Goral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGoral
Nemorhaedus crispus

Nemorhaedus crispus
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Subfamília: Caprinae
Género: Nemorhaedus
Espécies
Nemorhaedus goral

Nemorhaedus caudatus
Nemorhaedus baileyi
Nemorhaedus crispus
Nemorhaedus swinhoei
Nemorhaedus sumatraensis

Goral ou Serow são os nomes comuns dados às espécies do género Nemorhaedus. São mamíferos bovídeos caprinos, nativos da Ásia. Algumas espécies de goral estão ameaçadas de extinção.

Os gorais são encontrados frequentemente em locais rochosos de grandes elevações. Apesar dos Serows terem quase o mesmo habitat, os gorais são encontrados em inclinações mais elevadas, mais íngremes com menos vegetação.

Características[editar | editar código-fonte]

Eles pesam geralmente dos 25 ao 40 quilogramas e medem 80 a 130 cm no comprimento, com chifres curtos virados para trás. A coloração difere entre as espécies, mas gerlamente os indivíduos variam do cinza claro ao marrom avermelhado escuro, com partes mais claras no peito, garganta, e barriga, e um listra escura nas costas. Têm uma camada de coberta por longos pêlos, que ajuda-os a manter a temperatura constante nas áreas frias onde é encontrado frequentemente.

Eles compartilham muitas similaridades com outros grupos, gorais são mais encorpados do que os antílopes e têm cascos mais largos, mais pesados. As gorais fêmeas têm quatro mamas funcionais, enquanto as cabras e as ovelhas têm somente duas mamas funcionais. Ao contrário dos serows, os gorais não têm nenhuma glândula preorbital.

Como seus parentes menores os gorais, os serows são encontrados frequentemente pastando em montes rochosos. Serows são os mais lentos e menos ágeis membros do gênero Nemorhaedus, mas podem escalar inclinações para escapar de predação ou para abrigar-se durante invernos frios ou verões quentes. Serows, ao contrário dos gorais, empregam suas glândulas pré-orbitais na marcação de território. A coloração varia pela espécie, pela região que habita, e pelo indivíduo. Ambos os sexos têm barbichas e os chifres pequenos são frequentemente mais curtos do que suas orelhas.

Fósseis de animais parecidos com serows datam do Plioceno tardio, 2 a 7 milhôes de anos atrás. Os outros membros da subfamília de Caprinae podem ter evoluído destas criaturas.

Espécies[editar | editar código-fonte]

O goral-cinzento (Nemorhaedus goral) é nativo do nordeste da Índia, Nepal, Butão, e norte do Paquistão. Possui pêlos ásperos e chifres cilíndricos. No passado era conhecido como Urotragus goral. Mede de 95 a 130 o cm de comprimento e pesa 35 a 42 quilogramas. Têm pelagem cinzenta ou marrom-acinzentada com pés de cor tan, uns pontos mais claros em suas gargantas, e uma única tira escura ao longo de suas costas. Os machos têm uma crina curta na sua nuca. Tanto machos, como as fêmeas têm chifres curvados para trás que podem crescer até 18 cm de comprimento. Além de determinadas peculiaridades no formato do crânio, os gorais são principalmente distintos dos serows por não possuírem uma glândula abaixo do olho, nem de uma depressão correspondente no crânio. Eles podem viver por 14 ou 15 anos. A fêmea dá o nascimento, geralmente a uma única prole, após um período de gestação de 170 a 218 dias, e os jovens desmamam em 7 ou 8 meses da idade e alcançam a maturidade sexual em torno de 3 anos. O goral cinzento é encontrado nas florestas dos Himalaia, geralmente entre 1000 e 4000 metros de altitude, vivendo em grupos pequenos de 4 a 12 indivíduos e que ocupam um território de aproximadamente 100 acres, além disso possuem um hábito crepuscular. São classificados como em baixo risco de extinção, perto de ameaçado.

O Goral-chinês (Nemorhaedus caudatus) pode ser encontrado da Rússia e China orientais até a Tailândia ocidental e Myanmar oriental. Uma subespécie deste é o Goral de Amur (N. c. raddeanus), uma população desta subespécie vive na Zona Desmilitarizada da Coréia, perto da estrada de Donghae Bukbu.[1] A espécie é classificada como em perigo de extinção na Coréia do Sul, com uma população estimada em mais ou menos 250 indivíduos.

O Goral-vermelho (Nemorhaedus baileyi) habita áreas da província de Yunnan na China até o Tibete, e do nordeste da Índia ao norte do Myanmar.

O Serrow-japonês (Nemorhaedus crispus) é encontrado nas ilhas de Honshu, de Kyushu e de Shikoku. Ele mede de 60 a 90 cm de altura do ombro e pesa de 30 a 130 quilogramas. Ele é malhado marrom, branco e preto. Ambos os sexos têm chifres curtos de 10 cm, que se curvam para trás. Habita florestas densas onde comem as folhas e bolotas e são diurnos. Vivem até 10 anos em cativeiro.

O Serrow-taiwanês (Nemorhaedus swinhoei) habita a ilha de Taiwan.

O Serrow-continetal (Nemorhaedus sumatraensis), o maior das três espécies de serrows, habita áreas do Nepal à província de Gansu na China e de Sumatra à Península Malaia. É um animal que come grama e folhas e vive em habitats de floresta tropicais e montanhas. É mais ativo no alvorecer e no anoitecer. É um animal territorial. A gestação é de 8 meses e dão cria a uma única prole por volta de Setembro a Outubro.

Referências[editar | editar código-fonte]

[2]

  1. [1]
  2. C. P. Groves & P. Grubb. In: S. Lovari. The Biology and Management of Mountain Ungulates. London: Croom Helm, 1985. 45–50 p.