Urticária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Urticária
Urticária no braço.
Especialidade dermatologia
Classificação e recursos externos
CID-10 L50
CID-9 708
DiseasesDB 13606
MedlinePlus 000845
eMedicine 762917
MeSH D014581
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Urticária é uma doença da pele alérgica caracterizada pela erupção de pápulas salientes, avermelhadas e muito pruriginosas.[1][2] Em alguns casos, a sensação pode ser semelhante a queimaduras ou picadas.[3] As pápulas formam manchas cuja posição se vai alterando.[3] Geralmente duram apenas alguns dias e não causam alterações permanentes na pele.[3] Menos de 5% dos casos têm duração superior a seis semanas.[3] Em muitos casos a condição é recorrente.[3]

A urticária pode surgir na sequência de uma infeção ou ser causada por uma reação alérgica a substâncias como medicamentos, picadas de inseto ou determinados alimentos.[3] Pode ainda ser desencadeada por fatores como stresse psicológico, temperaturas baixas ou vibrações.[2][3] Em metade dos casos a causa é desconhecida.[3] Os fatores de risco incluem ter condições como rinite alérgica ou asma.[4] O diagnóstico baseia-se geralmente na aparência das manchas. Os testes epicutâneos ajudam a determinar a substância a que se é alérgico.[3]

A prevenção consiste em evitar a exposição à substância que causa a reação.[3] O tratamento consiste geralmente na administração de anti-histamínicos como a difenidramina ou a ranitidina.[3] Em casos graves podem também ser administrados corticosteroides ou inibidores do leucotrieno.[3] Pode também ser benéfico manter a temperatura ambiente fresca.[3] Nos casos de duração superior a seis meses podem ser usados imunossupressores como a ciclosporina.[3]

A urticária afeta cerca de 20% da população.[3] Os casos de curta duração ocorrem de igual forma entre homens e mulheres, enquanto os de longa duração são mais comuns entre as mulheres.[5] Os casos de curta duração são mais comuns entre crianças, enquanto os de longa duração são mais comuns entre pessoas de meia-idade.[5] A urticária tem sido descrita desde pelo menos a época de Hipócrates.[5] O termo "urticária" tem origem no latim urtica, pela sua semelhança com o efeito produzido pelo contacto das folhas de urtiga com a pele.[6]

Referências

  1. «Urticária». Dicionário de Termos Médicos da Porto Editora. Consultado em 28 de dezembro de 2017 
  2. a b «Hives». Consultado em 10 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2016 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o Jafilan, L; James, C (dezembro de 2015). «Urticaria and Allergy-Mediated Conditions.». Primary care. 42 (4): 473–83. PMID 26612369. doi:10.1016/j.pop.2015.08.002 
  4. Zuberbier, Torsten; Grattan, Clive; Maurer, Marcus (2010). Urticaria and Angioedema (em inglês). [S.l.]: Springer Science & Business Media. p. 38. ISBN 9783540790488. Cópia arquivada em 21 de agosto de 2016 
  5. a b c Griffiths, Christopher; Barker, Jonathan; Bleiker, Tanya; Chalmers, Robert; Creamer, Daniel (2016). Rook's Textbook of Dermatology, 4 Volume Set (em inglês) 9 ed. [S.l.]: John Wiley & Sons. p. Chapter 42.3. ISBN 9781118441176 
  6. A Dictionary of Entomology (em inglês). [S.l.]: CABI. 2011. p. 1430. ISBN 9781845935429. Cópia arquivada em 21 de agosto de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.