Ptolemeu VI Filometor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Ptolemeu VI Filometor
Faraó do Egito
Governo
Consorte Cleópatra II
Dinastia Dinastia ptolemaica
Vida
Nascimento 180 a.C.
Morte 145 a.C. (35 anos)
Filhos Ptolemeu VII Neos Filopator, Cleópatra Téia, Cleópatra III
Pai Ptolemeu V Epifânio
Mãe Cleópatra I

Ptolemeu VI Filometor (180 a.C.145 a.C.) foi rei do Egipto ptolemaico.

Ptolemeu VI Filometor era filho de Ptolemeu V Epifânio, seu antecessor, e da rainha Cleópatra I, natural do reino selêucida. Governou em co-regência com a mãe até à morte desta em 176 a.C.. A partir de então o rei passou a estar sob influência de dois conselheiros da corte, que o incitaram a invadir a Celessíria. Entre 175 e 173 a.C. casou com a sua irmã Cleópatra II.

Peça com a efígie de Ptolomeu VI.

Em 170 a.C. Ptolemeu VI associa ao trono o seu irmão Ptolemeu Neoteros (o futuro Ptolemeu VIII Evérgeta II) e a sua irma-esposa Cleópatra II. No mesmo ano o Egipto é invadido pelo rei selêucida Antíoco IV Epifânio (seu tio), que prende Ptolemeu VI. Ptolemeu Neoteros é colocado no trono em seu lugar.

Em 164 a.C. Ptolemeu VI é expulso da capital egípcia Alexandria, refugiando-se em Roma. Ele chega em Roma na miséria, acompanhado de um eunuco e três escravos.[1] Roma, então uma potência em ascensão, decidi intervir no conflito entre os irmãos, decidindo que Ptolemeu VI Filometor se torne rei do Egipto e o seu irmão Ptolemeu VIII se torne rei da Cirenaica.

Ptolemeu VIII não se satisfez apenas com a Cirenaica e pretendia também governar Chipre. Os Romanos acederam ao pedido de Ptolemeu VIII, mas Ptolemeu VI consegue impedir o plano de tomada de Chipre do irmão. Ptolemeu VI, talvez temendo uma reacção romana, talvez por sua natureza, não mandou matar o irmão, deixou-o governar a Cirenaica [2] e deu-lhe uma filha em casamento, Cleópatra Thea.

Após um breve período de calma a situação alterou-se quando no reino selêucida surge um pretendente ao trono, Alexandre Balas, que Ptolemeu VI decide apoiar. Sua filha Cleópatra Thea casa-se com Alexandre Balas.[3] Contudo, Alexandre Balas não passou de ser um pretende que pretendia mesmo assassinar Ptolemeu VI. Este declarou então o casamento da filha com Alexandre inválido e entregou-a ao novo pretendente, Demétrio II Nicator. Os habitantes de Antioquia e o exército selêucida, perante os eventos conturbados, pediram a Ptolemeu VI que se tornasse o novo rei selêucida, mas Ptolemeu não aceitou a oferta.

Ptolemeu VI morreu em 145 a.C. (no quarto ano da 158a olimpíada), na batalha de Antioquia (145 a.C.), em que também participaram Demétrio II Nicator, que sobreviveu, e Alexandre Balas, que foi morto,[4] tendo caído de um cavalo e fracturado o crânio.

Titulatura[editar | editar código-fonte]

Nome de Nesut-bity
Hieroglifo
nswt&bity
<
R8 N8 R8 F44 Q3
X1
V28 U21 L1 D21
N35
C1 C12 D4 H6 X1
H8
>
Transliteração Jwˁ-nṯr.wy-pr.wy Stp-n-Ptḥ Ḫpr-n-Rˁ Jr-mȝˁ.t-Jmn
Transliteração (ASCII) Jwa-n-ntchr.wy-pr.wy stpn-ptah xpr-n-ra jr-mAa.t-jmn
Transcrição Iwan-entcher wyperwy setepen-ptah kheper-ne-ra iremaat-amun
Tradução "O herdeiro do deus Epifânio. O eleito de Ptah. A manifestação de . Aquele que realiza a justiça de Amon."
Nome de Sa-Rá
Hieroglifo
G39 N5
 
<
Q3
X1
V4 E23
Aa15
M17 M17 S29 S34 I10
X1
N17
Q3
X1
V28 U6
>
Transliteração Ptwlmys ˁnḫ-ḏ.t Mr(y)-Ptḥ
Transliteração (ASCII) Ptwlmys ankh-djt Mry-ptah
Transcrição Ptwlemys Ankh-djet mery-ptah
Tradução "Ptolomeu, que tenha vida eterna. O amado de Ptah."

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XXXI, 18.2
  2. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XXXI, 33.1
  3. Bar Hebraeus, Cronografia, Livro VII, O primeiro reino dos gregos, Aqui começa a sétima série, que passa dos reis dos persas até os gregos pagãos
  4. Eusébio de Cesareia, Crônica, 96, Os reis da Ásia Menor após a morte de Alexandre, o Grande
Precedido por
Ptolemeu V Epifânio
Lista de faraós
Dinastia ptolemaica
Sucedido por
Ptolemeu VII Neos Filopator


Árvore genealógica baseada no texto e nos artigos dos personagens citados. Linhas pontilhadas indicam extrapolações de autores modernos:

 
 
Ptolemeu IV Filopator
 
 
 
Arsínoe III
 
 
Antíoco III Magno
 
 
 
Laódice
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ptolemeu V Epifânio
 
 
 
 
 
 
 
 
Cleópatra I
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ptolemeu VIII Evérgeta II
 
 
 
 
Cleópatra II
 
 
 
 
Ptolemeu VI Filometor
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ptolemeu "Menfita" Neos Filopator
 
 
Cleópatra III
 
 
 
Ptolemeu VII Neos Filopator
 
Cleópatra Téia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ptolemeu IX Sóter II
 
 
 
 
Ptolemeu X Alexandre I
 
Cleópatra IV
 
Cleópatra Selene I
 
Trifena