Ordem Militar de Sant'Iago da Espada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ordem santiago.jpg

Ordens honoríficas
de Portugal

Ordens militares:

Ordens nacionais:

Ordens de mérito civil:

A Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, de nome completo Antiga, Nobilíssima e Esclarecida Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, do Mérito Científico, Literário e Artístico[1] , é uma Ordem honorífica portuguesa que herdou o nome da Ordem de Santiago, extinta em 1834, e que é concedida[2] por mérito literário, científico e artístico. Foi uma das Ordens restituídas em 1918.

É composta por seis graus:[2]

  • Grande-Colar (GColSE)
  • Grã-Cruz (GCSE)
  • Grande-Oficial (GOSE)
  • Comendador (ComSE)
  • Oficial (OSE)
  • Cavaleiro (CvSE) / Dama (DmSE)

Tal como outras Ordens portuguesas, o título de Membro-Honorário (MHSE) pode ser atribuído a instituições e localidades.[2] [3]

Para além dos cidadãos nacionais também os cidadão estrangeiros podem ser agraciados com esta Ordem.[4] [5]

Chanceler[editar | editar código-fonte]

Desde 2011, como Chanceler do Conselho das Antigas Ordens Militares, que inclui esta Ordem, está o tenente-general Vasco Rocha Vieira.[6]

Membros titulares e Honorários[editar | editar código-fonte]

Membros desta Ordem na Wikipédia[nota 1] Para actualizar valores (clique aqui).
Categorias da Wikipédia Artigos
Grandes-Colares da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada
31
Grã-Cruzes da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada
60
Grandes-Oficiais da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada‎
55
Comendadores da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada
59
Oficiais da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada‎
31
Cavaleiros da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada
14
Membros-Honorários da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada‎
24
Total de artigos
274

Entre 1919 e 2014, foram registados mais 2 mil membros nesta Ordem.[4] [5] Entre os 1352 membros de nacionalidade portuguesa nota para apenas um Grande-Colar (José Saramago), 127 Grã-Cruzes, 230 Grandes-Oficiais, 388 Comendadores, 362 Oficiais e 217 Cavaleiros ou Damas, para além de 27 instituições como Membros-Honorários.[4]

Entre os 715 agraciados estrangeiros encontramos 30 Grandes-Colares, 118 Grã-Cruzes, 98 Grandes-Oficiais, 238 Comendadores, 158 Oficiais e 70 Cavaleiros ou Damas, para além de 3 instituições como Membros-Honorários.[5]

Da lista de distinguidos podemos[4] [5] encontrar na Wikipédia alguns exemplos[nota 2] aqui inicialmente ordenados alfabeticamente:

De notar ainda casos como o de Carolina Michaëlis ou de José Júlio Gonçalves Coelho que, 1901, foram agraciados mas da então Ordem de Santiago da Espada.[11]

Notas

  1. Actualize para obter valores mais recentes. Poderá haver na Wikipédia ainda mais distinguidos do que os incluídos nestas categorias. No entanto, nos seus artigos não estão colocadas as respectivas categorias.
  2. Exemplos mantidos porque estão devidamente referenciados nos respectivos artigos e por já se encontrarem interligados neste artigo. Eventuais acrescentos serão redundantes e desnecessários pois este artigo não é uma lista.

Referências

  1. Forjaz, Jorge Eduardo de Abreu Pamplona. Mercês Honoríficas do Século XX (1900-1910). 1.ª ed. Lisboa: Guarda-Mor, 2012. p. 251. ISBN 978-989-96088-7-0
  2. a b c Lei n.º 5/2011 : Lei das Ordens Honoríficas Portuguesas. (pdf) 1253-1254 pp. Diário da República Electrónico, 1.ª série — N.º 43. (2 de Março de 2011). Visitado em 2014-05-23.
  3. Membros Honorários. Visitado em 13 de Agosto de 2011.
  4. a b c d Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas Sítio oficial da Presidência da República Portuguesa. Visitado em 2014-06-08. "Resultado das buscas dos nomes indicados depois de seleccionada "Sant'Iago da Espada" na opção "Ordem"."
  5. a b c d Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas Sítio oficial da Presidência da República Portuguesa. Visitado em 2014-05-05. "Resultado das buscas dos nomes indicados depois de seleccionada "Sant'Iago da Espada" na opção "Ordem"."
  6. Maria Luiza Rolim; Agência Lusa (18-07-2011). Ferreira Leite nova chanceler do Conselho das Ordens Nacionais. Visitado em 20-06-2014. Cópia arquivada em 20-06-2014.
  7. Agraciamentos : Presidente encerrou Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras na Beira Baixa e condecorou personalidades Sítio oficial da Presidência da República Portuguesa (06-02-2010). Visitado em 17 de Julho de 2012.
  8. Agência Lusa (27-05-2008). Troca de condecorações entre Cavaco Silva e Haroldo V Diário Digital. Visitado em 2014-05-05.
  9. Grau de Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant´Iago da Espada - Joaquim de Carvalho, Acervo documental. Visitado em 14 de agosto de 2012.
  10. Pedro Ré, Armando J. Almeida & Manuel Biscoito (2001). Luiz Vieira Caldas Saldanha Passion For The Sea. (PDF) (em inglês) Boletim do Museu Municipal. Funchal, Sup. N.º 6: 5-13,. Visitado em 2012-12-21. "Resumo (em português), Indica "Ordem de Santiago da Espada" em vez de "Ordem Militar de Sant'Iago da Espada""
  11. Ministério da Cultura, Torre do Tombo, Direcção dos Serviços de Arquivística, Identificação Arquivística F: Ministério do Reino, SC: Secretaria Geral -2ª Repartição, SR: Assentamento de agraciados com a Ordem de Avis e Ordem de Santiago da Espada. Cota: Livro 923

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]