ITASAT-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre uma missão espacial atualmente em curso. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 18 de julho de 2019; editado pela última vez em 5 de dezembro de 2018) CELstart-rocket.png
ITASAT-1
Missão
Operação Brasil ITA
Contratantes principais Brasil ITA
Tipo de missão Tecnológico
Planeta orbitado Terra
Lançamento 3 de dezembro 2018
Veículo de Lançamento Estados Unidos Falcon 9 Block 5
Local do Lançamento Estados Unidos Base da Força Aérea de Vandenberg, Lompoc, Califórnia
Massa kg
Elementos Orbitais
Tipo Órbita circular

O ITASAT-1 é um microssatélite brasileiro, ele é um CubeSat 6U construído pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA),[1] em parceria com a Agência Espacial Brasileira e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).[2]

Objetivo[editar | editar código-fonte]

O Projeto visa capacitar estudantes envolvidos no projeto, que poderão utilizar os conhecimentos adquiridos em vários setores da sociedade brasileira, o que poderá potencializar outros desenvolvimentos correlacionados no setor espacial, qualificar no espaço os componentes e os equipamentos que serão utilizados no satélite; vai testar concepções e arquiteturas de projetos utilizados no desenvolvimento dos subsistemas que compõem o satélite.

Características[editar | editar código-fonte]

Originalmente o ITASAT-1 era para ser um microssatélite na classe de 80 kg, até que em 2013 o projeto foi reformulado para um satélite da classe CubeSat 6U devido às dificuldades para encontrar uma oportunidade de lançamento acessível.[1]

O satélite possui controle de 3 eixos e é alimentado por células solares montadas em sua superfície. Ele leva várias cargas experimentais: um sistema de recolha de dados, um receptor GPS e um sistema de câmera fornecendo uma resolução terrestre de cerca de 80 metros.[1]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O satélite foi lançado ao espaço em 3 de dezembro de 2018, como carga secundária, por meio de um veículo Falcon 9 Block 5 da empresa estadunidense SpaceX a partir da Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia, EUA. Ele tem uma massa de lançamento de 8 kg.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «ITASAT 1» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 16 de maio de 2015 
  2. «Satélite ITASAT-1». Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Consultado em 16 de maio de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]