Gnu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGnu
Gnou 04 2005-07-01.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Género: Connochaetes
Espécies
Connochaetes taurinus

Connochaetes gnou

O gnu é um grande mamífero ungulado do gênero Connochaetes, que inclui duas espécies, ambas nativas do continente africano. Também é conhecido como boi-cavalo e como guelengue. Os gnus pertencem à família dos bovídeos (Bovidae), que inclui bovinos, caprinos, bubalinos, antílopes e outros mamíferos ungulados. Podem correr até 80 km/h para fugir dos predadores. Já em defesa da cria, como instinto, a mãe gnu, em fúria, é capaz de enfrentar leopardos, hienas e até mesmo leões, com seus chifres e coices. A gestação é em média de 260 dias, nascendo apenas uma cria. Vivem em grandes manadas, e pastam pelas savanas. Sua altura é em torno de 1,50 a 2,50 metros, e pesam em média de 250 Kg. Vivem em torno de 20 anos.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Gnu.

"Gnu" vem do boximane nqu, através do inglês gnu ou do francês gnou[1] .

Predadores[editar | editar código-fonte]

Nas savanas africanas, os gnus são vítimas constantes dos leões, leopardos, hienas e cães selvagens africanos (também conhecidos por mabecos). Esses carnívoros preferem aqueles que estão doentes, os velhos, os que se isolam da manada e os que morrem naturalmente.

Espécies[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.855
Ícone de esboço Este artigo sobre artiodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gnu