Oriana Fallaci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fallaci (à direita) com o presidente do Irâ Abulhassan Banisadr (à esquerda)

Oriana Fallaci (Florença, 29 de junho de 1929 — Florença, 15 de setembro de 2006) foi uma escritora e jornalista italiana. De uma esquerdista nos anos sessenta, tornou-se a principal crítica do Islã na atualidade da Itália [1] .

Seu pai, Edoardo, foi um ativo antifascista e já aos 10 anos, Oriana estava envolvida com a Resistência Italiana, participando do movimento clandestino "Giustizia e Libertà". Durante a ocupação de Florença pelos nazistas, o pai foi capturado e torturado na "Villa Triste", onde funcionava uma seção da polícia politica alemã, também utilizada como cárcere e lugar de torturas até a Liberação de Florença, em setembro de 1944. Por sua participação na Resistência, Oriana foi condecorada, aos 14 anos, pelo Exército Italiano.

Oriana iniciou sua carreira de jornalista aos 16 anos. Inicialmente trabalhou como colaboradora de jornais locais e posteriormente como enviada especial da revista semanal L'Europeo, fundada em 1945.

Em 1967 trabalhou como correspondente de guerra para L'Europeo no Vietnam. Retornará ao país por 12 vezes em 7 anos, para narrar a guerra, sem fazer concessões nem ao comunistas, nem tampouco aos americanos e aos sul-vietnamitas. As experiências da guerra são reunidas no livro "Niente e così sia" publicado em 1969.

Ao longo de sua carreira, realizou importantes entrevistas com algumas das mais importantes personalidades do século XX, dentre as quais destacam-se Henry Kissinger, o Ayatollah Khomeini, Lech Wałęsa, Willy Brandt, Zulfikar Ali Bhutto, Walter Cronkite, Muammar al-Gaddafi, Federico Fellini, Sammy Davis, Jr., Deng Xiaoping, Nguyen Cao Ky, Yasir Arafat, Indira Gandhi, Alexandros Panagoulis, Wernher von Braun, o Arcebispo Makarios, Golda Meir, Nguyen Van Thieu, Haile Selassie e Sean Connery.

Obras[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]