LATTES-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Current event marker.svg
Este artigo ou seção contém informações sobre um satélite futuro.
As informações neste artigo podem mudar com freqüência. Por favor, não adicione dados especulativos e lembre-se de colocar referências e fontes confiáveis ​​para atestar as informações citadas.
Nasa swift satellite.jpg


LATTES-1
Missão
Operação Brasil INPE
Contratantes principais Brasil INPE
Plataforma Plataforma Multimissão
Tipo de missão Científico
Planeta orbitado Terra
Lançamento Planejado para 2017
Massa 500 kg

O LATTES-1 é um pequeno satélite científico brasileiro que está atualmente sendo desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ele terá uma massa de 500 kg e está programado para ser lançado ao espaço em 2017.[1][2]

Missão[editar | editar código-fonte]

O LATTES–1 será um satélite científico de dupla missão: EQUARS e MIRAX:[1][2]

EQUARS[editar | editar código-fonte]

A missão EQUARS é de Clima Espacial, e seus instrumentos vão monitorar as propriedades físicas, químicas e dinâmicas da atmosfera e da ionosfera terrestre, estudando os efeitos de partículas energéticas de origem solar e de origem cósmica.[1][2]

MIRAX[editar | editar código-fonte]

A missão MIRAX tem como objetivo principal monitorar o céu através da medição de raios X e gama para estudar explosões cósmicas de raios gama e fontes transientes associadas a buracos negros e estrelas de nêutrons.[1][2]

Características[editar | editar código-fonte]

Os experimentos científicos da Missão EQUARS serão montados em um lado do satélite, com visada para a atmosfera e a ionosfera terrestre, enquanto os experimentos da Missão MIRAX serão montados no outro lado do satélite, com visada para o espaço.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e «Plano Diretor 2011 - 2015» (PDF). Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Consultado em 26 de maio de 2015 
  2. a b c d «LATTES» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 26 de maio de 2015