Amazônia-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Current event marker.svg
Este artigo ou seção contém informações sobre um satélite futuro.
As informações neste artigo podem mudar com freqüência. Por favor, não adicione dados especulativos e lembre-se de colocar referências e fontes confiáveis ​​para atestar as informações citadas.
Nasa swift satellite.jpg


Amazônia-2
Missão
Operação Brasil INPE
Contratantes principais Brasil INPE
Plataforma Plataforma Multimissão
Tipo de missão Observação da Terra
Planeta orbitado Terra
Veículo de Lançamento Planejado para 2018
Massa 500 kg

O Amazônia-2 é um satélite de observação da Terra brasileiro que atualmente em um estágio de planejamento para ser futuramente desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Este satélite será uma continuação da missão de fornecer a continuidade dos dados transmitidos pelo Amazônia-1. Ele contará com um conjunto de instrumentos melhorado. Ele terá uma massa de 500 kg e está programado para ser lançado ao espaço no ano de 2018.[1][2]

Objetivo[editar | editar código-fonte]

O satélite Amazônia 2 será projetado para garantir a continuação dos dados gerados pelos satélites Amazônia-1, CBERS-4 e CBERS-4A. Os dados servem para monitorar ecossistemas e a produção agrícola global, com múltiplas imagens num ciclo de produção de 90-100 dias (culturas anuais).[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Amazônia 2» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 18 de maio de 2015 
  2. a b «Plano Diretor 2011 - 2015» (PDF). Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Consultado em 18 de maio de 2015