Primeira Liga de 2015–16

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Liga NOS de 2015–16)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Primeira Liga de 2015–16
Liga NOS de 2015-16
Dados
Participantes 18
Período Agosto de 2015Maio de 2016
Gol(o)s 831
Partidas 306
Média 2,72 gol(o)s por partida
Campeão SL Benfica (35.º título)
Vice-campeão Sporting CP
Rebaixado(s) U. Madeira, Académica
Melhor marcador Brasil Jonas
Maiores goleadas
(diferença)
Benfica 6-0 Belenenses
Estádio da LuzLisboa
 
Paços de Ferreira 6-0 União da Madeira
Estádio Capital do MóvelPaços de Ferreira
 
Benfica 6-0 Marítimo
Estádio da LuzLisboa
 
Vitória de Setúbal 0-6 Sporting
Estádio do BonfimSetúbal
◄◄ 2014–15 Soccerball.svg 2016–17 ►►

A Primeira Liga de 2015–16, conhecida também como Liga NOS por razões de patrocínio, foi a 82ª edição da liga de futebol de maior escalão de Portugal.

O Tondela e o U. Madeira, que terminaram a Segunda Liga de 2014–15 em primeiro e segundo respectivamente, também subiram para a liga principal. O Tondela estreia-se na principal liga do futebol português e desde 1988/1989 que uma equipa da Associação de Futebol de Viseu não disputava o primeiro escalão do futebol português. Nesta edição do torneio, o Benfica voltou a sagrar-se tricampeão nacional, algo que já não acontecia desde a temporada 1976-1977. Desta maneira, o Benfica conquistou o seu 35º título de campeão nacional. Num campeonato muito disputado, a grande surpresa do torneio foi o Arouca, que terminou a prova no 5º lugar, classificando-se para as competições europeias pela primeira vez na sua história. Enquanto o Tondela conseguiu o milagre de sobreviver à despromoção, a Académica foi a grande decepção da prova, terminando o campeonato no último lugar e sendo despromovida para a Segunda Liga da temporada seguinte.

Transmissões televisivas[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, todos os jogos são transmitidos pela Sport TV, à excepção dos jogos em casa do Benfica, que são transmitidos pela Benfica TV. A RTP Internacional também passa um jogo por cada jornada.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Localização das equipas da Primeira Liga de 2015–16 (Continente)
Localização das equipas da Primeira Liga de 2015–16 (Madeira)
Clube Cidade Estádio Lotação 2014–15 Treinador
Académica Coimbra Cidade de Coimbra 29,622 15º, I Liga Filipe Gouveia
Arouca Arouca Municipal de Arouca 5,000 16º, I Liga Lito Vidigal
Belenenses Lisboa Estádio do Restelo 25,000 6º, I Liga Júlio Velázquez
Benfica Lisboa Estádio da Luz 65,647 1º, I Liga Rui Vitória
Boavista Porto Estádio do Bessa 28,263 13º, I Liga Erwin Sanchéz
Estoril Estoril António Coim. da Mota 5,015 12º, I Liga Fabiano Soares
FC Porto Porto Estádio do Dragão 50,431 2º, I Liga José Peseiro
Marítimo Funchal Estádio dos Barreiros 7,400 9º, I Liga Nelo Vingada
Moreirense Moreira de Cónegos Com. Joa. de Alm. Freitas 6,100 11º, I Liga Miguel Leal
Nacional Funchal Estádio da Madeira 5,452 7º, I Liga Manuel Machado
Paços de Ferreira Paços de Ferreira Capital do Móvel 5,255 8º, I Liga Jorge Simão
Rio Ave Vila do Conde Estádio dos Arcos 9,065 10º, I Liga Pedro Martins
Sporting Lisboa Alvalade XXI 52,327 3º, I Liga Jorge Jesus
SC Braga Braga Municipal de Braga 30,286 4º, I Liga Paulo Fonseca
Tondela Tondela João Cardoso 5,000 1º, II Liga Petit
U. Madeira Funchal Cen. Desp. da Madeira 2,325 2º, II liga Norton de Matos
V. Guimarães Guimarães D. Afonso Henriques 30,000 5º, I Liga Sérgio Conceição
V. Setúbal Setúbal Estádio do Bonfim 27,180 14º, I Liga Quim Machado

Número de equipas por Associação de Futebol[editar | editar código-fonte]

Associação de Futebol Número de equipas Equipas
1 A. F. Lisboa 4 Belenenses, Benfica, Estoril, Sporting
A. F. Porto Boavista, Paços de Ferreira, FC Porto, Rio Ave
3 A. F. Braga 3 Moreirense, SC Braga, V. Guimarães
A. F. Madeira Marítimo, Nacional, U. Madeira
5 A. F. Aveiro 1 Arouca
A. F. Coimbra Académica
A. F. Setúbal V. Setúbal
A. F. Viseu Tondela

Tabela classificativa[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 15/05/2016[1]

Pos Equipa Pts J V E D GM GS SG Classificação ou despromoção
1 Benfica 88 34 29 1 4 88 22 +66 Fase de Grupos da Liga dos Campeões de 2016–17
2 Sporting 86 34 27 5 2 79 21 +58
3 Porto 73 34 23 4 7 67 30 +37 Play-off da Liga dos Campeões de 2016–17
4 Sporting de Braga 58 34 16 10 8 54 35 +19 Fase de Grupos da Liga Europa de 2016–17
5 Arouca 54 34 13 15 6 47 38 +9 3ª Pré-Eliminatória da Liga Europa de 2016–17
6 Rio Ave 50 34 14 8 12 44 44 0
7 Paços de Ferreira 49 34 13 10 11 43 42 +1
8 Estoril 47 34 13 8 13 40 41 -1
9 Belenenses 41 34 10 11 13 44 66 -22
10 Vitória de Guimarães 40 34 9 13 12 45 53 -8
11 Nacional da Madeira 38 34 10 8 16 40 56 -16
12 Moreirense 36 34 9 9 16 38 54 -16
13 Marítimo 35 34 10 5 19 45 63 -18
14 Boavista 33 34 8 9 17 24 41 -17
15 Vitória de Setúbal 30 34 6 12 16 40 61 -21
16 Tondela 30 34 8 6 20 34 54 -20
17 União da Madeira 29 34 7 8 19 27 50 -23 Despromoção à Segunda Liga de 2016–17
18 Académica de Coimbra 25 34 5 10 19 32 60 -28

Resultados[editar | editar código-fonte]

BEN SPO POR BRA ARO RAV PFE EST BEL GUI NAC MOR MAR BOA SET TON UNI ACA
Benfica 0–3 1–2 5–1 3–1 3–1 3–0 4–0 6–0 1–0 4–1 3–2 6–0 2–0 2–1 4–1 2–0 3–0
Sporting 0–1 2–0 3–2 5–1 0–0 1–1 1–0 1–0 5–1 1–0 3–1 3–1 2–0 5–0 2–2 2–0 3–2
FC Porto 1–0 1–3 0–0 1–2 1–1 2–1 2–0 4–0 3–0 4–0 3–2 1–0 4–0 2–0 0–1 3–2 3–1
SC Braga 0–2 0–4 3–1 0–0 5–1 1–1 2–0 4–0 3–3 2–1 1–1 5–1 4–0 3–2 3–0 2–0 3–0
Arouca 1–0 0–1 1–3 0–0 0–0 2–2 1–0 2–2 2–2 3–0 1–2 4–1 3–2 1–0 1–1 3–0 3–2
Rio Ave 0–1 1–2 1–3 1–0 3–1 1–1 1–3 1–2 2–0 1–0 0–1 1–0 1–0 2–1 2–3 1–0 1–0
Paços de Ferreira 1–3 1–3 1–0 1–0 1–1 0–3 2–0 2–2 0–1 3–1 0–0 2–2 0–1 2–1 1–4 6–0 1–0
Estoril 1–2 1–2 1–3 1–0 1–1 2–2 1–0 2–0 0–1 1–1 2–0 2–1 1–0 3–0 2–1 2–1 1–1
Belenenses 0–5 2–5 1–2 3–0 0–2 3–3 0–2 2–1 3–3 2–2 2–0 1–1 1–0 0–3 2–1 1–0 1–1
V. Guimarães 0–1 0–0 1–0 0–1 2–2 3–1 0–1 1–1 1–1 0–1 4–1 3–4 1–1 2–2 1–0 3–1 1–1
Nacional 1–4 0–4 1–2 2–3 2–2 1–0 3–0 4–1 2–2 3–2 0–1 3–1 0–0 1–1 3–1 1–0 2–0
Moreirense 1–4 0–1 2–2 0–0 0–2 0–1 2–0 1–3 2–3 3–4 2–0 2–1 1–1 0–2 1–2 0–0 2–2
Marítimo 0–2 0–1 1–1 1–3 1–2 3–2 0–2 1–1 1–2 3–0 2–0 5–1 0–3 5–2 1–0 0–1 1–0
Boavista 0–1 0–0 0–5 0–0 0–0 1–2 0–1 1–1 1–0 1–2 0–1 0–3 0–1 4–0 1–0 1–0 0–0
V. Setúbal 2–4 0–6 0–1 1–1 0–0 2–2 0–0 1–0 0–1 2–2 1–1 0–1 1–1 2–2 0–1 2–2 2–1
Tondela 0–4 1–2 0–1 0–1 0–1 1–1 0–2 0–1 2–2 1–1 1–0 1–1 3–4 1–2 1–3 1–0 2–0
União da Madeira 0–0 1–0 0–4 0–1 0–0 1–2 3–4 1–1 0–0 0–0 3–0 0–1 2–1 1–0 2–2 2–0 3–1
Académica 1–2 1–3 1–2 0–0 1–1 0–2 1–1 0–3 4–3 2–0 2–2 1–1 1–0 0–2 0–4 2–1 3–1

Última atualização em 3 Agosto 2016.
Fonte: zerozero.pt
1O time da casa (mandante) está listado na coluna da esquerda.
Cores:      Azul = time da casa vence;      Amarelo = empate;      Vermelho = time visitante vence.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

- O Tondela estreou-se no principal escalão do futebol português.

- Desde 1988-89 que uma equipa da Associação de Futebol de Viseu não disputava o primeiro escalão do futebol português. Na altura o Académico de Viseu terminou em 20º e último lugar, com 19 pontos.

- O U. Madeira regressou à Primeira Liga após 20 épocas de ausência. A última vez que tinha competido neste campeonato fora em 1994-95, terminando em 16º lugar com 24 pontos.

- Foi a terceira vez na história do futebol português em que houve três equipas da Madeira na Primeira Divisão - Marítimo, Nacional e U. Madeira. Tal apenas se verificou em duas épocas - 1989-90 e 1990-91 - com as mesmas equipas.

- O Funchal empatou com Lisboa como a cidade com mais equipas na Primeira Liga - três.

- O Benfica conseguiu o tricampeonato 39 anos depois do ultimo. Desde 1976-77 que não o conseguia.

- O Arouca conseguiu a sua melhor classificação de sempre, um quinto lugar que lhe valeu uma inédita qualificação para a Liga Europa da UEFA, tornando-se a 25ª equipa portuguesa a participar em competições europeias.

- O Futebol Clube do Porto cumpria o maior período sem vencer campeonatos em 14 épocas. O ultimo título conseguido foi a Supertaça Cândido de Oliveira, em 2013.

- O Sporting atravessava o segundo maior período sem ser campeão da sua história. Esta foi a 14ª época consecutiva de jejum - o recorde são 18.

- A Académica foi despromovida pela sétima vez na sua história, após 14 épocas consecutivas no escalão máximo.

- O Marítimo terminou o campeonato em 14º lugar, na pior classificação dos últimos 34 anos.

- Arouca, Marítimo, Nacional, Paços de Ferreira, Rio Ave e SC Braga atravessavam os maiores períodos de permanência contínua na Primeira Divisão das respectivas histórias.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Campeão[editar | editar código-fonte]

Campeonato de Portugal de primeira divisão 2015/2016
Lisboa.PNG
Benfica
35° Título

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Liga Portugal
  2. «Artilharia da Liga NOS de 2015-2016». ligaportugal.pt. Consultado em 18 de maio de 2016 
  3. a b «Estatísticas da Liga Portuguesa de 2015-2016». ogol.com.br. Consultado em 18 de maio de 2016