Zebu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaZebu
Bos taurus indicus.jpg

Estado de conservação
Não avaliada: Domesticado
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Género: Bos
Espécie: B. taurus
Subespécie: B. t. indicus

Zebu é um bovino da subespécie Bos taurus indicus, apelidado por sua característica marcante de boi de corcova. A "corcova" é também chamada giba ou cupim, no Brasil, país onde a sub-espécie demonstrou grande potencial de adaptação.

Originário da Índia, onde o grande rebanho não tem utilização para abate, a raça foi objeto de diversos cruzamentos, como o Chauri do Nepal, objetivando não apenas a melhoria do plantel como ainda a formação de novas raças, que guardassem a sua adaptação e resistência.

Contabilizando as raças puras, como Sindi, Nelore, Gir e Guzerat e as mestiças, como Indubrasil, Tabapuã e Canchim, os zebuínos constituem hoje mais de 80 por cento dos animais criados no Brasil - que por sua vez tem um dos maiores rebanhos bovinos do mundo[1] . Sua principal destinação econômica é a produção de carne, sobretudo nos estados de clima tropical e sub-tropical.

A subespécie foi introduzida no Brasil no século XIX. A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu é a entidade que controla a constituição genética da raça entre os criadores, sendo ainda responsável pela realização, em Uberaba, Capital Mundial do Zebu, da Expozebu. Este evento, considerado uma das maiores feiras agropecuárias do mundo, acontece entre 1 e 10 de maio, e movimenta mais de 150 milhões de Reais.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre bovinos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.