Paulo Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Paulo Branco
Nascimento 3 de junho de 1950 (72 anos)
Lisboa, Portugal
Ocupação Produtor cinematográfico
Período de atividade 1979–actualmente

Paulo Branco (Lisboa, 3 de Junho de 1950) é um produtor de cinema e cavaleiro de alta competição (ex-selecionador nacional de equitação) português.

História[editar | editar código-fonte]

Deixou os estudos de engenharia química, no Instituto Superior Técnico, partindo em viagem pela EuropaLondres, em 1971, e Paris, em 1973. [1][2] Enveredou definitivamente pelo cinema em 1974, quando começou a trabalhar no cinema Olympic, com Frédéric Miterrand. Pouco depois ficou responsável pela gestão da sala parisiense Action-République. [3]

Produtor de cinema desde 1979 — atualmente responsável pela Alfama Films, em Lisboa e em Paris, em 2021 já havia produzido mais de 200 filmes. [4] Entre os realizadores com quem trabalhou, figuram vários realizadores portugueses, como Manoel de Oliveira, João César Monteiro, João Canijo, João Botelho, Teresa Villaverde ou Pedro Costa, e muitos outros, estrangeiros, como Wim Wenders, David Cronenberg,Alain Tanner, Werner Schroeter, Raúl Ruiz, Chantal Akerman, Valeria Bruni-Tedeschi, André Techiné, Christophe Honoré, Danièle Dubroux, Christine Laurent, Jerzy Skolimowski, Sharunas Bartas, Paul Auster, entre outros. [5][4]

Desde que iniciou a sua actividade como produtor, tem sido uma presença assídua nos mais importantes festivais a nível mundial, como o Festival de Cannes, Festival de Veneza, Festival de Locarno Festival de Berlim, New York Film Festival, Festival de Toronto, Festival de Tóquio ou a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. É também reconhecido como o produtor que maior número de filmes apresenta em quatro desses festivais, incluindo o Festival de Locarno e o Festival de Cannes. Integrou também o júri de alguns destes festivais, salientando o Festival de Berlim (1999),Festival de Veneza (2005) e o Festival de Locarno (2011), onde foi presidente do júri.

Além de produtor, em Portugal Paulo Branco tornou-se o segundo maior exibidor e distribuidor cinematográfico, dirigindo a Medeia Filmes e a Leopardo Filmes, tendo-se afirmado como defensor do cinema europeu, além de ter estreado mais de 50 filmes portugueses, nas últimas duas décadas.

Desde 2007 é director do Lisbon & Estoril Film Festival, um festival que ao longo das suas sete edições já contou com a presença das mais variadas personalidades do panorama artístico e cinematográfico nacional e internacional, como Robert Pattinson, Willem Dafoe, Wagner Moura, David Lynch, Pedro Almodóvar, Bernardo Bertolucci; Francis Ford Coppola, David Cronenberg; Juliette Binoche; Louis Garrel; Valeria Bruni-Tedeschi; Catherine Deneuve; Isabelle Huppert; Julião Sarmento, Paul Auster;Don DeLillo; J.M. Coetzee; Rui Horta, David Byrne; Cindy Sherman, Lou Reed, Laurie Anderson ,Stephen Frears, John Malkovich, Matthew Barney, Paul Giamatti, Yasmina Reza, Luc Dardenne, James Gray, Arnaud Desplechin, Aleksandr Sokurov, Vhils, Abdellatif Kechiche, Fanny Ardant, Roman Coppola, entre outros.

Além da sua atividade no cinema, Paulo Branco é apaixonado por cavalos, sendo um destacado cavaleiro de competição. Foi, aliás, seleccionador nacional de equitação, tendo conduzido a equipa portuguesa a um terceiro lugar nos Jogos Equestres Mundiais. Foi vice-presidente da Federação Equestre Portuguesa. [2]

É pai de Mariana Branco, José Branco, Ines Branco e Juan Branco e avô de Mateo Branco Díaz. [6]

Prémios e Distinções[editar | editar código-fonte]

  • 2002 - É galardoado com o Prémio Especial Raimondo Rezzonico, atribuído ao Melhor Produtor Independente, no Festival Internacional de Cinema de Locarno [9][10]
  • 2004 - Foi condecorado com o grau Officier de L’Ordre des Arts et Des Lettres da República Francesa, pela mão de Jacques Chirac [11]
  • 2005 - Recebeu o Golden Horse do Festival de Cinema de Taipé [12]
  • 2019 - Ganhou o prémio mundial das artes Leonardo da Vinci, atribuído pelo World Cultural Council [7][13]
  • 2021 - Torna-se no primeiro produtor independente a ser homenageado duas vezes pela Cinemateca Francesa [5][14]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Paulo Branco produziu mais 200 filmes, entre eles: [15][4][3]

Referências

  1. «Paulo Branco: "Um produtor tem de ser um fingidor, um actor na sua relação com o realizador"». À pala de Walsh. 29 de julho de 2020. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  2. a b e, Marco Vaza. «A vida dupla de um pr? odutor de cinema». PÚBLICO. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  3. a b «Paulo Branco - Pessoas Cinema Português». cinemaportuguesmemoriale.pt. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  4. a b c «Paulo Branco». MUBI (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  5. a b Anjos, Lígia (24 de junho de 2021). «Cinemateca francesa homenageia obra de Paulo Branco, o camaleão do cinema». TSF. Consultado em 3 de dezembro de 2021 
  6. Endeweld, Marc. «Juan Branco, une grosse production». Charles, la revue politique. Consultado em 27 de março de 2018 
  7. a b «Paulo Branco» (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  8. «UM produtor de sucesso no cinema europeu». www.dn.pt. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  9. «Produtor internacional de cinema Paulo Branco é homenageado em mostra | Revista de Cinema». Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  10. «The Festival - Special awards - Premio Raimondo Rezzonico». Locarno Film Festival (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  11. «Paulo Branco». World Cultural Council (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  12. «Paulo Branco – Vila Literária de Óbidos». Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  13. jdLux (14 de junho de 2019). «Produtor Paulo Branco distinguido com prémio mundial das artes Leonardo da Vinci». Jornal do Luxemburgo. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  14. Portugal, Rádio e Televisão de. «PR felicita produtor Paulo Branco por ciclo de homenagem na Cinemateca Francesa». PR felicita produtor Paulo Branco por ciclo de homenagem na Cinemateca Francesa. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  15. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Cinema Português - Paulo Branco». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 4 de dezembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Paulo Branco