SERPENS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblema do programa SERPENS.

SERPENS é a sigla de Sistema Espacial para Realização de Pesquisas e Experimentos com Nanossatélites, é um programa patrocinado pela AEB, lançado em 18 de agosto de 2015, por meio de um veículo de lançamento japonês H-IIB a partir do Centro Espacial de Tanegashima, no Japão.[1][2] Ele tem o objetivo de fomentar as iniciativas de construção de nanossatélites no Brasil, permitindo qualificar engenheiros, estudantes, docentes e pesquisadores brasileiros vinculados aos cursos de Engenharia Aeroespacial para a produção e desenvolvimento de satélites de pequeno porte e baixo custo.[3]

Esse programa, coordenado pela AEB, envolve diversas universidades brasileiras, uma espanhola e duas estado-unidenses.[4]

Plataforma[editar | editar código-fonte]

Plataforma CubeSat 3U usada no projeto SERPENS.

Segundo o que tem sido divulgado, a primeira missão desse programa consistirá no desenvolvimento de um nanossatélite em plataforma CubeSat 3U que carregará três cargas úteis:

  • Um transpônder DCS compatível com o atual “Sistema Brasileiro de Coleta de Dados Ambientas (SINDA)” do INPE;
  • Um transpônder Digital compatível com a rede GENSO;
  • Um micro propulsor PPT (Pulsed Plasma Thruster).

Entidades envolvidas[editar | editar código-fonte]

O programa vai integrar esforços das seguintes entidades:[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Satélite desenvolvido em parceria com a UFSC é lançado no Japão». G1. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  2. «SERPENS» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  3. «AEB LANÇA PROGRAMA DE PESQUISA E EXPERIMENTOS COM NANOSSATÉLITES». AEB. Consultado em 26 de março de 2014 
  4. «NANOSSATÉLITES BRASILEIROS SERÃO LANÇADOS AO ESPAÇO A PARTIR DA ISS». AEB. Consultado em 26 de março de 2014 
  5. «AEB PROMOVE WORKSHOP SOBRE CONSTRUÇÃO E APLICAÇÃO DE NANOSSATÉLITES». AEB. Consultado em 26 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]