Casa de Hanôver

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Casa de Hanôver
Haus von Hannover (em alemão)
House of Hannover (em inglês)
Brasão da casa de Hanôver
Estado  Reino Unido
 Reino de Hanôver
 Eleitorado de Hanôver
Título Rei da Grã-Bretanha
Rei do Reino Unido
Rei de Hanôver
Eleitor de Hanôver
Duque de Brunsvique-Luneburgo
Origem
Fundador Jorge de Brunsvique-Luneburgo
Fundação 1635
Soberania
Pretendente Ernesto Augusto, Príncipe de Hanôver
Linhagem secundária
-
Família real hanoveriana
Casa de Hanôver
Royal Hanover Inescutcheon.svg

A casa de Hanôver (em alemão: Haus von Hannover) é uma família nobre europeia fundada em 1635. Sendo uma casa ducal, ser luterana (Protestante) foi essencial para ser escolhida para dar uma nova dinastia ao Reino da Grã-Bretanha em 1714. Exercia influência sobre a escolha do novo Sacro Imperador Romano-Germânico, pois seus líder era também um príncipe-eleitor.

História[editar | editar código-fonte]

De origem germânica, a casa de Hanôver substituiu a casa de Stuart na Coroa britânica em 1714, inserindo uma nova dinastia de soberanos para o país. Antes de adquirir a coroa da Grã-Bretanha (que tornou-se Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda em 1801) o chefe da família era também eleitor de Hanôver e duque de Brunsvique-Luneburgo, títulos que mantiveram até 1837.[1]

A casa adquiriu o trono britânico através do príncipe-eleitor Jorge Luís, depois da morte da rainha Ana sem descendência. A sua pretensão baseava-se no fato de ser bisneto do rei Jaime VI da Escócia e I de Inglaterra através da sua mãe, Sofia de Hanôver. Havia ainda membros mais próximos da família Stuart, como Jaime Francisco Eduardo Stuart, mas como estes eram católicos romanos, o eleitor de confissão luterana foi preferido pelo parlamento britânico[2] (ver artigos sobre os episódios históricos da Reforma Protestante e Contrarreforma).

Dinastias da casa de Hanôver[editar | editar código-fonte]

Reis da Grã-Bretanha e eleitores de Hanôver[editar | editar código-fonte]

Reis do Reino Unido (a partir de 1801) e reis de Hanôver (a partir de 1814)[editar | editar código-fonte]

Reis do Reino Unido[editar | editar código-fonte]

Com a subida ao trono de Vitória em 1837 termina a união pessoal entre o Estado de Hanôver, onde vigorava a lei sálica, e o Reino Unido.

A casa de Hanôver deu lugar, no Reino Unido, à casa de Saxe-Coburgo-Gota com o casamento da rainha Vitória com o príncipe Alberto de Saxe-Coburgo-Gota.

Reis de Hanôver[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Casa de Hanôver

Referências

Precedido por
Casa de Stuart
Royal Arms of Great Britain (1714-1801).svg Coat of Arms of Great Britain (1714-1801).svg
Casa real do Reino da Grã-Bretanha

1714 - 1801
Sucedido por
ela mesma como reinante do Reino Unido
Precedido por
ela mesma como reinante do Reino da Grã-Bretanha
Royal Arms of United Kingdom (1816-1837).svg Royal Coat of Arms of the United Kingdom.svg
Casa real e dinastia do Reino Unido

1801 - 1901
Sucedido por
Casa de Saxe-Coburgo-Gota