CBERS-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CBERS-1
Arte conceitual do CBERS-1 em órbita.
Descrição
Website www.cbers.inpe.br
Duração da missão 3 anos
Propriedades
Massa 1,5400 kg
Missão
Data de lançamento 14 de outubro de 1999, 08:16:00 UTC
Veículo de lançamento Chang Zheng 4B
Local de lançamento China LC-7, Centro de Lançamento de Taiyuan, Shanxi
Especificações orbitais
Referência orbital Órbita hélio-síncrona
Semi-eixo maior 7,153,45 km


O CBERS-1 (da série China-Brazil Earth-Resources Satellite), foi um satélite de observação da Terra, resultado de um acordo sino-brasileiro, lançado em 14 de Outubro de 1999 a partir do Centro de Lançamento de Taiyuan por intermédio de um foguete Longa Marcha 4B.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

Esse satélite foi projetado e lançado com o objetivo de gerar imagens da superfície da Terra, usando equipamentos de sensoriamento remoto. Essas imagens, podem ser usadas nas mais variadas aplicações, como: agricultura, meio ambiente, recursos hidrológicos e oceânicos, florestas, geologia entre outros.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

Esse satélite tem o formato de um cubo com 2 m de aresta.[1] Ele possui um único conjunto de painéis solares ligado a uma de suas faces.

Instrumentos[editar | editar código-fonte]

O satélite é composto por dois módulos principais:

O primeiro módulo contém os seus instrumentos de pesquisa e tem instalado 3 câmeras e o repetidor.[1]

  • Câmera Imageadora de Alta Resolução denominada de CCD.
  • Imageador por Varredura de Média Resolução denominado de IRMSS.
  • Câmera Imageadora de Amplo Campo de Visada denominado de WFI
  • Repetidor para o Sistema Brasileiro de Coleta de Dados Ambientais.

O segundo módulo contém os equipamentos que asseguram o suprimento de energia, os controles, as telecomunicações e demais funções necessárias à operação do satélite.

Missão[editar | editar código-fonte]

O lançamento do CBERS-1, levando o satélite SACI-1 como carga útil secundária, ocorreu sem problemas em 14/10/1999, à 1h15 (horário de Brasília) por intermédio de um foguete Longa Marcha 4B, partindo do Centro de Lançamento de Taiyuan. A liberação do CBERS-1, ocorreu 13 minutos após o lançamento depois da queima dos três estágios do veículo lançador. Depois de confirmada a órbita e a abertura do painel solar, pela estação de recepção de Nanning, a passagem sobre o Brasil ocorreu durante a sétima órbita, por volta das 11h30 do dia 14/10/1999, 10 horas após o lançamento.[2]

Referências

  1. a b c «CBERS - FAQ». INPE. 2011. Consultado em 24 de julho de 2013 
  2. «Lançamento CBERS-1». INPE. 2011. Consultado em 24 de julho de 2013 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]