomenda 34135--34199
Número de série 4701-4722 – VFFLB
2101-2143 – EFL
Modelo GE U8B
Ano de fabricação 1960 a 1965
1961 - Brasil
Locomotivas fabricadas 64 – Brasil
122 - Total
Classificação AAR B-B
Tipo de serviço Carga e Passageiro
Características
Bitola 1,000 m
Diâmetro das rodas 91,44 cm (36’’)
Comprimento 11,380 m
Largura 2,743 m
Altura 3,658 m
Peso da locomotiva 54,5 t
Peso por eixo 13,625 t
Tipo de combustível Diesel
Capacidade de combustível 1.514 l
Fabricante do motor Caterpillar
Motor primário D398
Tipo de motor V Superalimentado
Cilindradas do motor 12 cilindros
Gerador 5GT-601-A1
Motores de tração 5GE-761-A1
Tipo de transmissão Elétrica
Tração múltipla Sim
Performance
Velocidade máxima 96 km/h
Potência total 900 HP
Potência disponível para tração 810 HP
Freios da locomotiva WABCO
Sistema de freio 6SL
Operação
Ferrovias Originais EFL-RFFSA e VFFLB-RFFSA
Ferrovias que operou RFFSA e FCA
Numeração SIGO 2131-2190
Local de operação Bahia, Sergipe e Rio de Janeiro
Data de entrega 1961
Proprietário atual FCA, FTL e METROFOR
Situação Muitas Operacionais

A Locomotiva Diesel - Elétrica GE U8B é uma locomotiva diesel - elétrica produzida pela GE entre 1960 e 1965, sendo utilizada no Brasil, Guatemala e Vietnã.

Tendo sido produzida no EUA um total de 122 unidades.

Foi projetada para linhas com restrições de gabarito e peso, para manobra, linhas industriais sendo típica de países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos. São capazes de operar em qualquer bitola, de 0,914 a 1,668m.

Tabela[editar | editar código-fonte]

Modelo Potência (HP) Bitola (m) Fabricante Origem Ano de Fabricação
U8B 900 0,914 a 1,668 General Electric EUA 1960 a 1961

U8B no Brasil[editar | editar código-fonte]

Juntamente com a compra de locomotivas modelo U5B vieram as locomotivas modelo U8B, para a Viação Férrea Federal Leste Brasileiro e para a Estrada de ferro Leopoldina. Numeradas na Leopoldina inicialmente como 2101 a 2143 e na Leste Brasileiro 4701 a 4722 fizeram serviços de carga, manobra e passageiros, inclusive em tração múltipla. Houve transferências confusas e irrastreáveis entre os anos 60 e 80, entre a EFL e VFFLB, e apenas em 1980 as locomotivas que ainda rodavam na Leopoldina foram transferidas definitivamente para a Leste Brasileiro, sendo todas renumeradas pela RFFSA como 2131 a 2190 por volta de 1983. Atualmente a FCA detém 25 dessas maquinas, porém opera apenas 11, tendo devolvido 14 para a RFFSA em fevereiro de 1998 por questões de inoperacionalidade. Algumas U8B foram recebendo os truques de U10B's baixadas, substituindo seus peculiares truques modelo URS de menor confiabilidade e maior complexidade de manutenção. A Ferrovia Transnordestina Logística (FTL) também opera essas maquinas, tendo recebido 6 e mantendo todas operacionais.

Proprietários Originais[editar | editar código-fonte]

U8B[editar | editar código-fonte]

Ferrovia País Bitola Quantidade
Estrada de Ferro Central do Brasil Brasil 1,600m -
Estrada de Ferro Leopoldina Brasil 1,000m 43
Viação Férrea Federal do Leste Brasileiro Brasil 1,000m 22
Ferrocarriles Nacionales de Colômbia Colômbia 0,914m 8
Ferrocarriles de Costa Rica Costa Rica 1,067m 5
International Ry Central America Guatemala 0,914m 8
Vietnam Railway System Vietnã 1,000m 48

Ferrovias brasileiras[editar | editar código-fonte]

No Brasil hoje são utilizadas pela FTL, CTB e FCA para a realização de manobras.

A METROFOR opera U8B no transporte metropolitano de passageiros em Fortaleza-CE.

Referências[editar | editar código-fonte]