Flap

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Flaps - são dispositivos hiper-sustentadores que consistem de abas, ou superfícies articuladas, existentes nos bordos de fuga (parte posterior) das asas de um avião, os quais, quando abaixados e/ou estendidos aumentam a sustentação e o arrasto ou resistência ao avanço de uma asa pela mudança da curvatura do seu perfil e do aumento de sua área.

Utilização[editar | editar código-fonte]

Os flaps podem ser usados em dois momentos do voo:

  1. Durante a aproximação para o pouso, em graduação (ajuste) máxima, permitindo que a aeronave reduza a sua velocidade de aproximação, evitando o estol. Com isso a aeronave pode tocar o solo na velocidade mais baixa possível para se obter a melhor performance de frenagem no solo
  2. Durante a decolagem, em ajuste adequado para produzir a melhor combinação de sustentação (máxima) e arrasto (mínimo), permitindo que a aeronave percorra a menor distância no solo antes de atingir a velocidade de descolagem.

Existem quatro tipos de flap que são utilizados na aeronaves: o simples, ventral, fowler e o fenda. O flap que proporciona o maior aumento no coeficiente de sustentação é o fowler, ele desloca-se para trás e para baixo, aumentando além da curvatura, a área do aerofólio.

Os flaps de um Boeing 747 totalmente estendidos para aterragem no aeroporto de Heathrow, Londres. Observe sua construção múltipla em três estágios, assemelhando-se a uma "persiana"

Flaps de bordo de ataque[editar | editar código-fonte]

Outras concepções mecânicas desse dispositivo incluem os chamados "flaps de bordo de ataque" (também chamados de "leading edge flaps"), que se assemelham a uma aba que se desdobram (estendem) no bordo de ataque da asa. Embora estes flaps não abram fendas para a passagem de ar, eles permitem imprimir um formato mais recurvado na borda de ataque e no extradorso da asa, portanto aumentando a sustentação no processo.

Dependendo do tamanho da pista é necessário se ajustar os flaps no modo chamado full, para melhor ação e reação do fluxo de ar nas asas e precisão em pousos e decolagens.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.