João Luís Carrilho da Graça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Luís Carrilho da Graça
Nascimento 1952 (62 anos)
Portalegre
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação arquitecto
Prémios Prémio Valmor e Municipal de Arquitectura 1998
Prémio Secil 1994
Prémio FAD de Arquitectura 1999
Prémio Associação Internacional de Críticos de Arte 1992
Prémio Luzboa 2004
Prémio Pessoa 2008
Piranesi Prix de Rome 2010

João Luís Carrilho da Graça (Portalegre, 1952) é um arquitecto português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciou-se em Arquitectura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa em 1977 e, desde então, dirige o seu próprio atelier. Foi assistente na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa entre 1977 e 1992, onde leccionou, alternadamente, a cadeira de projecto do primeiro e do último ano curricular. É Professor convidado no Departamento de Arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa desde 2001 e no Departamento de Arquitectura da Universidade de Évora desde 2005. Foi também Professor convidado na Escuela de Arquitectura da Universidade de Navarra entre 2007 e 2010.

Foi professor convidado para seminários e conferências sobre o seu trabalho em diversas universidades, nomeadamente em Barcelona, Sevilha, Lisboa, Roma, Milão, Turim, Verona, Cidade do México, Viena, Aquisgrana (Alemanha) e Porto.

Prémios[editar | editar código-fonte]

Obras realizadas:

  • Data Center na Covilhã da Portugal Telecom, covilhã (2011-2013)
  • Núcleo Arqueológico do Castelo de São Jorge, Lisboa (2008-2010)
  • Ponte Pedonal sobre a Ribeira da Carpinteira, Covilhã (2003-2009)
  • Casa «Candeias», São Sebastião da Giesteira, Évora (2005-2008)
  • Museu do Oriente, Doca de Alcântara, Lisboa (2005-2008)
  • Recuperação e valorização do Castelo de Campo Maior (2005-2008)
  • Ampliação e modernização da Escola Alemã de Lisboa (2003-2008)
  • Edifício de habitação na Travessa da Fábrica das Sedas, Amoreiras, Lisboa (2002-2008)
  • Teatro e Auditório, Poitiers, França (2000-2008)
  • Escola Superior de Música de Lisboa (1998-2008)
  • Igreja de Santo António e Centro Paroquial, Portalegre (1993-2008)
  • Instalação da Exposição «World Press Photo», no Museu da Electricidade, Lisboa (2008)
  • Instalação da Exposição de Vik Muniz, no Museu da Electricidade, Lisboa (2007)
  • Edifício de habitação na Rua do Quelhas, Lisboa (2001-2006)
  • Centro Cultural da Branca, Albergaria-a-Velha (com Inês Lobo) (1999-2006)
  • Instalação da Exposição «Do Palácio de Belém», Palácio da Ajuda, Lisboa (2005)
  • Recuperação da Antiga Prisão e reconversão em Biblioteca Municipal «Álvaro de Campos», Tavira (1998-2005)
  • Centro de Controlo Operativo da Brisa, Carcavelos (com Flavio Barbini e Maria João Silva Barbini) (2002-2004)
  • Casa Isabel e Julião Sarmento, Estoril (com Anne Demoustier) (2002-2004)
  • Centro Comercial, Leiria (2000-2003)
  • Ponte Pedonal sobre o Esteiro de São Pedro, Aveiro (1997-2002)
  • Centro de Documentação e Informação no Palácio de Belém, Lisboa (1997-2002)
  • Recuperação do interior do Edifício da Universidade Autónoma, Lisboa (1995-2001)
  • Pousada de Juventude, Viana do Castelo (1996-1999)
  • Mobiliário urbano para Expo-98, Lisboa (1996-1998)
  • Casa «Tapada», Cabeço de Vide (1995-2000)
  • Sede do Instituto Politécnico de Lisboa (1995-1999)
  • Recuperação da Ala Sul-Poente da Faculdade de Economia da Universidade Nova, Lisboa (1994-1999)
  • Pavilhão do Conhecimento dos Mares, Expo-98, Lisboa (1995-1998)
  • Instalação da Exposição de Michael Biberstein na Galeria de Arte Luís Serpa, Lisboa (1998)
  • Cenografia para o programa televisivo «Olhos nos Olhos», Lisboa (1998)
  • Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Algarve, Faro (1993-1997)
  • Recuperação e Musealização das Ruínas de São Paulo, Macau (1990-1995)
  • Adaptação do Mosteiro de Flor da Rosa a Pousada, Crato (1990-1995)
  • Escola Superior de Comunicação Social, Lisboa (1987-1993)
  • Piscina Municipal de Campo Maior (com Carlos Miguel Dias) (1982-1990)
  • Galeria de Arte Módulo (com Carlos Miguel Dias) (1987-1988)
  • Casa «Fonte Fria», Serra de São Mamede, Portalegre (1987-1988)
  • Agência Bancária da Caixa Geral de Depósitos, Anadia (1983-1988)
  • Centro Regional de Segurança Social, Portalegre (com Gonçalo Byrne e João Paciência) (1982-1988)
  • Complexo de Habitação Social, Alter do Chão (com Artur Pires Martins) (1977-1984)
  • Agência Bancária da Caixa Geral de Depósitos, Sabugal (1983-1985)
  • Quartel dos Bombeiros Voluntários, Vila Velha de Ródão (1979)

Em construção ou a realizar (2010):

  • Terminal de Cruzeiros, Lisboa (2010-)
  • Recuperação dos espaços afectos ao Igespar do Mosteiro de Flor da Rosa, Crato (2007-)
  • Remodelação do Colégio dos Moços da Sé de Évora – Museu de Arte Sacra de Évora (2005-)
  • Edifício de Habitação na Rua do Presidente Arriaga, Lisboa (2004-)
  • Edifício de Habitação «Condessa do Rio», Lisboa (2004-)
  • Habitações na Quinta do Bom Sucesso, Óbidos (2003-)
  • Maison de La Paix, Genebra, Suíça (2003-)
  • Edifício de Habitação em Sanchinarro, Madrid, Espanha (com Inês Lobo), (2001-)
  • Polidesportivo e Piscina Municipal, Vila do Conde (com Inês Lobo) (1999-)
  • Recuperação e reconversão em Museu do Convento de Jesus, Setúbal (1998-)
  • Recuperação e reconversão em Centro de Convenções e espaço cultural no Convento de São Francisco, Coimbra (1996-)

Referências

  1. Prémio AICA / Ministério da Cultura de Artes Visuais e Arquitectura (em português) Associação Internacional de Críticos de Arte. Página visitada em 28 de Janeiro de 2012.
  2. Prémios Secil - Nacional (em português) www.secil.pt. Página visitada em 26 de Novembro de 2011.
  3. ÚLTIMA HORA. PRÉMIO FAD DE ARQUITECTURA PARA JOÃO MARIA TRINDADE (em português) Ordem dos Arquitectos (9 de Outubro de 2010). Página visitada em 28 de Janeiro de 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.