Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Instituto Geral de Perícias (IGP) é o Departamento Técnico-Científico Forense do Estado de Santa Catarina. Tem como função coordenar as atividades desenvolvidas pelas perícias criminais do estado através dos seus respectivos órgãos. É desvinculado da Polícia Civil.[1]

O IGP é subordinado diretamente à Secretaria de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina e trabalha em estreita cooperação com os demais órgãos vinculados a essa secretaria.[1]

O Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina administra quatro órgãos:[1]

  • Instituto de Criminalística (IC)
  • Instituto de Identificação (II)
  • Instituto Médico-Legal (IML)
  • Instituto de Análises Forenses (IAF)

Sofria até pouco tempo com um grande déficit de profissionais, porém, com o último concurso público realizado em 2008 e a nomeação de metade dos aprovados em 2009, a situação da perícia catarinense melhorou substancialmente. No ano de 2010, houve a nomeação do restante dos aprovados, vindo, com isso, a praticamente dobrar o número de peritos oficiais no estado em relação à quantidade de servidores encontrados antes da realização do concurso.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d IGP (2017). «INSTITUCIONAL». Instituto Geral de Perícias. Consultado em 30 de agosto de 2017 

Outras instituições[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]